hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘escolas culturais’

Estado lança o projeto Escolas Culturais em Itapetinga

A cidade de Itapetinga (497 km de Salvador) será a 15ª a receber o projeto Escolas Culturais, que será lançado, nesta sexta-feira (27), Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, às 9 horas. Implantado pelo Estado da Bahia, o projeto Escolas Culturais objetiva promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. A iniciativa potencializa as experiências artísticas e culturais já existentes nas unidades escolares e fomenta novas atividades.

O projeto também já foi lançado em Jequié, Ilhéus, Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana, Itaberaba, Teixeira de Freitas, Guanambi, Seabra, Ipiaú, Irecê e Santo Antônio de Jesus e é resultado de parceria entre as Secretarias da Educação, de Cultura (SECULT), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil.

Estado entrega Fábrica-Escola do Chocolate e lança projeto Escolas Culturais em Ilhéus

esc ios 1

A Secretaria da Educação do Estado entregou, nesta terça-feira (17), a Fábrica-Escola do Chocolate Deize Silva Santana e implantou o projeto Escolas Culturais, em Ilhéus, no Sul da Bahia. Os projetos dialogam com a cultura e a identidade da cidade, seja por meio da arte, em suas distintas linguagens, seja por meio da interlocução com as cadeias e arranjos produtivos locais, com o objetivo de promover o protagonismo estudantil e a formação profissional e empreendedora dos estudantes, abrindo as unidades escolares para a comunidade.

escc ios 2O lançamento do projeto Escolas Culturais aconteceu pela manhã, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, com apresentações de dança, teatro e outras manifestações artísticas. O projeto reconhece e requalifica a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida e potencializa as experiências artísticas e culturais já existentes nas unidades escolares, fomentando novas atividades. Este projeto Escolas Culturais já foi lançado em Jequié, Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana, Itaberaba, Teixeira de Freitas, Guanambi, Seabra, Ipiaú, Irecê e Santo Antônio de Jesus e é resultado de parceria entre as Secretarias da Educação, de Cultura (SECULT), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil.

Fábrica-Escola – No período da tarde foi entregue a Fábrica-Escola do Chocolate Deize Silva Santana, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Nelson Schaun, quando os presentes conheceram as instalações da Fábrica, que servirá como laboratório para que os estudantes que fazem os cursos técnicos de nível médio tenham aulas práticas e possam desenvolver projetos, pesquisas e intervenções sociais, aperfeiçoando a formação profissional. Também foi lançado no CEEP Nelson Schaun o Escritório Criativo Territorial, que somado à Fábrica-Escola do Chocolate, servirá de campo de estágio para os estudantes e disponibilizará serviços de consultoria e assessoria no Território, voltadas, por exemplo, para a proteção à inovações, criações, marcas e patentes de estudantes, professores e comunidades.

Read the rest of this entry »

Estado lança o projeto Escolas Culturais e inaugura a Fábrica-Escola do Chocolate em Ilhéus

esc chocA cidade de Ilhéus, no Sul da Bahia, será a 14ª a receber o projeto Escolas Culturais, que será lançado, nesta terça-feira (17), no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, às 9 horas. Na cidade, também será inaugurada a Fábrica-Escola do Chocolate Deize Silva Santana, às 15h, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Nelson Schaun.

Implantado pelo Estado da Bahia, o projeto Escolas Culturais objetiva promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. A iniciativa potencializa as experiências artísticas e culturais já existentes nas unidades escolares e fomenta novas atividades. O projeto também já foi lançado em Jequié, Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana, Itaberaba, Teixeira de Freitas, Guanambi, Seabra, Ipiaú, Irecê e Santo Antônio de Jesus e é resultado de parceria entre as Secretarias da Educação, de Cultura (SECULT), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil.

Foto 14 - Fabrica Escola de Chocolate (3)Já a Fábrica-Escola do Chocolate serve como laboratório para que os estudantes que fazem os cursos técnicos de nível médio tenham aulas práticas e possam desenvolver projetos, pesquisas e intervenções sociais, aperfeiçoando a formação profissional. Duas destas fábricas já estão em funcionamento: a Fábrica-Escola do Chocolate, vinculada ao Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Baixo Sul, no município de Gandu, e a Fábrica-Escola do Couro, no CETEP Bacia do Jacuípe, no município de Ipirá.

Também será lançado no CEEP Nelson Schaun o Escritório Criativo Territorial, que somado à Fábrica Escola, terá o objetivo de fomentar a Educação Empreendedora e a cultura da inovação e da criatividade nos centros de Educação Profissional, disponibilizando serviços de consultoria e assessoria nos Territórios de Identidade. Entre outras atividades, o Escritório Criativo Territorial também promoverá a proteção à inovações, criações, marcas e patentes de estudantes, professores e comunidades, além de fomentar arranjos produtivos locais e territoriais.

Os lançamentos contarão com a presença do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

 

Governo vai implantar cursos técnicos da área cultural em escolas

Foto_Manu Dias_GOVBA (4)

Todas as escolas culturais da Bahia terão uma escola técnica para a cadeia produtiva da cultura. O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa durante o lançamento do Projeto Escolas Culturais no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Guanambi, no sudoeste do estado, nesta sexta-feira (24). “Serão cursos para produtores, iluminadores, cenógrafos, entre outros, para que os alunos possam no futuro trabalhar nos grandes shows e nas grandes produções”, afirmou Rui.

Foto_Manu Dias_GOVBA (3) (4)O governador acrescentou que o objetivo é “transformar a vida das pessoas. Educação não é apenas português, matemática, história e geografia. Arte e cultura também são educação. Aqui, em Guanambi, nós ainda vamos incorporar a área da frente ao colégio e construir uma quadra coberta”. No último dia 17, Rui já havia anunciado, no lançamento do projeto em Teixeira de Freitas, que as escolas culturais também terão um núcleo do Programa Neojiba.

Nesta sexta (24), os estudantes do Colégio Modelo recepcionaram o governador com apresentações de cordel, capoeira, dança afro e do Terno de Sol, uma variação do Terno de Reis que conta a história do sol e da lua. Com o projeto no município, diversas manifestações culturais estarão acessíveis a toda a sociedade, e não apenas para a comunidade acadêmica, em oficinas, apresentações e cursos abertos ao público, realizados na própria escola.

Na ocasião, Rui explicou como surgiu a ideia das Escolas Culturais. “Já visitei aproximadamente 270 escolas desde que assumi o governo e, ao longo das minhas visitas, fui percebendo a vida pulsando em cada unidade. Em Brumado, eu vi uma sala de aula ser transformada em sala de cinema e estava exibindo filmes para a cidade. Na Bahia, 90% das cidades não têm salas de cinema. Então, vendo essas iniciativas, resolvemos transformar as escolas em espaços culturais abertos para a sociedade; para cada escola ter uma sala de cinema, um palco para o teatro, para todas as atividades culturais”.

Educar para Transformar

Read the rest of this entry »

Rui lança programa Escolas Culturais em Teixeira de Freitas

Escolas Culturais Teixeira de Freitas Foto Camila Souza GOVBA4
Maculelê, capoeira, dança, música, artes plásticas. A comunidade escolar da região de Teixeira de Freitas, no extremo-sul da Bahia, agora conta com o projeto Escolas Culturais, lançado pelo governador Rui Costa no Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep), nesta sexta-feira (17). A iniciativa já está em andamento em Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Itaberaba, Feira de Sananta e agora está sediada também em Teixeira de Freitas. Nesta primeira etapa de implantação, 85 escolas que já têm vocação para as atividades culturais estão se tornando pólos de cultura e vão atender não apenas a comunidade escolar, mas estarão abertas para a população.

Escolas Culturais Teixeira de Freitas Foto Camila Souza GOVBA2 A música “O que é o que é”, de Gonzaguinha, na voz da pequena Maísa, de 6 anos, acompanhada pelos jovens músicos da Orquestra Neojibá, encantou a plateia. Com o governador Rui Costa não foi diferente. “Quero começar saudando essa flor, que é a Maísa, de 6 anos, e segurar para não chorar mais aqui. Maísa demonstrou a capacidade dessa meninada, tão jovem, de expor sua arte, expor sua alma. A Bahia é singular, não tem outro estado brasileiro onde a cultura pulse tão forte. É por isso que precisamos abrir estes espaços. Este é o início de um grande trabalho, de um grande projeto”.

Rui afirmou que a ideia é construir um espaço de cultura aberto para a sociedade, não apenas para os estudantes. “Desde o dia em que eu assumi, decidi que em toda viagem eu visitaria uma escola, porque educação é prioridade e eu preciso, para tomar decisões, conhecer os lugares onde a educação acontece. E a educação acontece dentro da escola. Eu já visitei mais de 250 escolas nesses dois anos e dez meses e tive a oportunidade de aprender quantas coisas estavam sendo feitas, em relação à cultura. A maioria dos 417 municípios baianos não tem uma sala de cinema. Eu vi escolas onde os diretores transformaram os auditórios em uma sala de cinema aberta para a cidade. A partir daí, criamos esse conceito de escolas culturais, que estamos materializando incialmente, em 85 escolas”, afirmou o governador

Escolas Culturais Teixeira de Freitas Foto Camila Souza GOVBA3 Para atender a comunidade, o Ceteps terá uma coordenação própria. “A escola vai receber novos equipamentos, para dar condição de apresentações de canto, dança, teatro, para se transformar em sala de cinema. E nós vamos ter um núcleo do Neojibá aqui, e assim também nas outras cidades. Cada uma das 85 escolas vai ter um núcleo do Neojibá para desenvolver a experiência da música”.

A estudante Verônica Gonçalves, 16 anos, de Posto da Mata, distrito do município de Nova Viçosa, fez uma apresentação de maculelê com os colegas durante o lançamento do projeto. “As escolas culturais são importantes porque nós fazemos parte da cultura e também fazemos a cultura. Nós ganhamos a oportunidade de estar aqui através da cultura, ficamos em primeiro lugar em um concurso de dança”.

União e diversidade

Read the rest of this entry »

TPI apresenta Teodorico Majestada na Escola Cultural de Itabuna

modelo teatro

 

O grupo Teatro Popular de Ilhéus apresenta o espetáculo ‘Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito’, neste sábado (23), às 16h30min, no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Itabuna, com entrada gratuita. A apresentação busca promover o projeto Escolas Culturais, desenvolvido pelo Governo do Estado, via secretarias da Educação, de Justiça (SJDHDS) e de Cultura (Secult).

Em ‘Teodorico Majestade’, uma sátira política em linguagem de cordel, um prefeito beberrão e corrupto da fictícia cidade de Ilha Bela, está prestes a ser expulso do cargo pela população. Na tentativa de se livrar das acusações, o gestor negocia sua permanência no cargo. O conteúdo inusitado das conversas vem garantindo o riso da plateia desde o lançamento do espetáculo há 10 anos.

A montagem já foi encenada em diversas cidades da Bahia, incluindo Salvador, além de outras capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Maceió. Mais que distrair as pessoas com as situações divertidas envolvendo o prefeito, o espetáculo pode estimular o pensamento sobre a necessidade de tornar este tipo de político uma exceção e não a regra no País.

ESCOLAS CULTURAIS

O projeto do Governo entende a escola como centro de formação social, cultural e profissional e se propõe a fortalecer valores de cidadania a fim de proteger crianças e jovens dos efeitos da violência, da desinformação e, principalmente, da falta de perspectivas de vida. Utiliza-se das mais diversas linguagens artísticas para estabelecer contato com cada um dos estudantes das escolas públicas da rede estadual.

Para viabilizar o projeto, está em andamento a elaboração de um aditivo do contrato de gestão entre o IASPM, instituto responsável pela gestão da orquestra infanto-juvenil Neojibá, e a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Socia (SJDHDS).

Rui lança projeto Escolas Culturais em Juazeiro

jua 1O governador Rui Costa encerrou a extensa agenda  em Juazeiro, no norte do estado, com o lançamento do projeto Escolas Culturais no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães. Os alunos do Colégio Modelo receberam o governador com apresentações artísticas de teatro, dança, e música.

“É algo que emociona, por que a cultura é algo que estrutura a vida humana, e nessa fusão de Cultura e Educação transformando as escolas em espaço cultural para a toda sociedade, eu espero que isso aqui possa pulsar, vibrar e daqui saiam muitos talentos para a arte. Com certeza isso vai fazer de cada jovem, um ser humano melhor, aprendendo e consumindo arte e cultura, que é o que preenche a nossa alma”, disse o governador Rui Costa, emocionado após assistir à apresentações de jovens de Juazeiro

jua 2Como parte do programa estadual Educar para Transformar, a iniciativa tem como objetivo melhorar a atuação das escolas por meio do estimulo às artes e ao protagonismo estudantil, promovendo a criação de um espaço de circulação e produção da diversidade cultural.

Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, o projeto proporciona interação entre as expressões de arte da cidade com as escolas. “É um encontro entre todas as práticas que a gente já executa nas escolas da rede estadual. Todas as escolas têm projetos estruturantes, agora a idéia é que a gente possa fazer com que esses projetos dialoguem com a cultura da cidade, e ao mesmo tempo, que as manifestações culturais que existem na cidade venham para a escola”.

jua 3Juazeiro é a segunda cidade a receber o projeto, que já foi implantado em Itabuna e envolverá, ao todo, 85 unidades escolares, em 85 municípios, potencializando projetos de cultura já existentes nas escolas estaduais e fomentando novas atividades nas áreas de Dança, Música, Audiovisual e Literatura. A iniciativa é uma ação conjunta das secretarias estaduais da Educação (Sec), de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Casa Civil.
Novo SAC e Centro de Saúde

O governador Rui Costa também inaugurou o novo posto da Rede SAC de Juazeiro, que vai beneficiar mais de 388 mil pessoas, moradoras de Juazeiro e também das cidades circunvizinhas Curaçá, Jaguarari, Campo Formoso e Sobradinho. Na ocasião, o governador também entregou para a população o Centro de Saúde, reformado e ampliado, na sede do município. A agenda na cidade ainda incluiu a assinatura do acordo de Cooperação Técnica e Financeira com os Consórcios Públicos do Sertão do São Francisco e Piemonte Norte do Itapicuru; e a inauguração do primeiro Escritório Regional do Programa Primeiro Emprego.

Jorge Portugal e Roberto Mendes levam ‘O Violão e a Palavra’ para Escola Cultural de Itabuna

jorge portugalO secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, apresenta, com o cantor e compositor Roberto Mendes, o projeto ‘O violão e a palavra’, neste sábado (16), às 19h, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna. A apresentação faz parte do projeto Escolas Culturais, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio das secretarias de Educação, de Cultura e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.

A música e a palavra estarão juntas no encontro em que o violão se une à poesia para mostrar a força da arte e da comunicação. A ‘palavra cantada’ mistura recital com músicas provocando o processo criativo dos dois artistas baianos. O acesso ao público de Itabuna será gratuito. O projeto tem como objetivo reunir pessoas que apreciam uma conversa animada. Os temas têm como guia a relação da palavra com a música.

Além de cantor e compositor, Roberto Mendes também é pesquisador de chula e samba de roda do Recôncavo. Jorge Portugal, secretário de Cultura do Estado, professor de português e literatura, também é reconhecido por seu talento para a poesia.

palava 2A expectativa é de um encontro de cultura e arte para quem curte literatura e música. Um espetáculo de gênero híbrido, que pode variar entre o debate e a aula-show, a depender do efeito do encontro de Mendes e Portugal com o público. O projeto pode contribuir para reduzir os efeitos das dificuldades de leitura e interpretação de textos. O objetivo é sensibilizar o público em geral e a população jovem para a importância do bom texto na formação do cidadão.

O “Violão e a Palavra” está bem de acordo com os princípios do projeto ‘Escolas Culturais’, cuja finalidade é fomentar ações que promovam experiências em cultura dentro das unidades da rede pública de ensino. A proposta entende a escola como centro de formação social, cultural e profissional e se propõe a fortalecer valores de cidadania a fim de proteger crianças e jovens dos efeitos da violência, da desinformação e, principalmente, da falta de perspectivas de vida.

Escolas Culturais

O projeto Escolas Culturais tem a proposta de fortalecer e dinamizar as escolas, por meio da cultura, em benefício da comunidade. O lançamento aconteceu no dia 27 de julho, em Itabuna, e foi marcado por uma grande festa, realizada no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, a primeira unidade de ensino a receber a iniciativa, que chegará, inicialmente, a 85 escolas, localizadas em 85 municípios de todos os Territórios de Identidade. As Escolas Culturais vão oferecer atividades nas áreas de dança, arte literária, música e audiovisual. O projeto é uma iniciativa do Governo do Estado, através das secretarias estaduais da Educação, de Cultura (SecultBA), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

Secretaria de Cultura da Bahia inicia capacitação para projeto de mapeamento na Escola Cultural de Itabuna

escola cultEstudantes do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, serão os primeiros a participar da construção de um Mapa Cultural do Município. A ação elaborada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia especialmente para o Programa Escolas Culturais, lançado em julho pelo Governo do Estado, tem seu pontapé inicial nesta terça-feira (22), quando a SecultBA promove uma capacitação voltada para os profissionais  e alunos do colégio que assumirão as próximas etapas.

O objetivo do projeto é incluir o estudante como parte integrante e ativa na consolidação do Programa Escolas Culturais, incentivando a participar do mapeamento das manifestações, artistas e equipamentos culturais da cidade. Os alunos irão participar de oficina de capacitação e vão ajudar a alimentar um mapa online, que servirá também como um banco de dados de artistas, meios de comunicação, espaços e manifestações culturais que poderão interagir com a escola no decorrer do projeto, num fluxo em que tanto os estudantes serão estimulados a ir até eles, fomentando um primeiro contato com a comunidade cultural ao redor da escola, quanto os grupos envolvidos poderão ser convidados para atividades nas dependências da instituição.

Através do projeto, os alunos aprenderão mais sobre a transversalidade da cultura em sua própria região e serão capacitados sobre a utilização de ferramentas de georreferenciamento como meio para a participação ativa na organização da cultura no município.

A SecultBA monitorará todo o processo, através do contato direto com a escola e com os agentes culturais envolvidos. A ação deve ser expandida futuramente para outros colégios e municípios, conforme a abertura das novas escolas culturais planejadas pelo Governo do Estado.

Colégio Modelo comemora Dia do Estudante em Itabuna

modelo 1

O Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Itabuna, está comemorando o Dia do Estudante com a realização de atividades esportivas e culturais.

Os alunos disputam jogos de futsal, handebol, vôlei, tênis de mesa e atletismo na quadra do colégio. As ações de cultura e lazer acontem na área de convivência. Para a diretora Ednailza Miranda, trata-se de uma oportunidade de integração entre a comunidade escolar, com práticas saudáveis para os jovens.

modelo 2
O Dia do Estudante é comemorado no dia 11 de agosto, feriado nas escolas da rede pública.

O Colégio Modelo é pioneiro no projeto Escolas Culturais, lançado pelo Governo da Bahia.

 

Jackson Costa abraça “Escolas Culturais” como caminho contra violência em Itabuna

 

Por Celina Santos, no Diário Bahia

 Jackson_CostaO ator Jackson Costa não abre mão de manter os vínculos com Itabuna, ainda que esteja fazendo trabalhos no eixo Rio-São Paulo. Escolhido padrinho do programa Escolas Culturais, lançado semana passada no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, ele toma o papel como missão e acredita que a iniciativa seja um caminho para tirar a cidade do cenário de violência que a insere entre as principais da Bahia.

Como você recebeu a atribuição de ser padrinho do programa Escolas Culturais em Itabuna?

Como uma mãe que recebe uma criança e precisa cuidar dela. Porque é um projeto muito bonito, que pode tirar a gente dessa condição que nós estamos aqui na região, de descaso, de violência. Por que Itabuna está sendo a primeira? Eu perguntei ao governador. Eu acredito que Deus sempre faz a coisa certa. Itabuna é quem tá precisando muito, porque a gente precisa abrir horizontes para as pessoas se desenvolverem. A gente só sai da condição que está se fizer valer esse projeto: unir cultura, educação e arte. E a gente consegue.

Qual sua primeira impressão sobre o que viu no Colégio Modelo, escolhido como Escola Cultural?

Pelo que eu vi aqui hoje, estamos com tudo na mão. Às vezes a gente quer e não tem suporte pra realizar; mas aqui a gente está tendo o suporte dado pelo governador e não é uma coisa utópica, paternalista. Não é de cima pra baixo; é aproveitando o que já existe de estrutura física aqui nessa escola, mas também o que já existe de ações culturais aqui, integrando a sociedade. Então, eu recebo como uma responsabilidade muito grande, uma alegria de estar presenciando esse momento, a possibilidade de a gente sair das trevas e encontrar a luz através da educação e da cultura.

De que forma se dará a sua ação como padrinho do programa?

É uma responsabilidade, mas eu não vou fazer nada sozinho. A proposta dele [do governador Rui Costa] é que muitos – se possível, todos – se unam nesse propósito. Eu já vi que aqui tem muitos e a gente precisa é ter cada vez mais gente.

Está disposto a vir aqui constantemente para colocar ideias em prática?

Eu quero estar aqui o máximo de tempo que eu puder, conversando com a direção da escola, com os movimentos de arte que são da escola e da comunidade, que entrem nessa ‘Arca de Noé’ para a gente se salvar. Se eu puder estar aqui todo mês, eu estou; se for preciso, toda semana ou passar um tempo aqui, eu quero vir. Porque eu sou daqui, eu nasci aqui e eu vou fazer por mim. Eu fazendo pelos outros, vou estar fazendo pra mim; e fazendo pra mim, vou estar fazendo para os outros.

Você recebe, então, como uma missão para sua vida …

Como uma missão! Todos nós temos uma missão aqui. Acho que a grande missão não é a gente pensar em nós, é pensar no outro. Então, é um trabalho que proporciona o desenvolvimento criativo, espiritual, o desenvolvimento da sociedade, das pessoas. Estou aqui para fazer o que eu puder fazer.

Rui e as Escolas Culturais

Em Itabuna, governador Rui Costa destaca importância do projeto Escolas Culturais e diz que Educação é prioridade para transformar a vida de crianças e jovens baianos.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930