hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘fake news’

Império da Mentira: os desafios no combate às Fake News

No ´Fique por Dentro`, Karen Póvoas entrevista Ernesto Marques, da Associação Baiana de Imprensa, e fala sobre Fake News, a mentira que se alastra nas mídias digitais, destrói reputações e provoca inúmeros casos de suicídio, especialmente entre os jovens

Fake News é tema de seminário em Itabuna

 

marca seminario fake news

Sensibilizar a sociedade para a crescente onda de “fakes news” no Brasil, em especial neste ano de eleições municipais, e mobilizar os profissionais da área do sul da Bahia na luta pela preservação da profissão de Jornalista são dois dos objetivos do Seminário “Jornalismo do sul da Bahia–Realidade e desafios no combate a Fake News” que ocorrerá na manhã desta quinta-feira, dia 30, no auditório da Coopec/Sicoob-Cooperativa de Crédito Mútuo do Funcionários da Ceplac, em Itabuna.

Angelo Coronel

Angelo Coronel

Durante o evento, representantes da sociedade participarão de dois painéis com a presença do senador Angelo Coronel, presidente da “Comissão Parlamentar Mista de Inquérito das Fake News” do Congresso Nacional; da deputada Lídice da Mata, relatora da Comissão, do advogado Fábio Santos, especialista em Direito Digital, e dos jornalistas Moacy Neves, presidente do Sinjorba-Sindicato dos Jornalistas da Bahia, e Ernesto Marques, diretor da ABI-Associação Bahiana de Imprensa.

 

 

 

 

“O Sinjorba e a ABI-Bahia, juntamente com a Fenaj-Federação Nacional dos jornalistas, lançaram uma campanha em defesa da categoria. A proposta do seminário é reunir os diversos segmentos representativos e fortalecer a luta contra a onda crescente de “fakes news” que, além de prejudicar a imagem dos profissionais de imprensa, vem causando um grande mal à sociedade”, afirmou jornalista Daniel Thame, diretor do Sinjorba  no Sul da Bahia.

 

 

 

O encontro – promovido pela AM3-Assessoria e Consultoria em Comunicação, Sinjorba-Sindicato dos Jornalistas da Bahia, ABI-Associação Bahiana de Imprensa e o Sinapro-Sindicato das Agências de Propaganda da Bahia – está previsto para às oito da manhã e deverá reunir 230 participantes, dentre eles, jornalistas, radialistas, publicitários, empresários, parlamentares, professores, estudantes e dirigentes de veículos de Comunicação e líderes comunitários.
Read the rest of this entry »

“Fake News”: a mentira como protagonista

Débora Spagnol

Debora SpagnolNotícias falsas, chamadas “fake news”, se espalham pelas redes sociais de forma mais rápida, fácil e ampla do que as notícias reais. A conclusão é de uma pesquisa publicada na revista Science e organizada pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos EUA, em que foram analisadas 126 mil notícias que circularam no Twitter no período de 2006 a 2017. Analisadas por seis organizações independentes que checaram uma a uma a veracidade dos fatos constatou-se que as notícias falsas têm 70% mais chances de serem repassadas do que as verdadeiras. (1) E as falsas notícias políticas se espalham três vezes mais do que os outros assuntos.

Mas qual o fascínio que as “fake news” exercem sobre as pessoas ? Estudiosos dizem que as notícias falsas são desenhadas para atingir o coração dos sentimentos fortes: medo, rejeição, surpresa ou amor. Assim, os criadores sabem que notícias falsas que tocam diretamente no sentimento da sociedade serão mais compartilhadas do que as verdadeiras, mas desprovidas do apelo sentimental. Para ilustrar, basta ressaltar a enxurrada de “fake news” espalhadas pelas redes sociais no nosso país, atualmente polarizado politicamente em razão do julgamento do ex-Presidente Lula. Nem mesmo as grandes redes de comunicação são imunes à propagação de falsas notícias. (2)

fake 2Embora criadas com o objetivo específico de espalhar dúvidas, “enganar, a fim de obter ganhos financeiros ou políticos” (3) as notícias falsas não são novidade. Segundo consta, as informações falsas se originaram ainda na antiguidade, sendo que o mais famoso propagador delas foi o faraó egípcio Ramsés II, que governou o Egito durante 66 anos (de 1279 a 1213 a.C). Embora tenha construído monumentos a ressaltar sua perícia nas armas, visando assim ressaltar seus dotes como guerreiro e estrategista, modernas descobertas arqueológicas comprovaram que ele era um soldado limitado e os monumentos haviam sido erguidos a outros guerreiros, tendo o faraó se apropriado dos mesmos, como se fosse ele o representado. Um autêntico propagador, portanto, de “fake news”. (4)

Read the rest of this entry »

Pesquisadores usam modelo de epidemia zumbi para estudar propagação de rumores e fake news

fake newsQue a disseminação de notícias falsas e rumores alcançou um nível inédito em muitos processos políticos ao redor do mundo, isso é indiscutível. As análises para entender de quais formas essa propagação ocorre rendem pesquisas em diferentes campos da ciência. O artigo Rumor propagation meets skepticism: A parallel with zombies, publicado na revista EuroPhysics Letters (EPL) pelos professores Jeferson Arenzon (UFRGS) e Marco Antônio Amaral (UFSB, Campus Paulo Freire) mostra um estudo no qual os autores empregam um modelo de simulação para entender fluxos de rumores e informações mentirosas. O modelo epidemiológico escolhido tem crescente aplicação em pesquisas da Física Estatística e daSociofísica e remete a um pesadelo vindo direto da cultura pop: o zumbi. O problema da propagação das notícias falsas pode ser comparado, de modo figurado, a uma doença que consome cérebros a la “Madrugada dos Mortos” (1978), o clássico filme de horror de George Romero.

Um dos variados usos de modelagens da Sociofísica está na epidemiologia, na qual uma simulação ajuda a compreender as fases de contágio de uma doença em uma população de acordo com muitos parâmetros, como a agressividade do causador da enfermidade, fatores do cenário do contágio e as medidas para o controle, por exemplo. Quanto mais consistente e articulado esse modelo, mais útil ele será para o planejamento de ações eficazes, com redução de custos e de danos – o que pode gerar valiosos conhecimentos para a gestão em muitas áreas. É comum a criação de toy models, que são as simulações que não abordam assuntos reais e que servem para testar a consistência matemática e os limites de hipóteses e de equações derivadas ordinárias, por sua vez usados para simular diversas dinâmicas populacionais. Esses toy models ajudam a atualizar modelagens mais antigas ao inserir novos parâmetros e, com isso, fazer avançar a área. Um dos mais famosos toy models é o contágio que leva ao apocalipse zumbi em filmes, jogos eletrônicos, quadrinhos e livros: apesar de ser um fenômeno ficcional, vem servindo como base para muitos estudos recentes.

Read the rest of this entry »

Mensagem sobre fechamento de quatro indústrias na Bahia é falsa

fake newsA Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia (SDE) esclarece que o áudio que circula na internet, nos grupos de Whatsapp, sobre suposto “fechamento das fábricas da Ford, Boticário, Nestlé e Avon na Bahia” não passa de notícia falsa.

Primeiro ponto, o teor alarmista do conteúdo do áudio é típico das chamadas fake news. Analisando apenas um dos itens já é possível apurar a falta de veracidade: somando o número de empregos gerados, as quatro empresas geram 11,9 mil empregos e não “42 mil” como diz a mensagem.

Além disso, não é real que o Governo do Estado “aumentou os impostos” e, com isso, teria motivado o “fechamento das fábricas”. Na verdade, o governo possui uma política de incentivo fiscal que pode chegar até a 100% de isenção, a depender do ramo de produção.

Read the rest of this entry »

Rui condena fake news: a verdade sempre prevalece

Rui Costa condena onda de fake news com agressões contra ele e seus familiares nas redes sociais

Inquérito vai apurar fake news envolvendo o governador Rui Costa

PHOTO-2019-07-11-13-31-17

O governador Rui Costa determinou abertura de inquérito para apurar a disseminação de fake news do qual foi vítima nesta quinta-feira (11). Rui chamou a atenção para os riscos que todos os cidadãos estão expostos quando criminosos usam as redes sociais para espalhar notícias mentirosas. Na informação inverídica disseminada hoje, foi inventada uma conversa entre o governador e o deputado Nelson Pelegrino em um grupo de Whatsapp. O criminoso ainda simulou que a informação sobre o tema foi postada em um site de notícias.

“Todos sabem o meu posicionamento e o dos governadores do Nordeste sobre a reforma da previdência. Essa fake news vai ser tratada como crime grave”, conta Rui Costa.

Câmara de Itabuna debate fake news

fake

A Câmara de Vereadores de Itabuna promoveu nesta terça-feira (18) uma palestra sobre fake news, como parte do projeto Queremos Saber. A delegada e professora Katiana Amorim foi a palestrante do evento, que contou com a presença de Tayná Borges, assessora de marketing da prefeitura, Alessandro Dantas, especialista em marketing digital, Jose Nazal, vice-prefeito de Ilhéus, os vereadores Enderson Guinho (PDT), Pastor Francisco (PRB) e Júnior Brandão (PT), que presidiu a sessão.

O tema fake news tomou uma proporção maior nos últimos tempos, apesar de já existir notícias falsas desde sempre. As eleições presidenciais norte americanas e a última eleição no Brasil, foram os momentos de crescimento do termo fake news. A professora e delegada, Katiana Amorim, citou vários casos aqui em nossa região voltado ao tema.

 

O mais relevante e recente, foi o suposto ataque na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), onde mensagens vazadas por uma rede social informava um suposto ataque contra os estudantes e professores da instituição. “Assim que soubemos do fato, o pessoal de Ilhéus tomou as providências, investigou e em menos de 72 horas já estavam na casa do indivíduo que emitiu as mensagens de ameaça, isso mostra a eficiência da polícia civil para assuntos delicados, como esse”, disse Katiana.

Tayná Borges relatou sobre falsas notícias que são espalhadas pelas redes sociais, voltada à ações da prefeitura. Uma grave notícia espalhada nas redes sociais, foi um suposto roubo de crachás e materiais dos agentes de endemias, levando um certo pânico para a população.

“Queremos Saber!” debate fake news

A Câmara de Itabuna realiza nesta terça-feira (18), às 9 horas, a quinta edição do Projeto “Queremos Saber!”, que discutirá o tema “Redes Sociais, o Jornalismo Digital, o Fake News e os limites da informação na Internet”. Para proferir a palestra, a Câmara  convidou a delegada da Polícia Civil de Itabuna e professora de Direito, Katiana Amorim. Paticipam do debate a jornalista e assessoria de Marketing da Prefeitura de Itabuna, Tayná Borges, e o webmaster e especialista em Marketing Digital, Alessandro Dantas. Também foram convidados também a juíza Carla Rodrigues Araújo, da 28º Zona Eleitoral de Itabuna, para participar do evento, como convidada especial, representando o Tribunal Regional Eleitoral-TRE.

camara

O projeto  é uma iniciativa do Legislativo itabunense, que tem o objetivo de promover, na última terça-feira de cada mês, palestras seguidas de debates e apresentação de sugestões, sobre temas de interesse geral, propostos por vereadores ou sugeridos pelos cidadãos, por meio da Ouvidoria da Casa. O evento é gratuito, aberto ao público, que poderá participar dos debates e apresentar sugestões.

“Fake News” é o tema da quinta edição do “Queremos Saber!”

ricardo xavierO presidente da Câmara de Itabuna, vereador Ricardo Xavier, disse hoje  que “as Redes Sociais, o Jornalismo Digital, as Fake News e os limites da informação na Internet serão os temas que deverão ser discutidos durante a quinta edição do “Queremos Saber!”. O projeto, uma iniciativa do Legislativo itabunense, está previsto para ocorrer às nove horas da manhã do próximo dia 18, no plenário Raymundo Lima.

“Para proferir a palestra sobre o tema, formulamos o convite à delegada da Polícia Civil de Itabuna e professora de Direito, Katiana Amorim. Para debater com ela, convidamos a jornalista e assessora de Marketing da Prefeitura de Itabuna, Tayná Borges, e o webmaster e especialista em Marketing Digital, Alessandro Dantas”, informou. O evento é gratuito, aberto ao público, que poderá participar dos debates e apresentar sugestões.

A Câmara de Itabuna está também formulando o convite à juíza Carla Rodrigues Araújo, da 28º Zona Eleitoral de Itabuna, para participar do evento, como convidada especial, representando o Tribunal Regional Eleitoral-TRE. “O convite está sendo extensivo a todos os jornalistas, radialistas, advogados, blogueiros, publicitários, assessores de Imprensa, empresários, universitários, aos representantes do Ministério Público e especialistas no assunto para contribuírem para o debate”, acrescentou.

Read the rest of this entry »

Punição para a maldade: Jânio caiu; o biquíni, não

A0 PÉ DA GOIABEIRA lopes

bddepd@gmail.com

 

imagem1Jânio caiuApós postar o tal Golden Shower, que aumentou o ridículo do Brasil no mundo inteiro, o Capitão reformado ganhou a primeira página dos grandes jornais que apoiaram sua campanha, em nome de uma reforma da Previdência que institucionaliza a miséria dos brasileiros mais pobres. O temor da grande mídia, a mesma que 3ndossou os golpes contra Jango (1964) e Dilma (2016) e elegeu Collor em 1989, é de que o cruel projeto da Previdência não seja aprovado, pois o twiter não deixa o presidente governar. Vamos às manchetes:

O Globo – “Não falta trabalho para Jair Bolsonaro”

A Folha – “Governe, presidente”

O Estadão – Quebrando louças

As duas maiores revistas semanais deram capa ao tuiteiro: a Veja destaca a alegada falta de decoro (outra vez o vídeo obsceno do Golden Shower), o que também é feito pela ISTOÉ, que destaca a mais recente série de sandices produzidas pelo Capitão reformado.

Além das chamadas de primeira página, o Estadão e O Globo pegaram pesado: o primeiro tratou o presidente como “incompetente, indecoroso, ignorante e autoritário”; já O Globo preferiu apresentar a fatura do apoio à reforma da Previdência: “Em vez de disparar tuítes para animar militantes, Bolsonaro precisa descer de vez do palanque, arregaçar as mangas e trabalhar com afinco para executar o que prometeu na campanha”, publicou o veículo da família Marinho.

Não sei quanto à leitora assaz otimista, mas, quanto a mim, digo que nunca vi com meus olhos um presidente receber esse tratamento nem no boteco da esquina. Será que, depois disso, aquelas pessoas que batiam suas panelas de teflon contra Dilma, em Curitiba/PR e nos Jardins/SP, encontram motivos de para voltar às ruas?

Tem mais: no domingo, dia 10, a GloboNews, pela voz de Diogo Mainardes, mandou um recado inquietante: “Se não aprovar a Previdência, ele cai e o vice, general Hamilton Mourão, assume a Presidência da República”, anunciou o namoradinho da classe média conservadora.

E não acabou: um dos mais importantes jornais do mundo, The New York Times (comunista, é claro!) insinuou em editorial que o chefe do Planalto poderá ter vida curta no cargo e o comparou ao ex-presidente Jânio Quadros: “Bolsonaro deveria prestar atenção às lições da história – os políticos brasileiros que atacam o Carnaval raramente triunfam”. TNYT lembra que, em 1961, o presidente Jânio Quadros “tentou regular o comportamento” no Carnaval, com o slogan “‘Jânio é a certeza de um Brasil moralizado'”, e deu tudo errado: “Quadros se demitiu depois de oito meses”, anota o veículo nova-iorquino. Jânio tentou, dentre outras pantomimas bolsonaristas (avant la lettre) proibir que as mulheres usassem biquíni.

Este Barão, testemunha ocular da história, acrescenta, com o olho rútilo de indisfarçável prazer, que Jânio caiu, mas o biquíni continua aí, apesar de, graças a Deus, cada vez menor.

Made in USP

imagem2 Apocalipse

O trocadilho, evidente, poderia ser meu, mas não é.  A honestidade manda dizer que ele é da lavra do professor Mário Sérgio Cortella, de percepção mais aguda do que a minha. Diz o filósofo da USP que o comportamento do clã Bolsonaro (grosseria, desumanidade, falta de solidariedade, crueldade, corrupção etc.) – que faz a turma se parecer com Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse (Fome, Peste, Guerra e Morte) – se espalha rapidamente e multiplica repetidores, os chamados “robôs bolsonaristas”. Daí a frase do pensador: “Gente lesa gera gente lesa”. Modestamente, confesso que eu não diria mais apropriadamente.

(Bddepd)

(As diatribes do Barão e sua equipe são publicadas às terça e sextas, quer chova, quer faça sol)

———————-

PERFIL DO BARÃO

Read the rest of this entry »

Planserv cria ‘Central de Fatos’ para acabar com fake news que circulam pelo WhatsApp

planserv fake newsCom o objetivo de esclarecer os seus mais de 500 mil beneficiários sobre as constantes notícias falsas ou equivocadas que estão circulando sobre o Planserv nas mídias digitais e redes sociais, o Governo do Estado acaba de criar uma Central de Fatos online. Por meio de mensagens de WhatsApp, inclusive em formato de vídeo, o Governo pretende apresentar a verdade por trás das ‘fake news’ relacionadas à Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais.

A Central de Fatos do Planserv vai funcionar de segunda a sexta-feira das 9h às 18h, exclusivamente através de mensagens de whatsapp, que podem ser enviadas pelo número (71) 98340-9080. Para marcação de exames e consultas, os beneficiários devem continuar utilizando o site do Planserv.

Muitos beneficiários do Planserv, sobretudo idosos, ficam intranquilos quando recebem mensagens inverídicas, que afirmam que o plano vai acabar ou será privatizado, por exemplo. Com a ‘Central de Fatos’ é possível compartilhar a verdade e incentivar as pessoas a fazerem o mesmo, à medida que elas conseguirem distinguir o que é fato é o que é mera ‘fake news’ sobre o Planserv.

Para solicitação de informações gerais e esclarecimento de dúvidas, a Central de Relacionamento continua funcionamento 24 horas pelo 0800 56 6066 (ligações de telefone fixo) ou (71) 3402-3700 (chamadas de celular).

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829