hanna thame fisioterapia animal
prefeitura ilheus livros do thame

Posts Tagged ‘curso de Medicina’

MEC autoriza curso de Medicina em Itabuna

A Faculdade Santo Agostinho (Fasa), que oferecerá 85 vagas no curso de Medicina em Itabuna, obteve o credenciamento do Ministério da Educação (MEC). A Portaria foi divulgada na edição do Diário Oficial da União.

O credenciamento tem validade por 3 anos. O campus da Fasa funcionará na Avenida J.S. Pinheiro, bairro Nova Itabuna, próximo ao trevo das rodovias 101 e 415. O curso foi criado no âmbito do programa federal Mais Médicos, em 2015.

Com o credenciamento, a Faculdade Santo Agostinho poderá realizar o primeiro vestibular.

UFSB realiza Aula Magna do curso de Medicina

O campus Paulo Freire da Universidade Federal do Sul da Bahia, localizado em Teixeira de Freitas, realizou na noite da última segunda-feira (26) a aula magna do Centro de Formação em Ciências da Saúde, com o deputado Jorge Solla e o tema “SUS: perspectivas na conjuntura atual”.AULA MAGNA

Compondo a mesa, estavam a reitora em exercício, Joana Guimarães; a vice-decana do Centro de Formação em Ciências da Saúde, Márcia Maria Moraes; o coordenador do curso de Medicina, Luiz Henrique Guimarães; representando o Prefeito de Teixeira de Freitas, o Secretário de Educação Hermon Freitas; o diretor clínico da Policlínica Regional, Ronaldo de Toledo; o diretor clínico do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, Waldir Ferreti Júnior; o deputado Uldurico Júnior; e o deputado Jorge Solla.

A reitora deu início à Aula Magna falando sobre a importância do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde, antes do curso de Medicina, para que o estudante tenha uma visão mais ampla sobre o indivíduo e o contexto que o cerca, prestando o verdadeiro serviço de uma universidade pública e gratuita para a população.

Read the rest of this entry »

MEC: curso de Medicina da Uesc é o melhor da Bahia

uesc

A UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz (Itabuna/Ilhéus) é a 1ª da Bahia e a 10ª melhor do Brasil na carreira de Medicina, segundo levantamento do Ministério da Educação . Já a 2ª da Bahia e 22ª do ranking nacional é a UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Vitória da Conquista).

A seguir vêm as formadoras de médicos da capital: Bahiana – Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (Salvador) e FTC – Faculdade de Tecnologia e Ciências (também de Salvador) como, respectivamente, 3ª e 4ª do estado, 34ª e 40ª do ranking nacional do MEC.

A Faculdade Santo Agostinho, tão anunciada pela Prefeitura de Itabuna, ainda a ser inaugurada na cidade, não aparece em lugar nenhum do Brasil entre as 80 primeiras. E também não aparece faculdade de Medicina nenhuma da Bahia entre as 17 piores do País, segundo ranking nesse sentido também divulgado pelo Ministério da Educação e Cultura.

Curso de Medicina da Uesc entre os 20 melhores do Brasil

UescO curso de Medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) obteve nota 3,5922 pontos e conceito 4, numa escala de zero a 5, no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2016. A instituição ficou na 13ª colocação no “Conceito Enade” divulgado  pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC).

O curso de Medicina da Uesc foi segundo mais bem avaliado no Nordeste, atrás apenas da Universidade Estadual do Ceará (Uece), que ficou com conceito 5 no Enade e nota 3,9851 pontos. Na Bahia,  a instituição teve o melhor resultado entre instituições públicas e privadas,  conforme apurou o PIMENTA.

Outra instituição pública que também apresentou bom resultado no curso de Medicina foi a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, com conceito 4 (nota 3,5273 pontos). Entre os 20 melhores cursos aparece ainda a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), de Salvador, com Conceito Enade de 4 (3,497 0 pontos).

O curso de Medicina da Universidade Federal da Bahia não ficou entre os 20 melhores do País, mas foi bem avaliado, com nota 2,9986 e conceito 4. Como se percebe, a diferença na classificação deve-se aos décimos. As notas são arredondadas pelo MEC.

No topo da lista em no país ficou o curso de Medicina da Universidade Federal de Viçosa (UFV), de Viçosa, em  Minas Gerais, com Conceito Enade 5 (4,8308 pontos). O Enade avalia o conhecimento, competência e habilidades dos estudantes. A nota varia de zero a 5 pontos.

AVALIAÇÃO

O Enem é composto de 40 questões, divididas em duas partes: Formação Geral (FG) e Componente Específico (CE). A primeira tem dez questões, sendo oito de múltipla escolha e duas discursivas, que contempla temas como sociodiversidade, biodiversidade, globalização, cidadania e problemas contemporâneos.

Essas perguntas equivalem a 25% da nota da prova. A segunda visa aferir as competências, habilidades e o domínio de conhecimentos necessários para o exercício da profissão e é composta por 30 questões, sendo 27 questões de múltipla escolha e três discursivas, o que equivale a 75% da nota da prova.

Convênio acelera implantação do curso de Medicina em Itabuna

facuna 3O prefeito Fernando Gomes presidiu, no auditório do Hospital de Olhos Beira-Rio, a solenidade de assinatura do Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde, que define as ações para implantação do curso de medicina das Faculdades Santo Agostinho em Itabuna, com inauguração da sede prevista para 28 de julho e realização de vestibular ainda este ano, com a oferta também de cursos nas áreas de engenharia e arquitetura. Na oportunidade, o prefeito destacou o envio para o legislativo do projeto que transforma Itabuna numa Cidade Universitária, consolidando o principal polo de educação e serviços da região sul da Bahia, ampliando as perspectivas de geração de emprego e renda uma das prioridades de governo.

Lembrando que em cinco mandatos como prefeito sempre priorizou os investimentos em educação, saúde e trabalho, o prefeito Fernando Gomes considerou que ”este é um dia de felicidade para Itabuna e amplia as perspectivas para investimentos na área de educação através de uma parceria entre o governo e a iniciativa privada”. Ao salientar que Itabuna completa este ano 107 anos de emancipação, ele observou que construiu ao longo dos anos de governo 117 salas de aula, enquanto os demais gestores construíram apenas 54  unidades.

facuma 2Ele destacou que educação deve ser uma prioridade em qualquer projeto de desenvolvimento e um investimento de largo alcance social. Falou também do projeto da Cidade Universitária que tem o objetivo de promover um ambiente favorável ao desenvolvimento da educação superior e facilitar a implantação de novos cursos, além de promover o incentivo à inovação e ao empreendedorismo universitário.

Na saúde, o prefeito salientou a implantação do Hospital de Base, construído com recursos do município e que atende a pacientes de 160 municípios, funcionando como uma referência regional. Destacou ainda a construção da Maternidade da Mãe Pobre, que foi implantada com recursos próprios e já realizou ao longo dos anos mais de 100 mil partos: “também me orgulho da luta e da mobilização regional em defesa do curso de medicina da Uesc e o apoio dado para a implantação em Itabuna da FTC e agora às Faculdades Santo Agostinho”, complementou.

Fernando Gomes anunciou ainda, que no próximo ano vai formalizar a doação do terreno para a construção do campus de Itabuna, que vai abrigar os diversos cursos oferecidos através dessa Instituição de Ensino Superior. As Faculdades Santo Agostinho têm campus também em Montes Claros, Sete Lagoas e Vitória da Conquista, com 15 mil alunos.

A solenidade de assinatura do protocolo contou com a presença do secretário Ciência, Tecnologia e Inovação, José Vivaldo Mendonça, que representou o governador Rui Costa, além de prefeitos da região, Vereadores de Itabuna, autoridades civis e militares, bem como todos os Secretários Municipais e dirigentes da FICC, FASI, Fundação Marimbeta e da Emasa.

MEC libera curso de Medicina em Itabuna

Itabuna é um dos 37 municípios a contar, a partir do próximo ano, com a oferta de cursos de medicina referente ao programa Mais Médicos. O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira a lista das cidades e instituições.

Elas foram selecionadas para oferecer 2.460 vagas. A decisão está sendo comemorada pelo prefeito Claudevane Leite e pelos secretários municipais de Educação, Dinalva Melo; de Saúde, Paulo Bicalho, e de Governo, Cleide Oliveira.

med-itaO Instituto Educacional Santo Agostinho venceu a disputa para implantar o curso em Itabuna, com 85 vagas, das quais 10 serão para bolsistas. A instituição já possui faculdades em Minas Gerais e um curso de Medicina em Conquista.

No mês passado, o prefeito Claudevane Leite participou de audiência no Ministério da Educação, em Brasília, para pedir maior rapidez visando à instalação do curso de Medicina, depois que o TCU liberou os cursos, em julho..

A partir da publicação da Portaria nº 545, de 26 de setembro, as instituições que tiveram propostas selecionadas serão convocadas para a entrega da garantia de execução e assinatura de termo de compromisso.

Também está previsto o monitoramento da implantação dos projetos apresentados. De acordo com cada proposta selecionada, esse processo pode ser realizado entre três e 18 meses.

Vane mantém a expectativa quanto à realização do primeiro vestibular para Medicina ainda em dezembro, pelas Faculdades Santo Agostinho, com o início das aulas a partir de fevereiro.

TCU libera curso de Medicina em Itabuna

medicinaO Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu retirar a suspensão do edital de abertura de novos cursos de medicina lançado durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) no programa Mais Médicos. Os editais estavam suspensos desde outubro do ano passado, quando entidades médicas questionaram a constitucionalidade de supostas mudanças de regras no edital após o seu lançamento.

Com a decisão, dez municípios baianos que haviam sido selecionados retomam o processo de instalação de cursos de medicina: Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro estão no primeiro edital; Euclides da Cunha, Irece, Brumado e Senhor do Bonfim no segundo. “Foi uma decisão sensata e atende ao planejamento de longo prazo do Mais Médicos, que é o de termos profissionais brasileiros em todos os municípios do interior e em todas as periferias, abrindo mão dos intercambistas”, disse o deputado Jorge Solla (PT-BA), que coordena no estado a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Implantação dos Cursos de Medicina.

“As instituições de ensino investiram em infraestrutura, as prefeituras investiram na rede própria de saúde para atender as exigências mínimas do MEC para o período de internato, foram criadas residências médicas, e estava tudo ameaçado. Com esta decisão, agora as instituições de ensino e as prefeituras voltam a correr contra o tempo para iniciar as atividades dos novos cursos”, completou o deputado. Ele participou, em maio, de audiência com a ministra Ana Arraes, relatora da ação do Mais Médicos no TCU, quando cobrou celeridade na votação.

São Francisco do Conde ganha curso de Medicina

Conde 1

Evandro Almeida, prefeito de São Francisco do Conde (foto) recebeu confirmação da implantação do curso de Medicina, em 2016, no campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

 

Conde 2Em visita a Brasília, na semana passada, acompanhado do deputado federal eleito Jorge Solla, Almeida comemorou a notícia e fez questão de lembrar Rilza Valentim, prefeita que faleceu em julho passado: “Estamos dando continuidade a todos os projetos iniciados pela nossa querida Rilza Valentim. Um curso de medicina será um marco na história do nosso município. Vai contribuir com o desenvolvimento de toda região e ajudar São Francisco a se tornar  um polo educacional”.

Ministério da Saúde oficializa curso de Medicina em Itabuna

itabuna med

O secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Heider Aurélio Pinto, o secretário estadual de Saúde, Washington Couto, e o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, assinam, nesta quarta-feira, no gabinete do prefeito, o termo que autoriza o funcionamento do curso de medicina no município. A medida faz parte dos compromissos do Programa Mais Médicos para expansão e melhoria da formação em todo o país. A abertura de novos cursos de medicina foi anunciada pelo governo federal no início do mês.

Ao todo, 39 cidades foram selecionadas. Na Bahia, além de Itabuna, foram habilitados para receber os novos cursos: Alagoinhas, Guanambi, Eunápolis, Jacobina e Juazeiro. Com a assinatura do termo de compromisso, os gestores municipais se comprometem a manter a estrutura necessária na rede pública de saúde e fazer as adequações recomendadas para habilitação da faculdade. A assinatura do termo será realizada às 17 horas, no gabinete do prefeito.

Durante o processo de seleção, os municípios foram visitados por uma comissão de especialistas. Entre os critérios avaliados, estava a quantidade de pelo menos cinco leitos no Sistema Único de Saúde disponíveis por aluno e unidade hospitalar com potencial para hospital de ensino. Para escolher as localidades, o governo federal também considerou a necessidade do curso, a organização da rede de saúde para desempenhar as atividades práticas e a capacidade para criação da residência médica.

Governo Federal autoriza curso de Medicina em Itabuna

 

itabunaItabuna está entre os 39 municípios brasileiros autorizados pelo Governo Federal a implantar curso de Medicina, no âmbito do Programa Mais Médicos do Ministério da Saúde. O anúncio foi feito hoje, em Brasília, pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. O prefeito Caludevane Leite comemorou a notícia e comentou que a implantação do curso de medicina coroa o esforço feito pela administração, tendo à frente as secretarias de Educação e Saúde. “É uma conquista importante e demonstra que estamos abrindo novos horizontes para a formação dos nosso jovens”, disse Vane.

No Sul da Bahia somente a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) contava com curso de graduação em Medicina, implantado há mais de uma década. Atualmente 80 alunos estão cursando a graduação.

Itabuna foi escolhida após visita de uma Comissão de Especialistas do MEC que avaliou in loco a estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde existentes, tendo comprovado que o município possui capacidade técnica na rede de atendimento em saúde para atender aos requisitos exigidos.

As instituições de ensino superior que assumirem a responsabilidade de abrir os cursos devem realizar investimentos na rede de saúde – os valores aplicados são, inclusive, critério para a seleção das IES –, além de implantar programa de residência médica de modo a garantir a especialização dos profissionais após o término da graduação.

 

A abertura de novos cursos e vagas de graduação leva em conta a necessidade da população e a infraestrutura dos serviços – com isso, mais faculdades surgirão em localidades com escassez de profissionais, como no Nordeste e no Norte do país, e em cidades do interior de todas as regiões brasileiras. Na Bahia, além de Itabuna, também se tornaram aptos os municípios de Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Jacobina e Juazeiro.

Itabuna é pré-selecionada pelo MEC para curso de Medicina

itabuna aerea  2

O  MEC (Ministério da Educação) publicou nesta terça-feira (3) a lista com 42 municípios pré-selecionados para receberem cursos privados de medicina. A informação está no Diário Oficial da União de hoje.

Da Bahia, foram selecionadas as cidades de Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e  Juazeiro.

A Santa Casa de Misericórdia é candidata a abrigar o curso de Medicina, caso Itabuna será inserida na seleção final do MEC.

Para serem selecionados,  as cidades precisavam ter 70 mil habitantes ou mais, não ser capital e não ter um curso de medicina. Na segunda fase de seleção, os municípios receberão visita in loco para verificar a infraestrutura de saúde.

Segundo as regras instituídas pelo MEC neste ano, a cidade precisa ter, entre outras coisas, ao menos cinco leitos do SUS para cada aluno, um mínimo de dezessete equipes de atenção básica e três programas de residência médica.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031