hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame

Posts Tagged ‘Gabriela’

Dia da Mulher na Santa Casa celebra ´Gabrielas`

santa casa (2)

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna homenageou as suas 1.337 colaboradoras no evento que  teve como tema, a personagem Gabriela, do romance de Jorge Amado, Gabriela Cravo e Canela para celebrar a data.

santa casa (3)Durante todo o dia as mulheres tiveram à sua disposição, orientação psicológica com profissionais da FTC, orientação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher – CRAM, teste de acuidade visual e exame de tonometria com a equipe do DayHORC, além de vários serviços de beleza. A equipe da Cipa também esteve nos dois hospitais distribuindo pirulitos e panfletos com informações sobre a importância de estar com os exames periódicos em dia.

No Hospital Calixto Midlej Filho, as colaboradoras contaram com serviços de limpeza de pele e maquiagem, designer de sobrancelhas, nutrição capilar, corte de cabelo, escova e massagem relaxante para os pés com as equipes dos salões Garagem da Beleza, Tathiara e as consultoras da Mary Kay. No local, foi montado um banner da Gabriela Cravo e Canela onde as mulheres puderam tirar foto. As mulheres ficaram satisfeitas com o dia de rainha que tiveram.

Read the rest of this entry »

Ilhéus de Jorge e de todos os encantos…

Família de Jorge Amado doa acervo para a Biblioteca Municipal de Ilhéus

acervo jorge 1A Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho, mantida pela Prefeitura de Ilhéus através da Secretaria de Cultura, recebeu, durante o mês de agosto, um acervo completo com mais de 200 obras do escritor Jorge Amado, doado pela família do romancista. Entre os títulos estão “Gabriela, Cravo e Canela”, “São Jorge dos Ilhéus”, “O Menino Grapiúna” e “Capitães da Areia”. Até agora, a campanha de arrecadação já reuniu 14 mil obras, que já estão catalogados e disponíveis para leitura e empréstimos.

A coordenadora da biblioteca, Regina Figueroa, lembra que outra grande contribuição, de cerca de três mil livros, foi dada pela senhora Vivi Arcanjo, viúva do jornalista baiano Jorge Calmon. Desse total, parte já está sendo catalogado. Figueroa afirma que, além das doações em grande volume, a participação de cada um que se dispôs a compartilhar um livro, uma revista em quadrinho, contribuiu bastante para o êxito da campanha.

acervo jorge 2Lançada há dois meses, a campanha de doações levou para a Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho exemplares de obras infantis, romances, de ficção, enciclopédias, de artes, técnicos, de autores nacionais e estrangeiros. Para o secretário de Cultura, Paulo Atto, a iniciativa foi exitosa porque, “além de enriquecer o acervo, permitiu que a comunidade regional se aproximasse desse equipamento de cultura, de educação, de aprendizado”.

Empréstimos – Para poder solicitar o empréstimo dos livros, o leitor deve se dirigir a biblioteca com a cópia do RG e o original, comprovante de residência e duas fotos 3×4. No primeiro empréstimo, o leitor fica com um livro por até oito dias, e na segunda vez, pode ficar com dois livros para serem lidos num período de até quinze dias.

Turismo em Ilhéus: belezas naturais e muita história pra contar

ilheusAliando férias e pausas para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, esse é um bom período para se viajar com a família e aproveitar tudo o que a região oferece, conhecendo novos lugares e suas histórias. Na Bahia, mais precisamente em Ilhéus, uma das principais cidades que integram a Costa do Cacau, a variedade de pontos turísticos é grande. Locais históricos estão sempre disponíveis para receber as visitas dos turistas que chegam.

No setor hoteleiro, promoções e tarifas diferenciadas são oferecidas para quem busca um bom lugar para se acomodar. Por essa ser uma época em que o clima fica mais instável para passar o dia na praia ou na piscina, os hotéis oferecem recomendações de locais que podem ser visitados na cidade.

“Esta época do ano, como costuma chover mais, sempre indicamos para os nossos clientes o Centro Histórico, a feira de artesanato ou passeios que não sejam expostos à chuva, como a visita à Fábrica de Chocolate e aos restaurantes tradicionais da cidade, como o Vesúvio e o Bataclan”, comenta Juliana Brandão, assistente de Marketing dos hotéis Aldeia da Praia e Praia do Sol, em Ilhéus. Alguns desses lugares são famosos por estarem vivos e presentes nas histórias do escritor Jorge Amado, onde personagens como Gabriela e Nacib, da obra “Gabriela Cravo e Canela”, transitavam.

 Atrativos naturais

Além do aspecto histórico, os atrativos naturais influenciam bastante nas escolhas dos turistas, fazendo com que eles retornem mais vezes. Ilhéus possui uma das mais belas paisagens naturais da região. Praias para todos os gostos seja para quem pratica esportes como surfe, ou para quem apenas quer aproveitar águas calmas, a variedade é grande.

Contudo, é necessário que exista um cuidado sobre seus pontos turísticos, visando uma melhor qualidade para oferecer aos turistas que chegam. ”Sua manutenção e preservação são de extrema importância para que possamos sempre atrair os clientes com as nossas belas paisagens”, finaliza Juliana.

Para maiores informações sobre os hotéis, os interessados podem entrar em contato através dos números 73 3234-8007 (Aldeia da Praia) ou 73 3234-7006 (Praia do Sol), ou pelos emails reservas@aldeiadapraia.com.br oureservas@praiadosol.com.br.

José Wilker, definitivo

Uma cena antológica (e escatológica) do grande Wilker, como o Coronel (´hoje eu quero lhe usar´) Jesuino em “Gabriela”.

SAI JORGE AMADO, ENTRA SHAKESPEARE. SAEM GABRIELA E NACIB, ENTRAM ROMEU E JULIETA

Como produto de televisão, a novela “Gabriela”, encerrada no final de semana,  esteve a um passo da perfeição. Fotografia magnífica, direção segura,  e cenários que reconstituíram a Ilhéus do início do século XX, onde se passou o célebre romance escrito por Jorge Amado. E interpretações antológicas de José Wilker como o coronel Jesuino, Maitê Proença como dona Sinhazinha, Laura Cardoso como a fofoqueira/beata/quenga Dorotéia e Antonio Fagundes como o coronel Ramiro Bastos/ACM.

 Gabriela, a novela, é uma adaptação de Gabriela, o livro. E de adaptação, não se deve esperar fidelidade total ao texto original. E nesse quesito, a novela passou longe do livro.

 Alguns exemplos: o triangulo Berto-Lindinalva-Juvenal não existe no livro, mas ganhou destaque na trama, da mesma forma que o romance secreto  entre Maria Machadão e o coronel Ramiro e o caso entre o coronel Amancio e Miss Pirangi.

 No final da trama, em que Gabriela e Nacib viraram quase figurantes, ganhou força a história de amor proibido entre Mundinho Falcão e Gerusa, que não passa de um flerte irrelevante no livro.

 Saiu Jorge Amado, entrou Willian Shakespeare. Sairam  Gabriela e Nacib e entraram Romeu e Julieta, com direito a prisão no convento, à espera do príncipe salvador. Menos mal que nas cenas  finais, rolou o que restou a Nacib e Gabriela no folhetim: cenas calientes de sexo, garantia de audiência.

 A história do novo porto, pano de fundo do romance, embate entre estagnação e desenvolvimento, atraso e progresso, essa passou batida mesmo. Novo porto em Ilhéus? Oxe, deixa isso pra lá.

 Jorge Amado  costumava dizer, com sua fina ironia,  que as melhores traduções de seus romances eram as de idiomas que ele não conseguia entender. Em russo, búlgaro, chinês, mandarim, etc.

 Vale o mesmo para as adaptações de seus livros.

 Como adaptação, há que se pregar à novela Gabriela o adjetivo “espetacular”, mesmo com a cruel e saudosista comparação com a versão original. 

Pena que, no quesito turismo, Ilhéus mais uma vez deixou o trem passar, o navio zarpar. Nem com a comemoração do centenário de Jorge soube aproveitar a maré a favor.

 Mas isso já é uma história da vida real.

APAGÃO FAZ GLOBO “ESTICAR” GABRIELA ATÉ AMANHÃ

“eu pensei que seu Nacib tinha apagado a luz pra outras coisas…”

Depois do apagão ocorrido na noite desta quinta-feira (25), por conta de uma interrupção no fornecimento de energia, muita gente pedeu o penúltimo capítulo da novela “Gabriela”.  Em função disso,  a Rede Globo  (TV Bahia/TV Santa Cruz) resolveu repassar o episódio da trama nesta sexta-feira (26), permitindo que a Bahia possa acompanhar o desenrolar da história baseada no livro do baiano Jorge Amado.

O capítulo final vai ser televisionado no sábado (27), depois do programa Zorra Total.

 

GOLPE: TIM “DERRUBA” LIGAÇÕES DO PLANO INFINITY DE PROPÓSITO

cuidado que cai, Gabriela…

O que muitos desconfiavam acabou comprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel): a TIM derruba as ligações dos usuários de planos Infinity no qual o cliente é cobrado apenas pelo primeiro minutos de chamada.

Para chegar à tese, a Anatel diz ter monitorado ligações de clientes de planos Infinity e comparado com usuários de outros planos. O relatório da agência que fiscaliza o setor apontou que o número de queda de ligações no Infinity é até quatro vezes superior aos de outros planos.

O relatório diz que “sob os pontos de vista técnico e lógico, não existe explicação para a assimetria da taxa de crescimento de desligamentos [quedas de ligações] entre duas modalidades de planos”.

Com esta jogada, somente em um dia (8 de março deste ano), a operadora conseguiu faturamento extra de R$ 4,3 milhões. De acordo com a  Folha de São Paulo, a Tim informou ao Ministério Público do Paraná que a instabilidade era “pontual” e “momentânea”.

“FECHE AS PERNAS QUE EU QUERO LHE MATAR”

Tudo bem que a audiência anda meio capenga e que muita gente acha a primeira versão melhor que a atual (santa mania de achar que nos tempos de antigamente tudo era melhor, o que nem sempre é verdade), mas a qualidade da novela Gabriela, que vai ao ar pela Rede Globo, é inquestionável, com cenários e imagens espetaculares e desempenho primoroso dos atores em algumas cenas.

 A emoção contida de José Wilker, que interpreta o coronel Jesuino, misto de surpresa, dor e revolta, ao saber da traição de esposa, dona Sinhazinha, foi digna dos grandes momentos da teledramaturgia brasileira. Sem dizer uma só palavra Wilker/Jesuino, apenas  com a expressão corporal e um revólver na mão, resumiu a  sensação de um homem traído pela mulher que, na sua visão machista,  só servia para abrir as pernas para ele usar.

Igualmente primorosa foi a interpretação de Maitê Proença, a dona Sinhazinha, que ao antever aos minutos de vida que lhe restavam, entregou-se ao prazer, digamos, celestial nos braços do amante, com um fogo, perdão, dos infernos.

 As cenas em que Jesuino mata a mulher e o amante na ´plenitude do uso`,  só vão ao ar na terça-feira, mas Gabriela já produziu, ao menos, um capítulo de antologia. Jorge Amado curtiu isso.

 

OXI, QUE ´SUTAQUI´ É ESSE?

“oxi” seu Nacib, que osadia é essa?”
´´é meu quibe que endureceu, Gabriela…”

A novela “Gabriela” estreou essa semana na Rede Globo com ares de superprodução. Belíssimos cenários de época, uma fotografia primorosa e Canavieiras fazendo bonito no `papel` de Ilhéus, com seu patrimônio histórico bem conservado.

É bobagem fazer comparação com a primeira versão na novela, até porque há uma tendência natural em se achar que antigamente tudo era melhor. Às vezes até que era mesmo, mas isso não vem ao caso.

O único senão que se pode fazer nesse início de novela é com relação ao sotaque carregado dos personagens, típico de outras regiões do Estado, mas que nada tem a ver com o Sul da Bahia.

Ninguém por aqui fala, nem nunca falou, com aquele ´sutaqui` dos sulbaianos da novela.

E cá pra nós, parece que Antônio Fagundes se inspirou em Antônio Carlos Magalhães para compor o Coronel Ramiro Bastos.

Só falta aparecer o ACM Neto para dizer que vai dar uma surra no Lula, perdão, no Mundinho Falcão.

A GLOBO PREFERE CANAVIEIRAS, MAS O PREFEITO DE CANAVIEIRAS PREFERE ILHEUS

Meu querido povo de...onde mesmo?

Enquanto a Rede Globo utiliza Canavieiras para gravar o remake da novela Gabriela, que no romance de Jorge Amado é ambientada em Ilhéus, o prefeito da cidade dos caranguejos, Zairo Loureiro, faz o caminho inverso.

Numa mensagem saudando o aniversário de emancipação de Canavieiras, publicada num jornal da cidade, Zairo aparece tendo ao fundo uma foto…de Ilhéus.

E olha que beleza natural é o que não falta em Canavieiras.

Numa dessas, periga Zairo ter que disputar a sucessão ilheense com Jabes, Carmelita, Cacá Colchões, porque em Canavieiras, a mancada queimou o filme.

 

REMAKE DE GABRIELA É LANÇADO EM SALVADOR

Newton Lima confere o talento de Gabriela Paes

Com a presença de vários atores, diretores e autoridades foi lançado em Salvador, no Restaurante Amado, o remake da novela “Gabriela”, produção global que estreia no próximo dia 19 de junho, no horário das 23 horas. A solenidade, que também acontecerá em Ilhéus no próximo dia 14, a partir das 19 horas, no Bar e Restaurante Vesúvio, foi prestigiada pelo governador Jaques Wagner, pelo prefeito Newton Lima, pela primeira-dama Dona Inês Tavares, e pelo presidente da Fundação Cultural (Fundaci), Maurício Corso. O lançamento em Ilhéus integra o centenário de nascimento do escritor Jorge Amado e, também, a programação de aniversário do município que está completando 478 anos de fundação.

Com direito a tapete vermelho, a uma belíssima decoração e a uma grande entrevista coletiva concedida a profissionais de imprensa de todo o país, o evento contou com a participação de grande parte do elenco. Estiveram presentes os atores Humberto Martins, Juliana Paes, Antonio Fagundes, Marcelo Serrado, Vanessa Giácomo, Mauro Mendonça, Maitê Proença, Emanuelle Araújo e Mateus Solano, além da cantora Ivete Sangalo, que também integra o elenco do novo folhetim. A festa foi prestigiada ainda pelo autor Walcyr Carrasco e pelo diretor geral da nova atração, Mauro Mendonça Filho.

veja o clip da novela da Globo

 

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2022
D S T Q Q S S
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031