hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame

Posts Tagged ‘Caetano Veloso’

Teatro Castro Alves estreia nacionalmente filme “Abraço no Tempo” na programação do canal Arte 1

Abraço no Tempo_Foto_Mauricio Serra (3) (1)

O Teatro Castro Alves (TCA) expandirá o alcance do filme “Abraço no Tempo”, levando a produção do maior e mais importante equipamento cultural da Bahia para o Arte 1, prestigiado canal de artes e cultura. Neste sábado (29), às 21h30, a sensível criação audiovisual do TCA, que reflete sobre o tempo e os impactos que a pandemia trouxe para todas as sociedades, será exibida em rede nacional, pela primeira vez inteiramente, no canal a cabo com tradição em oferecer conteúdos audiovisuais de excelência do mundo das artes.

Abraço no Tempo_Foto_Mauricio Serra (1)

Ao lado de Caetano Veloso, convidado especial, e sob a música de Ludwig van Beethoven, homenageado pelos 250 anos de seu nascimento, os corpos artísticos do TCA – o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) –, e seu Centro Técnico (CT), ampliando, mais uma vez, a comunicação entre os trabalhos realizados pelo Complexo do TCA e distintos públicos do Brasil e do mundo.

Read the rest of this entry »

TCA encerra 2020 com produção com Caetano Veloso, OSBA, BTCA e Beethoven

O Teatro Castro Alves (TCA) fecha o ano de 2020 com o lançamento de “Abraço no Tempo”, vídeo que conclui sua temporada anual, desta vez vivida sob os impactos da pandemia da Covid-19. Com a ação, o maior e mais importante equipamento cultural da Bahia demonstra seu compromisso de ser parte da vida social da Bahia e do país, reunindo grandes talentos para uma ode a esse momento impactante da história humana. A produção foi lançada nesta quinta-feira (31) e já está no canal do YouTube do TCA, disponível neste link: https://youtu.be/zXlikq19s9E

Os seus dois corpos artísticos – o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) – juntam-se a Caetano Veloso, convidado especial, e o imortal Ludwig van Beethoven, homenageado pelos 250 anos de seu nascimento, estabelecendo um diálogo entre o popular e o erudito.
Read the rest of this entry »

TVE exibe entrevista inédita de Caetano Veloso e Peu Meurray

Caetano Entrevista Peu MeurrayCaetano Veloso conversa nesta quinta-feira (7) com o músico, compositor e artista plástico Peu Meurray, no terceiro episódio da série de entrevistas com artistas baianos, na TVE Bahia. A exibição é às 20h15, com horário alternativo na sexta-feira (8), às 17h30, e no domingo (10), às 18h30, e poderá ser acompanhada também no Facebook.com/tvebahia.

Na entrevista, Peu fala, entre outros assuntos, do seu trabalho de reciclagem e música, onde transforma pneus em tambores, ideia surgiu em 1998, em uma viagem com a cantora Marisa Monte. O baiano conta que começou a pesquisar até descobrir aço dentro do pneu. “É quase uma física você tirar o som de uma borracha. Comecei a sangrar os pneus em cima do aço e trazer suas timbragens”, explica.

Em 2006, Peu Meurray criou o Espaço Cultural Galpão Cheio de Assunto, na Sete Portas, que apesar de não abrir regularmente, é um local onde se faz música, teatro e cinema, e já recebeu, entre outros convidados ilustres, a baiana Ivete Sangalo para a gravação de um clipe. “A gente abre meio de veneta. É o famoso gente boa se atrai. Você só vai lá se alguém que já foi te levar”, brinca.

A iniciativa é uma parceria entre a tv pública baiana e a Mídia Ninja, e poderá ser acompanhada também no Facebook.com/tvebahia.

TVE exibe entrevista inédita de Caetano Veloso com Baco Exu do Blues

O segundo episódio da série de entrevistas de Caetano Veloso com artistas baianos vai ao ar nesta quinta-feira (31) e o convidado da semana é o rapper Baco Exu do Blues. A exibição é às 20h15, na TVE, e poderá ser acompanhada também no Facebook.com/tvebahia. A entrevista será reexibida também na sexta-feira (01), às 17h30, e no domingo (03), às 18h30.

Caetano entrevista Baco Exu do Blues

No bate papo descontraído, o artista baiano, que se define como o Kanye West da Bahia, conversa sobre seus discos, suas influências musicais e sobre os avanços no mundo do hip hop. Nas suas rimas e versos, Baco fortalece o debate racial. “Eu sinto o peso da questão racial na forma integral todos os dias. Mesmo sendo maioria, a gente está encurralado pela sociedade branca que tenta diminuir a gente a todo o momento” comenta.

A iniciativa é uma parceria entre a tv pública baiana e a Mídia Ninja, e poderá ser acompanhada também no Facebook.com/tvebahia.

Caetano Veloso e convidados pela primeira vez na TV

Caetano entrevista Russo PassapussoA partir da próxima quinta-feira (24) a TVE Bahia vai exibir uma série de entrevistas gravadas por Caetano Veloso em sua coluna no canal da Mídia Ninja no Youtube. Cada episódio, com aproximadamente 30 minutos de duração, será exibido às quintas-feiras, sempre às 20h15, e em horários alternativos às sextas-feiras, às 17h30, e aos domingos, às 18h30.
Nos primeiros episódios inéditos, Caetano conversa com Russo Passapusso, Baco Exu do Blues, Peu Meurray e Daniela Mercury. Aos 76 anos, Caetano, um dos principais artistas brasileiros e detentor de potente trajetória na cultura e na política, estreou sua coluna no canal da Mídia Ninja no final de 2017 e, de lá para cá, promove encontros e diálogos frequentes, em que debate inquietudes e desejos diante do cenário político, econômico e civilizatório do País e do mundo.
A iniciativa é uma parceria entre a tv pública baiana e a Mídia Ninja, e poderá ser acompanhada também no Facebook.com/tvebahia.

Visite www.midianinja.org

Caetano Veloso “é a primeira vez que sou proibido de cantar no período democrático”

caetano

(da Rede Brasil Atual)-O cantor e compositor Caetano Veloso deixou a ocupação Povo Sem Medo, em São Bernardo do Campo às 20h45, sem conseguir realizar o show anunciado pelos Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), por conta de decisão da juíza Ida Inês Del Cid, da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo do Campo.

Dizendo não conhecer as questões legais, Caetano afirmou se sentir mal com a proibição. “Dá a impressão de que não é um ambiente propriamente democrático”, declarou o compositor ao sair da ocupação. “É a primeira vez que sou impedido de cantar no período democrático”, disse ainda.

Para o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, a Justiça deveria se preocupar em “pegar a quadrilha que está no poder no Brasil”, em vez de proibir um apresentação musical.

“Hoje aqui em São Bernardo do Campo mais uma vez a Constituição brasileira foi rasgada. É um absurdo, é censura, é ilegal. Para muita gente dentro do Judiciário o preconceito vale mais do que a lei. Se eles queriam nos provocar para uma ação violenta não conseguiram. Isso nos dá energia, nos dá ânimo”.

Boulos também criticou o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), que segundo o coordenador do MTST apostou no conflito. “Eu não sei o que ele tem na cabeça. Ele age com ranço, com preconceito”.

Caetano Veloso fecha grade da 13ª edição do Festival de Inverno Bahia

caetano

Caetano Veloso encerra a grade da 13ª edição do Festival de Inverno Bahia (FIB), que acontece nos dias 25, 26 e 27 de agosto no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista. Um dos motores do movimento tropicalista na década de 60, Caetano Veloso, ao lado de nomes como Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gal Costa e Tom Zé, revolucionou a música brasileira. O artista segue uma carreira consistente, marcada pela reinvenção a cada novo álbum e espetáculo. São mais de vinte discos e atuações em outras linguagens que o fizeram uma das principais referências da cultura brasileira.

Para o FIB, Caetano traz um formato intimista, numa apresentação solo na última noite da festa, 27, acompanhado do seu violão. Será sua terceira apresentação em Conquista – ele já fez show no Parque de Exposições nos anos 90 e, mais recentemente, se apresentou com o show Abraçaço. Sua participação no FIB deve atrair desde os fãs de longa data à turma mais jovem que encontra na obra do artista, desde as primeiras composições até trabalhos mais atuais, leituras brasileiras cheias de poesia e posicionamento.

Read the rest of this entry »

Podres poderes

Caetano Veloso ao vivo 1984, atualíssimo.

Caetano Veloso faz participação surpresa em show no Pelourinho

Caetano Veloso da uma ´canja` no show que homenageou os 50 anos da Tropicália, no Pelourinho, em Salvador:

Carnaval do Pelô homenageia Tropicalismo com show de Gil e Capinam

pelo 3

Várias gerações de baianos e turistas voltaram ao final dos anos 60 nesta sexta-feira (24), no Largo do Pelourinho, onde um palco foi montado pelo Governo do Estado para, neste Carnaval, homenagear os 50 anos de Tropicalismo. O governador Rui Costa, que assistiu aos shows da sacada do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) acompanhado da primeira-dama Aline Peixoto, exaltou a diversidade cultural do Carnaval do Pelourinho.

pelo 5“Aqui, independente de qual seja o gosto musical, o folião vai se encontrar. Aqui as pessoas se encontram no seu ritmo, na sua forma de curtir o carnaval, seja pra dançar, ou pra assistir um show”, comentou o governador, que acrescentou que vê mudanças no carnaval. “Acredito que estamos vivendo uma transformação, não sei se exatamente voltando às origens do carnaval ou se algo vai se reinventar, mas a gente percebe essa mudança, neste momento em que os trios sem corda ganham a força do carnaval de rua”, afirmou.

pelo 6Gilberto Gil, Capinam e Caetano Veloso, que fez participação surpresa nos shows, tocaram grandes sucessos do período tropicalista, como Soy Loco por ti América e Alegria Alegria, emocionando milhares de pessoas no Largo do Pelourinho. Caetano acredita que o carnaval da Bahia encorajou o surgimento do movimento tropicalista. “não haveria Tropicalismo se não tivesse havido o trio elétrico. A canção Atrás do Trio Elétrico, uma das primeiras que fiz no Tropicalismo, foi feita por causa do carnaval da Bahia e encorajou o uso da guitarra elétrica fora e dentro do carnaval”, afirmou.

Tropicália

O Tropicalismo foi um movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968. Seus participantes formaram um grande coletivo, cujos destaques foram os cantores-compositores Caetano Veloso e Gilberto Gil, além das participações da cantora Gal Costa e do cantor-compositor Tom Zé, da banda Mutantes, e do maestro Rogério Duprat. A cantora Nara Leão e os letristas José Carlos Capinan e Torquatro Neto completaram o grupo, que teve também o artista gráfico, compositor e poeta Rogério Duarte como um de seus principais mentores intelectuais.

Caetano Veloso – Tonada de Luna llena

Mercedes Sosa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Milton Nascimento e Gal Costa – Volver a los 17

Programa Chico & Caetano, série especial da Rede Globo, exibido em 14/03/1987

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2022
D S T Q Q S S
« dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031