hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘ferrovia oeste leste’

Bamin assume a FIOL e constrói novo corredor de logística para o Brasil

Fiol (1)

Após a assinatura do contrato de concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste – FIOL com o Governo Federal, a BAMIN vai retomar a construção, até então administrada pela Valec. A ferrovia é fundamental para a consolidação de um novo corredor logístico de exportação para a Bahia e o Brasil e promoverá um novo ciclo de crescimento regional da mineração e do agronegócio.

fiolA FIOL foi arrematada em leilão do Ministério da Infraestrutura, em abril, na B3, em São Paulo. Para concluir a construção da ferrovia, o investimento do BAMIN será de R$ 3,3 bilhões, sendo R$ 1,6 bilhão em obras civis e R$ 1,7 bilhão em material rodante, como vagões e locomotivas. A subconcessão tem a duração de 35 anos, sendo cinco para construção e 30 anos para exploração.

Quando concluída, a FIOL terá capacidade para movimentar 60 milhões de toneladas por ano, com o BAMIN utilizando apenas um terço desse potencial. Dois terços dessa capacidade estarão disponíveis para outras mineradoras, agronegócio, e todos os demais setores que precisarem escoar seus produtos e receber insumos, máquinas e implementos agrícolas.

Para a BAMIN, a importância da FIOL é dupla, pois faz parte de um projeto de logística integrada que liga a Mina Pedra de Ferro, em Caetité, ao Porto Sul, que está sendo construído em Ilhéus. A mineradora começou a produzir minério de ferro neste ano e deve movimentar 1 milhão de toneladas. Quando o Porto Sul e a FIOL forem concluídos, até 2026, a BAMIN será capaz de produzir 18 milhões de toneladas por ano.

Read the rest of this entry »

Prefeitos decidem criar consórcio para acompanhar e fiscalizar o andamento das obras da Fiol e BR-030

divulgação1 (2)Um encontro de prefeitos, realizado em Jequié, no Sudoeste baiano,  com a presença do vice-governador João Leão, debateu o andamento das obras da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e da BR-030. Juntos, os dois empreendimentos vão viabilizar o escoamento da produção de grãos e minérios de ferro na Bahia, possibilitando um acréscimo de até 25% à receita do estado. Durante o evento, promovido pela União dos Municípios da Bahia (UPB) e pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), os prefeitos decidiram criar dois consórcios para acompanhar e fiscalizar o andamento das obras nos municípios do traçado da ferrovia e da rodovia. Outro encaminhamento foi a elaboração de uma carta a ser entregue ao Ministério da Infraestrutura, demonstrando a importância econômica do projeto.

O presidente da UPB, Zé Cocá, prefeito anfitrião do evento que reuniu gestores de 33 cidades, destacou a necessidade de um planejamento conjunto das ações dos municípios na defesa da Fiol e BR-030. Ele ressaltou que a criação do consórcio favorece a organização dos prefeitos e a articulação para o andamento da obra, que permitirá a interiorização do desenvolvimento no estado. “Precisamos de um marco, um consórcio para que a gente leve a Fiol à frente. Precisamos avançar mais e nos unir. Não estamos falando de uma simples passagem de trem, mas de uma obra que pode mudar a Bahia”, afirmou ao exaltar que a presença do vice-governador no encontro fortalece a pauta dos municípios.

João Leão comandou uma apresentação de dados levantados pela Seplan para mostrar como a industrialização dos municípios da Bahia pode melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado. “A região metropolitana concentra 76% da atividade econômica, na Bahia. Se juntarmos com o Litoral Norte, temos 87% da receita do estado concentrada em um território que representa apenas 4,3% da nossa população. Está errado isso, é inconcebível. Precisamos aumentar a receita de todos os territórios. Eu vim aqui cuidar daquilo que a gente pode consubstancialmente fazer para aumentar a receita e o desenvolvimento dos municípios. Para isso, temos essas duas obras fundamentais”, pontuou.

Ao final do evento foi criada uma comissão de prefeitos, que se reúne na próxima terça-feira (27), em Salvador, para configurar a formação dos consórcios. O encontro contou ainda com a presença dos deputados federais Cacá Leão, Leur Lomanto Júnior, Jorge Solla e os deputados estaduais Antônio Henrique Júnior, Eduardo Salles, Fabíola Mansur, Euclides Fernandes, Zé Raimundo, Josafá Marinho e o secretario estadual de Trabalho, Emprego e Renda, Davidson Magalhães.

Debate virtual com vice-governador João Leão e presidente da Bamin analisa implementação do Porto Sul

 

crea card

Será realizado na próxima quarta-feira (18), um debate virtual sobre a implantação do Porto Sul e da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). O evento, promovido pelo CREA-BA, tratará dos impactos econômicos e sociais do maior projeto estruturante do sul da Bahia e um dos maiores do estado e do país.

Além do vice-governador João Leão e do presidente da Bamin, Eduardo Ledsham, o encontro terá participação de representantes do governo federal, deputados, lideranças municipalistas e técnicos (veja card). Será possível acompanhar as discussões pelo YouTube, através do canal youtube.com/creaba1.

 

“É para prejudicar a Fiol”, protesta Kaíque Souza sobre renovação de contrato da Ferrovia Centro-Atlântica

caiqueO vereador Kaíque Souza (Podemos) apresentou ao plenário do legislativo ilheense uma Moção de Protesto conta a prorrogação do contrato de concessão da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), empreendimento integrante do grupo econômico da Vale. O parlamentar lembrou que, recentemente, parte da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL), entre Ilhéus e Caetité, foi arrematada pela Bahia Mineração (Bamin) em processo licitatório do Governo Federal, gerando uma forte expectativa em Ilhéus e região sul da Bahia.

A renovação antecipada de concessão da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) transformou-se em ponto de discórdia entre o governo do estado e a VLI Multimodal S.A., empresa que administra o modal desde 1996. A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) exige que a renovação da outorga, por mais 30 anos, fique condicionada à comprovação do cumprimento das cláusulas contratuais.

Read the rest of this entry »

Leão comemora resultado do leilão de trecho da Fiol entre Ilhéus e Caetité

Foto_Ascom_SDE (2)O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), comemorou na tarde desta quinta-feira (08), o resultado do leilão da sub concessão do trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que se estende por 537 quilômetros entre as cidades de Ilhéus e Caetité, na Bahia. Com outorga de R$ 32,7 milhões, a Bahia Mineração (Bamin) arrematou em lance único o primeiro trecho da Fiol. O leilão vai garantir R$ 3,3 bilhões de investimentos à malha férrea do estado, sendo R$ 1,6 bilhão para a conclusão de obras, que estão com 80% das intervenções executadas.

De acordo com o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, com a Fiol carregando minérios e grãos, Caetité vai se transformar em uma grande cidade em função da mineração, mas também todos os municípios do traçado vão ser beneficiados. “Hoje é dia de festa na Bahia! De vagão, o estado tem se tornado locomotiva do desenvolvimento econômico do país e o resultado do leilão da Fiol vem reforçar que estamos no caminho certo, do progresso e da interconectividade das atividades econômicas do estado”.

Read the rest of this entry »

Em dia de arremate da Fiol, Governo destaca trabalho da Bahia na prospecção de negócios e viabilidade do projeto

 

fiol 3

Nesta quinta-feira (8), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) leiloou a subconcessão do trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) que se estende por 537 quilômetros entre as cidades de Ilhéus e Caetité, na Bahia. O Governo da Bahia atuou ativamente para retomar a obra, de responsabilidade da União, por entender a importância do equipamento para o desenvolvimento econômico do estado.

fiol 1Em decorrência desse movimento, foi possível haver o leilão do trecho da Ferrovia EF-334/BA, que aconteceu na tarde desta quinta-feira, na B3, em São Paulo, por meio online. O arremate foi feito pela Bahia Mineração (Bamin), no valor de R$32,730 milhões.

O trecho 1 já tem mais de 80% concluído, com previsão de conclusão em 24 meses. Com o trecho 2, que chegará até Barreiras, a ferrovia funcionará como um corredor de escoamento de minérios do sudoeste baiano e da produção agrícola que vem do oeste, levando toda esta carga para o Porto Sul, uma das principais obras estruturantes realizadas pelo Governo da Bahia. Com a construção da Ponte Salvador-Itaparica, outra grande obra estruturante do estado, o acesso entre a capital e o porto terá ainda redução de 100km no trajeto.

“Mais um dia de vitória. A Fiol será uma locomotiva de desenvolvimento da Bahia e agora vai rodar, carregando minério, soja, melhorando as condições de Ilhéus à Caetité – que vai se transformar em uma grande cidade em função da mineração -, além de Barreiras, um dos principais polos do agronegócio no estado. Essa ferrovia trará ainda mais progresso”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Read the rest of this entry »

Bamin inicia produção de minério de ferro e prevê R$ 4 bi para ampliar capacidade

O complexo portuário do Porto Sul receberá aporte de mais R$ 4,6 bilhões da Bamin e será operado pela companhia (David Gray/Forbes)

O complexo portuário do Porto Sul receberá aporte de mais R$ 4,6 bilhões da Bamin e será operado pela companhia (David Gray/Forbes)

(da Forbes)-A brasileira Bamin prevê investir R$ 4 bilhões em cinco anos para ampliar a capacidade de produção de sua mina Pedra de Ferro, que iniciou operação comercial em janeiro e promete transformar a Bahia no terceiro maior Estado produtor de minério de ferro do Brasil, disse o CEO à Reuters.

porto sul Atualmente, a mina tem capacidade para produzir 2 milhões de toneladas por ano e deve extrair metade disso em 2021. Com o aporte planejado, que será empenhado principalmente na estrutura de mina, planta de beneficiamento e barragem, o plano é atingir 18 milhões de toneladas de capacidade em cinco anos, tempo também necessário para a construção da infraestrutura para escoamento do volume maior.

O projeto completo da Bamin – empresa controlada pelo Eurasian Resources Group, do Cazaquistão – contará com a conclusão do Porto Sul, em Ilhéus (BA), e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), cujo trecho que transportará o produto da Bamin será leiloado em 8 de abril.

O complexo portuário do Porto Sul receberá aporte de mais R$ 4,6 bilhões da Bamin e será operado pela companhia, em parceria com o Estado da Bahia.

“Esse projeto tem um potencial de geração de empregos muito importante e deverá tornar a Bahia no terceiro maior Estado produtor de minério de ferro”, disse Eduardo Ledsham, CEO da Bamin, em uma entrevista por videoconferência.

Read the rest of this entry »

Edital marca leilão da Ferrovia Oeste-Leste na Bahia para abril de 2021

fiolA diretoria colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) usou sua última reunião deste ano, na terça-feira passada, para analisar um pacote de decisões envolvendo o setor ferroviário. Entre os itens da pauta, constou a aprovação do edital de concessão para exploração e desenvolvimento da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), entre Ilhéus e Caetité, na Bahia.

Esse trecho desperta interesse em função da reserva de ferro em Caetité, de onde o minério será transportado até o Porto de Ilhéus. O segundo trecho da ferrovia, cujas obras vêm sendo executadas por um batalhão de engenharia e construção do Exército, se estenderá até Barreiras, no oeste baiano, com 485 quilômetros. A ferrovia possibilitará o escoamento da produção agrícola da região até o Porto Sul, na Bahia. Hoje essa carga é transportada por caminhões pela BR-242 até o Porto de Aratu.

A expectativa é que o leilão da ferrovia ocorra em abril próximo. Novos investimentos a serem realizados no trecho, por parte do vencedor do certame, alcançarão R$ 5 bilhões ao longo da concessão. A maior parte dos recursos será aplicada nos primeiros cinco anos do contrato em obras remanescentes e complementares.

Read the rest of this entry »

Porto Sul, Ferrovia Oeste Leste e perspectivas para o desenvolvimento regional

Orçamento do Governo da Bahia para 2020 será de R$ 49,2 bilhões

gpverno investimentos

O Orçamento do Governo da Bahia para este ano de 2020 é de R$ 49,2 bilhões, um aumento de 4,6% em relação a 2019. De acordo com Lei Orçamentária Anual (LOA), aprovada na Assembleia Legislativa (Alba), no dia 17 de dezembro, 60% dos recursos foram destinados para a área social, aproximadamente 30 bilhões de reais, com prioridade para Educação, Saúde e Segurança Pública.

Porto Sul (foto ilustração)

Porto Sul (foto ilustração)

“A LOA prevê investimentos na ordem de aproximadamente quatro bilhões de reais para este ano, considerando as inversões financeiras previstas. Dos R$ 49,2 bilhões para o Orçamento baiano em 2020, R$ 39,8 bilhões têm como fonte os recursos do tesouro. Em 2019, os recursos do tesouro atingiram R$ 37,9 bilhões”, detalhou o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

O secretário destaca, ainda, que os investimentos são fundamentais na retomada do crescimento do estado, dentre os quais aqueles nas áreas de infraestrutura logística, englobando assim a restauração e pavimentação de rodovias, o Sistema Viário Oeste, cuja obra principal é a construção da Ponte Salvador- Ilha de Itaparica, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) e o Porto Sul, bem como investimentos nas áreas de comunicação, construção civil e energias renováveis.

Read the rest of this entry »

Projetos do Porto Sul e da Fiol avançam na Bahia

porto sul ilustraçãoUm futuro de mais oportunidades vem se concretizando para mineração da Bahia. Os projetos interligados do Porto Sul, em Ilhéus, e a finalização da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), no trecho de Ilhéus até Caetité, seguem avançando. Com projeção para plena operação a partir de 2024, o corredor logístico irá escoar e distribuir minérios e grãos produzidos no estado, podendo gerar aumento de 1,93% no PIB da Bahia.

A realização dos projetos “irá trazer um incremento para a economia local, além de atrair novos investimentos e empresas do setor de infraestrutura e logística para a região, trará mais oportunidades de emprego e renda”, afirma o coordenador de infraestrutura da Casa Civil, José Carlos Valle. “Os projetos também irão contribuir para outras cadeias produtivas, intensificando o desenvolvimento do comércio e do turismo, por exemplo”, completou Valle.

A construção do Porto está em fase preparatória, com a realização de capacitações de mão de obra local, além da implantação dos programas ambientais. Desde junho desse ano, o Governo do Estado iniciou o processo de desapropriações para a implantação do equipamento.

Read the rest of this entry »

Rui e a luta para destravar o Porto Sul e a Fiol

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31