WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Fausto Franco’

Ações para expansão do turismo são discutidas em Itacaré

As ações estratégias para o desenvolvimento das atividades turísticas na Bahia foram apresentadas durante o 2º Fórum de Turismo de Itacaré, pelo secretário estadual Fausto Franco. A presença da Setur em eventos promocionais e a política de ampliação da malha aérea são medidas em andamento, para atração de mais turistas ao estado, explicou ele às lideranças do setor.

PHOTO-2019-06-19-19-52-56
“Estamos participando, este ano, de dez feiras internacionais. Já no dia 25 de junho, estaremos na Embaixada do Brasil em Nova York, realizando uma ação promocional com operadores e agentes de viagens para atrair norte-americanos às zonas turísticas da Bahia”, disse Fausto Franco.
O secretário citou também o dinamismo do setor que atrai novos empreendimentos, como o Vila Galé, cuja implantação vai contribuir para o fortalecimento da atividade turística na região. O investimento previsto é de R$ 150 milhões. Ações para consolidar a tematização da Estrada do Chocolate, em Ilhéus, assim como a atração de eventos somam-se ao esforço governamental de expansão do turismo. A grande festa de Réveillon programada para acontecer em Itacaré é um bom exemplo de aposta no crescimento, destacou Fausto Franco.

PHOTO-2019-06-19-19-52-27
Fórum – Com o tema Turismo de Experiência & Competitividade, o 2º Fórum de Turismo de Itacaré proporcionou a transmissão de novos conhecimentos aos agentes de turismo local, além de contribuir para o aumento da competitividade do turismo no município.
Estiveram presentes o secretário nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos; o prefeito de Itacaré, Antônio Mário Damasceno, e o secretário de Turismo de Itacaré, Júlio Oliveira.

Produção de chocolates de origem impulsiona turismo no Sul da Bahia

CHOCOLATE E TURISMO - DANIEL THAME (5)

Uma região celebrizada em todo o mundo pelas obras magistrais do escritor Jorge Amado com seus coronéis, jagunços, trabalhadores, etc. e cenários de fantasia como o Vesúvio de Nacib e Gabriela, o Bataclan de Maria Machadão e suas moçoilas dadivosas e o universo único das fazendas de cacau. A esse universo, que faz do Sul da Bahia um local que encanta pessoas do Brasil e do Exterior, soma-se um emergente polo de produção de chocolates de origem, com mais de 40 marcas apresentadas e comercializadas no Chocolat Festival, realizado no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

CHOCOLATE E TURISMO - DANIEL THAME (6)

Um pouco desse cenário mágico está sendo mostrado no estande do Governo da Bahia no evento, que inclui modelos de barcaça e fermentação de cacau, mudas de cacaueiros produzidos pela Biofábrica e uma exposição fotográfica com a história do chamado fruto de ouro, desde os maias até sua chegada ao Sul da Bahia.

CHOCOLATE E TURISMO - DANIEL THAME (7)

O secretário estadual de Turismo, Fausto Franco afirma que “a criação do polo chocolateiro vai potencializar o setor, agregando um produto de excelência, com a rica história do cacau, às belezas naturais, com praias exuberantes, Mata Atlântica preservada e um grande patrimônio cultural e arquitetônico, que já fazem de Ilhéus e Itacaré destinos turísticos que atraem pessoas do Brasil e do Exterior”.

 

estrada do chocolate 1

Além de incentivar a produção de cacau de qualidade e chocolates de origem, o Governo da Bahia implantou a Estrada do Chocolate, a primeira rota temática do Estado. São 44 quilômetros entre a primeira fábrica do chocolate caseiro, localizada no Distrito Industrial de Ilhéus, e o entroncamento com a BR 101, no município de Uruçuca, num trajeto que inclui fazendas de cacau e as belezas naturais como rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental. A rota também passa pelas fábricas do parque moageiro de cacau, no Distrito Industrial de Ilhéus, fazendas/fábrica de chocolate gourmet, a Estação Rio do Braço, sede do antigo distrito de Ilhéus e a Biofábrica do Cacau.

JORGE CHOCOLATE E TURISMO - DANIEL THAME (3)

Para Marco Lessa, coordenador do Chocolat Festival, que produz chocolates premium em Ilhéus, destaca que “o Sul da Bahia tem de grande diferencial em relação a outras regiões do mundo, porque depois que as pessoas conhecem o chocolate feito com cacau baiano, ele vivencia um pouco da nossa rica história, o compromisso com a conservação ambiental”. “O chocolate associado ao turismo, oferece experiências únicas, num pacote completo que vai da gastronomia ao convívio com a natureza. A agroindústria e o turismo são alternativas efetivamente viáveis para o desenvolvimento regional”, afirma Lessa.

 

Festival em São Paulo abre novos mercados para o chocolate do Sul da Bahia

chocolat bahia (1)

O Chocolat Festival, realizado desde 2009 em Ilhéus, chega ao principal mercado consumidor do país. Aberto na tarde desta sexta-feira, o Chocolat São Paulo 2019 acontece até domingo, na Bienal do Ibirapuera. O evento, que tem o apoio do Governo da Bahia, reúne 77 expositores, com apresentação e comercialização de 40 marcas de chocolates de origem da região cacaueira do Sul do Estado. Um dos destaques é a Bahia Cacau, projeto da agricultura familiar, que produz chocolates finos, nibs e outros derivados do cacau.

chocolat bahia (2)
Na abertura do Chocolat Festival, o secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, disse que “o cacau e o chocolate são duas marcas importantes do Sul do Estado, com qualidade reconhecida e potencial de expansão. Além disso, tem um forte apelo para o fortalecimento do turismo regional. O Governo do Estado desenvolve projetos que incluem toda a cadeia produtiva, da amêndoa à industrialização, com impactos positivos no setor turístico”.

chocolat bahia (3)

O coordenador do evento, Marco Lessa, que destacou o apoio do Governo da Bahia ao festival, afirmou que “essa é uma virada de página na história da cacauicultura sulbaiana. Ao oferecer uma variedade de chocolates de origem, com produtos de qualidade, estamos dando visibilidade e abrindo novas oportunidades de negócios num grande mercado consumidor”. “Não basta apenas produzir chocolate, é preciso apostar na divulgação e comercialização, que garantem sustentabilidade ao setor”, disse.

chocolat bahia (11)
“Estamos num dos maiores mercados do mundo, mostrando que quem produz a melhor amêndoa de cacau pode produzir o melhor chocolate. Logo no primeiro dia os negócios já estão surgindo e estamos muito otimistas com os resultados do festival”, afirmou o produtor Henrique Almeida.

chocolat bahia (5)

A abertura do festival foi marcada por um momento simbólico: o plantio de um cacaueiro do Sul da Bahia, produzido pela Biofábrica de Cacau, no parque mais famoso de São Paulo.

chocolat bahia (4)
Nesta sexta-feira, um dos principais eventos do Chocolat Festival São Paulo é o Fórum do Cacau, com painéis sobre a cacauicultura no Brasil e no mundo. Entre os temas abordados estão “Cacau e Chocolate no Brasil: Desafios e Oportunidades”, “Tree to Bar. A produção que Faz a Diferença, Os novos horizontes do Cacau.”, “Novas Regiões Produtoras do Fruto do Chocolate”, “Estratégias para Valorização da Qualidade do Cacau Brasileiro” e “Políticas públicas para o Cacau”.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia