hanna thame fisioterapia animal
prefeitura ilheus livros do thame

Posts Tagged ‘brasil’

Digaí, Governador!

rui (2)
Na edição desta semana do programa Digaí, Governador!, Rui Costa afirma que é preciso ter muita fé, trabalho e otimismo para o Brasil voltar a crescer e gerar empregos. Ele também fala da agenda de trabalho nas diversas regiões da Bahia.

Ouça:

Rui: Brasil precisa voltar a crescer e gerar e empregos com amor e sem ódio

papo c

O Brasil precisa voltar a crescer, a se desenvolver e gerar empregos”, afirmou o governador Rui Costa nesta terça-feira (22). Ele defende a pacificação do país e a retomada do diálogo sem ódio.

“Eu aposto no Brasil, tenho fé que vamos atravessar este processo com a democracia fortalecida”, comentou Rui, ressaltando que acredita no amor e no trabalho como elementos para transformar o País.

À noite, a partir das 19h, Rui conversa com internautas no programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo através dos perfis oficiais dele nas redes sociais.

Por que eu quero voltar a ser presidente

Luiz Inácio Lula da Silva, no Le Monde

Lula, uma questão de Justiça justa (foto Ricardo Stuckert)

Lula, uma questão de Justiça justa (foto Ricardo Stuckert)

Sou candidato a presidente do Brasil, nas eleições de outubro, porque não cometi nenhum crime e porque sei que posso fazer o país retomar o caminho da democracia e do desenvolvimento, em benefício do nosso povo. Depois de tudo que fiz como presidente da República, tenho certeza de que posso resgatar a credibilidade do governo, sem a qual não há crescimento econômico nem a defesa dos interesses nacionais. Sou candidato para devolver aos pobres e excluídos sua dignidade, a garantia de seus direitos e a esperança de uma vida melhor.

Na minha vida nada foi fácil, mas aprendi a não desistir. Quando comecei a fazer política, mais de 40 anos atrás, não havia eleições no País, não havia direito de organização sindical e política. Enfrentamos a ditadura e criamos o Partido dos Trabalhadores, acreditando no aprofundamento da via democrática. Perdi 3 eleições presidenciais antes de ser eleito em 2002. E provei, junto com o povo, que alguém de origem popular podia ser um bom presidente. Terminei meus mandatos com 87% de aprovação popular. É o que o atual presidente do Brasil, que não foi eleito, tem de rejeição hoje.

Nos oito anos que governei o Brasil, até 2010, tivemos a maior inclusão social da história, que teve continuidade no governo da companheira Dilma Rousseff. Tiramos 36 milhões de pessoas da miséria extrema e levamos mais de 40 milhões para a classe média.  Foi período de maior prestígio internacional do nosso país. Em 2009, Le Monde me indicou “homem do ano”. Recebi estas e outras homenagens, não como mérito pessoal, mas como reconhecimento à sociedade brasileira, que tinha se unido para a partir da inclusão social promover o crescimento econômico.

Read the rest of this entry »

Festival de Gastronomia reúne jovens de comunidades carentes de Ilhéus

WhatsApp Image 2018-05-06 at 20.01.34Melhorar os níveis de conhecimento da população em vulnerabilidade social e gerar oportunidade nas comunidades carentes, além de potencializar suas forças através de projetos que desenvolvam mecanismos que atendam demandas que possam diminuir os índices de desemprego. Propostas que fazem do Festival Internacional de Gastronomia, Sabores e Arte, um marco na identidade gastronômica mundial. O projeto é organizado por jovens, através de um consórcio internacional com participação do Brasil, Itália, Cabo Verde e Grécia. O evento foi co-financiado pelo programa Erasmus +, da União Europeia.

WhatsApp Image 2018-05-06 at 20.01.41 (2)Por sua vez, o festival é voltado à atuação da juventude nos segmentos do turismo comunitário e o empreendedorismo social, aconteceu entre os dias 2 a 6 de maio, na Escola do Chocolate Nelson Schaun (CEEP), no Malhado. Na ocasião, os jovens participaram de oficinas temáticas de artesanato, dança, música, ecobijuterias e aulas-show de gastronomia, que foram aplicadas por facilitadores voluntários da Itália, Cabo Verde, Grécia e Brasil. A iniciativa é da Cooperbom, uma coperativa de turismo e promoção social, com olhar para sustentabilidade e faz parte do projeto S-FEST que tem como o objetivo principal promover a cooperação entre Europa, África e a América Latina.

Read the rest of this entry »

Pais do futebol? Nem tanto,nem tanto…

Primeiro “eles”, depois o imponderável. O fascismo que devora a voz do Brasil

Encontro dos Berbert em Ilhéus, marca Jubileu de 200 anos da chegada ao Brasil

Encontro dos Berbert em Ilhéus, marca Jubileu de 200 anos da chegada ao Brasil - Secom Clodoaldo Ribeiro (1)

Enquanto a Alemanha lembra do aniversário de 200 anos de nascimento de Richard Wagner, importante intelectual do século XIX, o genial compositor que reinventou a ópera ao criar seu “Musikdrama”, várias gerações da família Berbert espalhadas pelos quatro cantos do Brasil, celebraram no Teatro Municipal de Ilhéus, o Jubileu de 200 anos que marca a saga da família de origem alemã da cidade de Erzhausen, que partiu de Hamburgo em direção às terras brasileiras. Para contar essa história, as cortinas do teatro se abriram para familiares e convidados. No palco, as lembranças dos momentos difíceis e as expectativas da época de conseguir uma vida melhor.

Na chegada, os participantes foram recebidos por um grupo de capoeira formado por mestres, como valorização da cultura irmã afrodescendente. Em seguida, a entrada das bandeiras representando os estados por onde se concentram representantes da família Berbert. Guilherme é um descendente e pesquisador. Ao longo de 20 anos dedicou-se a investigar a origem de como tudo começou. “Estamos lançando um livro que conta o motivo da vinda da família no Brasil e como foi a chegada do primeiro grupo de colonos que desembarcou no país por volta de 1818 e se fixou no sul da Bahia”, explica.

Read the rest of this entry »

Sexta feira 13. O azar do Brasil

Manifestantes pedem liberdade de Lula nas ruas do Brasil e do mundo

lula livre

Rede Brasil Atual – Milhares de manifestantes se reuniram hoje em São Paulo para pedir a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se encontra em seu quarto dia preso em Curitiba, na sede da Superintendência da Polícia Federal do Paraná. Na capital paulista, o ato começou por volta das 16h na Praça da Sé, região central, com passeata até a Praça da República, onde diversos artistas se apresentaram. Outras cidades brasileiras e do exterior também registraram atos, entre as quais Fortaleza, Recife, Belo Horizonte, Lisboa, Londres, Bogotá, Estocolmo e Barcelona.

Os artistas que passaram pelo palco do ato pela liberdade do ex-presidente foram Fióti, Aíla, Ava Rocha, Alessandra Leão, As Bahias e a Cozinha Mineira, Bia Ferreira, Bixiga 70, Charanga do França, Chico César, DJ David Carneiro, Dada Yute, Drik Barbosa, Eduardo Brechó, Fernando Anitelli, Francisco El Hombre, Felipe Cordeiro, Guizado, Jonnata Doll, Junio Barreto, Lucas Santtanna, Luana Hansen, Luísa Maita, Lurdes da Luz, Mulamba, Nã, Rico Dalasam, Rodrigo, do Dead Fish, Samuca e a Selva e Salloma e Soledad.

Antes de sair da Sé, os manifestantes entoaram cantos de ordem e ouviram lideranças de movimentos sociais. O presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo, apresentou propostas para a continuidade e o amadurecimento do movimento. “Temos um calendário de ações. Convido todos os membros da Frente Brasil Popular para uma plenária sexta-feira (13) na Apeoesp (o sindicato dos professores da rede pública estadual), para organizar um ato no dia 17, às 18h. Precisamos organizar nossa tropa para fazer um ato em uma determinada empresa de comunicação que patrocinou o golpe”, disse, seguido de gritos de “Fora Globo”.

 

“Estamos em uma situação de golpe. Depuseram uma presidenta legitimamente eleita, atentaram contra os trabalhadores com a reforma trabalhista, a tentativa de reforma da Previdência, a terceirização da atividade fim e com a entrega do Brasil para as multinacionais”, disse.

Além da plenária na Apeoesp, Douglas propôs uma ocupação massiva em Curitiba. “A segunda tarefa é nos organizar para ocuparmos Curitiba em solidariedade ao presidente Lula. Ao longo de abril, vamos fazer as brigadas e percorrer todo o estado de São Paulo, a periferia, dialogar com a juventude, com os trabalhadores, sobre os efeitos do golpe na vida do povo de São Paulo”, apontou. “A CUT nunca teve dúvida do seu lado. É do lado dos trabalhadores, de quem defende a democracia. E nós estaremos junto com as duas frentes na rua, na luta por Lula livre”, finalizou.

A vereadora paulistana Juliana Cardoso (PT) esteve à frente da marcha que rumou até a Praça da República. “Lula é inocente, temos que falar para todos, é um prisioneiro político. Está preso porque fez projetos sociais importantes para a sociedade. Com ele, o povo brasileiro teve orgulho de ser brasileiro. Com o PT as pessoas tiveram acesso à faculdade. O filho da empregada entrou em universidade pública”, disse. “Neste momento, a PF começou a arregar. Querem colocar o Lula em outro lugar porque o povo está lá acampado. Mas estaremos com ele em qualquer lugar. Vamos falar para o mundo que ele é preso político e que não vão prender nossos sonhos. Todos nós somos Lula.”
Outro parlamentar petista da cidade, o vereador Alfredinho, também criticou a Rede Globo. “A Globo fez cinco entrevistas sobre esse tema. Delas, quatro eram favoráveis à prisão de Lula. Eles falam que são imparciais, mas a imprensa que temos nesse país está fazendo a cabeça de alguns. Sinto nas ruas que o jogo está dividido. Agora, não podemos confiar nos tribunais nem na burguesia. O Lula pode ficar preso mais alguns dias e só vamos tirar ele de lá com mobilização, com a força do povo nas ruas.”

A professora e militante Bárbara Corales fez questão de participar de todo o ato. “A mudança só vai acontecer se ele estiver livre. Por isso temos que fazer milhares de comitês Lula livre nas escolas, nos bairros e sindicatos.”

Já a piauiense Terezinha Felix, que carregava uma faixa com as palavras “Lula Livre”, falou da importância do ex-presidente na sua região. “O Nordeste era esquecido, não tínhamos nada, nada para comer. Lula tirou o povo da miséria, por isso fazem isso. Eu e meu povo do Piauí estaremos com ele, que tanto fez por nós.”

A um passo do abismo

No caminho do futuro, havia uma pedra chamada fascismo

Como a manipulação de multidões raivosas levou Hitler ao poder

Semelhanças nem sempre são meras coincidências…

 

 

Fábio Vilas-Boas é premiado como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil na área da saúde

 

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, será premiado nesta quinta-feira (15), em São Paulo, como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil na área da saúde. Considerado o Oscar da Saúde, o evento é promovido pelo Grupo Mídia, que é responsável pelas revistas Healthcare Management, HealthARQ e Health-IT.

SONY DSCDe acordo com a publicação Healthcare Management, o secretário da Saúde da Bahia foi eleito a partir da indicação de CEOs, diretores, editores e jornalistas, em função da visibilidade que as ações desenvolvidas pela pasta na Bahia vêm ganhando nacionalmente.

Na avaliação de Vilas-Boas, este é o reconhecimento das ações do governo Rui Costa na área da saúde, que desde o primeiro momento elegeu a pasta como prioridade. “Três novos hospitais, quatro policlínicas e mais de 14 mil cirurgias realizadas de forma itinerante, contemplando 416 municípios. Esta é uma pequena amostra das ações do Governo da Bahia na área da saúde em 2017, cujo investimento ultrapassou a casa dos R$ 5 bilhões em obras, serviços e recursos humanos ao longo do ano”, afirma.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031