hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘geração de empregos’

Emprego na indústria cresce 100% na Bahia e aquece economia em 2019, diz Governo

Fábrica de Celulose Veracel  em Eunápolis. Na foto: unidade externa da fábrica com a torre, foto aérea Foto: Adenilson Nunes, 28/09/05

Fábrica de Celulose Veracel em Eunápolis.
Foto: Adenilson Nunes,

O panorama atual da economia baiana é positivo e isto se comprova no crescimento de 100% na geração de postos de trabalho no setor da indústria, em 2019, quando comparado ao ano passado. Foram criados 38 mil empregos no estado, até setembro, com participação de 60,7% da indústria nestes vínculos formais. E o setor da construção civil foi responsável por 66,9% dos empregos industriais. Para o Governo do Estado, além da elevação no índice de emprego, houve melhora nos níveis de confiança para se investir no estado.

A Bahia também foi o estado do Nordeste que mais gerou empregos este ano, ficando em 6° lugar no ranking nacional. Só no segmento industrial, o estado tem 236 empresas em implantação, com previsão de investimento de R$ 16,9 bilhões e pode gerar 19,2 mil empregos. O diferencial está na descentralização dos investimentos industriais, já que muitos deles estão concentrados no Semiárido e região Norte. O segmento de Eletricidade e Gás destaca-se na previsão de investimentos (74%) e na geração de empregos (22%). Os números constam do Panorama de Indústria, do mês de outubro, divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

O saldo positivo da economia baiana em 2019 também se deve ao aumento da demanda interna e à produção industrial, sendo aquela que mais cresceu no Brasil, atingindo o índice de 4,3%, ficando acima da média nacional, em setembro. Os destaques foram os segmentos de Bebidas (+25,3%), Informática (+19,2%) e Derivados de Petróleo (+9,7%), dados do IBGE, conforme análise da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Read the rest of this entry »

Novos parques eólicos em Caetité e Tanque Novo devem gerar 1 mil empregos na Bahia

eolA Bahia deverá receber R$ 800 milhões em investimentos, com a implantação de dois novos parques eólicos, de 180 Megawatts (MW) de potência, nos municípios de Tanque Novo e Caetité. Esses empreendimentos estão na lista dos projetos comercializados no leilão de Energia Nova da ANEEL A6, da semana passada, e são fruto de protocolo de intenções assinado no início do mês, entre a Atlantic Energias Renováveis e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). A previsão é que sejam gerados até 1 mil empregos diretos na região.

De acordo com diretor-presidente da Atlantic, José Roberto de Moraes, o apoio do governo baiano aos investidores tem sido estratégico para a viabilidade do negócio. “O resultado deste leilão representa uma retomada bastante forte da empresa aos projetos de energia. E nós vamos continuar nessa ascendência de participação de leilões ou aquisições de empresas operacionais. Acredito que o mais importante na instalação de um empreendimento são os legados que ficam. Além de profissionais capacitados, os municípios ganham com os projetos sociais e autossustentáveis”, destaca o empresário.

“É de extrema importância atrair novos investidores para a Bahia. Estamos felizes, enquanto governo, com mais esse novo investimento que chega ao interior do estado e vai gerar mais postos de trabalho para os baianos e baianas, além de promover o desenvolvimento socioeconômico da região”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico. A previsão é que as obras civis comecem no segundo semestre de 2020 e que o parque fique pronto em no máximo dois anos.

Read the rest of this entry »

Rui Costa comemora geração de empregos na inauguração da nova loja da Cesta do Povo no Ogunjá

cp 2

O governador Rui Costa participou da inauguração da 41ª loja privatizada da Cesta do Povo no estado. O evento realizado na manhã desta terça-feira (8), marca a reabertura da unidade localizada no Ogunjá que passou por uma ampla reforma, além da modernização da estrutura do estabelecimento comercial. A ação representa um investimento de R$ 10 milhões.

cp 1“Pra nós é uma alegria enorme, porque não é fácil tomar a decisão que nós tomamos de fazer a virada da Cesta do Povo, que era um supermercado estatal, mas que funciona melhor, em crescimento e geração de empregos a partir da iniciativa privada. O nosso foco é geração de empregos e espero que em breve a gente possa comemorar a abertura de novas lojas e com mais geração de empregos”, afirmou o governador Rui Costa.

Considerada a loja master da rede Cesta do Povo, a unidade está instalada em uma área de 1.300 metros quadrados e conta com um mix de mais de 15 mil itens. A rede Cesta do Povo gera mais de 1500 postos de trabalho. Somente na loja do Ogunjá foram gerados 300 empregos.

Read the rest of this entry »

Frente Parlamentar pretende fazer ponte entre o setor produtivo e o Executivo e Legislativo para gerar empregos na Bahia

 

PHOTO-2019-09-30-15-44-29

Os 62 membros dos conselhos Parlamentar, Consultivo e Jurídico da Frente Parlamentar do Setor Produtivo: Agropecuária, Indústria, Comércio e Serviços tomaram posse na manhã desta segunda-feira (30) durante cerimônia ocorrida na Assembleia Legislativa da Bahia.

PHOTO-2019-09-30-15-44-30Autor da proposta e empossado como presidente da Frente Parlamentar, o deputado estadual Eduardo Salles deixou claro em seu discurso que o objetivo principal é retirar os entraves que atrapalham o crescimento dos setores da agropecuária, indústria, comércio e serviços para a criação de emprego na Bahia.

“Apoiar o setor produtivo é a receita correta para promover o crescimento e o desenvolvimento social. Não acredito em país forte sem um setor produtivo forte”, disse o parlamentar.

“Vamos estreitar a relação da Assembleia com quem gera emprego, importar experiências exitosas de outros estados, entender o que emperra o avanço das atividades produtivas e desestimula o empreendedorismo para termos uma legislação moderna, fazer uma ponte com os governos federal, estadual e municipais por meio de sugestões construídas neste Fórum, ser uma ponte entre os dois poderes e a iniciativa privada e subsidiar os deputados federais e senadores baianos para, caso seja necessário, propor modificações na legislação federal”, explica Eduardo Salles.

Read the rest of this entry »

Bahia é o estado do Nordeste que mais gerou empregos

empregos

A Bahia foi o estado do Nordeste que mais gerou empregos entre janeiro e julho deste ano, segundo informações divulgadas pelo Ministério do Trabalho.

De acordo com os dados, pouco mais de 28 mil novos postos de trabalho foram criados no estado, comparando contratações e demissões ocorridas no período. No ranking nacional, a Bahia ocupa a sexta colocação. Em Salvador, o comércio e os serviços são os setores que mais contribuem.

Read the rest of this entry »

Investimentos de R$ 155 milhões devem gerar 1,4 mil novos empregos em Itabuna e Ilhéus

sde (1)O Sul da Bahia tem previsão de receber investimentos de R$ 155 milhões e geração de 1,4 mil novos empregos diretos, com a implantação de cinco empreendimentos, já em andamento, e outros 10 que assinaram protocolo de intenções com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), e deverão se instalar em Itabuna e Ilhéus. Atualmente, há 12 empresas em operação nos dois municípios, incentivadas pelo Estado, que geram juntas cerca de 4 mil postos de trabalho diretos. A perspectiva é de crescimento e de conexão entre cadeias produtivas, com a criação do Polo do Chocolate de Origem.

Em processo de implantação ou ampliação, os cinco empreendimentos nas duas cidades do Sul da Bahia, têm expectativa de investimentos que chegam a R$ 139 milhões e que poderão gerar 328 novos empregos diretos. O destaque é a OLAM Agrícola, do setor de Alimentos, em Ilhéus. Em sua ampliação, investiu R$ 122 milhões e gerou 75 novos postos de trabalho. E também a empresa Itabuna Têxtil (Trifil), que investirá R$ 710 mil na ampliação e a expectativa é empregar mais 150 itabunenses.

“O cenário é de crescimento, com o trabalho intenso do Governo do Estado para atrair investidores e industrializar o interior da Bahia. O feedback dos empresários tem sido positivo e isto é comprovado nos protocolos assinados e nas empresas que estão ampliando ou modernizando suas atividades industriais na região”, afirma Luiz Gugé, chefe de Gabinete da SDE.

Implantadas

sde (2)Das empresas implantadas, o destaque é o segmento de Alimentos, com investimentos realizados de R$ 326,2 milhões em Itabuna e Ilhéus e a marca de 1,1 mil empregos diretos gerados. O maior volume investido foi da empresa Cargill Agrícola, R$ 194,7 milhões e 337 empregos diretos (Ilhéus). Seguida da Barry Callebaut, com investimentos de R$ 98,4 e 530 empregos gerados nas suas duas fábricas localizadas nos municípios de Ilhéus e Itabuna.

No setor Têxtil, o protagonismo é da Itabuna Têxtil pertencente à Lupo, no município de Itabuna, com R$ 30 milhões em investimentos já realizados e 2,1 mil empregos diretos gerados. Os produtos da marca Trifil são produzidos atualmente, com exclusividade, em Itabuna.

“Fechamos nossa fábrica de Guarulhos e transferimos a produção da Trifil toda para Itabuna. Hoje podemos afirmar que a Trifil é uma marca baiana e estará em nossas embalagens: ‘da Bahia para o mundo’, porque também exportamos. E estamos investindo na Bahia porque temos apoio do governo e isto nos deixa seguros”, destaca Carlos Alberto Mazzeu, diretor da Lupo.

Chocolate de Origem

Em desenvolvimento, o Polo do Chocolate de Origem, em Ilhéus, tem investimentos estimados de R$ 3,5 milhões e possibilidade de criar até 100 empregos diretos, no Km 0 da Rodovia do Chocolate. Inovador e tecnológico, o projeto é incentivado pelo Governo do Estado e deve aquecer a produção e também o turismo na região.

“Este polo é revolucionário. No mesmo espaço terá centro de pesquisa, espaço para reuniões e palestras, laboratório, sala de exposição do cacau, fábrica e lojas de chocolate de pequenos produtores e agricultores familiares. Ou seja, vamos integrar entretenimento, cultura, turismo e produção em um só local”, explica Marco Lessa, sócio proprietário da ICB, que fará parte do complexo, da ChOR e organizador do Chocolat Festival.

Ampliação da Lupo deve gerar 150 novos empregos em Itabuna

2019_08_22 - ProtocoloLupo_Ascom_SDE (11)

Itabuna deve ganhar 150 novos empregos diretos com o investimento de R$ 710 mil que a Itabuna Têxtil S.A., pertencente ao Grupo Lupo, fará na ampliação e modernização da unidade industrial. O protocolo de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) foi assinado nesta quinta-feira (22), na sede da empresa no município.

“O Governo do Estado, por meio da SDE, veio assinar esse protocolo aqui em Itabuna para demonstrar a importância estratégica do município para o desenvolvimento econômico da Bahia. É nosso compromisso industrializar as regiões do estado e essa ampliação da Lupo, uma empresa séria, comprova que os empresários vêm a Bahia como atrativa para potencializar seus negócios”, destacou Luiz Gugé, chefe de Gabinete da SDE.

2019_08_22 - ProtocoloLupo_Ascom_SDE (5)

“Fechamos nossa fábrica de Guarulhos e transferimos a produção da Trifil toda para Itabuna. Hoje podemos afirmar que a Trifil é uma marca baiana e estará em nossas embalagens: ‘da Bahia para o mundo’, porque também exportamos. E estamos investindo na Bahia porque temos apoio do governo e isto nos deixa seguros”, destacou Carlos Alberto Mazzeu, diretor da Lupo.

2019_08_22 - ProtocoloLupo_Ascom_SDE (8)

A empresa atua no mercado de moda íntima feminina e masculina, desenvolve, fabrica, comercializa e distribui os produtos das marcas Scala e Trifil, já investiu R$ 30 milhões na Bahia, gera atualmente 2,1 mil postos de trabalho diretos e 604 indiretos. Com a ampliação, prevê incrementar sua capacidade produtiva de 3,4 milhões para 4,6 milhões dúzia/ano.

Construção civil e agropecuária lideram geração de empregos na Bahia em 2019

empregosAs áreas da construção civil e da agropecuária lideram a geração de postos de trabalho na Bahia nos cinco primeiros meses de 2019. Os setores criaram, respectivamente, 8.387 e 8.196 empregos no estado, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI. Nesse período, a Bahia gerou 26.071 novos postos de trabalho.

“O papel do governo é fundamental como indutor de crescimento econômico e da geração de emprego. Veja que dos 1.559 postos criados na construção de edifícios, 430 são da obra do novo hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, num investimento de R$ 180 milhões de reais e previsto para ser inaugurado em dezembro”, afirmou o secretário do planejamento Walter Pinheiro.

Dentro do setor da construção civil, destaque para obras de energia elétrica e telecomunicações, com 2.410 empregos, construção de edifícios, com 1.559 e Instalações elétricas, com 966 novos postos de trabalho criados de janeiro a maio desse ano.

Read the rest of this entry »

Bahia gera 2.540 novos empregos em maio e segue liderando o Nordeste

empregosDe acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),  sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI, a Bahia gerou 2.540 postos de trabalho com carteira assinada em maio de 2019. O resultado, divulgado nesta quinta-feira (27), é resultado da diferença entre 51.609 admissões e 49.069 desligamentos.

 

A Bahia exibiu registro positivo pela terceira vez seguida para o mês de maio. Na avaliação do secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, “este resultado comprova as políticas públicas acertadas do Governo do Estado, com a atração de novos empreendimentos, inclusive estrangeiros, e investimentos maciços em infraestrutura, com obras sendo realizadas por todo o território baiano, sejam elas de estradas, novas escolas, hospitais, barragens, sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de habitações populares. Com isso, seguimos liderando o Nordeste na geração de trabalho com carteira assinada, mesmo com a economia nacional atravessando um momento de incertezas”.

 

Setorialmente, três segmentos contabilizaram saldos positivos: Agropecuária (+3.733 postos), Construção Civil (+1.118 postos) e Extrativa Mineral (+100 postos). Já no acumulado do ano, sete setores de atividade registraram saldos positivos: Construção Civil (+8.387 postos), Agropecuária (+8.196 postos), Serviços (+7.527 postos), Indústria de Transformação (+3.621 postos), Extrativa Mineral (+456 postos), Administração Pública (+409 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (+226 postos).

Read the rest of this entry »

Agropecuária e Indústria de Transformação lideram geração de emprego em abril na Bahia

empregosOs setores que mais geraram novos postos de trabalho no mês de abril na Bahia foram Agropecuária (+2.461 postos) e Indústria de Transformação (+2.438 postos), de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI. A Bahia gerou 10.093 postos de trabalho com carteira assinada em abril de 2019, o maior saldo do mês de abril desde 2014.

“A Bahia segue líder do Nordeste na geração de emprego com carteira assinada nos primeiros quatro meses deste ano, com 22.133 novos postos. Setorialmente, todos os segmentos contabilizaram saldos positivos e graças às políticas públicas acertadas do Governo do Estado, a geração de trabalho está ocorrendo tanto na Região Metropolitana de Salvador, com saldo positivo de 5.490 vagas, quanto no interior, que acumula 16.643 postos no primeiro quadrimestre deste ano”, ressalta o secretário do Planejamento do Estado, Walter Pinheiro.

No Nordeste, apenas a Bahia e o Maranhão (+3.470 postos) totalizaram saldos positivos no acumulado do ano. Em contrapartida, sete estados nordestinos totalizaram acumulados negativos. Pernambuco (-25.698 postos) foi seguido por Alagoas (-21.796 postos), Paraíba (-7.629 postos), Rio Grande do Norte (-5.927 postos), Ceará (-5.624 postos), Sergipe (-4.031 postos) e Piauí (-2.803 postos).

Bahia lidera o Nordeste com a geração de 10.093 postos de trabalho em abril

Emprego 2 (1)

De acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI, a Bahia gerou 10.093 postos de trabalho com carteira assinada em abril de 2019. O resultado decorre da diferença entre 55.305 admissões e 45.212 desligamentos. Trata-se do maior saldo do mês de abril desde 2014. O resultado superou, também, o saldo do mês de março, quando 2.569 postos de trabalho foram criados.

“Este resultado comprova o papel indutor do Governo da Bahia na geração de emprego, através de uma política consolidada de atração de novos empreendimentos, o apoio à indústria e a realização de obras estruturantes como é o caso de novas estradas, aeroportos, escolas, hospitais, sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, dentre tantas outras. Vale destacar que a Bahia também é o Estado com maior porcentagem do orçamento destinada a investimentos em 2019, de acordo com dados divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional”, destacou o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

Read the rest of this entry »

Bahia é líder na geração de trabalho formal em 2019

empregosA Bahia é o único estado do Nordeste a gerar postos de trabalho com carteira assinada no primeiro trimestre de 2019. De acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), a Bahia gerou 11.179 postos neste período. Em contrapartida, oito estados nordestinos totalizaram acumulados negativos..

“A Bahia vem se destacando na geração de trabalho formal justamente neste momento de crise econômica no cenário nacional. Em março, por exemplo, a Bahia abriu 2.569 postos de trabalho, enquanto no Brasil 43.196 vagas formais de trabalho foram fechadas. Este resultado de março colocou a Bahia entre os três estados que mais geraram empregos no país, sendo o único do Nordeste com saldo positivo. Vale destacar que este resultado é fruto de uma política acertada do Governo da Bahia na atração de empreendimentos e dos investimentos maciços em obras de infraestrutura, a exemplo de novas estradas, escolas, hospitais, policlínicas, habitações populares, sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Também é importante registrar que, dos empregos gerados neste primeiro trimestre do ano, 3.220 foram na Região Metropolitana de Salvador e 7.959 no interior do estado”, destaca o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930