WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


:: ‘Festa Literária de Ilhéus’

5ª edição da Festa Literária de Ilhéus reune escritores e traz lançamentos de livros

festa literáriaA Festa Literária de Ilhéus (FLI), que neste ano chega à sua 5ª edição, movimenta o município dos dias 13 a 16 de julho. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Especial de Cultura, e traz uma vasta programação, com palestras, workshop, lançamentos e exposição de livros. A abertura oficial acontece nesta quarta-feira (13), às 19h, no Sindicato Rural, com a conferência de Viviane Mosé.

Na oportunidade será realizada a entrega do 5º Prêmio Sosígenes. Com o tema “Literatura e utopias do imaginário”, a FLI tem como objetivo promover discussões acerca do tema, provocando a imaginação do público e incentivando a formação de novos leitores, contribuindo com o fortalecimento da cultura. Além disso, a proposta versa sobre o incentivo à leitura, bem como valoriza iniciativas voltadas às diversas formas de acesso ao saber.

Entusiasta de atividades que fomentam o conhecimento, o prefeito Mário Alexandre reforçou a importância da FLI. “É essencial fortalecer a cultura e atividade acadêmica, principalmente em nossa cidade, que é rica em literatura e reduto de grandes escritores”.

:: LEIA MAIS »

Festa Literária de Ilhéus terá Edição Especial

Vem aíDepois de quase dois anos longe de atividades presenciais, Editus – Editora da UESC, Academia de Letras de Ilhéus (ALI) e Secretaria Especial de Cultura de Ilhéus planejam o retorno à praça pública. Com todos os cuidados e protocolos de segurança, será realizada a Festa Literária de Ilhéus – Edição Especial, dia 19 de novembro, das 9h às 20h, na Praça Pedro Matos (em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus). A ação marca as comemorações dos 25 anos da Editus e a reabertura da ALI e conta com o apoio da Fundação Pedro Calmon e TV Santa Cruz.

              A Festa Literária de Ilhéus (FLI) integra dois grandes eventos literários já consagrados na região: a Feira do Livro da UESC e o FLIOS – Festival Literário de Ilhéus. O objetivo da parceria é somar esforços para oferecer uma programação diversificada e promover uma maior participação e envolvimento da comunidade regional. A programação inclui promoção de livros, rodas de conversa e muito mais.

Confira a programação completa:

:: LEIA MAIS »

A Festa Literária de Ilhéus e o FLIOS- uma simbiose necessária

Efson Lima

 

efson limaO ano foi pandêmico, talvez, os termos “pandemia” e “COVID” sejam as palavras predominantes de 2020, cujo ano cuidou de oferecer contornos e traçado para a civilização humana. Apesar da triste circunstância deste ano, as instituições e/ou pessoas se mobilizaram em diferentes perspectivas para manterem as chamas acesas da esperança. As experiências ao longo deste ano foram as mais diversas e estiveram pautadas na solidariedade, na criatividade e no cuidado. Essas práticas foram se proliferando ao redor do planeta, consolidando um outro vocábulo entre nós: “ superação”.

 

No sul da Bahia e no campo da literatura,  quando parecia não mais ocorrer a Festa Literária e o Festival Literário de Ilhéus (FLIOS), forças da oportunidade se levantaram e concretizaram um evento espetacular pelas redes sociais da Editora da UESC (Editus) e da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), organizadoras centrais dos eventos.  A Festa que estava ocorrendo tradicionalmente em maio, dessa vez,  foi realizado neste mês de dezembro, de 07 a 12/12/20, permitindo que as distâncias fossem reduzidas mesmo na pandemia. O poético cuida de explicar.

flios 1

A Festa Literária de Ilhéus é a junção de dois eventos literários: a  Feira do Livro da Uesc e o FLIOS – Festival Literário de Ilhéus, respectivamente, na 8ª e 5ª edições,  cujo objetivo foi possibilitar uma programação diversificada e promover uma maior participação e envolvimento da comunidade regional. De fato, a contar pela quantidade de mesas, de tema e de participantes, tivemos uma vasta programação, que mesclaram o literário, às questões sociais, o contexto do ensino superior, a produção de livros e a crítica.

flios 2

A realização desses eventos no sul da Bahia consolida a região como um celeiro literário. Essas ações ajudam aproximar o leitor do escritor e colaboram para a externalização da produção literária originária desta região e que ganha o mundo seja pelas escritas de Jorge Amado, Adonias Filho, Hélio Pólvora, Cyro de Mattos e de tantos outros jovens que estão a compor o panteão literário. Ao longo do evento, algumas provocações sugiram entre as quais: literatura do cacau, literatura regional, literatura brasileira? Outras discussões necessárias foram colocadas à baila, tais como: direitos humanos, o acesso das pessoas com deficiência… a própria Festa Literária e o Flios são atos de resistência em face do contexto sanitário e político em face das circunstâncias dadas no Brasil atual e de ontem.

:: LEIA MAIS »

3ª edição da Festa Literária de Ilhéus tem participação do Coletivo Flisba

efson limaA programação da  3ª Edição da Festa Literária de Ilhéus prossegue. A Festa iniciou na segunda, dia 07/12 e continua até o dia 12/12. São diversas mesas que estão ocorrendo às tardes e noites.

A Festa Literária reúne dois eventos literários consagrados do sul da Bahia: a 8ª Feira do Livro da Uesc e o V FLIOS – Festival Literário de Ilhéus, cujo objetivo é possibilitar uma programação diversificada e promover uma maior participação e envolvimento da comunidade regional.

A Festa Literária de Ilhéus é uma realização da Academia de Letras de Ilhéus em parceria com a Uesc (Editus e Proex) e a Fundac?a?o Pedro Calmon.

Devido ao delicado momento, a edição da Festa esse ano está ocorrendo de forma virtual através do Instagram da Academia de Letras de Ilhéus e do Facebook da Editus. A feira de livros ocorre na Livraria online da Editus.

:: LEIA MAIS »

Festa Literária de Ilhéus tem presença do rapper MV Bill

 

mv bill

Com o Teatro Municipal de Ilhéus lotado, o segundo dia da Festa Literária de Ilhéus encerrou com a participação de MV Bill, que relatou histórias do seu livro _Falcão: Mulheres no tráfico e outras história. Na obra, o rapper relatou a realidade das mulheres que cumprem pena em presídios do país.

mv bill 2

“Quando ia nos presídios do país via que as mulheres e os familiares dos presos faziam fila para visitá-los. E nos presídios femininos não se via essa preocupação. O que se via era o abandono”, afirmou.

Para MV Bill, os livros deram o recurso necessário para que ele se tornasse um rapper reconhecido. “Eu estudei até a quinta série. E foram os livros que me fizeram me tornar um rapper. Os livros me mostraram que eu poderia ser uma excessão numa regra que cercava a minha realidade”, disse o cantor.

:: LEIA MAIS »

Festa Literária de Ilhéus valoriza universo feminino

flios_fotoAscomFPC (1)

A 2° Festa Literária de Ilhéus começou na noite desta terça-feira (23) e para legitimar o tema: O feminino e a leitura do mundo, a jornalista e influenciadora digital Maíra Azevedo, a Tia Má, garantiu que “a literatura é feminina, porque somos nós que lemos, as mulheres têm as melhores histórias”.

Tia Má dividiu o palco com a jornalista Flávia Oliveira na abertura do evento. A solenidade contou com a participação da secretária de Cultura do Estado da Bahia, Arany Santana; a secretária de Tecnologia, Ciência e Inovação, Adélia Pinheiro; do prefeito do município, Mário Alexandre;  do diretor geral da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo; do vice reitor da UESC, Elias Lins e do presidente da academia de Letras de Ilhéus, André Luiz Rosa.

flios_fotoAscomFPC (2) Para Arany Santana, o tema da Festa é rico e importante pelo momento em que o país está passando. “Diante do avanço, das conquistas que nós mulheres estamos passando ao longo do tempo, ainda encontramos resistência e dificuldade. Abordar a mulher no campo da literatura é extraordinário e fundamental”, afirmou a gestora estadual de Cultura.

Na ocasião, Tia Má anunciou em primeira mão que está escrevendo seu primeiro livro e com o tema ‘como educar uma criança negra numa sociedade racista’. Para ela a literatura transforma vidas. “Eu tive que entender muito cedo que vivia num ambiente machista e racista e a literatura que me mostrou essa realidade”. Ainda segundo a jornalista, “a literatura não está apenas na academia, existem várias formas de ler”, garantiu Maíra.

O diretor geral da FPC, Zulu Araújo, aproveitou a oportunidade para parabenizar os parceiros envolvidos e reforçar o papel da leitura como “ferramenta essencial para o combate da violência. A literatura é um instrumento de paz”, concluiu.

Arte, literatura e debates consolidam Festa Literária de Ilhéus

 

mv billDe 23 e 26 de julho, os espaços culturais do centro da cidade estarão dedicados ao livro. A 2ª Festa Literária de Ilhéus promete reunir atrações em torno de bate-papos, exposições, apresentações culturais, lançamentos de livros, palestras, saraus, oficinas, peças teatrais, além de estandes para a venda de títulos variados a preços promocionais. Estarão presentes a Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) a UEFS Editora, a Livraria Papirus, a Caramurê Publicações, a Via Litterarum e O Badauê, além de autores independentes.

Com o tema “O feminino e a leitura do mundo”, o evento tem como objetivo promover discussões sobre a representatividade feminina nos diversos espaços sociais. Na abertura, um bate-papo com as jornalistas Maíra Azevedo (Tia Má) e Flávia Oliveira (Rádio CBN e Globonews), no Teatro Municipal de Ilhéus (TMI), a partir das 17h30min. Ainda nesse dia haverá a entrega do Prêmio Sósigenes Costa de Poesia e a apresentação da Orquestra Gongombira.

De quarta-feira (24) a sexta-feira (26), serão promovidos vários bate-papos durante todo o dia no TMI e na Academia de Letras de Ilhéus (ALI). A noite da quarta-feira será marcada por uma conversa com o rapper MV Bill (foto), sobre “Falcão – Mulheres e o Tráfico e outras histórias”, também no Teatro, às 19h. No encerramento, a cantora Larissa Luz e o escritor Saulo Dourado comandam o projeto “O Violão e a Palavra”, que terá abertura da cantora Eloah Monteiro.

:: LEIA MAIS »

Arte, literatura e debates na Festa Literária de Ilhéus

fliosDe 23 e 26 de Julho, os espaços culturais do Centro da cidade estarão dedicados ao livro. A 2ª Festa Literária de Ilhéus promete reunir atrações em torno de bate-papos, exposições, apresentações culturais, lançamentos de livros, palestras, saraus, oficinas, peças teatrais, além de estandes para a venda de títulos variados a preços promocionais. Estarão presentes a EDUFBA – Editora da Universidade Federal da Bahia, a UEFS Editora, a Livraria Papirus, a Caramurê Publicações, a Via Litterarum e O Badauê, além de autores independentes.

Com o tema “O feminino e a leitura do mundo”, o evento tem como objetivo promover discussões sobre a representatividade feminina nos diversos espaços sociais. Na abertura, um bate-papo com as jornalistas Maíra Azevedo (Tia Má) e Flávia Oliveira (Rádio CBN e Globonews), no Teatro Municipal de Ilhéus, a partir das 17h30. Ainda nesse dia haverá a entrega do Prêmio Sósigenes Costa de Poesia e a apresentação da Orquestra Gongombira.

De quarta-feira (24) a sexta-feira (26) serão promovidos vários bate-papos durante todo o dia no Teatro Municipal e na Academia de Letras de Ilhéus. A noite da quarta-feira será marcada  por uma conversa com o rapper MV Bill, sobre “Falcão – Mulheres e o Tráfico e outras histórias”, também no Teatro, às 19h. No encerramento, a cantora Larissa Luz e o escritor Saulo Dourado comandam o projeto “O Violão e a Palavra”, que terá abertura da cantora Eloah Monteiro.

:: LEIA MAIS »

Festa Literária de Ilhéus recebeu público de 10 mil pessoas

Festa Literária registrou público de 10 mil pessoas durante os dias de evento – Rodrigo Macedo (9)

A Festa Literária de Ilhéus alcançou uma média de público de dez mil pessoas nos três dias de evento, entre estudantes, professores, pesquisadores, amantes do livro e da literatura. No primeiro dia, 15, houve uma pré-abertura na UESC, com contação de história e lançamento coletivo de livros publicados pela Editus – Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). No dia 16, a abertura oficial contou com a participação da atriz e escritora Elisa Lucinda, que lotou o Teatro Municipal. Nos dias 17 e 18, a programação realizou oito bate papos literários e culminou com o sarau “Violão e a palavra, com a participação da cantora Márcia Short, mediada pelo escritor Saulo Dourado.

Festa Literária registrou público de 10 mil pessoas durante os dias de evento – Rodrigo Macedo (2)

A programação diversificada contou com palestras, bate papo, saraus, lançamentos e exposição de livros, atividades recreativas e também com a participação dos vencedores do concurso de poesia, realizado no inicio do ano, pela Secretaria de Cutura (Secult). A programação infantil contou com jogos educativos, leituras ao ar livre, com o educador Raí Santana e a equipe da Biblioteca de Extensão (Bibex) da Fundação Pedro Calmon (FPC), além de oficina de teatro, oficinas literárias, Cia de teatro Cabriola, Circo da Lua, contação de histórias com professor Leônidas Azevedo (Uesc).

:: LEIA MAIS »

Márcia Short encerra Festa Literária de Ilhéus

fffffCom o intuito de proporcionar um diálogo entre a palavra e a música, o projeto O Violão e a Palavra oferece uma oportunidade de artistas consagrados na Bahia compartilharem das influências literárias que os inspiram a compor e a cantar.

A cantora Márcia Short e o escritor Saulo Dourado serão os convidados da próxima edição do projeto, que será realizado na Festa Literária de Ilhéus, na sexta-feira (18), às 19h, no Teatro Municipal.

A ação reúne pessoas que gostam de um papo divertido e animado e que se interessem pela relação da palavra com a música. Quem for, encontrará uma programação de arte e cultura para os amantes de literatura, leitura e música, além de ser ao mesmo tempo debate e aula-show.

O Violão e a Palavra é um projeto desenvolvido pela Fundação Pedro Calmon/SecultBA, que de acordo com o diretor geral da Fundação, Zulu Araújo, “a música é uma ferramenta importantíssima para a cultura brasileira e o violão simboliza isso. Juntar a música com a palavra dá uma beleza riquíssima que é a musicalidade brasileira”, afirma o diretor geral. Ainda segundo ele, “o projeto visa fazer com que nossa juventude e a sociedade entendam a importância de ler bem, para escrever bem e consequentemente pensar bem”, acrescenta.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia