hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Campeonato Brasileiro’

BaVi de torcida única terá mais de 300 policiais militares

PM realiza Reunião preparatória para o BAVI (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

PM realiza Reunião preparatória para o BAVI (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

Um dos eventos esportivos mais importantes para o torcedor baiano, o clássico Bahia x Vitória mexe com o coração de milhares de apaixonados pelos dois principais times do estado. Por isso, a Polícia Militar da Bahia (PMBA), por meio do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), está preparando estratégias para garantir a segurança de todos no jogo do próximo domingo (22), às 16h, na Arena Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro 2018.

“Nosso objetivo é trabalhar em prol da segurança. Vamos contar com um efetivo de 307 policiais dentro e fora do estádio. Teremos unidade do Batalhão de Choque, do Batalhão de Guarda e do Batalhão Turístico nas intermediações do estádio. Faremos abordagens atentando para materiais proibidos”, explicou o comandante do Bepe, tenente-coronel Saulo Roberto.

O comandante acrescentou que “é importante lembrar, para quem for torcer nas ruas e em bares, que a segurança também é responsabilidade do torcedor. Teremos torcida única dentro do estádio, mas quem for curtir o jogo na rua, em bares e restaurantes, que vá na paz, sempre com o pensamento de se divertir, sem brigas”.

Read the rest of this entry »

Acabou o brasileirinho…

Futebol do céu ao inferno e vice versa

Cheirinho de porco

 

Daniel Thame

daniel-charge-cuba-zapReta final do Campeonato Brasileiro e aquele cheirinho de título alardeado pelos torcedores do Flamengo, que no auge da empolgação chegaram a transformar os aeroportos do Galeão e Cumbica numa espécie de Maracanã, vai ficando cada vez mais com cara de cheirinho de porco.

Mesmo sem jogar bem (na verdade nos últimos jogos atuando mal) o Palmeiras acumula uma série de vitórias que lhe dão uma folga sobre o Flamengo e uma folga ainda maior sobre Atlético Mineiro e Santos, os times que em tese estão disputando o título pra valer.

E mesmo o Flamengo deu uma travada no embalo em que vinha, perdendo pontos importantes e se descolando cada vez mais do Palmeiras. O empate em 2×2 contra o Corinthians, em pleno Maracanã, com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo, custou dois pontos que podem ser fatais.

No mesmo dia, com sorte e a providencial ajuda do juiz, o Palmeiras ganhou do Sport por 2×1, num jogo em que a bola deveria acionar a Lei Maria da Penha. Mas valeram os três pontos, fundamentais para a folga do Verdão.

Enquanto isso, Atlético Mineiro e Santos patinam na própria instabilidade, embora o Galo até demonstre que pode tirar o segundo lugar do Flamengo.

pigMas, daí a tirar o primeiro lugar do Palmeiras vai uma distância muito grande. E bota muito grande nisso.

Vendo o título de binóculos (melhor seria dizer, de telescópio), Botafogo, Corinthians, Fluminense e Atlético Paranaense brigam duas vagas (ou três a depender de quem ganha a Copa do Brasil) na inchada Libertadores 2017.

Briga feia também na luta pelo rebaixamento. América MG e Santa Cruz parecem irremediavelmente condenados á degola. Restam duas vagas na guilhotina, com Figueirense, Vitória, Internacional, Coritiba e Sport lutando para salvar o pescoço. Cruzeiro, Chapecoense e São Paulo correm riscos mínimos de cair.

Emoção, alegria e decepção, esses coisas que tornam o futebol tão fascinante, não vão faltar próximas de decisivas rodadas.

-0-0-0-

É gol- Carlos Alberto Torres não foi apenas um dos maiores laterais de todos os tempos. Foi também o capitão que soube como ninguém amar a Taça Jules Rimet.

Assim como o gol na final contra a Itália, obra prima que Da Vinci ou Michelangelo assinariam, o Capita é eterno.

 

 

0-0-0-

É pênalti- Triste, para os baianos, será ver o Vitória cair e ainda com o risco do Bahia, que namora a zona de classificação da Série B,  mas casar que é bom, nada, não subir para a Série A, deixando  o estado fora da elite do futebol.

Porco, Urubu ou Galo?

Daniel Thame

daniel-charge-cuba-zapFaltando 12  rodadas para o final do Campeonato Brasileiro, certamente o mais equilibrado dos últimos anos, três times aparecem como favoritos ao título, deixando para trás equipes que até a virada do turno ainda davam pinta de que ainda poderiam brigar pela taça.

O Palmeiras de Gabriel de Jesus, o Flamengo de Diego e o Atlético Mineiro de Robinho se apresentam num patamar acima dos demais e devem disputar o título ponto a ponto. O Santos, de Lucas Lima, está colocado no Galo, mas, inconstante, não dá pinta de candidato.

Note-se que a exceção do Verdão do promissor Gabriel Jesus (já negociado com o Manchester City da Inglaterra), os dois outros favoritos são comandados por jogadores que tiveram lá seu brilhareco em times de ponta da Europa, mas hoje não tem mercado nos grandes centros. Robinho, inclusive, teve uma passagem apagadíssima pelo futebol chinês, o que já diz muita coisa.

Milionários e com a vida feita, Diego e Robinho podem se dar ao luxo de encerrarem a carreira em times de ponta do Brasil, capazes, como se vê, de colocarem essas equipes na briga pelo título.

O Palmeiras tem o time mais harmonioso, o Atlético Mineiro o melhor elenco e o Flamengo tem o histórico de chegada, com uma torcida que joga junto, presente em qualquer canto do país.

Praticamente colados no tabele, esses três times devem disputar o título ponto a ponto e qualquer tropeço pode ser fatal.

Não há favorito.

O que pode haver, especialmente entre Palmeiras e Flamengo, um revezamento na liderança  capaz de testar o coração dos torcedores.

Alguns times com campanhas irregulares, como Corinthians, Botafogo, Atlético Paranaense, Chapecoense e Grêmio devem brigar  mesmo no meio da tabela, talvez buscando uma arrancada final que garanta vaga na Libertadores.

O destino deve ser mesmo a Copa Sul América, espécie de Liga Europa dos Pobres (a comparação da Libertadores com a Champions League beiraria a insanidade). Nem grandes voos, nem a bunda estatelada no chão.

Já na parte de baixo da tabela, América MG e Santa Cruz parecem condenados à guilhotina. Os outros dois pescoços a prêmio devem sair das cabeças de Figueirense, Internacional, Vitória, Cruzeiro e Sport, com o Coritiba e o São Paulo visualizando a lâmina meio de longe, mas sem nem tão longe assim.

Briga feia, nesse show de horrores e futebol idem.

 

Beleza ou eficiência?

Daniel Thame

DT tabocas 20Qual o melhor time do Brasileirão? A resposta é fácil e direta: o Corinthians, que conquista o título com uma imensa vantagem sobre o segundo colocado.

Qual o time que joga mais bonito no Brasileirão? Resposta igualmente simples: o Santos, que é apenas o quarto colocado, embolado com pelo menos outros cinco times. Mas que, também, é finalista da Copa do Brasil.

Isso significa que nem sempre o melhor vence?

Ou que jogar bonito não resolve?

Não e não. E muito pelo contrário.

O Corinthians pode não jogar um futebol de sonhos, mas é o exemplo pronto e acabado de eficiência e letalidade. Um grande goleiro (Cássio), um grande zagueiro Gil, e meio campistas que conciliam poder de marcação, técnica e disciplina tática (Ralf, Elias, Renato Augusto e Jadson), capazes de transformar Vagner Love em artilheiro.

O técnico Tite, depois da reciclagem no Barcelona, conseguiu montar um time que joga sem pressa, toca a bola de maneira ás vezes irritante, mas que quando ataca é quase sempre pra fazer o gol que mata o jogo. Um time que joga igual e bem em casa ou no campo do adversário, que tem a rara paciência de, quando necessário, ´cozinhar` o jogo até o adversário dar uma brecha e permitir a estocada fatal.

O Corinthians, é bem verdade, teve uma providencial ajuda da arbitragem aqui e acolá, mas nada que tire a justiça nem o brilho de seu título.

Já o Santos de Lucas Lima, Renato, Geuvanio, Gabriel/Gabigol, Marquinhos Gabriel e do vovô-garoto artilheiro Ricardo Oliveira é a síntese daquilo que se convencionou chamar de futebol-arte. Jogo ofensivo, dribles, busca incessante do gol.

Pena, para os santistas, que esse Santos de encanto só surgiu na metade do campeonato, quando renasceu pelas mãos do treinador Dorival Junior.

E que, talvez embalado pelo misticismo de gênios como Pelé, Pepe, Coutinho, e mais recentemente Neymar, esse futebol mágico só seja jogado na Vila Belmiro, o tempo alvinegro.

Fora de casa, como num passe de mágica ao contrário, o rendimento do time cai consideravelmente. Prova disso é a diferença de quase 20 pontos para o campeão Corinthians.

Entre beleza e eficiência, você leitor/torcedor escolheria o que?

Os dois?

Bem, ai já é coisa pra Bayern de Munique, Barcelona, Real Madrid e a lista acaba aí.

Salve o Corinthians campeão, viva o Santos mágico e bola pra frente, que atrás vem um monte de gente.

É gol. Neymar e Luiz Suarez estão provando o improvável: há vida no planeta Bola sem Lionel Messi. Alvíssaras!

É pênalti. De onde saíram os milhões de dólares que José Maria Marin está pagando de fiança nos Estados Unidos? Medalhinha roubada de torneio de juniores vale tanto assim?

Após exibir final da Champions League, Globo suspende exibição do Brasileirão por vergonha

champions

(do Blog Sensacionalista) Nomes como Lionel Messi, Carlito Tevez, Andrea Pirlo, Luis Suarez, Neymar e Iniesta. Partidas cheias de emoção, arbitragem acima de suspeita, lances geniais, muitos gols. Após exibir algumas partidas das finais da Champions League neste ano, a Globo decidiu suspender a exibição do campeonato brasileiro até encontrar um produto melhor para colocar no lugar. A razão foi a vergonha de voltar a exibir os jogos nacionais.

“Imagina com que cara eu vou mostrar Corinthians e Joinville, Flamengo e Chapecoense depois de mostrar aquele contra-ataque do Barcelona nos acréscimos e o gol do Neymar”, perguntou um chefe de programação que resolveu não se identificar. “Podemos até mostrar, mas desde que com outro nome. Depois que a gente mostrou a Champions como ‘futebol’, temos que chamar o que é jogado no Brasil de outra coisa, ‘boliche’, ‘peteca’, ‘frescobol’, menos ‘futebol’”.

Bahia perde mais uma no Brasileirão

O Bahia continua sua triste sina no Campeonato Brasileiro. Após o recesso para a Copa do Mundo, o tricolor baiano enfrentou o São Paulo na Arena Fonte Nova e perdeu de 2×0, gols de Rogério Ceni e Alan Kardec.

Com a derrota, a quinta seguida, o Bahia segue namorando o rebaixamento. Veja os gols:

O Corinthians faz aniversário e o Flamengo é quem ganha o chocolate?

Corinthians comemora 103 anos e dá um passeio no Flamengo; 4×0. Veja os melhores momentos:

Mengão prova o Chocolate da Bahia

Leiaute festeja dupla BA-VI na série A do Campeonato Brasileiro

Futebol é a grande paixão do povo brasileiro. E, na Bahia, o maior clássico do Estado e um dos maiores do país, é sinônimo de  paixão absoluta. Com a subida do Vitória para a Série A do Campeonato Brasileiro e a manutenção do Bahia, independente da forte rivalidade existente entre os dois, uma coisa é certa: em 2013, teremos BA- VI na elite do futebol nacional.

Em função disso, a Agência Leiaute, composta por uma turma de “Bahias” e “Vitórias” ferrenhos, levantou hoje a bandeira branca e criou o Esporte Clube BAVI. O anúncio, que ressalta as maiores glórias das duas equipes, foi publicado no Facebook da agência com enorme sucesso. Em 5 horas bateu a marca de 1.600 compartilhamentos, o que significa inúmeros comentários positivos replicados em mais de 1.600 murais, além de quase 1.000 “curti” somente na  Fanpage da agência.

Um show de espírito esportivo.

 

Boa viagem: São Paulo dá olé e carimba passaporte do Timão

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2019
D S T Q Q S S
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30