hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘forró’

Estréia do Brasil em ritmo de forró no Jequitibá

xopis 2

A estreia do Brasil na Copa do Mundo vai ser animada no Shopping Jequitibá. Antes e depois do jogo contra a Suíça, neste domingo, dia 17, bandas de forró vão comandar o arrastapé na praça de alimentação, que funcionará em horário normal, das 12h às 21h. A concentração para a partida acontece das 13h às 14h30 com a banda Forró D’Lay. Após a apresentação, será a hora de cruzar os dedos e torcer pela seleção. Às 18h, a festa continua e será a vez da banda Terno e Chinela sacudir todo mundo com o melhor do xote e baião.

xopis 3

Nos dias dos jogos do Brasil, o Shopping funcionará em horário especial. Neste domingo, as lojas abrem de 12h às 14h30 e das 17h30 às 20h. BomPreço funciona em horário normal, das 08h às 20h. Os demais horários especiais podem ser consultados nas redes sociais e site do Shopping.

Internas do Conjunto Penal de Itabuna tem aula de zumba

zumba 1No começo elas eram poucas, e os passos, desencontrados. Aos poucos, o ritmo da zumba mostrou sua força e o pátio de visitas do Anexo Feminino se transformou num verdadeiro estúdio de dança. Quando o “forró zumbado” de Gonzagão dominou o espaço, as internas do Conjunto Penal de Itabuna (CPI) esqueceram das grades e muros que as cercam. Esqueceram até possíveis divergências de grupos sociais ou origens. E dançaram juntas.

 

A ação “Vida saudável na Prisão”, desenvolvida pela empresa Socializa Brasil, que faz a administração do presídio em regime de cogestão com o governo do Estado, através da equipe do Corpo Técnico do CPI, ocorreu na manhã dessa sexta-feira (09), dentro do programa de ações ressocializadoras desenvolvidas naquela unidade prisional. Devido à grande aceitação, a direção do Conjunto Penal e a Socializa já providenciaram a continuidade das aulas, que se darão a cada sexta-feira, pela manhã.

Terapêutica

zumba 2A atividade foi acompanhada pelo diretor-adjunto do Conjunto Penal, o sargento PM Bernardo Cerqueira Dutra, representando a direção. “Trata-se de uma ação ressocializadora, sem dúvidas, mas vai além disso. A música e a dança tem um poder catalisador, que ultrapassa a parte sensorial e atinge a alma. Lembremos que o cárcere não é eterno. Acredito que a partir dessas aulas, assim como de diversas outras ações, nossas reeducandas passarão a encarar o desafio da privação de liberdade de uma maneira mais leve”, observa Dutra.

 

De acordo com o setor de Psicologia do CPI, que propôs essa ação, as aulas de zumba, além do papel de recreação, também ajudam na parte terapêutica, colaborando efetivamente com o processo de reintegração social. Além de auxiliar no controle da ansiedade, ajuda a evitar a depressão e melhorar o humor, diminuindo o sofrimento causado pelo encarceramento prolongado.

‘Patrulha do Bem’ da Polícia Militar leva forró ao Lar Franciscano Santa Isabel

Patrulha do Bem, da Polícia Militar, promove arraiá para idosos do Lar FranciscanoFoto: Carol Garcia/GOVBA

Patrulha do Bem, da Polícia Militar, promove arraiá para idosos do Lar Franciscano (Fotos: Carol Garcia/GOVBA)

São João, Santo Antônio e São Pedro chegaram mais cedo este ano. Eles foram conduzidos pela ‘Patrulha do Bem’, nesta terça-feira (7), para transformar o Lar Franciscano Santa Isabel, no bairro da Saúde, em Salvador, em um arraial. O grupo de teatro da Polícia Militar da Bahia (PMBA) foi criado, há dois anos, por servidores que, nas horas vagas, são voluntários e levam alegria a instituições e comunidades carentes.
Patrulha do Bem, da Polícia Militar, promove arraiá para idosos do Lar FranciscanoFoto: Carol Garcia/GOVBA

Amanda Felix, a mais idosa da casa, tem 105 anos, e nem mesmo a cadeira de rodas a impediu de dançar quadrilha. Maria José Erdans, 80, também uma cadeirante, é a mais vaidosa, adora se produzir e não perdeu o forró. Já Maria Amélia Fonseca, 87, chegou há apenas um mês, já se sente em casa e foi a que mais dançou.

Quem também se divertiu foi ‘seu’ Raimundo Pontes Telles, 88. Ele é primo de irmã Dulce e mora há 22 anos na instituição da qual já foi diretor. “Estamos em casa e em festa, tendo a oportunidade de [aproveitar] esse momento proporcionado por este grupo de militares. Eu tenho dois netos que são militares”.

Afetividade e amor ao próximo
Patrulha do Bem, da Polícia Militar, promove arraiá para idosos do Lar FranciscanoFoto: Carol Garcia/GOVBA

Segundo o capitão da Polícia Militar Elton Santana, diretor do projeto ‘Patrulha do Bem’, eles estão utilizando a arte como forma de socializar e ressocializar. “Estarmos aqui de forma voluntária é um presente, trazendo um pouco de alegria, despertando afetividade e amor ao próximo”.

De acordo com ele, o ‘Patrulha do Bem’ é um projeto que já está no segundo ano, foi idealizado pelo comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, e produzido pela equipe de comunicação social com a participação da banda de música. “Quem tiver interesse em convidar o grupo de teatro basta entrar em contato com o [Departamento de] Comunicação Social, pelo telefone 3117-4453, e agendar. Com certeza estaremos lá”.

A gerontóloga e coordenadora do Lar Franciscano, Graça Senna, diz que o trabalho oferecido pela Polícia Militar é uma das melhores ações que a casa pode receber. “Traz alegria, convivência com outras pessoas da sociedade e também essa nova imagem que a PM está construindo, já que a sociedade sempre viu a polícia com uma certa distância”.

Para ela, “trazer a PM com alegria, teatro, dança, como pessoas e cidadãos, é muito bom. É o que precisamos aqui, esta troca de experiência”. Graça Senna também fala sobre a condição dos moradores. “A velhice é um mito da sociedade, os idosos são cidadãos que precisam ser felizes, brincar, passear e dançar”.

TicoMia se consolida como sensação do São João na Bahia

tico 2
Uma multidão reunida na Fazenda Eldorado, em Ibicuí, no Sul da Bahia, confirmou o  sucesso do TicoMia, a maior festa de camisa do São João da Bahia. Logo após o meio dia, a Banda Forrozão foi a primeira a esquentar os foliões, marcados pela alegria, pela descontração e pelo clima de paz. Em seguida, foi a vez do Lordão, única banda a participar da maioria das edições do evento, que comemora em 2015 a marca de 28 anos de história.

“Gente bonita de Ibicuí, eu vim dançar o São João Aqui…”, evocou Kocó, o vocalista do Lordão, fazendo o público acorrer à frente do palco. Desde a abertura dos portões, a tradicional infraestrutura do TicoMia, com churrasco, bebidas e comidas típicas foi disponibilizada para os curtidores do forró vindos de várias partes da Bahia e do Brasil.

Read the rest of this entry »

Forró pé de serra no Jequitibá

O Shopping Jequitibá realiza uma programação junina, com atividades na praça de alimentação e na loja C&A. Nesta terça-feira, 16, haverá forró pé de serra com o Trio do Zé. O show do grupo vai das 19 às 21 hs. Também nestes dias 16 e 17 (terça e quarta-feira) vão acontecer aulões de forró em parceria com a Cabrueira. As aulas acontecerão no lounge da C&A das 18h ás 19h, e serão abertas ao público. Para o dia 24, dia de São João, o Forró será por conta de Andinho Brito e banda, começando mais cedo, às 18 hs e também indo até às 21 hs.

O Jequitibá terá horários especiais de funcionamento nos dias 23 e 24 de junho. No dia 23 as lojas e a praça de alimentação funcionarão das 10 às 18 hs, enquanto o Bompreço, a Lotérica e a Velanes, das 8 às 18 hs. Para o dia 24 as lojas e a lotérica estarão fechadas, o Bompreço vai das 8 às 20 hs, a Velanes das 9 às 20 hs e a praça de alimentação das 12 às 21 hs.

Ticomia em ritmo de forró, Copa e alta tecnologia

ticomiaO forró TicoMia, considerado a principal  festa de camisa do São João da Bahia, acontecerá no próximo dia 22 de junho, na Fazenda El Dorado, em Ibicuí, e vai realizar uma das maiores edições de sua história de 27 anos. Desta vez, o elenco de atrações inclui as duplas sertanejas Zezé di Camargo & Luciano e César Menotti & Fabiano, a dupla de forró Simone e Simaria (As Coleguinhas), Wesley Safadão & Garota Safada, além das participações tradicionais da banda Lordão e do sanfoneiro Dorgival Dantas. Segundo informações da produção do evento, os portões serão abertos a partir do meio-dia e o arrasta-pé terá início às 13 horas.

A festa que começou sua história com um grupo de universitários baianos que objetivavam valorizar e preservar o forró, ritmo e dança típicos da região Nordeste, 27 anos depois continua sendo realizada no mesmo local, mas adaptada a conceitos de modernidade. Hoje, com infraestrutura própria de palcos e camarins, o TicoMia vai inovar com o funcionamento de ambiente Wi-Fi que permitirá aos participantes conexão imediata à internet. “Agora, a alegria de nossa festa poderá ser facilmente compartilhada para várias partes do mundo”, declarou o produtor Douradinho.

Este ano, o TicoMia acontece com o tema relacionado ao clima do Brasil na Copa do Mundo de Futebol, com decoração tropical. Uma das novidades será a apresentação de grupos de forró na vila cenográfica, localizada no extremo oposto ao palco principal. Os passaportes de acesso ao TicoMia 2014 podem ser encontrados em Itabuna no Bicho Festeiro, Central de Ingressos e Frigobom, e em Ilhéus, no Estande do Karioka e Encamtur. Em Salvador, no Ticket Mix e Balcão de Ingressos. Os interessados em informações mais detalhadas devem acessar o site www.ticomia.com ou pelo telefone 0800-5809030.

Infraestrutura – O promotor do evento, Lourival Dourado Filho, informa que em termos de infraestrutura o TicoMia ganha pontos em organização a cada ano que passa. Os dois palcos utilizados na sequência de apresentação das bandas ganharam mais acabamento. Funcionarão cinco camarins e uma sala de imprensa, onde os artistas e produtores da festa concederão entrevistas aos profissionais de comunicação.  A área de estacionamento foi redimensionada e terá serviço de receptivo.

MELÔ DA LAVANDERIA

Voltando de Salvador pela BR 101, sintonizo a Ubatã FM, que dá pra ouvir com o som limpinho de Santo Antonio de Jesus até Itabuna.

       Eis que, em meio a comerciais de remédios (e bicho do pé a prevenção de enfarto), empreendimentos da região (mercados, farmácias, lojas de roupas e calçados, etc.) e videntes que prometem trazer de volta a pessoa amada e resolvem até questões de terras (atenção MST!), me deparo com muitos anúncios de festas, todas elas bancadas pelas prefeituras.

       Chama a atenção que quanto menor a cidade, maior é o tamanho da festa, com atrações que incluem grandes nomes do forró, pagode, axé, arroja e até cantores gospel. Tudo bancado pelos cofres públicos.

       Estaria tudo  muito bom, tudo muito bem se os moradores dessas cidades-festeiras não sofressem com a falta de saneamento básico, saúde precária, prédios escolares caindo aos pedaços e jovens lançados ao ócio e à tentação das drogas.

       Com a garantia do anonimato, um promotor de eventos que conhece bem o negócio, revelou a esse blog que em alguns casos (não são todos, vamos deixar bem claro, para não generalizar), a coisa funciona mais ou menos assim: você coloca um trio, uma banda ou um artista por 10 mil, assina uma nota de 30 mil e a diferença: bem, o que seria deste país sem o respeito as diferenças?

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2018
D S T Q Q S S
« mai    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930