camara vereadores itabuna
livros do thame

Posts Tagged ‘Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA)’

Famílias beneficiadas com Unidades de Apredizagem do Plano Brasil Sem Miséria recebem acompanhamento técnico

galinhasTécnicos da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) vão efetuar visitas supervisionadas às famílias de agricultores familiares beneficiadas com as Unidades de Aprendizagem (UAs) do Plano Brasil Sem Miséria. Famílias de oito municípios baianos, que compõem o Território Velho Chico, receberão os técnicos entre os dias 20 e 24 de outubro.

As famílias são visitadas a partir de identificações específicas. “Este acompanhamento tem como objetivo verificar o atual estágio da agropecuária a partir do que foi investido junto aos agricultores”, explica Samuel Feldman, Coordenador Estadual do Plano Brasil Sem Miséria pela EBDA, acrescentando que as escolhas das famílias para a visita é feita aleatoriamente.

Aproximadamente, duas mil famílias do Território Velho Chico já foram beneficiadas com UAs. Os agricultores a serem visitados são os beneficiados com as Unidades de Aprendizagem de Galinha Caipira, Caprinocultura, Reserva Estratégica, Fruticultura e Mandiocultura dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Igaporã, Matina, Sitio do Mato, Riacho de Santana, Oliveira dos brejinhos e Paratinga.

As Unidades de Aprendizagem são tecnologias sociais voltadas para a produção agrícola e a criação de animais que intensificam a produção de conhecimento para as famílias beneficiadas pelo Plano Brasil Sem Miséria.

Na Bahia, mais de oito mil famílias já foram beneficiadas com o Plano Brasil Sem Miséria, que é direcionado aos brasileiros cuja renda per capita é de até R$ 77,00. A meta do plano é aumentar a capacidade produtiva das famílias rurais em situação de extrema pobreza, com o apoio de assistência técnica e ações de acesso aos mercados para os produtos dessas famílias.

 

Bahia avança na produção de mel

melA Bahia tem muito para comemorar no Dia Nacional do Apicultor, celebrado nesta quinta-feira, (22/5). Estudos realizados pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (Ebda) indicam que o Estado é o 3º maior produtor de mel da região Nordeste, com uma produção anual de mais 600 mil toneladas. Este número é resultado do trabalho de oito mil agricultores familiares que vivem da criação e manejo das abelhas no estado. A perspectiva da Ebda é formar 11 mil famílias rurais na atividade apícola até 2015.

No município de Santa Bárbara, a 147 quilômetros de Salvador, 40 famílias da Comunidade de Boa Vista têm na apicultura sua principal atividade. Juntas, elas mantêm 350 colmeias, com uma produção de 2.450 litros de mel, a cada três meses. “Após a produção do mel, realizamos um processo de desorperculação, centrifugação e decantação do produto. E depois de 72 horas embalamos e comercializamos nas feiras dos municípios vizinhos”, explica Givaldo Araújo dos Santos, morador da Comunidade de Boa Vista.

O apicultor, Juracir Fisnando, conta que há cinco anos desenvolve a atividade apícola para complementar a renda da família.  “Já cheguei a colher 300 litros de mel em dois meses”, comemora o apicultor de Santana Barbara que conheceu a apicultura por meio da  sua esposa.  “A partir daí me interessei na criação de abelhas, que é uma terapia”, diz Juracir, que comercializa o mel no comércio local e em sua residência.

Capacitação - Para estimular o agricultor a criar abelhas, a Ebda presta assistência técnica e promove capacitação. As ações incluem cursos, seminários, dias de campo e elaboração de projetos. Com os conteúdos teóricos e práticos, os cursos abordam temas como: história da apicultura, tipos de colmeias, utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), comercialização dos produtos (pólen, própolis, geleia real, agrotóxicos, veneno e cera), com ênfase para a visão empreendedora da atividade no campo.

Read the rest of this entry »

Agricultores familiares de Ribeira do Amparo serão capacitados para produzir sementes

sementesTécnicos da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Secretaria Estadual da Agricultura, que compõem a Divisão de Produção Vegetal (DPV), localizada na sede da empresa, capacitam, na próxima quinta-feira (23), 50 agricultores familiares do Distrito de Irrigação, no município de Ribeira do Amparo, sobre produção de sementes. A atividade acontece a partir das 9h, na Câmara de Vereadores da cidade.

Os agricultores familiares presentes no curso receberão informações sobre todas as etapas do processo de produção de sementes. De acordo com um dos instrutores, o mestre em ciência e tecnologia de sementes da EBDA, Eli Santana, os conteúdos terão ênfase na temática referente aos padrões de campo e de laboratório, com a finalidade de se obter sementes de qualidade superior.

“Os produtores capacitados irão se tornar produtores de sementes e a produção vai ser destinada ao Programa de Distribuição de Sementes do Governo do Estado da Bahia”, explicou Santana. O técnico da Empresa, Wagner Camargo, também será responsável pelas orientações do curso.

Semana Santa terá Aleluia Ilhéus Festival com Padre Fabio de Melo e Roupa Nova

Feito para família, com os sabores da terra do cacau, o Aleluia Ilhéus Festival veio incrementar um qualificado calendário turístico da cidade. As tradições da semana santa estarão presentes, como o chocolate e o pescado, aquecendo a economia e estimulando o turismo local.  Entre as atrações estão o Padre Fabio de Melo e a Banda Roupa Nova.

O festival acontece de 28 a 31 de março e é organizado pela ATIL (Associação de turismo de Ilhéus), Prefeitura Municipal de Ilhéus, (Associação de turismo de Ilhéus  e SEBRAE, num grande investimento coletivo, “Esse evento revela um potencial diversificado sem que o município precise bancar as despesas para realização, pois as parcerias garantem o necessário para a infraestrutura e as atrações, cabendo a prefeitura e ao governo serviços, como limpeza, fiscalização, segurança e espaço público”, assegura Alcides Kruschewsky, secretário municipal de turismo.

Read the rest of this entry »

Plano Estadual da Borracha dá sustentabilidade a diversas regiões da Bahia

Sair da produção de 17,2 toneladas/ano para 146 mil toneladas; de 32.314 hectares plantados para mais 100 mil hectares com variedades melhoradas de seringueira nos próximos 20 anos; ampliar de 6,5 mil empregos para 34 mil, aumentar a produtividade de 800 kg/hectare para 1.460 kg/hectare, eliminar a importação de borracha seca, que hoje representa 70% do consumo interno; aumentar a renda oriunda da produção dos atuais R$ 102 milhões/ano, para R$ 865 milhões/ano; ampliar a arrecadação de ICMS de R$ 18 milhões /ano, para R$ 163 milhões/ano, e chegar ao ano 2040 com a Bahia autossuficiente na produção de borracha natural. Esses são os principais objetivos do Programa de Desenvolvimento do Setor da Borracha Natural do Estado da Bahia (Prodebon), lançado na manhã desta segunda-feira (9), no santuário da Primeira Igreja Batista de Valença.

?Este é o primeiro plano estadual estratégico que estamos lançando? disse o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Reforma Agrária Pesca e Aqüicultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, lembrando que ?para organizar e estruturar a agropecuária do Estado criamos 22 câmaras setoriais de cadeias produtivas consideradas estratégicas, que receberam a missão de elaborar planos estratégicos para os próximos 20 anos?. Ainda nesse semestre, o governo do Estado, através da Seagri, vai lançar o Plano Estadual do Leite, e mais cinco planos de outras cadeias até o final do ano.

Read the rest of this entry »

Bahia produz etanol e cachaça feitos com mandioca

o etanol eu passo, mas a cachaça parece da boa

Um projeto experimental e inovador que utiliza raiz de mandioca para a produção de etanol (álcool) e aguardente será apresentado pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri),  durante a 25º edição da Feira Nacional de Agropecuária (Fenagro), no Parque de Exposições de Salvador.

Como pioneira no Estado da Bahia, na fabricação desses co-produtos da mandioca, a EBDA traz aos visitantes do evento a possibilidade de acompanhar o processo de fabricação do etanol e da aguardente de mandioca, já que uma destilaria será montada pela Empresa para a exposição.

Esse projeto, desenvolvido por uma equipe técnica da EBDA, formada por cinco engenheiros agrônomos, tem o intuito de agregar ainda mais valor à mandioca, raiz com múltiplos usos na culinária brasileira, na alimentação animal e na agroindústria.

Read the rest of this entry »

Produção de uvas viníferas em Morro do Chapéu impulsiona desenvolvimento da Chapada Diamantina

produção de uvas: a doce geração de emprego e renda

Dois anos depois de assinar convênio com a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Semiárido), e com a Associação de Criadores e Produtores de Morro de Chapéu, para a avaliação técnica e econômica de videiras viníferas destinadas à produção de uvas na Chapada Diamantina, o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, comemora a concretização de um sonho. Na manhã desta sexta-feira (31), ele e o governador Jaques Wagner realizaram a primeira colheita de uvas, que serão transformadas nos primeiros vinhos produzidos com uvas de Morro do Chapéu.

Segundo o secretário, mais do que um sonho, esse fato confirma que o governo do Estado está dando largos passos para a agroindustrialização da Chapa Diamantina. Projetos com o mesmo objetivo estão sendo implantados nos municípios de Mucugê e Rio de Contas. O convênio que deu origem a esta nova realidade foi assinado no dia 30 de agosto de 2010, em Petrolina, durante a Feira de Agricultura Irrigada (Fenagri), evento realizado alternadamente em Juazeiro.

“Este é um momento importante, que abre uma avenida de oportunidades para Morro do Chapéu”, disse o governador Jaques Wagner, lembrando que tudo começou com uma conversa que ele teve como o francês Christian Jojot, presidente da maior cooperativa de produtores de vinhos da França, na região de Champagne. Esse encontro aconteceu exatamente no dia 8 de agosto de 2009, durante as comemorações do centenário de Morro do Chapéu. Naquele dia, Christian Jojot, (que veio à Bahia à convite de Jairo Vaz, superintendente de Atração de Negócios da Seagri), impressionado com as condições climáticas de Morro do Chapéu estimulou o governador e o então secretário da Agricultura, Roberto Muniz, a iniciar o cultivo de uvas para produção de vinhos na região.

 

Convidado por Jojot para visitar a região de Champagne, o governador, acompanhado pelo secretário Eduardo Salles, esteve na França, conhecendo o sistema de produção. As conversações culminaram com a assinatura do convênio, em 2010, e agora os resultados concretos estão sendo colhidos.

“É com muito prazer e emoção que contemplo esse maravilhoso vinhedo”, disse o produtor francês, ao participar da colheita das primeiras uvas. Ao lado dele, o presidente da Vinícola Miolo, Eurico Benedetti, destacou a qualidade do cultivo e afirmou que “esse experimento já é um sucesso”. Ele colocou as instalações da Miolo, em Casa Nova, para produzir os primeiros vinhos.

“Essa região vai se tornar a Champagne brasileira, com a produção de vinhos de alta qualidade”, prevê Eduardo Salles. As variedades de uvas cultivadas em Morro do Chapéu, (Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Tannat, Malbec, Merlot, Syrah, Sauvignon Blanc, Chardonnay e Muscat Petit Grain) foram trazidas da França. São de excelente qualidade e permitem a elaboração de vinhos de guarda, ou seja, que podem ser consumidos em até 30 anos.

Salles avalia ainda que, com a elaboração de vinhos finos, a Chapada Diamantina, além de se tornar referência em todo o mundo, terá forte impulso sócio-econômico. A expectativa do governo é atrair agroindústrias para a região, que possui também forte potencial turístico e hoteleiro, gerando empregos e renda.

Curso de culinária em casa de farinha ensina agricultoras cardápio utilizando a mandioca

Paes, doces, biscoitos, sorvetes, queijadinha, pizza, caldos, bolos, empadas e até o tradicional brigadeiro, feitos a partir do aipim, serão ensinados as agricultoras familiares do Assentamento Santa Domênica, na zona rural de Jaguaquara, e a assentadas dos municípios de Planaltino e de Lajedo do Tabocal, durante o curso promovido pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), por meio do Escritório local de Maracás.

O evento, que acontece de segunda a sexta-feira da próxima semana (20 a 24), será realizado em uma casa de farinha, no próprio assentamento, e tem a finalidade de estimular o desenvolvimento econômico rural em áreas de reforma agrária e o uso da mandioca na culinária local.

Participam do curso, 20 agricultoras familiares que serão capacitas a produzirem diversas receitas usando a mandioca. As aulas serão ministradas pela culinarista do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Emília Lúcia Goes, que traz em seu plano de aula, práticas de higiene na cozinha, valor nutricional dos produtos, montagem de cardápio, publicações digitais da cultura da mandioca, entre outros recursos. Emília Goes comenta que a partir do curso culinário, as agricultoras familiares terão mais uma alternativa de trabalho, renda e alimentação. “A partir das aulas, as participantes estarão aptas a produzir diversos produtos saborosos e ricos em vitaminas, já que a mandioca é um alimento bastante energético”, comentou a culinarista.

A  proposta do curso, que visa proporcionar renda, é o fornecimento dos produtos elaborados, aos Programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

 

Fernando Silva também explica que as agricultoras poderão comercializar seus produtos em feiras, exposições e eventos que estão no calendário festivo da cidade. “Os produtos feitos com mandioca são bem aceitos no paladar popular; o tradicional bolo de aipim é vendido nas padarias, supermercados e lanchonetes. Com isso, não haverá dificuldades na comercialização”, comentou o técnico.

 

O curso terá carga horária de 40 horas, e as alunas receberão material didático, como apostilas de receitas e vídeos. No final da capacitação será emitido, pelo Senar, um certificado de participação.

Sistema de plantio de abacaxi é tema de curso da EBDA em Maracás

Difundir um novo sistema de plantio da cultura do abacaxi na região de Maracás. Esse é o objetivo da capacitação que será realizada pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura (Seagri), nesta terça e quarta-feira (07 e 08), no Projeto de Assentamento (PA) Lagoa da Onça, município de Planaltino. Com o tema “Cultura do Abacaxi”, o evento está sendo organizado pela equipe de Assessoria Técnica Social e Ambiental (Ates) de Maracás, e terá como palestrante o especialista da Gerência Regional de Itaberaba, José Alves Bezerra.

Segundo a engenheira agrônoma da empresa, Nívea Silva, o abacaxi vem aumentando a sua representação na região e é necessária a adequação de melhores técnicas no plantio e incentivo para a expansão da cultura. Atualmente, o assentamento já conta com 20 mil mudas de abacaxi, plantadas pelos assentados no sistema tradicional de cultivo. “O que desejamos é o aumento da área plantada, da produção e da produtividade, a partir de técnicas apropriadas para esse fim”, explicou a agrônoma. Para José Bezerra, a capacitação permite não só o conhecimento de técnicas específicas para a cultura, mas, também, a troca de saberes, onde se respeita o conhecimento tradicional. Segundo ele, a programação do curso abrangerá assuntos sobre a importância da cultura do abacaxi, ressaltando desde o preparo do solo, adubação, plantio em fileiras duplas, indução floral, manejo das pragas e doenças, até a colheita e beneficiamento dos frutos.

Esta é a terceira capacitação sobre a cultura do abacaxi, realizada pela equipe de Ates de Maracás, em assentamentos da região. Os assentamentos Assembleia, em Jaguaquara, e o Khaetá, em Maracás, também foram contemplados com o mesmo curso, no ano passado.

Moradoras de assentamento participam de curso de horticultura

A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA) oferece um curso de horticultura, nesta terça-feira (26), para um grupo formado por sete mulheres, do Projeto de Assentamento (PA) Vavá, no município de Uruçuca.  O PA é atendido pela equipe de Assessoria Técnica, Social e Ambiental (Ates), do Escritório Local da EBDA, situado em Itabuna.

A capacitação será ministrada pelos engenheiros agrônomos da EBDA, Arnaldo Libório Filho e Wellington Leite, para incluir conhecimentos técnicos na produção de hortaliças do assentamento, utilizando o manejo sustentável. “Esse grupo já trabalha com horticultura. Iremos orientá-las na utilização de resíduos da própria fazenda – esterco, casca de cacau, folhas secas, frutas – para produção de composto orgânico, que será aplicado na adubação das hortas. A intenção é aumentar a produtividade e diminuir os custos”, afirmou Libório.

EBDA realiza seminários para agricultoras familiares de Canavieiras

Em comemoração ao mês da mulher, a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), ligada à Seagri, através do do Escritório Local de Canavieiras, promoverá, nesta terça-feira (27), um seminário dedicado às agricultoras familiares do Projeto de Assentamento Poxim, a partir das 9 horas, na sede da Associação.

De acordo com a programação, o evento será composto pelas seguintes palestras: “Pronaf Mulher e Pronaf Jovem”; “A mulher na Previdência Social”; “Saúde da Mulher”; e “Cidadania”. A estimativa é que cerca de 50 agricultoras participem do evento, que oferecerá ainda alimentação. Na quarta-feira (28), a mesma programação será realizada na Associação de Produtores Rurais Hera Nova, também em Canavieiras.

Os eventos estão sendo organizados pela assistente social da EBDA, Rosângela Cabral, e pelo chefe do escritório da EBDA de Canavieiras, Rosalvo Sertório Filho, em parceria com o Banco do Nordeste, Previdência Social e Prefeitura Municipal.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30