hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Geddel Vieira Lima’

STF torna Geddel, irmão e mãe réus em caso das malas com R$ 51 milhões

geddel(Agencia Brasil)- A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (8), por unanimidade, pelo recebimento da denúncia por lavagem de dinheiro e associação criminosa contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima; seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA); e a matriarca da família, Marluce Vieira Lima, de 84 anos.

O caso está relacionado aos R$ 51 milhões em espécie encontrados no apartamento de um amigo de Geddel em Salvador. Ele foi preso preventivamente em 8 setembro do ano passado, três dias após o dinheiro ser encontrado. Posteriormente, um fragmento de impressão digital encontrado no material apreendido foi apontado pela Polícia Federal como sendo do ex-ministro.

Fachin afirmou haver “elementos suficientes” para justificar a abertura de ação penal, com base em depoimentos, provas documentais e periciais. Em breves votos, os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello acompanharam o relator.

Read the rest of this entry »

Pataxós voltam a ocupar fazenda de Geddel em Potiraguá

hacienda

Um grupo de índios pataxós hã hã hãe voltou a ocupar neste final de semana uma fazenda daà família do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que está preso em Brasília, em Potiraguá, no sudoeste  baiano.

Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, nesta terça-feira (26), uma equipe da Polícia Militar foi até o local para tentar controlar a situação. Conforme o delegado Roberto Junior, os indígenas não portam armas. Um inquérito deve ser instaurado para apurar as causas da invasão. Em setembro, um grupo, com 25 pessoas, ocupou a mesma fazenda ligada a Geddel em Potiraguá.

PF faz ´batida` no gabinete de Lucio Vieira Lima

lucio(Brasil247)A Polícia Federal realiza, nesta manhã, uma batida policial no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), um dos principais articuladores do golpe de 2016.

Aliado de Michel Temer, Lúcio é irmão de Geddel Vieira Lima, que está preso na Papuda, e também tem ligações com o bunker estourado recentemente, onde foram encontrados R$ 51 milhões em propinas, na maior apreensão de dinheiro sujo da história do Brasil.

Queda de Lúcio complica ainda mais a situação de Temer, acusado pela procuradoria-geral da República de corrupção, obstrução judicial e comando de organização criminosa.

Imóveis do deputado em Salvador e Brasília também são alvo da Polícia Federal nesta manhã.

MPF justifica prisão de Geddel: “criminoso habitual”

Geddel é preso novamente em Salvador || Foto Valter Campanário / ABr

Geddel é preso novamente em Salvador || Foto Valter Campanário / ABr

(do Pimenta)- O ex-ministro Geddel Vieira Lima e o coordenador da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Pedreira Ferraz, foram presos, preventivamente, nesta manhã de sexta (8), dois dias após a apreensão de mais de R$ 51 milhões em um apartamento emprestado ao líder do PMDB na Bahia. Há pouco, o Ministério Público Federal emitiu nota na qual explica que “novos fatos” justificam a prisão de Geddel – e também do ocupante de cargo comissionado na Prefeitura de Salvador. Há pouco, a Prefeitura de Salvador exonerou Gustavo.

As digitais de Gustavo Ferraz foram encontradas, segundo o MPF, na superfície dos sacos plásticos usados para guardar a dinheirama de Geddel. A apreensão dos R$ 51 milhões ocorreu durante a Operação Tesouro Perdido, na terça (5). Além das prisões de Geddel e Gustavo, a Polícia Federal cumpriu três mandados de busca e apreensão, sendo um deles na casa da mãe do ex-ministro, em Salvador.

As medidas cautelares, conforme o MPF e a Polícia Federal, buscam “preservar a ordem pública e impedir a destruição de provas, bem como a prática de novos crimes”. Geddel cumpre prisão domiciliar desde julho passado, após ser investigado, desde 2016, na Operação Cui Bono. O político baiano ocupou a vice-presidência de Pessoa Jurídica da CEF por dois anos (2011 a 2013), quando teria cometido série de crimes, de acordo com acusação do MPF.

Read the rest of this entry »

‘Bunker’ de Geddel: PF termina contagem e anuncia apreensão de mais de R$ 51 milhões

mala 1

A contagem do dinheiro apreendido nesta terça-feira (5) em um apartamento vazio em Salvador durante a operação Tesouro Perdido foi encerrada pela Polícia Federal e alcançou o montante de R$ 51.030.866,40. De acordo com a PF, o valor, que era guardado no local pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, é resultado da soma da quantia encontrada em reais, R$ 42.643.500,00; e em dólares (US$ 2.688.000 (que na cotação desta terça, a R$ 3,1203, corresponde a R$ 8.387.366,40). A operação Tesouro Perdido é a terceira fase da operação Cui Bono, que investiga um esquema de corrupção do qual Geddel teria participado enquanto era vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal.

O dinheiro foi localizado em um apartamento no segundo andar do Edifício Residencial José da Silva Azi, na Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça. A PF encontrou o local após denúncias no dia 14 de julho, um dia depois após Geddel passar ao regime de prisão domiciliar, e obteve autorização para realizar buscas do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional federal de 1ª Região. O imóvel foi cedido por Sílvio Silveira para que Geddel supostamente guardasse objetos do pai, morto em janeiro de 2016. (do Bahia Noticias)

PF acha malas de dinheiro em apartamento supostamente usado por Geddel

mala 1

(Da Agência Brasil)-Em uma operação para cumprir mandado de busca e apreensão, emitido pela 10ª Vara Federal de Brasília, a Polícia Federal (PF) encontrou hoje (5) várias caixas e malas com dinheiro em  imóvel na Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça em Salvador, “que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima como ‘bunker’ para armazenagem de dinheiro em espécie”.

A operação, chamada de Tesouro Perdido, é decorrente de dados colhidos nas últimas fases da Operação Cui Bono. De acordo com a PF, “os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial”.

OPERAÇÃO CUI BONO

mala 2A primeira fase da Operação Cui Buono foi deflagrada pela PF em 13 de janeiro deste ano. Ela investigou esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal no período entre 2011 e 2013. De acordo com a investigação,  entre março de 2011 e dezembro de 2013, a vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição era ocupada por Geddel Vieira Lima.

A investigação da Operação Cui Bono –  expressão latina que em português significa “a quem beneficia?” – é um desdobramento da Operação Catilinárias, deflagrada em dezembro de 2015, no âmbito da Operação Lava Jato, quando policiais federais encontraram um telefone celular na residência do então presidente da Câmara dos Deputados, o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que revelou intensa troca de mensagens eletrônicas entre Cunha e Geddel. A operação tinha a finalidade de evitar que provas importantes fossem destruídas por investigados da Lava Jato.

Atualmente, Geddel Vieira Lima cumpre prisão domiciliar. A Agência Brasil entrou em contato com a defesa de Geddel e aguarda retorno.

Ué, prenderam a mãe do José de Abreu?

Ué, prenderam a mãe do José de Abreu?

Ex-homem forte de Temer, Geddel é preso pela PF

geddel 2(Bahia 247) – O ex-ministro Geddel Vieira Lima, um dos principais assessores de Michel Temer, foi preso nesta segunda-feira 3 pela Polícia Federal, na Bahia.

Decisão é do juiz Vallisney de Souza, titular da 10ª Vara Federal de Brasília, tomada no âmbito da Operação Cui Bono, deflagrada em janeiro deste ano, e que investiga fraudes em créditos da Caixa Econômica Federal, onde ele ocupava o cargo de vice-presidente.

De acordo com o Ministério Público Federal, Geddel “valeu-se de seu cargo na Caixa para, de forma orquestrada, beneficiar empresas com liberações de créditos dentro de sua área de alçada e fornecer informações privilegiadas para outros membros da quadrilha composta, ainda, por Eduardo Cunha” e outros.

O suposto esquema de fraudes na liberação de créditos da Caixa ocorreu entre 2011 e 2013.

O mandado contra Geddel é de prisão preventiva, portanto, não há prazo para a soltura. A prisão foi baseada nos depoimentos do operador Lucio Funaro, que também atuava na Caixa Econômica, e do empresário da JBS Joesley Batista no âmbito da Cui Bono.

 

Prédio de luxo derruba Geddel

geddelO baiano Geddel Vieira Lima não é mais ministro do Governo Temer. Nesta manhã de sexta (25), Geddel entregou carta de demissão do cargo de secretário de Governo ao presidente da República.

A situação dele ficou tornou-se insustentável depois de a Polícia Federal revelar, ontem, que o ex-ministro Marcelo Calero, da Cultura, havia gravado conversas tidas com Geddel, Michel Temer e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Nos diálogos, Calero é pressionado para liberar obras do Edifício La Vue, numa área histórica de Salvador, a Ladeira da Barra. Geddel comprou um dos apartamentos no prédio em construção.

Na quarta (23), a Justiça Federal havia determinado a paralisação das obras no edifício, além da comercialização de apartamentos do La Vue, atendendo a pedido do Ministério Público Federal (confira mais abaixo). Calero pediu demissão há uma semana, alegando não aceitar pressões para beneficiar um colega de governo. (do Pimenta)

A mesma coisa

* Marco Wense

marco wenseQue coisa, hein! Nem mesmo a lição das urnas consegue mudar o discurso preconceituoso de algumas lideranças oposicionistas.

Veja, por exemplo, o que disse o senador Agripino Maia, presidente nacional do DEM, sobre o resultado da eleição: “O Brasil moderno, que produz, deu vitória a Aécio Neves”.

Pois é. Chega a ser até hilariante. Quer dizer que o Nordeste, os Estados de Minas e do Rio de Janeiro e outros que deram vitória a Dilma Rousseff são improdutivos? Só faltava esse besteirol para fechar a tampa do caixão.

Mais engraçado ainda é que Aécio Neves foi derrotado no Rio Grande do Norte, terra natal de Agripino. A diferença a favor da candidata do PT foi de 39,92 pontos percentuais.

E aí, caro leitor, não tem como deixar de fazer duas pertinentes perguntas: o Estado do nobre senador é atrasado, faz parte do Brasil velho? O povo de lá é desinformado, ignorante?

Com calma, senador!

 

Barba, cabelo e bigode

aecio carreiraA expressão popular “barba, cabelo e bigode” significa dizer que o serviço foi completo. Os partidos baianos de oposição ao DEM e ao PSDB fizeram a barba com Rui Costa, o bigode com Otto Alencar e o cabelo com a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Teve também os eleitores que perderam em tudo, votando em Marina Silva, Paulo Souto, Geddel Vieira Lima, Capitão Fábio e Azevedo. No segundo turno no tucano Aécio Neves.

Pé frio uma ova, como diria Luciana Genro. É pé congelado.

 

   O início da derrota

O candidato tucano Aécio Neves, do PSDB, partido do deputado estadual e prefeiturável Augusto Castro, começou a perder a eleição quando chamou a presidente da República, a candidata Dilma Rousseff de leviana.

Antes de chamar a candidata do PT de leviana, Aécio já tinha chamado Marina Silva de “metamorfose ambulante” e apontado o dedo para o rosto de Luciana Genro.

O outro desastre foi dizer que o insensível Armínio Fraga seria seu ministro da Fazenda. A pá de cal veio com a declaração do economista de que “o salário mínimo era muito alto no Brasil”.

Juntou uma coisa aqui, outra acolá, terminou dando o que deu: o tucanato novamente derrotado pelo PT.

Justiça suspende propaganda do PMDB com ACM Neto

A Justiça Eleitoral acolheu liminarmente pedido da Assessoria Jurídica do PT e suspendeu as inserções de propaganda política do PMDB. O motivo foi a participação de ACM Neto (DEM), na propaganda peemedebista, fazendo campanha antecipada para o pré-candidato Geddel Vieira Lima. Além disso, segundo a lei, não podem participar da propaganda partidária pessoas não filiadas à agremiação responsável pela inserção.

O presidente estadual do PT,Everaldo Anunciação disse “que tem pessoas que se consideram acima da lei e querem fazer o que tem vontade. Mas nós estamos atentos para denunciar todos os atos os atos ilegais.”

Aleluia coloca o salto alto e entra no clima do ´já ganhou´

será que ele conhece a história do "quem ri por ultimo..."i

será que ele conhece a história do “quem ri por ultimo…”i

Presente à visita dos opositores à Vitória da Conquista neste sábado (26), o presidente estadual do Democratas (DEM) e pré-candidato a deputado federal, José Carlos Aleluia, ficou entusiasmado com o desempenho dos três componentes da chapa que enfrentará o PT nas urnas. “Nunca vi uma pré-campanha começar tão bem, com tanto gás”, disse o democrata.

Compõem a chapa o ex-governador Paulo Souto (DEM), como cabeça; o tucano Joaci Góes como candidato a vice-governador; e o peemedebista Geddel Vieira Lima, que será candidato ao Senado.

Para Aleluia, “a percepção é de vitória” da chapa. Ele também notou a presença no evento de muitos antigos aliados. “Matamos muitas saudades de aliados que estavam distantes”.

Na avaliação do líder democrata, a chapa da oposição é “muito boa e bastante competitiva”. “A competência e honradez de Paulo Souto, a sapiência de Joaci Góes e o destemor e a combatividade de Geddel são imbatíveis”. (do Bahia247)

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031