hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘Dia da Consciência Negra’

Dia da Consciência Negra foi comemorado no Conjunto Penal de Itabuna

Consciência Negra 1

Música, poesia, exposição de arte plástica, comida tradicional e até palestra. Assim foi o dia dos reeducandos que participaram de um evento em comemoração ao Dia da Consciência Negra no Conjunto Penal de Itabuna (CPI), nessa quinta-feira (26). Com a participação do grupo de percussão Encantarte, da banda Negras Perfumadas e do músico David Nascimento, o evento encheu de alegria corações e mentes dos participantes. “Nem parece que estamos presos”, disse um dos internos, saboreando um acarajé que foi servido após as comemorações.

Consciência Negra 3O acontecimento foi a culminância do programa de Remição pela Leitura desenvolvido na unidade, que é administrada pela empresa Socializa – Soluções em Gestão, em regime de cogestão com o governo do estado. “Foi realmente um dia diferente. Eles tiveram oportunidade de ouvir ainda mais sobre o tema que discutimos ao longo do mês, em nossas oficinas, e puderam fixar e absorver melhor aquilo que representa o Novembro Negro e o Dia da Consciência Negra”, explicou a professora Rute Praxedes, coordenadora do programa.

O mobilizador cultural Egnaldo França, coordenador do grupo Encantarte, militante do Movimento Negro e mestre em História, disse que era uma grande alegria discutir consciência negra num ambiente prisional. Ele aproveitou para desfazer o mito do negro “escravo” e da aceitação da escravidão por parte do povo preto, explicando que os negros foram escravizados, mas jamais foram ou são escravos. “Não existe essa história que os livros contam, de que fomos passivos. Aqui mesmo, em Ilhéus, houve revolta de pessoas escravizadas”, lembrou.

Read the rest of this entry »

Secretaria da Educação dá início ao Novembro Negro com live sobre as relações étnico-raciais na rede estadual de ensino

sec 1

A programação do Novembro Negro – mês dedicado ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro – foi aberta pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), nesta quarta-feira (4), com a live sobre o tema “Educação para as relações étnico-raciais na rede estadual de ensino”. A atividade on-line, transmitida pelo canal do YouTube da Educação Bahia, contou com as participações dos secretários estaduais da Educação, Jerônimo Rodrigues; de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Carlos Martins; de Promoção da Igualdade Racial; Fabya Reis; de Cultura, Arany Santana; e de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, além do presidente do Conselho Estadual de Educação, Paulo Gabriel Nacif, e do mestre em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas, Fábio Batista Pereira.

 

sec 2Mediada pela superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito, a live foi aberta pelo secretário Jerônimo, que falou da importância da programação voltada ao tema da igualdade racial. “Esta agenda, que reúne cinco secretários de Estado, dá início às nossas atividades do Novembro Negro, com um debate valioso e quero agradecer a toda a comunidade escolar e aos meus colegas secretários e ao professor Fábio, que fazem desta agenda um momento muito especial de articulação de governo. A educação tem uma responsabilidade muito grande, junto com as outras frentes, de tornar vivo este tema da igualdade racial. O povo negro de todo o mundo merece todas as nossas honrarias pela sua história, pela sua luta, pelo sofrimento que passou e precisamos ajudar o planeta a entender a história do povo negro a partir da nossa comunidade, da nossa escola”.

 

A parceria com a Secretaria da Educação na agenda voltada à promoção da igualdade racial foi ressaltada pela secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis. “É uma alegria enorme fazer parte deste momento especial no calendário do Novembro Negro e ao lado de gestores como Jerônimo, que tem sido um aliado de primeira hora das políticas de promoção da igualdade racial na Bahia. Tenho visto o quanto demos densidade, volume para que a gente avance, cada vez mais, na implementação das leis nº 10.639, sobre o estudo da África e a história afro-brasileira, e também da 11.642. Agradeço a parceria para que, de fato, a gente possa recuperar esta pauta e dar a celeridade e importância que ela tem para a agenda da população negra baiana e brasileira, não só no Novembro Negro, mas perpassando o conjunto do calendário que traz o tema da igualdade racial e o enfrentamento do racismo”.

Read the rest of this entry »

Escolas da rede estadual celebram o Dia da Consciência Negra

cn 4Símbolo do movimento antiescravagista, Zumbi dos Palmares tem a morte reverenciada por meio da celebração do Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em todo o país nesta quarta-feira (20). Nas unidades escolares da rede estadual espalhadas pelo interior da Bahia e também na capital, como é o caso dos colégios João das Botas, na Barra, e Rubén Dario, na San Martin, estudantes lembraram a data com diferentes manifestações culturais e artísticas.

cn 2Os alunos do João das Botas dividiram as apresentações e em cada sala foi possível acompanhar uma manifestação diferente da cultura negra. Do maculelê à capoeira, passando por religiões de matriz africana, professores e estudantes se empenharam em retratar capítulos importantes do povo negro. A estudante do primeiro ano, Débora Vitória, se sentiu muito orgulhosa por dar vida a Oxum. “Estamos ligados à nossa ancestralidade, nossos antepassados, e se estamos aqui hoje é graças a eles. Consciência Negra, para mim, é ser grata e relembrar toda a trajetória de quem lutou por todos nós”, afirmou a jovem.

A diretora da unidade situada na Barra, Marize Araújo, comentou que a organização de um evento como esse mostra como todos os atores que fazem parte do ambiente escolar estão em sintonia. “Vimos belíssimas apresentações em cada sala que passamos e isso só foi possível por que todos têm uma boa relação e sabem da importância de marcar essa data tão emblemática”, avaliou a gestora.

Read the rest of this entry »

Dia da Consciência Negra será celebrada com baile temático em Ilhéus

Orquestra Afro Gongombira

Orquestra Afro Gongombira

Para celebrar a diversidade e a resistência da cultura afro-brasileira, a Organização Gongombira de Cultura e Cidadania irá promover, no Dia da Consciência Negra, nesta quarta-feira (20), o Baile Afropop, a partir das 19 horas, no Espaço Cultural Dilazenze.

O baile contará com apresentação da Orquestra Afro Gongombira, anfitriã da festa, e dos convidados Nego Lú e Karine Gomes. A entrada é gratuita, mas para garantir o acesso à celebração, é necessário inserir o nome na lista, preenchendo o formulário disponível no link https://is.gd/baileafropop.

A ONG também irá promover nesta terça-feira, dia 19, a partir das 19 horas, a primeira Mostra de Cinema Negro do Terreiro de Matamba Tombenci Neto, com exibições gratuitas de “Bando, Um Filme de” e “Mokambo: Nguzu Malunda Bantu”.

As atividades são de iniciativa da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania e contam com apoio da Gongombira Serviços Culturais, Terreiro de Matamba Tombenci Neto e Dilazenze.

megro rcm

Conjunto Penal de Itabuna celebra o Dia da Consciência Negra parceria com a UFSB

Consciencia negra2

Discutir a questão do racismo, a partir de uma abordagem cultural. Essa foi a proposta de estudantes da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), que conduziram, em parceria com o Conjunto Penal de Itabuna (CPI), as atividades relativas ao Dia da Consciência Negra, o 20 de Novembro. O evento foi realizado na manhã de quarta-feira (21), no Centro de Educação e Ressocialização do CPI.

consciencianegraCoordenados pela professora-doutora Célia Regina, estudantes da UFSB, em níveis de mestrado e graduação, levaram aos mais de 100 internos participantes músicas, poesias e contação de histórias, além de palestra e exibição de documentário sobre racismo. Uma fotógrafa do projeto fez dezenas de registros, que foram disponibilizados ao final do evento, permitindo a todos se reconhecerem nas fotografias exibidas em um monitor de TV.

“Tudo foi feito de uma forma leve, lúdica e interativa”, observou o diretor do CPI, Capitão PM Adriano Valério Jácome da Silva. O lanche para os internos também foi uma referência à cultura afrobrasileira: acarajé, frito na hora, com direito a vatapá, salada e pimenta.

Read the rest of this entry »

rcm niger

aetu neg

Concurso valoriza Beleza Negra em Itabuna

beleza-negra

O Concurso Beleza Negra, que fez parte das celebrações do Dia da Consciência Negra e das homenagens a Zumbi dos Palmares em Itabuna, reuniu onze candidatas na União dos Servidores Municipais de Itabuna-Usemi. Coordenado por Walmir do Carmo, com apoio de Luzia Lima, o evento contou com as presenças de Mestre Sabará, Caboco Alencar e Dona Bazu,  que foram homenageados como negros que dão suas contribuições para à nossa sociedade. As homenagens foram realizadas grupo Movimento Negro Unificado (Núcleo de Itabuna), presidido por  Roberto Santos Ferreira.

O júri elegeu como vencedores Jeiziane Souza dos Santos , de 15 anos, do bairro Santo Antonio  em 1º. lugar;    Vanessa Ribeiro Soares dos Santos, de 21 anos,  do bairro Novo Horizonte em 2º. lugar e Queila Barbosa dos Santos, de  26 anos, do bairro Sinval Palmeira, em 3º. lugar.

Além das escolha da Garota Beleza Negra, a programação teve ainda musica, dança e poesia, com Rômulo Almeida, Gledson, Sueli da Silva e a participação do Grupo Axé Odara com toque de atabaques e dança sob o comando do Pai Gildo.

UFSB promove atividades do Dia da Consciência Negra

A Universidade Federal do Sul da Bahia realiza hoje (20) atividades em celebração ao mês da Consciência Negra, no campus Jorge Amado em Itabuna.Às 15 horas, haverá Cinema e Debate com o filme “Quanto vale ou é por quilo? ”, do diretor Sérgio Bianchi.

O filme é baseado em um conto de Machado de Assis que propõe uma reflexão sobre a sociedade brasileira escravocrata e contemporânea. No século XVIII, um capitão-do-mato captura uma escrava fugitiva, que está grávida. Após entregá-la ao seu dono e receber sua recompensa, a escrava aborta o filho que espera.

Nos dias atuais, uma ONG implanta o projeto Informática na Periferia. Arminda, que trabalha no projeto, descobre que os computadores comprados foram superfaturados e, por causa disto, precisa agora ser eliminada. Candinho, um jovem desempregado, torna-se matador de aluguel para conseguir dinheiro.

O filme desenha um painel de duas épocas aparentemente distintas, mas no fundo, semelhantes na manutenção de uma perversa dinâmica sócio-econômica, embalada pela corrupção impune, pela violência e pela apartação social.

Após a exibição do filme, haverá um debate com os professores Cynthia Barra e Rafael Guimarães, com mediação de Célia Regina.

Às 19:30, será a vez da Mesa Redonda “Formação Universitária e Racismo”, com os professores/debatedores Joel Felipe, Fabiana Lima, Fabrício Carvalho, Evani Tavares, Antônio Cardoso, Ana Cristina Peixoto e Gilmara Oliveira, com mediação do professor Álamo Pimentel.

A mesa redonda será transmitida via webconf através do link:http://webconf2.rnp.br/sala05_cja_ufsb

Durante o dia, haverá ainda a Exposição Fotográfica, intitulada “Consciência Negra”. Essa exposição é um convite à reflexão sobre ser negro na sociedade baiana, pela ótica dos discentes, técnicos e docentes da UFSB e compõe o calendário de atividades do mês Novembro Negro. A exposição será mediada pelos professores Cynthia Barra e Rafael Guimarães.

Show de compositores grapiunas celebra Dia da Consciência Negra em Ilhéus

grap 2

Nesta sexta-feira, 20, em Ilhéus, o projeto Encontro Grapiúna de Compositores e Compositoras chega à sua 7ª edição.  Mãe Ilza Mukalê, mãe de santo e referência cultural no Estado da Bahia, é uma das atrações de novembro e, juntamente com Nado Costa, Glendha e Vítor Patrício, fará parte de um grande show de composições inéditas, celebrando o Dia Nacional da Consciência Negra. O evento começa às 20h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (Av. Soares Lopes) os ingressos custam R$12 e R$6 reais e podem ser adquiridos na Livraria Papirus ou no local do show.

grap 1

Neste mês, além dos compositores e compositoras, teremos a participação de músicos das bandas da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania e do Grupo Cultural Dilazenze, e Rogério Alves (Banda Quizila) como baterista do mês. Também participam acompanhando os compositores Herval Lemos e Eddy Oliveira.

CEMA Potiraguá celebra Dia da Consciência Negra

cema 1

O Centro Educacional Maria Azevedo – CEMA, em Potiraguá com objetivo de  proporcionar uma reflexão sobre a introdução dos negros na sociedade brasileira e conhecer as especificidades da cultura afro-brasileira reconhecendo as diferenças nas vivências humanas, presentes na sua realidade em outras comunidades, está promovendo o IV Seminário sobre Consciência Negra.
Com o tema central: Educação sem cor – eu aceito!

cema 3

A solenidade de abertura do evento, que comemora o Dia da Consciência Negra (20 de novembro). aconteceu no salão do Colégio Polivalente hoje pela manhã. O CEMA, durante toda semana, discutirá  temas pertinentes sobre o Negro, Raça/Etnia e Cultura. A data 20 de novembro foi escolhida para homenagear Zumbi dos Palmares (seu aniversário de morte), grande guerreiro e símbolo da resistência contra a escravidão.

cema 2

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31