hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘golpe’

Everaldo Anunciação: “não haverá trégua aos golpistas”

veve2O presidente do PT/Bahia Everaldo Anunciação declarou que “a luta vai continuar,não haverá trégua para os golpistas.” Ele acrescentou que juntamente com os movimentos sociais para que os direitos do povo brasileiro conquistados nos governos de Lula e Dilma não sejam retirados.

Everaldo salientou que todos os principais veículos de comunicação do mundo já afirmaram que o afastamento da presidenta Dilma é golpe. “ 61 senadores(as) usurparam os votos de  54 milhões de eleitoras e eleitores.

Estes e estas parlamentares que fizeram parte desta farsa vão entrar para o lixo da história, enquanto Dilma saiu de cabeça erguida para continuar lutando em defesa das pessoas que mais precisam.

Dilma: “nós voltaremos!”

voltaremos

Em entrevista coletiva concedida no Palácio da Alvorada, ao lado do ex-presidente Lula, de vários ex-ministros e líderes de movimentos sociais, logo após ter sido afastada definitivamente da presidência da República, Dilma Rousseff fez um de seus discursos mais incisivos contra o golpe e contra o governo do presidente interino, Michel Temer.

A decisão do Senado, segundo ela, “entra para a História das grandes injustiças”. “Senadores decidiram rasgar a Constituição. Condenaram uma inocente e consumaram um golpe parlamentar”, afirmou, sobre políticos que “buscam o poder desesperadamente” sem seguir o caminho do “voto direto, como fizemos Lula e eu”.

“A história será implacável com eles”, declarou, em referência aos artífices do golpe. Ela foi enfática quanto à continuação da luta contra a perda de direitos dos trabalhadores e para “construir um Brasil melhor”. “Haverá contra eles a mais determinada oposição que um governo golpista pode sofrer”, prometeu Dilma Rousseff.

“Nada poderá nos fazer recuar”, assegurou. “Não direi adeus a vocês, tenho certeza que poderei dizer ‘até daqui a pouco'”, acrescentou. “Nós voltaremos. Voltaremos para continuar nossa jornada rumo a um Brasil onde o povo é soberano”, prometeu Dilma ainda. “Eu, a partir de agora, lutarei incansavelmente para construir um Brasil melhor”, concluiu. (Brasil 247)

Governo de Cuba rechaça golpe no Brasil

Declaração de Cuba

fidel a raulO governo revolucionário da República de Cuba rejeita veementemente o golpe de Estado parlamentar-Judicial que foi consumado contra a presidente Dilma Rousseff.

A separação do governo da presidente, sem que se apresentasse provas de crimes de corrupção ou crimes de responsabilidade, e com ela do partido dos trabalhadores (PT) e outras forças políticas de esquerda aliadas, constitui um ato de desrespeito à vontade soberana do povo que a elegeu.

Durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, se levou um modelo economico-Social que permitiu ao Brasil dar um salto no seu crescimento produtivo com inclusão social, a defesa dos seus recursos naturais, a geração de emprego, o combate a A pobreza, a saída da miséria de mais de 35 milhões de brasileiros que vivem em condições desumanas e a elevação do rendimento de outros 40 milhões, a ampliação das oportunidades na educação e a saúde do povo, incluindo setores até então marginalizados.

Neste período, o Brasil tem sido um ativo impulsionador da integração latino-americana e caribenha. A derrota do acordo de livre comércio das Américas (Alca), a convocatória para a cimeira da América Latina e o Caribe sobre integração e desenvolvimento (Calc) que levou a posterior criação da americanos e caribenhos, e a Constituição da Unasul, são Acontecimentos importantes na história mais recente da região que demonstram o protagonismo desse país.

Além disso, a projeção para as nações do terceiro mundo, em especial da África; sua ativa presença como membro no grupo Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e o seu desempenho no âmbito da organização das Nações Unidas, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Mundial do Comércio, entre outras, tem um reconhecimento à sua liderança internacional.
Merece elogio também a posição brasileira sob os governos do PT em temas cruciais da situação internacional em defesa da paz, o desenvolvimento, o ambiente e os programas contra a fome.

São amplamente conhecidos os esforços de Lula e Dilma por reformar o sistema político e ordenar o financiamento dos partidos e suas campanhas, bem como no apoio às investigações contra a corrupção que foram abertas e a independência das instituições encarregadas de elas.

As forças que agora exerce o poder anunciaram necessário sobre as reservas petrolíferas em águas profundas e cortes aos programas sociais. Igualmente, uma política externa que privilegia as relações com os grandes centros de poder internacionais. Muitos daqueles que julgam a presidente estão sob investigação por atos de corrupção.

O que aconteceu no Brasil é outra expressão da ofensiva do imperialismo e a oligarquia contra os governos revolucionários e progressistas da América Latina e no Caribe, que ameaça a paz e a estabilidade das nações, em contradição com o espírito e a letra da Proclamação da América Latina e o Caribe como zona de paz, assinado na II Conferencia das Américas e do Caribe, em janeiro de 2014, em Havana pelos chefes de estado e de governo da região.

Cuba reafirma a sua solidariedade com a presidente Dilma e o companheiro Lula, com o partido dos trabalhadores, e expressa sua confiança em que o povo brasileiro vai defender as conquistas sociais alcançadas, se oporá com determinação às políticas neoliberais que tentem impor e ao farrapo de Os seus recursos naturais.
Havana, 31 de agosto de 2016.

Por 61 votos a 20, Senado aprova o Golpe

adeus

(Agência Brasil)- Por 61 a 20, o plenário do Senado acaba de decidir pelo impeachment de Dilma Rousseff. Não houve abstenção. A posse de Temer ocorrerá ainda hoje.

O resultado foi comemorado com aplausos por aliados do presidente interino Michel Temer, que cantaram o Hino Nacional. O resultado foi proclamado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que comandou o julgamento do processo no Senado, iniciado na última quinta-feira (25).

Parlamentares decidiram em seguida, em votação separada, que Dilma não fica desabilitada para ocupar cargos públicos pelos próximos oito anos; segunda votação foi de 42 votos contra a inabilitação e 36 a favor, com três abstenções

Requião: “preparem-se para uma guerra civil”

requião( Sul 21) “As senhoras e os senhores estão preparados para a guerra civil? Não? Entrincheirem-se, então, porque o conflito é inevitável. O povo brasileiro, que provou por alguns poucos anos, o gosto da emergência social não retornará submissamente à senzala”. A advertência foi feita nesta terça-feira (30), pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), em seu pronunciamento no Senado Federal durante o julgamento do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Segundo Requião, as propostas defendidas por aqueles que querem a derrubada de Dilma representam uma combinação explosiva de entreguismo com medidas contra os aposentados, os assalariados, os mais pobres, contra direitos e conquistas populares, que alimentam as contradições de classe e, em consequência, a luta de classes.

“Se as senhoras e os senhores concordam com a redução do Brasil a um medíocre estado associado, outro Porto Rico, que se sintam servidos. Não será a primeira vez que os abutres e os corvos caem sobre o nosso país, retalhando-o, estraçalhando-o, sugando-o”, acrescentou o senador, que repetiu as palavras que Tancredo Neves dirigiu contra Moura Andrade que declarou vaga a presidência com João Goulart ainda em território nacional, consumando o golpe de 64: “Canalha! Canalha! Canalha!”, repetiu, dirigindo-se a Aécio Neves, neto de Tancredo, e aos demais senadores que querem derrubar a presidenta da República.

“As intenções do vice que quer ser titular são claras, solares”, emendou Requião:

– Desvincular o reajuste das aposentadorias e pensões do aumento do salário mínimo. Será a destruição do maior instrumento de distribuição de renda do país, que é a Previdência Social. Se pensões e aposentadorias não mais acompanharem o aumento do salário mínimo vai ser um massacre contra mais de 20 milhões de brasileiros.

– Rever direitos e garantias sociais acumulados ao longo dos últimos 80 anos, especialmente direitos e garantias previstos na CLT. Impor, como pedra de toque dessa revisão, o negociado sobre o legislado.

– Eliminar tímidas conquistas na área da igualdade de gênero.

– Congelar por inacreditáveis 20 anos as despesas correntes e de investimento da União, excetuando-se as despesas financeiras com o serviço da dívida pública. Ou seja: congelar por duas décadas as despesas com saúde, educação, segurança pública, saneamento, infraestrutura, habitação, mas garantir o pagamento de juros.

– Privatização em regra e alienação radical de todo o patrimônio energético, mineral, florestal, agrário, territorial, hídrico, fabril, tecnológico e aéreo do Brasil. Depois da entrega do pré-sal, da venda de terras para os estrangeiros, querem entregar até mesmo o Aquífero Guarani, a maior reserva de água potável do planeta.

Como os ratos caçam, ou melhor cassam…

ratosa cassamr

O mundo vê o Golpe como ele é…

golpe

Presidente do PT/Bahia destaca firmeza da presidenta Dilma no Senado

veveuO presidente do PT/Bahia, Everaldo Anunciação, destacou a firmeza da presidenta Dilma em seu pronunciamento no Senado. “ela mostrou mais uma vez que é uma mulher honesta, forte e vítima de uma tentativa de golpe”, afirmou.

Everaldo destaca também o posicionamento da senadora Lídice da Mata, e dos senadores Oto Alencar e Roberto Muniz que a exemplo da votação na Comissão do Senado pela admissibilidade,votarão mais uma vez contra o golpe.

O presidente do PT/Bahia reafirma que este golpe visa atingir os direitos trabalhistas do povo brasileiro e entregar o pré-sal e outras riquezas aos grupos internacionais.

Everaldo destaca que “parlamentares golpistas não têm compromisso com a maioria da população, visam apenas os interesses pessoais e querem retirar do povo o que foi conquistado nos últimos 14 anos nos mandatos do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma.”

O apelo final de Dilma: “votem com a consciência”

dilma senado

(Reuters) A presidente afastada Dilma Rousseff encerrou a sua defesa no processo de impeachment, que deve ser concluído nesta terça-feira após nove meses, fazendo um apelo à consciência dos senadores que irão selar o destino de seu governo e do PT à frente do governo federal.

Em uma sessão que começou antes das 10:00 da manhã e se estendeu até quase o início desta terça-feira, Dilma respondeu a perguntas de 48 senadores e senadoras, reiterou não ter cometido crime de responsabilidade e voltou a falar em “golpe” contra a democracia.

Dilma afirmou que a cassação de seu mandato sem que tenha cometido crime de responsabilidade abriria um “ferimento muito difícil de ser curado”.

“Por isso eu peço aos senhores senadores e às senhoras senadoras que tenham consciência na hora de avaliar este processo”, disse ao concluir sua fala já com a voz um pouco rouca e falhando.

“É muito grave afastar uma presidente da República sem crime de responsabilidade, mesmo que o impeachment esteja previsto na nossa Constituição.”

Read the rest of this entry »

Dilma: “só temo a morte da Democracia”

dilma senano

 

Em sua defesa no Senado na manhã desta segunda-feira 29, no dia do julgamento final do processo de impeachment, a presidente Dilma Rousseff afirma ter sido sempre uma defensora da Constituição brasileira. “Sempre acreditei na democracia e no Estado de direito, e vi na Constituição de 1988 uma das grandes conquistas do nosso povo”, disse Dilma.

“Diante das acusações que contra mim são dirigidas, não posso deixar de sentir novamente o gosto amargo da injustiça e do arbítrio. Mas como no passado, resisto. Não esperem de mim o obsequioso silêncio dos covardes”, discursou.

Leia o discurso na íntegra:

Read the rest of this entry »

Ao vivo do Senado: Dilma encara os golpistas

Brasil: uma república de bananas

Valter Xéu*

vxeoConstantemente me encontro com diplomatas dos mais diversos países em Brasília e a pergunta é uma só.

“Valter como isso pode acontecer no Brasil? Porque o povo não reage?  No meu país temos uma oposição rigorosa contra  o governo, mas se alguém ou instituições ousarem darem um golpe, de imediato as oposições e o povo estarão ao lado do governo em defesa da democracia”.

ratos 2E assim, vou ouvindo e na maioria das vezes sem nenhuma resposta para dá, pois não precisa e tudo esta ai bem visível.

Confesso que aquele orgulho de ser brasileiro já não me acalenta mais.

Imaginava que o meu país, uma das sete maiores economias do planeta, respeitado e admirado em todo mundo e que restávamos a caminho de nos tornarmos uma verdadeira potência, pois temos tudo no Brasil para fazer dele um dos países mais rico do mundo, com uma democracia plena e suas instituições funcionando normalmente e formando aquilo que chamamos de os guardiões da democracia.

Ledo Ivo Engano.

De repente acordei do meu estado de alegria e mim vi em um país  onde o que eu imaginava ser os guardiões, não passa de uma corja de vermes e que de há muito vinha tramando nos bastidores para tomar o país de assalto.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31