hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Escola Cultural de Itabuna’

Semana de Arte Moderna inspira Sarau Literário na Escola Cultural de Itabuna

editada 5

O Colégio Modelo de Itabuna – Projeto Escolas Culturais, realizou um Sarau Literário, inspirado na “Semana de Arte Moderna”. Estudantes do 3º ano noturno, professores das áreas de Linguagens e Exatas do ensino regular, coordenação do Projeto Escolas Culturais e as professoras dos Cursos Técnicos de Dança, Figurino Cênico, Teatro e Produção em Áudio e Vídeo, juntamente com  estudantes fizeram um evento repleto de sensações, trocas e aprendizagens ao longo do caminho.

editada 8

A programação incluiu  apresentações de teatro, dança, exposição de telas, fotografias e recital de poesias produzidas pelos estudantes.  O evento teve participação especial da Escola Municipal de Dança, Banda Cabruca, o Rapper Nex e Ô Peste Gang.

editada 6

O Projeto Escolas Culturais é uma ação do Governo do Estado da Bahia desenvolvida por meio da iniciativa interinstitucional firmada entre as Secretarias da Educação (SEC), Secretaria de Cultura (SECULT) e Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) executada pelo Instituto de Ação Social pela Música – IASPM.

Escola Cultural de Itabuna promove Show de Talentos

show de talentosO Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães de Itabuna, completará 17 anos no dia 18 de março. Para comemorar, a escola, que sedia o Projeto Escolas Culturais,  realizará um Show de Talentos a partir das 19  horas de hoje (15),  onde comunidade escolar e artistas grapiúnas vão celebrar juntos essa data especial.  Além das apresentações de dança e música que alunos e ex-alunos vão realizar, estão confirmadas as  presenças do Grupo de Samba Bahia Viva e do Sanfoneiro Vitório.

O  Colégio Modelo é uma instituição de ensino alinhada com as novas tendências educacionais sem esquecer do valor da cultura como caminho de expressão e educação, bem como, das relações interpessoais entre estudantes, professores, gestores e profissionais que fazem parte desse espaço. O evento é gratuito e aberto à comunidade.

O Projeto Escolas Culturais é uma  ação do Governo da Bahia, através das  secretarias estaduais de Educação (SEC), Cultura (SECULT) e Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS)

Escola Cultural de Itabuna realiza Marco da Rede de Proteção Social

rede proteção Escola Cultural Itabuna (4)

O Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães de Itabuna, a primeira Escola Cultural inaugurada pela Secretaria Estadual de Educação, sediou ontem (14) o  Marco da Rede de Proteção Social. O objetivo do evento foi a aproximação dos órgãos que compõem as redes de proteção das cidades baianas com o contexto escolar, bem como, o fortalecimento de ações que trabalhem no enfretamento de vulnerabilidades sociais.

rede proteção Escola Cultural Itabuna (6)O tema abordado foi o combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, já que  entre os meses de junho – setembro / 2018 o Projeto Escolas Culturais em parceria com o Conselho Tutelar de Itabuna realizou rodas de conversas temáticas relacionadas com a campanha Faça Bonito- “ 18 de Maio é Todo Dia”.  Tacila Sousa, coordenadora do Escolas Culturais em Itabuna, destacou a importância do trabalho colaborativo para promoção de uma visão consciente e crítica da comunidade escolar a respeito desse tema e de suas transversalidades. Segundo ela “é no debate com espaços para ouvir e falar que os estudantes abrem suas perspectivas e, processualmente, tornam-se multiplicadores das informações e contextos de proteção para crianças e adolescentes de Itabuna”.

O Marco da Rede de Proteção Social contou com a participação de Ednailza Miranda Carvalho Aboboreira – Diretora do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães de Itabuna, Washington Alves – Vice Coordenador do Conselho Tutelar de Itabuna, Nilmecy Gonçalves – Secretaria de Educação em Itabuna, Vileide Pacheco Lopes – representante do NTE 5, Alana Araujo – Coordenadora do CRAS, Celeste Seara Ainda – Presidente do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, Projeto Conexão Vida  e com Inocêncio Carvalho de Santana – Promotor do Ministério Público, que fez uma palestra sobre o sistema de garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

Read the rest of this entry »

Escola Cultural de Itabuna inicia ano letivo com atividades de integração com a comunidade

esc (1)A primeira semana de aula na rede estadual de ensino está sendo marcada por várias atividades promovidas pelo projeto Escolas Culturais, realizado em 85 unidades escolares. Criado pela Secretaria da Educação do Estado com o objetivo de incentivar o uso da unidade escolar como equipamento cultural e de interação social nas comunidades, o projeto promove ações como palestras, debates, rodas de conversa, exibição de filmes, rodas de capoeira e apresentações de música, teatro, dança e cordel, que também são direcionadas ao público externo.

esc (2) No Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, o clima é de cultura e debate. Com a temática “Drogas na adolescência”, palestras para os estudantes e comunidade foram ministradas, nestes primeiros dias de aula, por representantes do Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS), do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), da Secretaria Municipal de Ação Social, e do Conselho Tutelar e Juizado de Menores. O professor Ivanilton da Silva falou sobre a relevância desta discussão no ambiente escolar. “A presença aqui hoje de estudantes, pais e comunidade em geral é essencial para que todos tomem conhecimento sobre o que estas entidades realizam em relação ao combate às drogas. O projeto Escolas Culturais também cumpre seu papel educativo e cultural de dialogar com a comunidade escolar sobre temas contemporâneos e que lhes dizem respeito”.

Read the rest of this entry »

Escola Cultural de Itabuna debate `feminicídio`

O projeto Escolas Culturais de Itabuna, coordenado por Tacila Sousa, em parceria com o Conselho Tutelar de Itabuna e Rotaract Itabuna Sul, dando seguimento ao ‘’Projeto 18 de maio é Todo Dia’’, promovem amanhã (18) a roda de conversa “Se liga… Feminicídio não é papo de mulherzinha” com a finalidade de esclarecer os diversos tipos de violência contra a mulher, sejam estes físico, emocional, moral e/ou psicológico; considerando que as taxas de feminicídio vem aumentando significativamente, sobretudo em Itabuna.

escult

O evento acontecerá no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhãesa partir das 9 hoiras  sendo destinado a população em geral, contando com as presenças de Aline Setenta, advogada, docente do curso de Direito da UESC e coordenadora do Ser Mulher – Centro de Referência dos direitos da mulher e Milena Araujo, Professora de Balé com suas alunas no Projeto Conexão Vidas que acontece na Creche Irmã Margarida no bairro Maria Pinheiro; que apresentaram a coreografia “Encontros”, a fim de que a arte seja vista e entendida como um caminho para a construção de novas trajetórias para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Estudantes do do Ensino Superior podem ser monitores do evento e receberam declaração virtual com carga horária. Interessados devem entrar em contato, através do e-mail: itabuna@escolasculturais.org.br

Escola Cultural de Itabuna debate políticas públicas e economia solidária

escola culturalA situação da cultura em Itabuna e a busca da compreensão das Políticas Públicas para esse setor e associada com noções de economia criativa e solidária são os temas da Roda de Conversa que o Projeto Escolas Culturais realizará no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães,  nesta quinta-feira (14), a partir das 9 horas.

Os palestrantes Lula Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense, Cláudio , do Centro de Cultura Adonias Filho e Joabe Paiva,  Assessor Parlamentar do vereador Júnior Brandão (PT) serão os responsáveis pelo bate-papo que contará com um público formado pelas Instrutoras de Aprendizagem e Aprendizes do CIIE – Itabuna, estudantes e a comunidade.

Tacila Sousa, Coordenadora da Escola Cultural de Itabuna, ressalta que” a formação de novos artistas e plateias passa por debates onde todos tenham espaço de fala ativa, frente a reflexões provocadas na observação de temas transversais, diante das demandas culturais de ontem, hoje e amanhã”.

Escola Cultural de Itabuna promove Feira de Ciências & Inovação

feira escola cultural 2

O Colégio Modelo, em Itabuna, a primeira Escola Cultural da Bahia, promove até amanhã (26) a “Feira de Ciências & Inovação: Matemática em toda parte”, que faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.  A programação inclui oficinas ministradas pelo Centro Juvenil de Arte e Cultura e FTC, torneio de xadrez, palestras, exposições de produtos e apresentação de trabalhos científicos, além do I Simpósio de Jovens Cientistas do Núcleo Territorial de Educação/Sul da Bahia-Programa  Ciência na Escola.

feira escola cultural 1

O evento foi aberto com uma palestra sobre “Hackeando computadores e mentes”, com Bruno Calheira. A diretora do Colégio Modelo, Ednailza Miranda afirma que “a feira é uma excelente oportunidade para a troca de experiências entre estudantes de escolas públicas do Sul da Bahia e incentiva o interesse pela ciência, um campo em permanente evolução”.

feira escola cultural 3

A Feira de Ciências & Inovação tem o apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa da Bahia (Fapesb), Rede FTC e Secretaria da Educaçao, através do projeto Educar para Transformar.

Caravana Respeita as Mina será lançada em Itabuna

minaA Caravana Respeita as Mina, de enfrentamento à violência contra as mulheres, passará por Itabuna nesta sexta-feira (29). Na ocasião será lançado o projeto Respeita as Mina – Litoral Sul e assinado o Termo de Cooperação Técnica com o Ministério Público da Bahia, além do Pacto de Combate à Violência contra as Mulheres, firmado com prefeituras da região. A caravana começará às 8h, no auditório do Colégio Modelo de Itabuna, no sul da Bahia, com a participação da secretária Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), Julieta Palmeira, entre outras autoridades. A Caravana é uma ação itinerante promovida pela SPM-BA em parceria com o Instituto Avon e apoio da ONU Mulheres e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher da Bahia (CDDM).

Formada por técnicas da SPM-BA, a Caravana tem o propósito de engajar e sensibilizar a população local para a importância da luta contra a violência às mulheres, buscando o fortalecimento da rede de atenção e também a conscientização da população em geral, principalmente da juventude para as graves consequências do machismo. Serão realizadas oficinas de capacitação, abordando o enfrentamento à violência a partir de um recorte de gênero. As oficinas são voltadas para a rede de atenção à mulher, rede de segurança, representantes da sociedade civil e estudantes da rede pública.

Read the rest of this entry »

‘O Violão e a Palavra’ leva música e poesia para Escola Cultural de Itabuna

violão e palavra 3

O Colégio Modelo de Itabuna, primeira Escola Cultural do programa Educar para Transformar, do Governo da Bahia, recebeu a aula-show ‘ Violão e a Palavra’, com a participação do secretário estadual de Cultura e professor de Português e Literatura, Jorge Portugal, e o cantor e compositor baiano Roberto Mendes. Estudantes e pessoas da comunidade vivenciaram o encontro entre a música e a palavra, em que o violão se uniu à poesia para mostrar a força da arte e da comunicação.

O projeto Escolas Culturais tem o objetivo de fomentar ações que promovam experiências em cultura dentro das unidades da rede pública de ensino e a integração com a comunidade onde a escola está inserida. Nesse sentido, se adequou perfeitamente a apresentação do ‘Violão e a Palavra’, que foi a quarta edição do projeto criado há um ano pela Fundação Pedro Calmon (FPC), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

violão e palavra 2Portugal destacou a proposta de levar a escola para além da sala de aula, num processo de envolvimento e troca de experiências com os diversos atores do processo cultural. “Estamos transformando ideias em meios de produção e difusão dos valores da cidade e do estado. O sul da Bahia é de uma riqueza cultural imensa nas suas diversas manifestações e isso precisa ser retomado e valorizado”.

Para Roberto Mendes, “a cultura é fundamental para a formação da cidadania e, nesse processo a integração da escola com a comunidade, se dá por meio da valorização da oralidade, da música e da literatura. É a escola cumprindo seu papel transformador. A educação se afastou da cultura e o projeto Escolas Culturais significa a retomada desse caminho”

A Escola Cultural de Itabuna já realizou oficinas de dança, música, literatura e audiovisual, coordenadas por profissionais das secretarias estaduais de Educação e de Cultura, envolvendo cerca de 300 estudantes em cada oficina, que é encerrada com uma apresentação no auditório do colégio, aberta à toda comunidade.

violao e palavra 1“A Escola Cultural deu um novo impulso no processo de formação. Os alunos estão empolgados e contamos com um envolvimento cada vez maior da população”, ressaltou a diretora do Colégio Modelo, Ednailza Miranda. O colégio vem estabelecendo parcerias com o Centro Cultural Adonias Filho, a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania e o Teatro Popular de Ilhéus, que permitem a ampliação das atividades.

O estudante Emerson Soares comemorou a implantação da Escola Cultural em Itabuna e a oportunidade de ter acesso a projetos como o ‘Violão e a Palavra’. “É um estimulo para o processo de aprendizagem com opções de atividades que permitem um entendimento melhor do significado da cultura para a nossa vida”. Com o projeto, a escola se transforma num centro de formação social, cultural e profissional e se propõe a fortalecer valores de cidadania a fim de proteger crianças e jovens dos efeitos da violência, da desinformação e, principalmente, da falta de perspectivas de vida.

Fanfarras e bandas marciais se apresentam na Escola Cultural de Itabuna

bandas

A Escola Cultural de Itabuna, no Colégio Modelo, terá uma sexta-feira (1°/9) especial. A partir das 16h, fanfarras e bandas marciais irão se apresentar em um pré-ensaio para o Desfile Cívico do 7 de Setembro, marcando o encerramento das oficinas de música realizada na Escola Cultural. O professor Helder Passarinho, maestro da Orquestra do Projeto Neojibá, está à frente do evento, que tem como tema “Aquecimento para o 7 de setembro”. A atividade será aberta ao público.

O projeto Escolas Culturais integra o programa Educar para Transformar, do Governo do Estado, e tem como objetivo promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. As atividades envolvem dança, música, audiovisual e literatura.

Estudantes participam de sarau literário na Escola Cultural de Itabuna

sarau literario 2

Os estudantes da Escola Cultural de Itabuna, no Colégio Modelo, encontraram na proza e no verso uma maneira de chamar a atenção da comunidade para a violência e o combate ao preconceito contra a mulher. Em mais uma atividade que integra a escola e a comunidade, a Escola Cultural realizou, durante a semana, um sarau literário, com a participação de 30 estudantes. Além de declamação de poesias sobre a temática, os alunos fizeram apresentações de música, multimídia e produção textual, por meio de uma oficina de arte literária.

A atividade foi coordenada por Silvana Cruz, professora de Língua Portuguesa da rede estadual de ensino, que destaca o envolvimento e o entusiasmo dos estudantes e professores. “Os estudantes ficaram empolgados e toda a comunidade escolar se comprometeu com o projeto. Os resultados desta e de outras oficinas já realizadas são excelentes, fazendo com que os alunos de tornem participantes e agentes de difusão da arte, que é um instrumento de transformação”, afirma Silvana.

sarau literario 3

O estudante Carlos Antonio Soares destaca que “é importante trabalhar esses temas em sala de aula, para orientar os jovens e motivá-los a combater todo tipo de discriminação e de violência”. Laila, que apresentou uma música sobre a violência contra a mulher, disse que “a arte é um instrumento de transformação, que passa uma mensagem para toda a sociedade de que é possível conviver em paz e respeitar as diferenças”.

sarau literario 49

As atividades da Escola Cultura de Itabuna, a primeira no Estado, foram iniciadas com uma Oficina de Dança e na próxima semana acontece a Oficina de Música. O projeto Escolas Culturais integra o programa Educar para Transformar, do Governo da Bahia,  e tem como objetivo promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida.

sarau literario 5

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031