hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Fiol’

Rui é recebido por multidão em Ilhéus e destaca as grandes obras na região

Ilhéus_Rui (1)

O candidato à reeleição ao governo da Bahia pelo PT, Rui Costa, comandou uma caminhada pelas ruas do centro de Ilhéus, seguindo da Catedral até o Palácio Paranaguá, na manhã desta quinta-feira (6), dando sequência à Caravana Correria pela Bahia.

Durante o discurso, Rui Costa destacou que o governo estadual transformou a região em um grande canteiro de obras, citando como exemplos a entrega do Hospital Regional Costa do Cacau, a construção da Ponte Ilhéus-Pontal, a duplicação da BR-415 e a Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). Nesses dois últimos casos, o candidato à reeleição se comprometeu a trabalhar cada vez mais para destravar os trâmites burocráticos e dar sequência aos projetos.

ilheus correria

“Nunca na história dessa região nós tivemos tantas obras juntas e articuladas, para garantir emprego, renda e desenvolvimento. E isso vai continuar, com fé em Deus”, afirmou o candidato. Para Rui Costa, a duplicação da estrada ligando Ilhéus à Itabuna vai integrar duas grandes cidades e “transformar essa região numa região metropolitana do sul da Bahia”.

Ilhéus_Rui (2)

O candidato está acompanhado pela comitiva da Coligação “Mais Trabalho por Toda a Bahia”, formada também pelos candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e a senador, Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD).

Nesta quinta-feira, Rui também realiza caminhadas em Ibicaraí e Itabuna. Na sexta (7), feriado da Independência, a caminhada começa às 14h, em Itapetinga, segue para Itororó, Firmino Alves, Itajú do Colônia e encerra às 18h, em Floresta Azul. Sábado (8), a comitiva estará a partir das 8h30 em Teixeira de Freitas, Itamaraju, Prado, Alcobaça e Caravelas. No domingo (9), os candidatos estarão em Conceição do Jacuípe, Teodoro Sampaio, Terra Nova e São Sebastião do Passé.

Investimentos do Governo em 2017 impulsionam desenvolvimento do Sul da Bahia

hcacacau 4

O Governo do Estado fecha o ano de 2017 e inicia 2018 com investimentos importantes no Sul da Bahia. São ações que contemplam áreas como saúde, educação, saneamento básico, segurança e infraestrutura e que contribuem para melhorar a qualidade de vida da população e impulsionar o desenvolvimento regional. Uma dessas obras é  o Hospital Regional da Costa do Cacau, inaugurado pelo governador Rui Costa em dezembro,  que conta com 225 leitos e uma área construída de 17,5 mil metros quadrados, atendendo cerca de  70 municípios.

hcacau 1O hospital foi construído com recursos de R$ 124 milhões, utilizados nas obras e equipamentos, com uma equipe de  mais de 500 colaboradores. Estão sendo  disponibilizados serviços de urgência e emergência, hemodinâmica, internação hospitalar, laboratório de patologia clínica, ambulatório, centro cirúrgico e serviço de apoio logístico, além de apoio de diagnóstico por bioimagem, dotado de equipamentos de última geração, incluindo aparelhos de ressonância magnética, tomógrafo e raio-X.

Na área de clínica médica, são ofertados serviços de saúde mental, cardiologia e neurologia. A unidade também oferece cirúrgica nas especialidades de ortopedia, neurocirurgia, cardiovascular e geral, além de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 30 leitos exclusivos.

“Estamos promovendo um novo modelo de assistência pública de saúde, com foco na regionalização, de modo que a população do interior baiano seja atendida dignamente em sua própria região, sem precisar se deslocar para os grandes centros urbanos”, afirma o governador Rui Costa.

PONTE ILHEUS PONTAL

ponte ilheus pontal 2As obras da Ponte Ilhéus-Pontal, com  investimentos de R$ 99,6 milhões, beneficiarão cerca de 510 mil habitantes, além do impacto positivo no fortalecimento do turismo. Será a primeira ponte estaiada da Bahia, com  533 metros de comprimento e 24,6 metros de largura e contará com passeio, canteiro central, pistas duplas nos dois sentidos e uma ciclovia. O conjunto da obra inclui 2,7 quilômetros de acesso viário.

Serão 298 metros de trecho estaiado, com estrutura sustentada por cabos. Os 235 metros restantes serão formados por conjunto armado. Atualmente, 260 pessoas estão trabalhando na obra, que está com 90% dos serviços de fundação, 40% dos pilares e 10% da superestrutura concluídas.  A previsão é de que a ponte Ilhéus-Pontal esteja concluída no segundo semestre de 2018.

BARRAGEM DO RIO COLÔNIA

barragem rio colonia dezembro 2017A Barragem do Rio Colônia, em Itapé, está  com 96% das  obras concluídas, com a  montagem dos equipamentos hidromecânicos, que é a execução das comportas. A barragem já está em fase de testes, com o início da reservação  de água.

A barragem possui eixo com comprimento de 124 metros e altura de 21,4 metros e quando atingir o nível mais alto possuirá volume total de mais de 62 milhões de metros cúbicos de água.  Além de garantir o abastecimento de água para os cerca de 230 mil moradores de Itabuna e contribuir para a atração de novos empreendimentos, a barragem minimizará ainda o problema das enchentes que inundam parte da cidade de Itabuna e melhorará as condições sanitárias do Rio Cachoeira.

A obra inclui ainda a  mudança do traçado da Rodovia BA-120, que liga Itapé a Itajú do Colônia, relocação de linhas de energia, e construção de casas para as famílias que ocupam a área que formará o espelho d´água. O valor total de investimento é R$ 108.498.283,00.

ESTRADA DO CHOCOLATE

estrada do chocolate 1O Governo da Bahia está implantando a “Estrada do Cacau e do Chocolate, a primeira rodovia temática do Estado, localizada na BA 262, que liga os municípios de Ilhéus e Uruçuca. Os trabalhos  já foram iniciados com a instalação de marcos temáticos e de um container, que vai funcionar como Posto de Atendimento, na área do Distrito Industrial de Ilhéus.

A Estrada do Cacau e do Chocolate conta com fábricas do parque moageiro de cacau, no Distrito Industrial de Ilhéus, fazendas e fábrica de chocolate, estação Rio do Braço, sede do antigo distrito de Ilhéus e a Biofábrica de Cacau.

PORTO SUL, FIOL E DUPLICAÇÃO DA RODOVIA JORGE AMADO

porto sulEm 2018, serão realizadas importantes obras de infraestrutura, como o Porto Sul, a Ferrovia Oeste Leste e a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna. Documento assinado pelo governador Rui Costa na China, estabelece que o Governo do Estado, e as empresas chinesas vão cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado dos projetos da Fiol, do Porto Sul e da mina Pedra de Ferro. Essas empresas orientais são de diversos ramos de atuação, como siderurgia, construção civil e mineração.

Já as obras de duplicação da Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna) também devem ser iniciadas nos primeiros meses de 2018. Serão investidos cerca de R$ 105 milhões para a execução do projeto,  já autorizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A rodovia será duplicada pela margem direita do Rio Cachoeira.

CENTROS DE CANOAGEM

canoagemO Governo do Estado iniciou a construção de Centros de Treinamento de Canoagem em Ubaitaba, Ubatã e Itacaré. O investimento para construção dos equipamentos esportivos é de R$ 3,073 milhões e cada centro de canoagem contará com salas de fisioterapia e troféus,  cozinha, academia, vestiários, garagem para canoas, passarela e deck de madeira.

Além de incentivar a prática esportiva e atividades saudáveis, os centros, localizados às margens do Rio de Contas, vão contribuir para a formação de uma nova geração de campões, inspirados nos medalhistas olímpicos e campeões mundiais, Izaquias Queiroz e Erlon de Souza.

 

EDUCAÇÃO

ceep itabuna 5Os fortalecimento e a ampliação de cursos e vagas na Educação Profissional no ensino médio vem possibilitando aos jovens sulbaianos o acesso ao mercado de trabalho, através de um ensino focado na capacitação que atende às demandas regionais em diversas áreas.

O Centro Estadual de Educação Profissional em Biotecnologia e Saúde e o Centro Territorial de Educação Profissional do Litoral Sul ll, em Itabuna, e o Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira e o  Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate Nelson Schaun, em Ilhéus, oferecem  5 mil  vagas em cursos  como Enfermagem, Análises Clínicas, Nutrição e Dietética, Gerência em Saúde, Segurança no Trabalho, Farmácia, Administração, Turismo, Comércio, Logística, Comunicação Visual, Hotelaria, Construção Civil, Biocombustíveis, Informática, Agroindústria e Guia de Turismo. Em 2018, serão criadas mais 1.400 vagas.

O Governo  também implantou no Sul do Estado a primeira Escola Cultural da Bahia, no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Itabuna. A Escola Cultural promove atividades extraclasse como música, dança, teatro, literatura e audiovisual, e possibilita maior integração entra a escola e a comunidade.

SEGURANÇA

ronda maria da penha itabuna 2

Na área de segurança pública, foi implantada a Ronda Maria da Penha, em Itabuna, que amplia o combate a violência contra a mulher, além do aumento do efetivo policial, melhoria da estrutura das delegacias e entrega de viaturas para os municípios sulbaianos.

 

Empresário diz que Sul da Bahia atrairá novos investimentos

nilton cruzDirigente da AmazonBahia, o empresário Nilton Cruz reuniu-se com grupo de investidores brasileiros e estrangeiros que estão dispostos, segundo ele, a investir na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Ilhéus e em outras oportunidades de negócios no sul da Bahia. O empresário defende a criação de um fundo garantidor estadual para assegurar a atração dos investimentos.

Nilton conversou com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner. O estado, observa, definiria a prioridade para os projetos de investimentos, principalmente na área industrial e no fomento à agropecuária.

Segundo ele, a região cria condições para atrair grandes investimentos com projetos estruturantes como o Complexo Intermodal (Porto Sul e Ferrovia Oeste-Leste), além da duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna e construção da Ponte Estaiada Centro-Zona Sul de Ilhéus, dentre outras obras estruturantes.

Nilton destaca, ainda, que na próxima sexta (14), comitiva de empresários chineses desembarcará em Ilhéus para analisar as estratégias para a ZPE do município sul-baiano. O grupo tem expertise em ZPEs e está de olho no potencial ilheense.

Ex-dirigente da Associação Comercial de Ilhéus e com experiência à frente da Sudic e da Codeba no município, Nilton ressalta a união de esforços para alavancar a economia regional.

Porto Sul recebe sinal verde do Ibama para início das obras

psulOs deputados da Comissão da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e do Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia, receberam na última quinta-feira (6), em Brasília, a confirmação da presidente do Ibama, Marilene de Oliveira, sobre a completa liberação das obras do Porto Sul. De acordo com a presidente do Ibama, não existem pendências junto ao órgão ambiental para emissão da Autorização de Supressão Vegetal (SUV).

O parecer favorável já está pronto para ser assinado a qualquer momento. No entanto, aguarda-se somente o Decreto de Utilidade Pública (DUP) Federal da área, que deverá ser emitido tecnicamente pelo Ministério de Portos para posterior assinatura pela ministra do Meio Ambiente e pela presidente Dilma Rousseff.

ilustração porto sul (2)Presente na audiência, Eracy Lafuente, da Secretaria da Casa Civil da Bahia assegurou que o Governo do Estado já tomou todas as medidas necessárias para a liberação da DUP junto ao Ministério dos Portos. A deputada Ivana Bastos comemorou a notícia. “Acredito que estamos encerrando um longo ciclo de luta em favor da implantação do Porto Sul. Não abriremos mão deste projeto tão essencial para nossa Bahia”, declarou.

Durante o encontro, também foram avaliados investimentos no Complexo Intermodal (porto, ferrovia e aeroporto), estimados em R$ 5,6 bilhões. Um dos deputados presentes à reunião, Davidson Magalhães (PCdoB) diz ter sido dado um “sinal verde” para a retomada das obras. “O processo de licenciamento foi agilizado”, afirma.

Estiveram presentes  na reunião  os deputados federais, Bebeto, Daniel Almeida, Davidson Magalhães, os deputados estaduais Ivana Bastos, Zé Raimundo, Angela Souza, Fabíola Mansur, Fátima Nunes, e Bira Coroa, além de Eracy Lafuente, representando o secretário da Casa Civil do Governo da Bahia Bruno Dauster, e Ailton Fonseca, representando a Bahia Mineração (Bamin).

Rui destaca interesse da China em projetos baianos

china

A maior economia do mundo está de olho nos projetos estruturantes baianos. Foi o que ficou claro após a reunião realizada na tarde desta sexta-feira (31) entre o governador Rui Costa e o presidente da Câmara Internacional de Comércio Brasil China Charles Tang, na Governadoria. A instituição sediada em São Paulo prospecta oportunidades de negócios para os investidores chineses e percebeu boas oportunidades em empreendimentos como a Ferrovia de Integração Oeste-Leste, o Porto Sul, o VLT de Salvador e a área de mineração.

“Parcerias contribuem para resultados mais rápidos e com menos custos, por isso o nosso governo está aberto a elas. Vamos abrir caminhos, dialogar, se movimentar para que ações concretas sejam efetivadas na Bahia”, disse o governador. Ficou estabelecido que missões comerciais entre os dois países serão realizadas em breve. Participaram também do encontro os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda.

Governo apresenta projetos de infraestrutura a investidores chineses

china 3O secretário da Casa Civil do Estado, Bruno Dauster, se reuniu com representantes de seis empresas chinesas interessadas no investimento em obras de infraestrutura na Bahia. Projetos como Porto Sul, Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), aeroportos e sistemas de abastecimento de água foram apresentados ao grupo. O encontro aconteceu no gabinete do secretário, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Dauster afirmou que, juntos, Fiol e Porto Sul serão uma das mais importantes rotas de exportação de minérios de ferro e granéis agrícolas do País.

china 2“Estamos trabalhando para que este projeto cresça ainda mais. Os governos estadual e federal vêm negociando a expansão do projeto em 700 quilômetros, indo de Correntina a Campinorte, formando um corredor direto entre o Porto Sul e a Ferrovia de Integração Centro-Oeste. Com isso, daremos um grande passo para a concretização da Ferrovia Transoceânica”.

Além dos aeroportos de Feira de Santana, Ilhéus, Porto Seguro e Caravelas, a proposta de concessão do Aeroporto Internacional de Salvador também foi apresentada. O objetivo é ampliar o terminal de passageiros e construir uma segunda pista de pouso, com investimento previsto de R$ 3 bilhões.

“Essas intervenções vão aumentar significativamente a capacidade do aeroporto da nossa capital. A empresa investidora poderá operar o aeroporto por um período de 35 anos”, afirmou Dauster.

Eduardo Salles propõe aproveitar estrutura da FIOL para levar internet banda larga ao interior baiano

salles fiolPara levar internet banda larga ao interior do Estado, o deputado Eduardo Salles sugeriu utilizar o traçado da Ferrovia de Integração Oeste-Leste para implantar a estrutura de fibra ótica. A proposta foi feita nesta terça-feira (7) ao secretário de estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Manoel Mendonça, que participou da sessão da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público da ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia), quando apresentou aos parlamentares do colegiado os planos da pasta para o próximo quadriênio.

 

A expansão da banda larga pelo interior do Estado é um dos planos da SECTI, e a instalação da fibra ótica no eixo Oeste-Leste é a maior dificuldade do projeto. Diante do problema, Eduardo Salles, presidente da Comissão, sugeriu a parceria entre SECTI e a FIOL. “Vai ser um grande marco para a Bahia porque a inclusão digital é fundamental à população”, acredita o parlamentar.

 

A proposta é a aproveitar a área de servidão (espaço de segurança nas laterais da ferrovia, onde não é permitido construir) para passar os cabos. De acordo com o deputado, a solução é barata e vai permitir que a internet seja implantada mais rapidamente.

 

Para avançar com a ideia, Eduardo Salles e a deputada Ivana Bastos convidaram o secretário para participar da sessão especial da Comissão da FIOL na ALBA, da qual os parlamentares são membro e presidente, respectivamente, no próximo dia 29, quando está agendada visita do presidente da VALEC, empresa responsável pela construção da ferrovia.

 

“A Comissão de Educação está disponível para ajudar em qualquer projeto que tenha como objetivo engrandecer a ciência e tecnologia e colocá-las no cotidiano da população baiana”, disse Eduardo Salles. “Como Deputado, vou atuar firmemente no apoio para que esse Governo consiga levar internet banda larga a todos os municípios da Bahia, priorizando os colégios e hospitais, mas permitindo que as populações mais carentes, prioritariamente, tenham a condição de acessar a internet com qualidade”, concluiu.

 

PEC DA INOVAÇÃO

Outra pauta da sessão foi a adequação da lei baiana à Emenda Constitucional 85/2015, denominada “PEC da Inovação”. A emenda, aprovada no Congresso em fevereiro deste ano, ajusta o tema Ciência e Tecnologia na Constituição. A Bahia pode ser um dos primeiros estados a ter a nova regulamentação.

 

A mudança pode ajudar a atrair investimentos de empresas do setor a captar recursos com mais facilidade. “Esse é um momento importante para a Bahia se destacar e sair na frente fazendo os ajustes necessários”, comentou o deputado Eduardo Salles.

 

Na sessão também foram aprovadas visitas dos deputados ao Parque Tecnológico da Bahia e ao SENAI Cimatec.

Fiol recebe terceiro lote de trilhos

fiol tMais um lote de trilhos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) chegou ao Porto do Malhado, em Ilhéus. Mais de 5 mil toneladas de trilhos serão distribuídas entre os canteiros de obras dos lotes 2, 3 e 4, localizados, respectivamente, nos municípios de Jequié, Tanhaçu e Brumado.

 

Com a chegada da terceira remessa, as obras da Fiol já receberam mais de 15 mil toneladas de trilhos. Nessa última leva, os lotes foram contemplados, cada um, com cerca de 1,6 tonelada.

 

O coordenador de infraestrutura e logística da Casa Civil da Bahia, Eracy Lafuente, salientou o avanço das obras da Ferrovia. “A terceira entrega dos trilhos e já o começo das instalações desses equipamentos demonstram a intensidade e a forma contínua que o trabalho nas obras da Fiol estão se desenvolvendo”, afirmou Eracy.

Jabes diz que vitória de Dilma consolida obras como Fiol e Porto Sul

jabesO prefeito Jabes Ribeiro considera que a reeleição da presidenta Dilma Rousseff representa um importante passo para a consolidação dos projetos estruturantes que vão mudar a realidade econômica, social e cultural do município de Ilhéus. A declaração foi concedida na manhã desta segunda-feira, dia 27, durante entrevista no programa Alerta Geral, apresentado pelo radialista Gil Gomes, quando confirmou o voto na presidenta.

Jabes Ribeiro compareceu à seção eleitoral 153, instalada no Colégio da Polícia Militar, às 12h40, no Pontal, zona sul da cidade, no domingo, dia 26, para cumprir a obrigação cívica e cidadã de votar no segundo turno das eleições presidenciais. “O povo brasileiro teve a oportunidade de decidir entre dois caminhos. Preferi o da Presidenta Dilma, que representa a continuidade das obras estruturantes para o desenvolvimento de Ilhéus, além de um compromisso muito mais forte com os mais pobres”, declarou Jabes.

Conforme explicou o prefeito, a vitória de Rui Costa foi um passo essencial para a reconstrução de Ilhéus, mas a de Dilma confirma a necessidade popular dos avanços para melhoria da vida. Segundo o gestor, a presidenta tem as condições de promover as mudanças que o país precisa, considerando o desenvolvimento dos projetos sociais como o Minha Casa Minha Vida, Pronatec, Mais Médicos, Bolsa Família, e estruturantes, a exemplo da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol). “Agora, o povo brasileiro deixou algo muito claro para os governantes que vão assumir no próximo dia 1º de janeiro que precisamos mudar a saúde, a educação e a segurança”, observou.

Rui Costa garante construção da Barragem do Rio Colônia

A conclusão da Barragem do Rio Colônia,  em Itapé,  que vai ampliar o abastecimento de água em Itabuna, no Sul da Bahia, é um compromisso de Rui Costa, candidato a governador pela Coligação  Pra Bahia Mudar Mais. A obra, que foi paralisada depois que a empresa contratada exigiu um aditivo ao contrato em valores não aceitos pelo Governo do Bahia, será reiniciada, com a publicação no  Diário Oficial  do Estado de um Aviso de Concorrência Nacional da Embasa, para a contratação de uma nova empresa.
“Além de garantir o abastecimento à população, a ampliação da oferta de água contribuirá para atrair novos empreendimentos numa região que terá projetos importantes como o Porto Sul e a Ferrovia Oeste Leste”, destaca Rui Costa.  A barragem também vai permitir o controle da vasão do Rio Cachoeira, que não será afetado com os períodos de seca ou de enchentes.
A barragem garantirá uma vazão 1405 litros/segundo, o dobro do que é ofertado atualmente em Itabuna. Beneficiará cerca de 210 mil moradores de Itabuna e Itapé. “Conhecida a empresa vencedora, vamos garantir que as obras sigam o cronograma seja cumprido. A Barragem do Rio Colônia é muito importante para solucionar os problemas de abastecimento de água, que penalizam os moradores”, ressalta Rui Costa.

Responsável por atrasos em obras é o ex-governador que não fez nenhuma, diz Rui

ruiEm resposta as críticas do adversário, o candidato ao governo do estado Rui Costa disse que o ex-governador é o responsável por atrasos em obras de infraestrutura na Bahia, já que em oito anos de governo não fez nenhuma. “Eu perguntei ao ex-presidente Lula quantos projetos para financiamento federal o candidato da oposição levou para Brasília, quando era governador, e ele disse: ‘nenhum’. Agora ele critica atrasos na Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e Porto Sul”, comentou. “É melhor ter obra atrasada a ficar acomodado, sem ferrovia, aeroporto, porto, via-expressa e estradas de qualidade. Ele não teve iniciativa e agora critica o atraso nas obras que Jaques Wagner está fazendo”, disse Rui, na manhã dessa quarta-feira (17), em entrevista a Evilásio Junior e Cristiele França, na Rádio Band News de Salvador.

Segundo Rui, o candidato a vice-governador da coligação Pra Bahia Mudar Mais, João Leão, chegou a levar o projeto da FIOL ao antecessor de Jaques Wagner, mas ele rejeitou a proposta dizendo para esquecer, que aquilo era um sonho. “Mas quando Leão apresentou a ideia a Wagner, então ministro, o projeto foi acolhido e chegou à mesa de Lula, que topou fazer”, lembrou o candidato petista. “Se o ex-governador pensasse grande, hoje a Bahia teria mais infraestrutura de logística, necessária para a implantação de novas empresas e mais oportunidades para os baianos”, acrescentou. “Todo atraso é culpa dele, que não quis sequer tirar a obra do papel”.

Rui disse que terá mais sorte que Wagner ao herdar um estado com melhores condições para a modernização e desenvolvimento. “Por isso  nossa campanha apresenta propostas para completar a transição dos péssimos indicadores sociais, do tempo que o estado era campeã do analfabetismo, tinha as piores estradas do país; onde faltavam vagas na universidade e  em cursos técnicos profissionalizantes”.

 

Rui ainda provocou os ouvintes: “Quem se lembra de alguma obra urbana feita pelo ex-governador em Salvador?”, para citar os R$ 8,5 bilhões investidos pelo Governo do Estado e Governo Federal nas obras de mobilidade na capital baiana, que viabilizaram a Via Expressa Baía de Todos os Santos, os corredores transversais ligando a Baía de Todos os Santos a Orla e o metrô-  que terá 41 quilômetros em 2017. “Mas a prefeitura além de colocar placa nas obras feitas pelo governo, investe brutalmente em publicidade, inclusive em emissora de TV onde o prefeito é sócio, ao invés de destinar os gastos para as áreas de saúde e educação, por exemplo”.

 

Outro ponto levantado pelo candidato Rui Costa foi o fato da campanha da oposição sugerir ar ideia, durante o horário político eleitoral, de que a Azaléia/Vulcabrás fechou a fábrica em Itapetinga. “Temos que restabelecer a verdade: A Azaléia emprega hoje 5400 pessoas na cidade. Por problemas de custos logísticos fechou 11 galpões que funcionavam em cidades vizinhas. Mas essas estruturas já estão funcionando com outras empresas, empregando a mão de obra local”.  

Bahia terá polo logístico melhor estruturado do país

coletiva ruiOs candidatos da coligação Pra Bahia Mudar Mais Rui Costa (governador), Otto Alencar (senador) e João Leão (vice-governador]), juntamente com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo, participaram de um bate papo com jornalistas e blogueiros de Ilhéus e Itabuna. Entre os assuntos abordados, o destaque ficou com a importância da agricultura familiar no país e o anuncio da ministra sobre a criação de novas linhas de crédito. “A agricultura familiar é responsável pela produção de 70% dos alimentos consumidos no Brasil”, disse a ministra. “O Sul da Bahia tem importante participação nesse mercado, produzindo cacau, mandioca, banana, maracujá e outras frutas. Por isso daremos atenção especial para as famílias produtoras”.

Rui, por sua vez, reforçou que o Sul baiano será um novo vetor de crescimento após consolidação da estrutura logística que está sendo implantada. “Teremos o polo logístico melhor estrutura do país. Vamos aproveitar todo potencial do sul baiano para resgatar a economia local, enfraquecida pela crise do cacau”, disse. “Com a conclusão da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol), do Porto Sul, aeroporto, duplicação da BR 415, Ponte do Pontal projetamos o potencial da região para um novo momento de desenvolvimento”, disse. “A Universidade Federal iniciou as aulas na semana passada e o e hospital regional será construído. Isso confirma o compromisso que temos. Vamos avançar na proposta de tornar a Bahia um estado moderno e competitivo, de oportunidades para o povo”.

Para Rui, Otto e Leão, a Região Sul tem enorme potencial, em diversas áreas: turismo, agricultura, serviços e indústria e não pode se limitar a apenas uma atividade. “Não vou ser governador de gabinete. Um gestor tem que pensar grande e, para concretizar tudo que planejamos, irei atrás de financiamento do governo federal, da iniciativa privada”, garantiu. “A Bahia passou muitos anos estagnada por falta de ambição do governo anterior ao de Jaques Wagner, mas agora é diferente”, garantiu. “Terei mais sorte do que ele, pois herdarei um estado em melhores condições para avançar”

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031