hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘Conjunto Penal de Itabuna’

Juiz da Vara de Execuções e representantes da OAB e Defensoria Pública conhecem barreiras sanitárias do Conjunto Penal de Itabuna

cpi 1

O juiz da Vara de Execuções Penais, Antônio Carlos Maldonado, acompanhado dos representantes da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Itabuna (OAB-Itabuna), Dr Moisés Figueiredo, e da Defensoria Pública do Estado da Bahia – 4ª Regional, Drª Priscilla Renaldy, visitaram o Conjunto Penal de Itabuna (CPI), a fim de conhecerem as barreiras sanitárias adotadas pela unidade para conter a disseminação do coronavírus. A visita ocorreu na manhã dessa quarta-feira (20), e todos se disseram satisfeitos com o que viram.

cpi 5O magistrado e os representantes da OAB e DPE conheceram as ações que foram implementadas pela unidade desde o início da luta contra o coronavírus no estado. As ações de prevenção visam barrar a disseminação do contágio entre colaboradores e, assim, evitar a transmissão para a população carcerária. Todas as barreiras sanitárias preconizadas pelas autoridades de saúde foram implementadas pela empresa Socializa, que operacionaliza a unidade em regime de cogestão com o Governo do Estado.

O diretor do CPI, major PM Adriano Valério Jácome da Silva, guiou os visitantes por todos os setores, explicando todas as ações, desde o transporte dos colaboradores, obedecendo o distanciamento, até o refeitório, que foi reformado e agora só recebe 15 pessoas por vez. Dentre as ações, destacam-se a implantação de uma câmara de desinfecção, que asperge solução de hipoclorito de sódio, além de lavabos nos principais acessos aos diversos setores da unidade, bem como seis monitores de ressocializações destacados para acompanhar e orientar sobre a correta lavagem das mãos.

Read the rest of this entry »

Projeto “Laços Maternos, Eternos” levou emoção às mães privadas de liberdade no Conjunto Penal de Itabuna

dia das mãesFortalecer os vínculos afetivos com familiares nesse momento de distanciamento social. Com esses objetivos, os setores de Serviço Social e de Psicologia do Conjunto Penal de Itabuna promoveram, no domingo (10), Dia das Mães, o projeto “Laços Maternos, Eternos”.

O projeto consistiu em organizar, em uma mídia digital, vídeos de filhos e filhas das mulheres custodiadas, com depoimentos em homenagem às mães. A emoção tomou conta do ambiente, e todas as mães foram às lágrimas com as homenagens de seus filhos.

De acordo com a coordenadora do Corpo Técnico e uma das realizadoras do projeto, Genice Lacerda, a falta de convívio das mães privadas de liberdade com seus filhos pode acarretar perda de vínculos é distanciamento afetivo.

Read the rest of this entry »

Conjunto Penal de Itabuna realiza ação de sanitização contra o coronavírus

cpi 1

Uma ação de sanitização (desinfecção), com o produto Quaternário de amônio, foi realizada na segunda-feira (4) no Conjunto Penal de Itabuna (CPI). A ação foi realizada pela empresa Socializa, que operacionaliza a Unidade, em regime de cogestão com o Governo do Estado, e atende às orientações da Secretaria Estadual da Saúde e da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP).

cpi 2

Foram sanitizados diversos setores, especialmente os alojamentos da Companhia de Guarda, da Polícia Militar, todo o setor administrativo, o setor médico, bem como viaturas de escolta de presos. Também passou por uma total desinfecção o local que foi reservado para receber, caso ocorram, casos positivados da Covid-19 entre os internos.

O local, um módulo de carceragem anexo, passou por adequações e continua vazio, mas está pronto para acolher algun paciente que porventura necessite ficar isolado do restante da população carcerária.

Read the rest of this entry »

Conjunto Penal de Itabuna intensifica fabricação de máscaras

cpi 2O Conjunto Penal de Itabuna (CPI) está intensificando a fabricação de máscaras de proteção. A unidade ampliou o quadro de reeducandos envolvidos na linha de produção, de 5 para 30 internos, e já produziu cerca de 5 mil unidades até agora. A produção começou há duas semanas. A meta é produzir entre 3 e 4 mil máscaras/dia até o final desse mês, começando por 1 mil mascaras/dia a partir de segunda-feira (6).

cpi 1A equipe de professores e monitores está finalizando o treinamento, padronizando os processos, a fim de que todos os participantes possam realizar os procedimentos corretos ao final do treinamento, de forma que todos estejam aptos a produzir peças padronizadas.

A empresa Socializa, que operacionaliza a unidade em regime de cogestão com o Governo do Estado, faz o acompanhamento dos internos, por meio do Setor de Terapia Ocupacional, que acompanha a capacitação do pessoal. Foram remanejados instrutores de artesanato e atividades afins, que estão interrompidos nesse momento, para colaborar na coordenação do trabalho.

O trabalho ganha importância a cada dia, à medida que cresce a demanda por máscaras de proteção, especialmente após a nova orientação do Ministério da Saúde, seguida pela Seab, a respeito da necessidade de uso maciço desse equipamento pela população, para diminuir a proliferação do coronavírus. O Estado está estimulando o uso da máscara pelo maior número de pessoas a fim de promover a proteção mútua. Se todos usam, diminui a circulação do vírus.

O trabalho é coordenado pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP), por meio da direção local do CPI – Major PM Adriano Valério Jácome da Silva e Bernardo Cerqueira Dutra, Diretor e Diretor-adjunto, respectivamente. Pela Socializa, as ações são orientadas pelo engenheiro de segurança da empresa, Rafael Pinheiro, e coordenadas pelo diretor operacional, Rodrigo Azevedo.

Vídeo com supostos internos sendo soltos em Itabuna é falso

Circula pelos grupos de mensagens por aplicativos um vídeo em que mostra dezenas de supostos internos sendo liberados em Itabuna. Trata-se de um vídeo falso, que tem o intuito de assustar a população, em um momento em que todos já estão sobressaltados pela ameaça de contaminação pelo novo Coronavírus. O Conjunto Penal de Itabuna não fez nenhuma liberação de internos em grupo. Qualquer saída, autorizada por ordem judicial, é realizada observando critérios de segurança, individualidade e humanidade.

Maj. PM Adriano Valério Jácome da Silva
Diretor do Conjunto Penal de Itabuna

Internos do Conjunto Penal de Itabuna ampliam produção de máscaras de proteção

cpi mascarasDepois de sair na frente com a produção máscaras de proteção contra o coronavírus, o Conjunto Penal de Itabuna vai ampliar o número de reeducandos e a produção do insumo. A unidade prisional, administrada em regime de Cogestao entre a SEAP e a Socializa, iniciou a produção na manhã de sábado (21) com cinco internos.

Nessa quarta-feira (25) foi autorizada a ampliação desse número para 30 reeducandos, que serão orientados por 10 instrutores, da empresa Socializa. Os internos serão remunerados para a ação, além de terem direito à remição de pena, de acordo com os parâmetros previstos na Lei de Execuções Penais.

A produção nos primeiros quatro dias, com os cinco reeducandos que iniciaram o trabalho, chegou a 2.080 máscaras, uma média de 520 por dia. Agora, com 30 internos e internas operando as máquinas, a expectativa é que a produção aumente em grande escala, embora o governo do estado ainda não tenha definido uma quantidade.

Covid 19: Seap inicia produção de máscaras no Conjunto Penal de Itabuna

costura cpi2A pandemia de coronavírus que assusta a população mundial tem despertado iniciativas em várias frentes. No Conjunto Penal de Itabuna, unidade administrada em regime de cogestão entre Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), o Setor de Corte e Costura foi acionado para a confecção de milhares de máscaras de proteção, que atenderão à população carcerária, servidores, colaboradores e monitores de ressocialização e agentes de segurança.
costura cpi1Os internos que fazem parte do setor de Corte e Costura deram início aos trabalhos para atender à demanda na manhã deste sábado (21). Todos devidamente paramentados, com máscaras, e com as mãos devidamente higienizadas. O grupo é coordenado pelas colaboradoras da Socializa, que são instrutoras do curso profissionalizante de Corte e Costura no Centro de Ressocialização da unidade. A primeira produção será direcionada aos internos do próprio CPI, ainda no sábado (21).

De acordo com o diretor operacional da Socializa, Rodrigo Azevedo, a oficina de corte e costura já produz todo o fardamento do CPI e de diversas outras unidades do estado. “Temos capacidade para atender à demanda determinada pela Seap, e vamos ampliar ainda mais, estendendo a instituições filantrópicas do município de Itabuna”.
O material utilizado é de alta qualidade, TNT 40 gramas por metro quadrado (gramatura 40), o mais indicado para fins de proteção contra o coronavírus.

Teste de temperatura previne contágio entre colaboradores do Conjunto Penal de Itabuna

testeA Socializa, empresa que operacionaliza o Conjunto Penal de Itabuna, está adotando diversas medidas para proteger colaboradores e reeducandos de contágio pelo novo coronavirus. Desde esta quarta-feira (18), todos os colaboradores que assumiram seus plantões fizeram teste para medir a temperatura corporal, a fim de evitar que trabalhem com febre, um dos principais sintomas apresentados por portadores da Covid-19.

Os cuidados com os colaboradores refletem na proteção a toda população carcerária, uma vez que o contato físico (condução para atendimentos) e a proximidade entre monitores e reeducandos faz parte da rotina prisional.
“Todos os colaboradores utilizam máscaras e luvas durante essas interações, a fim de evitar a emissão de gotículas de saliva, bem como, eventualmente ter contato com vetores do novo coronavirus expelidos pelos internos”, observa o gerente administrativo da unidade, Yuri Damasceno.

Read the rest of this entry »

Conjunto Penal de Itabuna intensifica ações de controle para prevenção da covid-19

cpi corDiversas ações de prevenção estão sendo implementadas pelo Conjunto Penal de Itabuna (CPI), com objetivo de prevenir o contágio de colaboradores e internos de sofrerem contágio pelo novo coronavírus. Foi montado, nessa terça-feira (17), um stand para acolhimento dos visitantes, com orientações sobre formas de prevenção, dicas de higiene e medição de temperatura corporal, bem como avaliação do quadro de saúde, com profissionais da área.

Todos os visitantes adentraram a unidade após a triagem, mas essas não foram as únicas ações implementadas. O cuidado com a higiene geral nas dependências físicas da unidade prisional, áreas de convivência, com limpeza de objetos e locais de uso compartilhado, a exemplo de maçanetas, telefones e banheiros.

Além do reforço nas equipes de serviços gerais, os colaboradores da área de segurança também se engajaram na força-tarefa contra o coronavírus. Todas interações com visitantes e manipulação de alimentos – durante a revista dos alimentos e objetos que são levados aos internos – são realizadas com máscaras e luvas, para evitar contaminação.

Internos do Conjunto Penal de Itabuna alcançam nota no Sisu para ingresso na Uesc e na UFSB

Pisit-2

O sonho de 10 entre 10 estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio, (Enem) é alcançar pontuação que permita cursar uma universidade pública. Com os internos do sistema prisional não é diferente, porém conquistas como essa, quando ocorrem, possuem talvez um significado a mais. Aqueles internos e egressos que se dedicam a prestar exames, seja vestibular ou mesmo o Enem, sonham não apenas em ingressar no ensino superior, mas também emitem um sinal de que pretendem refazer suas vidas por meio da educação.

pisit-1-1Este ano, dois internos do Conjunto Penal de Itabuna lograram alcançar esses resultados. Um conseguiu pontuação para ingresso na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), enquanto outra, para a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Ambos fizeram o Enem nas dependências do presídio, orientados pelos professores do Ensino Médio que lecionam ali, no Colégio Estadual de Itabuna (CEI).

Eles também participaram da aula-show preparatória, realizada às vésperas do Enem, com os educadores Rute Praxedes (letras/Espanhol, colaboradora do CPI) e Pisit Mota (humorista e professor). O setor de Educação do CPI é coordenado pela empresa Socializa – Soluções em Gestão, que operacionaliza a unidade prisional.

Read the rest of this entry »

Mutirão forneceu 185 documentos a internos do Conjunto Penal de Itabuna

Mutirão da Cidadania (2)

Confecção de carteiras de identidade (RG), Cartão Nacional do SUS, fornecimento de número do CPF e pedidos de segunda via da Certidão de Nascimento. Esses foram os serviços prestados na manhã dessa segunda-feira no Conjunto Penal de Itabuna (CPI), durante o Mutirão da Cidadania 2020.

Mutirão da CidadaniaA ação beneficiou a 64 reeducandos, que tiveram acesso a 185 documentos obrigatórios e agora podem se beneficiar de serviços sociais e de políticas públicas voltadas à concretização da cidadania. Durante o mutirão, que ocorreu ao longo de todo o dia, ainda foram entregues 33 carteiras de identidade aos internos que já haviam iniciado o procedimento.

De acordo com o diretor adjunto do Conjunto Penal de Itabuna, Bernardo Cerqueira Dutra, a documentação civil é o que atesta a existência jurídica do indivíduo, o que permite que ele acesse a todos os serviços públicos, independente de sua situação atual, além de ser uma importante ferramenta no processo de ressocialização.

Read the rest of this entry »

Ações conjuntas uniformizam procedimentos operacionais no Conjunto Penal de Itabuna

cpi q

A direção do Conjunto Penal de Itabuna (CPI) realiza, desde o início do mês, reuniões com as diversas equipes da unidade, a fim de uniformizar os procedimentos operacionais e a rotina administrativa, Os encontros, dentro do programa de palestras “Desafios e Perspectivas para 2020”, são realizados em parceria com a empresa cogestora Socializa, envolvem equipes de segurança e do Corpo Técnico.

cpi 2

Na terça-feira (28) e quarta (29), os encontros ocorrem no auditório da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Itabuna (OAB-Itabuna). Nas atividades, coordenadas pelo diretor do CPI, Major PM Adriano Valério Jácome da Silva, são passados, em forma de palestra às equipes, fundamentos que vão da convivência em grupo até noções relativas aos níveis de segurança a partir do fluxo da informação no ambiente de trabalho.

cpi 3
“Certas atitudes devem ser observadas em um ambiente de serviço de custódia. Uma delas é jamais levar tensão para onde já exista tensão. Outra: o serviço só funciona como uma engrenagem. Assim, todos os setores são importantes, independente de suas especificidades, para o sucesso do trabalho”, exemplificou o diretor Adriano Jácome.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2020
D S T Q Q S S
« mai    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930