WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Energia Solar’

Sindicato do Sul da Bahia instala sistema de energia solar que deve gerar economia de R$30 mil anuais

Sindicato do sul da Bahia instala sistema de energia solar - FOTO Divulgação3A instalação de um sistema de energia solar deve gerar economia de cerca de R$30 mil anuais ao Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores em Educação (APPI), que representa cinco municípios da região sul da Bahia: Canavieiras, Itacaré, Una, Uruçuca e Ilhéus. O sistema foi instalado na sede do sindicato em Ilhéus e a direção da entidade quer transformar a ação em uma iniciativa estadual. Segundo a direção, essa é uma iniciativa que abre alas para as comemorações de aniversário do sindicato, que completa 42 anos de luta no dia 25 de agosto.

 

“É o compromisso do sindicato de fazer o debate sobre a questão ambiental a partir do uso de energia limpa e renovável. Esse projeto de instalação do sistema solar foi executado pela empresa OTL Engenharia e Serviços. São 37 módulos de 440w que vão gerar uma economia anual de aproximadamente R$30 mil”, descreve o secretário de Finanças do APPI, Josimar Ferreira. De acordo com o sindicalista, a ideia demonstra o compromisso e a transparência da direção do sindicato com o recurso da categoria.

:: LEIA MAIS »

Região Sul tem terceira maior usina de energia solar da Bahia

usinaA IES – Iracema Energia Solar entrará em operação este ano com 100% de sua usina fotovoltaica locada e com lista de espera. Localizada no Sul do estado da Bahia, entre Itabuna e Buerarema, foi construída a usina de energia solar que, segundo dados atuais da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia – Coelba, será a maior em solo conectada na Geração Distribuída e a terceira maior da Bahia, neste segmento. Gerará energia para atender a empresas de pequeno e médio porte, oferecendo o serviço de locação de sistema fotovoltaico para redução dos custos de energia. Para os clientes da IES, a vantagem é que não precisa de investimento prévio, além de não precisar de área ou telhado próprios. Entre seus clientes estão empresas do setor de varejo farmacêutico, serviço médico hospitalar, além do setor de alimentos. Seus clientes operam negócios na capital e no interior, sempre no estado da Bahia, onde a energia chegará através da compensação dos créditos energéticos injetados na rede de distribuição da Coelba.

Para se ter uma ideia, o segmento da Geração Distribuída (GD) na Brasil já gera acima de três gigawatts de fonte solar, segundo a Associação Brasileira de Enegia Solar – ABSOLAR. Na Bahia – até o presente momento, segundo site da Coelba – são gerados 115,36 megawatts na GD, a partir de 10.622 empreendimentos de energia solar. O sistema fotovoltaico é composto por painéis que convertem a energia luminosa do sol em corrente elétrica e é a tecnologia mais utilizada no segmento da GD.

:: LEIA MAIS »

Bahia terá isenção de ICMS para gerar energia solar em prédios públicos estaduais

Complexo Solar Lapa Fotos Manu Dias GOVBA4O trabalho do Governo da Bahia para a construção de uma política estadual voltada ao incentivo do setor solar fotovoltaica ganhou um novo capítulo. A Bahia aderiu ao convênio ICMS 114/17, que concede isenção nas saídas internas com equipamentos e componentes para geração de energia elétrica solar fotovoltaica destinada ao atendimento do consumo de prédios próprios públicos estaduais.

O pleito foi solicitado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) em 2017. A publicação saiu no Diário Oficial da União (DOU) do dia 13 de março de 2019. “Com a adesão, o Governo da Bahia se torna um possível consumidor de energia fotovoltaica, promovendo atratividade para implementação de projetos para prédios públicos e, com isso, amplia a demanda pelo mercado de equipamentos”, afirma o vice-governador e secretário da SDE, João Leão.

O presidente executivo da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, parabenizou o Governo do Estado pela adesão ao convênio e recomendou que a medida seja estendida para edificações públicas municipais e privadas, de modo que consumidores residenciais, comerciais, industriais e rurais tenham acesso aos mesmos benefícios.

:: LEIA MAIS »

Produção de energia solar no sertão baiano é destaque na “Exame”

O sol forte que sempre castigou o sertanejo agora é cobiçado por investidores bilionários que começam a mudar a cara do semiárido baiano. O movimento transformou a pequena Bom Jesus da Lapa, até então conhecida pelo turismo religioso e suas grandes romarias, na capital da energia solar. A cidade, de 63 mil habitantes, localizada à beira do Rio São Francisco, abriga hoje a primeira grande usina solar do Brasil.

Ali, onde o sol nasce antes de o relógio marcar seis horas da manhã e a temperatura quase sempre beira os 35 graus, já estão sendo produzidos 158 megawatts (MW) com o calor do sol. É energia suficiente para abastecer uma cidade de 166 mil residências – Bom Jesus da Lapa, por exemplo, tem 16 mil domicílios. Mais importante que isso, no entanto, é que o projeto representa o primeiro passo para o desenvolvimento de uma indústria bilionária que não para de crescer no mundo – no ano passado, avançou 50%.

Só em Bom Jesus da Lapa, a italiana Enel Green Power, dona do empreendimento, investiu US$ 175 milhões, algo em torno de R$ 542 milhões. Em pouco mais de um ano, 500 mil painéis solares passaram a cobrir uma área de 330 hectares, o equivalente a 462 campos de futebol. Nesse período, a cidade sertaneja, acostumada com o vaivém dos fiéis e com cifras bem mais modestas, passou a conviver com uma mistura de idiomas.

Como a cadeia de produção no Brasil ainda é incipiente, os equipamentos para montar o parque solar vieram de várias partes do mundo. Os painéis que captam o calor do sol foram fabricados na China; os conversores para transformar a energia solar na eletricidade que chega à casa dos consumidores vieram da Itália; e a montagem da estrutura que permite a movimentação dos painéis na direção do sol foi feita por espanhóis.

Leia a íntegra na Exame

Rui inaugura Complexo Solar em Bom Jesus da Lapa com capacidade para atender mais de 166 mil residências

Complexo Solar Lapa Fotos Manu Dias GOVBA4

Na manhã desta quinta-feira (28), o governador Rui Costa participou da inauguração do maior parque de energia solar do país, construído pela empresa italiana Enel Green Power em Bom Jesus da Lapa, no oeste baiano. O empreendimento é composto por duas usinas e tem capacidade de gerar anualmente cerca de 340 Gigawatt-hora (GWh), o suficiente para atender mais de 166 mil lares brasileiros em um período de 12 meses. Com grande potencial para produção de energia limpa, o estado da Bahia tem apostado cada vez mais na utilização de fontes renováveis que prezam a sustentabilidade ambiental, como solar, eólica e biomassa.

Complexo Solar Lapa Fotos Manu Dias GOVBA2 A energia produzida no complexo de Bom Jesus da Lapa será injetada diretamente na rede elétrica, auxiliando os estados que mais sofrem com a falta de chuvas. De acordo com o governador, as fontes renováveis vão trazer ainda, oportunidades de emprego e desenvolvimento para a população da região.

“É a realização de um sonho, um planejamento feito há anos, onde se vislumbrou o potencial da energia alternativa, sustentável no Estado da Bahia. Significa uma possibilidade de forte desenvolvimento, renda e oportunidades de emprego para a região do semiárido baiano, um benefício para um contingente enorme de pessoas, que em função da dificuldade de produzir pela agricultura, não via a possibilidade de emprego.”

Potencial solar e eólico

Complexo Solar Lapa Fotos Manu Dias GOVBA3 Com temperaturas médias elevadas e altos índices de radiação, a Bahia é líder nacional em projetos para energia solar. De acordo com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), são 34 Projetos, sendo sete já em operação, 11 em construção e 16 serão iniciados e finalizados até 2018. A atração dos projetos representa um investimento de mais R$ 4,1 bilhões. O estado possui também o potencial para geração distribuída, na qual os painéis são instalados em residências e prédios comerciais. Atualmente são 326 empreendimentos fazendo esse tipo de distribuição. O maior exemplo é o Estádio de Pituaçu, que é superavitário, pois vende mais energia do que consome da Coelba.

Complexo Solar Lapa Fotos Manu Dias GOVBA5 Com ventos constantes e unidirecionais, considerados os melhores para produção de energia eólica, a Bahia também é líder nacional no volume de projetos contratados. São 187 projetos em execução: 74 já estão em operação, 58 em construção e 55 terão a construção finalizada até 2019, quando o estado passará a ser também líder na geração por esta fonte.

Atualmente a Bahia possui sete projetos de biomassa em operação, utilizando como combustível Licor Negro, bagaço de cana-de-açúcar, resíduos florestais, capim elefante e biogás. Com grande potencial a ser explorado, o estado apresenta grande área para implantação de empreendimentos, principalmente no oeste baiano. O governo do estado tem apoiado a implantação de projetos de energia, com a regularização fundiária, licenciamento ambiental, área, infraestrutura. (Fotos: Manu Dias/GOVBA)

Rui assina protocolo para instalação de empreendimento de energia solar na Bahia

O governador Rui Costa começa a agenda de compromissos da semana na capital baiana. Nesta terça-feira (11), às 14h, Rui assina protocolo de intenções entre a empresa AN Solar Serviços Técnicos Brasil e o estado da Bahia. Com um investimento de 7 milhões de reais, o empreendimento na área de energia solar, ficará localizado no município de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador (RMS). A empresa está focada em oferecer opções energéticas para aqueles que buscam eficiência e alternativas com solução para a gestão e economia de energia do seu negócio ou residência. O Ato acontece às 14h, no salão de reuniões, no prédio da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

 

Já na quarta-feira (12), às 14h, também no CAB, o governador recebe o diretor do Banco Mundial, Martin Raiser. Na ocasião, serão apresentadas e debatidas as estratégias de parceria da instituição financeira internacional com o Banco do Brasil. A pauta será estruturada com base nas conclusões do Diagnóstico Sistemático de País, documento apresentado ao governo da Bahia em julho de 2016.

 

 

Governo busca parceria com instituto alemão para instalar na Bahia centro de referência de energia solar

alemanha1O governador Rui Costa teve neste sábado (10) seu último compromisso na cidade de Stuttgart, na Alemanha. Durante a visita à rede hospitalar Klinikverbund Südwest para conhecer o modelo de gestão, Rui se reuniu com membros do governo de Baden-Württemberg, estado em que está localizado Stuttgart, e falou sobre a parceria com o Instituto Fraunhofer para instalar na Bahia um centro de referência de energia solar.

“Estamos trabalhando para que o centro de referência de energia solar fique no estado da Bahia, já que, entre todos os estados brasileiros, o de maior potencial em intensidade e extensão, tanto para energia eólica como energia solar, é a Bahia. Queremos a parceria com o Instituto Fraunhofer [sediado na cidade alemã de Freiburg] para instalar esse centro em nosso estado, no instituto Cimatec ou no Parque Tecnológico, do Governo do Estado. Temos espaço concreto e imediato para que as indústrias alemãs possam compor a cadeia produtiva da indústria solar e eólica na Bahia”. A comitiva do Governo da Bahia visita o Instituto Fraunhofer na próxima segunda-feira (12).

alemanha 2Rui Costa disse ainda que, já no próximo mês de novembro, a Bahia vai promover um encontro dos grandes consumidores de energia instalados no estado, principalmente aqueles dos segmentos de  alimentos e de bebidas, com investidores e fabricantes de equipamentos solares e eólicos da Alemanha. “Vamos tentar fazer com que, nesse encontro, sejam apresentadas aos grandes produtores soluções rentáveis a um custo menor do que eles têm hoje. Com isso, viabilizamos tanto a expansão dos parques de energia, quanto a produção de alimentos em nosso estado”.

Agricultura familiar

A posição da Bahia como estado brasileiro com maior número de famílias vivendo da agricultura familiar também foi alvo da conversa do governador com membros do governo alemão. “Temos o maior número de agricultores familiares e entendo que podemos agregar parcerias na estruturação da cadeia produtiva alimentar. É fundamental, na agricultura familiar, transformar os produtos in natura em produtos industrializados para consumo nos grandes centros. Com isso, estaremos impactando 700 mil famílias, cerca de 2,8  milhões de pessoas”.

Rui se reúne com executivos da área de energia solar e alta tecnologia na Alemanha

rui solar 1Expor o potencial da Bahia para geração de energia solar fotovoltaica, prospectando atração de investimentos para o estado, foi o principal objetivo da participação do governador Rui Costa no seminário “Energia Solar Fotovoltaica no Brasil”, realizado nesta sexta-feira (9), na cidade alemã de Stuttgart. O governador abriu o evento, que reuniu empresários e especialistas do segmento.
Organizado pelo Ministério de Economia e tecnologia da Alemanha, em parceria com a Câmara de Indústria e Comércio Brasil/Alemanha, com apoio da empresa de consultoria Energie Weachter, o seminário discute parceria, status, potencial, perspectiva e desafios da energia solar fotovoltaica no Brasil.

rui solar 2Durante o seminário, Rui deu o exemplo do Estádio de Pituaçu, que já funciona com o sistema de energia solar. “O primeiro equipamento grande em nosso estado em que foi implantada a energia solar foi o Estádio de Pituaçu, onde foi feito um projeto piloto. Esse estádio hoje tem autonomia do ponto de vista energético”.
Após o seminário, o governador, acompanhado dos secretários Manoel Mendonça (Secti), Jorge Hereda (SDE) e do superintendente da SDE, Paulo Guimarães, conheceu a Manz AG, uma das maiores fabricantes de equipamentos de alta tecnologia do mundo, com sede em Reutlingen, na Alemanha. Com a visita, Rui quer estreitar o relacionamento com a empresa, a fim de captar para o estado baiano novos investimentos de alta tecnologia em setores estratégicos, como o de energia, solar e eletrônico.
Logo após, Rui também conheceu um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos para energia solar, a Kaco New Energy, fabricante de inversores para redes de alimentação de energia solar.

 

Itacaré terá primeiro evento de surf do mundo com utilização de energia solar

itac  1

Itacaré recebe pelo segundo ano consecutivo dois dos maiores eventos de surf do país nos meses de outubro e novembro, o Bahia Bodyboarding Show e Surf Eco Festival. Como município paradisíaco e com alta conscientização de preservação ambiental entre os habitantes, Itacaré será o primeiro local a receber um evento das modalidades esportivas com a utilização de energia solar.

 

Uma grande estrutura será montada para captação desta energia que será utilizada em prol dos próprios eventos a serem realizados precisamente entre os dias 21 e 25 de outubro (Body Boarding Show) e 27 de outubro e 1º de novembro(Surf Eco Festival), na Praia da Tirica, local preferido para quem adora ótimas ondas.

 

itac 2O projeto para captação de energia solar é fruto de uma parceria entre as organizadoras dos eventos, Champ Produções e Dendê Produções, com a USINAZUL Energia Sustentável e o Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (USP), sob supervisão do Engenheiro e Empreendedor, Aurélio Souza, um dos pioneiros da energia solar no Brasil.

 

Além disso, durante os eventos serão realizadas várias atividades voltadas para Ecologia e conscientização de crianças, atletas e todos os participantes em relação ao meio ambiente. Com apoio do Programa Socioambiental da Petrobras, uma extensa programação com diversas ações como palestras, exposições, exibição de filmes, entre outros, serão desenvolvidas durante mais de dez dias.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia