hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘democracia’

A democracia em risco

abiPor conta das ameaças e manifestações golpistas de bolsofascistas, principalmente contra o Supremo Tribunal Federal (STF), em especial o ministro Alexandre de Moraes, e de ataques à Constituição, liderados pelo ainda presidente Jair Bolsonaro, enfrentamos, neste 7 de Setembro, a maior ameaça à democracia brasileira, desde o fim da ditadura militar.

Neste momento grave, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) reafirma o antológico discurso de Ulysses Guimarães, ao promulgar a Constituição de 1988: “Traidor da Constituição é traidor da Pátria. Conhecemos o caminho maldito. Rasgar a Constituição, trancar as portas do Parlamento, garrotear a liberdade, mandar os patriotas para a cadeia, o exílio e o cemitério. Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo.”

Desde a véspera, com a edição de uma Medida Provisória (MP) com objetivo de legalizar a divulgação de mentiras, fake news, ofensas e o negacionismo, atingindo de forma direta a liberdade de expressão, definida pela Constituição Federal, o ex-capitão Bolsonaro deixou mais claro do que nunca o seu movimento golpista.

Diante destes acontecimentos, a ABI conclama a todos os democratas, maioria absoluta dos brasileiros, a defenderem o STF, principalmente o ministro Alexandre de Moraes, pela rejeição imediata da MP da normalização das mentiras, e pela abertura do debate para o impeachment de Bolsonaro.

Viva a democracia. Fora Bolsonaro.

Paulo Jeronimo
Presidente da ABI

“Não há democracia com a manutenção do racismo, da intolerância e do preconceito”, afirma Jaques Wagner

Wagner e LulaPresente na atividade de Lula com movimentos negros e entidades religiosas na sede do Ilê Aiyê, nesta quinta-feira, 26, o senador Jaques Wagner falou sobre a necessidade de ações efetivas para combater o preconceito no Brasil. “Quero falar da minha alegria de estar mais uma vez na Senzala do Barro Preto, símbolo da cultura, da luta e resistência negro, e dizer que não adianta falar do fim do preconceito se não houver ações concretas que coloquem na centralidade da nossa agenda a luta do povo negro”.

Wagner destacou, na ocasião, o esforço de Lula, em seus oito anos como presidente da república, para estabelecer boas relações com os países africanos. “Nunca o Brasil teve uma relação tão consolidada com os africanos e com o continente africano como no período em que Lula foi presidente do país”.

Read the rest of this entry »

Contra a tirania a força da democracia

josiaa

Josias Gomes

josias gomesNa certa Bolsonaro comemora a sua guerra particular contra o Brasil, onde o desgoverno matou mais de dez vezes o número de mortos na guerra do Paraguai. Quem sabe o filhote de ditador celebre com pompas das Forças Armadas a entrega da riqueza e soberania nacional ao capital estrangeiro. O palhaço assassino achou pouco os gastos com as motociatas e agora utiliza tanque de guerra pra tentar mostrar seu poder estéril.

Uma coisa é certa, Bolsonaro tirou o partido fardado dos quartéis pra atacar diretamente as instituições e a democracia. Mandou um claro recado de que se recuarmos, ele bota os tanques na rua e fecha o congresso, instaura o AI-5 requentado e parte pra ruína total do país.

Parabéns aos meus colegas congressistas que repudiaram o ato infame do projeto de presidente e de parte das FA. Precisamos dar respostas contundentes na defesa da democracia! O povo precisa derrubar Bolsonaro nas ruas. E as instituições necessitam urgentemente acelerar o passo pra eliminar em definitivo o Bolsonarismo da política brasileira. #ForaBolsonaro

Como diria Carval em sua charge genial: PALHAÇOS

—–
Josias Gomes – Deputado Federal do PT/Bahia licenciado e atualmente titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Agir enquanto é tempo!

Josias Gomes

josias gomesNa luta pela retomada da democracia!

Sou eterno militante da democracia.

Lutei desde a Ditadura Militar contra os regimes de exceção.

Lutarei quantas vezes for preciso para resgatarmos o Brasil democrático.

Sem democracia, a participação popular é nula. O progresso que a mídia rapina tenta vender não passa de ilusão maléfica: mais um golpe contra a classe trabalhadora.

Os vendilhões da pátria cunharam na bandeira nacional: Ordem e Progresso. Mas a ordem deles é para nos manter acorrentados em seus calcanhares. O progresso que eles pregam é valido somente para um punhado de multimilionários, e estrangeiros sanguessugas.

Toda vez que ousamos inverter esta lógica perversa que joga milhões de brasileiros a margem do sistema, somos duramente golpeados.

Portanto meus companheiros e companheiras, necessitamos nos organizar, aglutinar forças, partidos de esquerda, sociedade civil e todo aqueles que não estão inclusos nesta agenda de país reducionista.

O nosso contragolpe é resistir, lutar, revolucionar e derrubar este modelo político fascista.

Sozinhos, não passamos de indivíduos indignados.

Unidos, somos a força transformadora capaz de vencer até o impossível.

———-

Josias Gomes – Deputado Federal (licenciado) do PT/Bahia e atualmente titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O lobo do fascismo mostra as garras…

Por que têm tanto medo de Lula livre?

 

Luiz Inácio Lula da Silva, na Folha de São Paulo

lula

Faz um ano que estou preso injustamente, acusado e condenado por um crime que nunca existiu. Cada dia que passei aqui fez aumentar minha indignação, mas mantenho a fé num julgamento justo em que a verdade vai prevalecer. Posso dormir com a consciência tranquila de minha inocência. Duvido que tenham sono leve os que me condenaram numa farsa judicial.

O que mais me angustia, no entanto, é o que se passa com o Brasil e o sofrimento do nosso povo. Para me impor um juízo de exceção, romperam os limites da lei e da Constituição, fragilizando a democracia. Os direitos do povo e da cidadania vêm sendo revogados, enquanto impõem o arrocho dos salários, a precarização do emprego e a alta do custo de vida. Entregam a soberania nacional, nossas riquezas, nossas empresas e até o nosso território para satisfazer interesses estrangeiros.

Hoje está claro que a minha condenação foi parte de um movimento político a partir da reeleição da presidenta Dilma Rousseff, em 2014. Derrotada nas urnas pela quarta vez consecutiva, a oposição escolheu o caminho do golpe para voltar ao poder, retomando o vício autoritário das classes dominantes brasileiras.

O golpe do impeachment sem crime de responsabilidade foi contra o modelo de desenvolvimento com inclusão social que o país vinha construindo desde 2003. Em 12 anos, criamos 20 milhões de empregos, tiramos 32 milhões de pessoas da miséria, multiplicamos o PIB por cinco. Abrimos a universidade para milhões de excluídos. Vencemos a fome.

Read the rest of this entry »

A0 PÉ DA GOIABEIRA lopes

Chico Pinto e a aurora que sucede a noite escura

Barão de Pau-d´Alho  /   bddepd@gmail.com
Chico Pin toParece fundamental que se viva o presente com perspectiva de futuro, mas sem esquecer o passado. Dito o que, vamos a Marx (e que o comandante B., com sua equipe de lesos, não me queira arrancar as venerandas barbas por causa desta citação: “A história se repete, a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa”. (Marx, Karl: O 18 de Brumário de Luís Bonaparte/1852).

Em março de 1974, o ditador chileno Pinochet estava no Brasil, para a posse do colega brasileiro Ernesto Geisel. No dia 14 daquele mês e ano, o deputado Chico Pinto (Feira de Santana/1930 – Salvador/2008), na foto, fez, na tribuna da Câmara,  o discurso corajoso que nos falta hoje. Um trechinho:

 

“O que nos vem do Chile é o fechamento de jornais, é a censura desvairada à imprensa remanescente. O que nos vem do Chile é a opressão mais cruel, de que nos dá ideia a reportagem e as fotos publicadas pela revista Visão, do campo de concentração da Ilha Dawson. O que nos vem do Chile é o clamor dos presos: Três mil mortos, segundo Pinochet declarou a Dorrit Harazim, da revista Veja …

Adiante, Chico Pinto externa  “protesto e repulsa” pela presença indesejável dos vários Pinochets “que o Brasil,infelizmente, está hospedando”. Depois de chamar Pinochet de “assassino, mentiroso e fascista”, Chico firma que “Se aqui houvesse liberdade, o povo manifestaria seu descontentamento e sua ira santa, nas ruas, contra o opressor do povo chileno.” Em seguida, bate o último prego:

Para que não lhe pareça, contudo, que no Brasil estão todos silenciosos e felizes com sua presença, falo pelos que não podem falar, clamo e protesto por muitos que gostariam de reclamar e gritar nas ruas contra sua presença em nosso País.

Foi o suficiente: Em 28 de maio, veio a resposta da ditadura, impondo absoluto silêncio da mídia sobre o parlamentar:

De ordem superior, fica terminantemente proibida a divulgação, através dos meios de comunicação social, escrito, falado e televisado, de notícias, comentários, referências, transcrição e outras matérias relativas ao deputado Francisco Pinto.

Com o mandato cassado, Chico  Pinto ficou preso no I Batalhão da PM de Brasília, só libertado em abril de 1975. Num intervalo fora das grades, ainda em1974, repetiu as críticas ao governo na Rádio Cultura de Feira de Santana, em entrevista ao festejado jornalista Lucílio Bastos), sendo outra vez processado (a ditadura, incontinenti, cassou a concessão da  emissora). Dois anos depois, Chico seria absolvido pelo Supremo Tribunal Federal, por unanimidade.

O caso Chico Pinto-Pinochet está (muito bem) contado no livro A censura política na imprensa brasileira, do jornalista Paolo Marconi.

.

Restou dizer que, antes da abolvição unânime no  STF (era outro, o STF!), Chico Pinto entrou numa relação de “indultados” pelo general Geisel. O parlamentar recusou a “bondade” do ditador, em carta, com uma frase que é um símbolo de dignidade pessoal e coragem contra o arbítrio:

Rogo a Vossa Excelência que me livre de mais este constrangimento – o de um perdão que não solicitei”

Mais de quatro décadas depois, o ex-presidente Lula assumiu atitude semelhante, frente ao circo armado pelas autoridades brasileiras, quanto ao velório do irmão Vavá:

Dizendo que a decisão provocou “inequívoco constrangimento ilegal” a seu cliente, a defesa do ex-presidente informou ao ministro Dias Tofolli (produtor da canhestra decisão) que, por entender que o encontro com seus familiares horas após o sepultamento de seu irmão, na forma consignada na decisão (em uma unidade militar) terá o condão de agravar o sofrimento já bastante elevado de seus membros, o Peticionário informou à sua Defesa técnica que não tem o desejo de realizar o deslocamento nesta oportunidade”.

Diante da violência, há de manter-se a dignidade, alimentando o sonho de que não há mal que sempre dure, e que a noite escura precede o alvorecer. O sol nascerá.

 

 

PERFIL DO BARÃO

Read the rest of this entry »

A Democracia morre na escuridão

Video/alerta divulgado pelo jornal Washington Post (EUA) no intervalo do Super Bowl, o maior evento do esporte mundial.

Carta de Lula sobre o segundo turno das eleições

Lula“Meus amigos e minhas amigas,

Chegamos ao final das eleições diante da ameaça de um enorme retrocesso para o país, a democracia e nossa gente tão sofrida. É o momento de unir o povo, os democratas, todos e todas em torno da candidatura de Fernando Haddad, para retomar o projeto de desenvolvimento com inclusão social e defender a opção do Brasil pela democracia.

Por mais de 40 anos percorri este país buscando acender a esperança no coração do nosso povo. Sempre enfrentamos o preconceito, a mentira e até a violência, e, mesmo assim, conseguimos construir uma profunda relação de confiança com os trabalhadores, com as pessoas mais humildes, com os setores mais responsáveis da sociedade brasileira.

Foi pelo caminho do diálogo e pelo despertar da consciência cidadã que chegamos à Presidência da República em 2002 para transformar o país. O povo sabe e a história vai registrar o que fizemos, juntos, para vencer a fome, superar a miséria, gerar empregos, valorizar os salários, criar oportunidades, abrir escolas e universidades para os jovens, defender a soberania nacional e fazer do Brasil um país respeitado em todo o mundo.

Tenho consciência de que fizemos o melhor para o Brasil e para o nosso povo, mas sei que isso contrariou interesses poderosos dentro e fora do país. Por isso tentam destruir nossa imagem, reescrever a história, apagar a memória do povo. Mas não vão conseguir.

Para derrubar o governo da presidenta Dilma Rousseff, em 2016, juntaram todas as forças da imprensa, com a Rede Globo à frente, e de setores parciais do Judiciário, para associar o PT à corrupção. Foram horas e horas no Jornal Nacional e em todos os noticiários da Globo tentando dizer que a corrupção na Petrobras e no país teria sido inventada por nós.

Read the rest of this entry »

O Brasil diante de dois caminhos

Ministério Publico, Defensoria Pública e OAB Bahia defendem Estado Democrático de Direito

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), a Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) e a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia (OAB-BA) divulgaram nesta terça-feira (23), uma nota conjunta sobre o momento eleitoral do país e a importância do respeito aos direitos garantidos constitucionalmente, como a liberdade de expressão e de manifestação. Conforme as instituições, o comunicado é divulgados após casos que são noticiados no estado e no país que remontam “tempos sombrios da história do nosso país’”.

A nota é assinada pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado, pelo defensor público geral Clériston Macêdo e pelo presidente da OAB-BA, Luiz Viana. No documento, eles consideram que, “em um Estado Democrático de Direito, é inadmissível que a liberdade de expressão e o direito à manifestação sejam cerceados pelo medo”

“Em virtude dos casos concretos que, infelizmente, vêm figurando no noticiário local e nacional, remontando tempos sombrios da história do nosso país, o Ministério Público do Estado da Bahia, a Defensoria Pública do Estado da Bahia e a Ordem dos Advogados do Brasil Seção Bahia, vêm conjuntamente anunciar que defenderão os direitos previstos na Constituição Federal, em especial os incisos IV e XVI do artido 5ª da Carta Magna, para que todos, indistintamente, possam exercê-los integralmente, de forma pacífica e sem obstáculos, e também sem temer preconceito, discriminação ou violência”, afirma o comunicado.

Ainda segundo a nota, as instituições atuarão na defesa “da sociedade livre, justa e solidária, preconizada na Carta Cidadã de 1988, e zelarão para que sejam respeitados os direitos de todos e os princípios da República brasileira, agindo de forma independente e subordinada apenas à Lei”.

democacia

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31