hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Banco do Nordeste’

Em Luís Eduardo Magalhães, Nelson Leal defende manutenção do Banco do Nordeste

BFS 03O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, defendeu,  na cerimônia oficial de abertura da 15ª edição da Bahia Farm Show 2019, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste do Estado, a manutenção do Banco do Nordeste. “Para a Bahia e para o Nordeste, o Banco do Nordeste é fundamental. Agora mesmo assinamos convênios do Fundo para o Desenvolvimento Sustentável e Integrado da Bahia (Fundesis), em parceria entre a AIBA – Associação de Irrigantes do Oeste da Bahia e o Banco do Nordeste, destinando um total de R$ 1,2 milhão para 24 instituições com projetos sociais em oito municípios do oeste baiano”, declarou Nelson Leal.

O presidente da ALBA também voltou a atacar o preço das passagens aéreas no Brasil, retomando o tema de um debate proposto por ele e realizado, ontem, no Plenário da ALBA. “Hoje, ouvi muitos empresários e moradores de Luís Eduardo Magalhães e de outros municípios do Oeste reclamando do isolamento da região. Há apenas um voo direto para Salvador, cujo preço da passagem, ida e volta, pode custar cerca de R$ 1.600. Com metade deste valor, há ofertas de voos para Buenos Aires. Não é possível que a região que mais cresce no Brasil fique isolada do mundo”, disse o chefe do Legislativo estadual.

Read the rest of this entry »

Banco do Nordeste reduz juros do capital de giro

O Banco do Nordeste reduziu juros para capital de giro. A instituição passa a praticar taxas a partir de 0,45% ao mês para o produto FNE Giro, beneficiando empresas de todos os portes. Pequenas e médias empresas contam com 100% de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) nas operações de crédito, o que garante as taxas de juros mais baixas do mercado.

“Esse movimento torna nosso capital de giro ainda mais atrativo para as empresas de todos os portes em nossa área de atuação. Os empreendedores podem utilizar o recurso pagando os menores juros do mercado, com prazo de até 36 meses para quitar o empréstimo e carência de até três meses”, destaca o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim.

O crédito financia aquisição de mercadorias destinadas à constituição de estoques no comércio, aquisição de matérias-primas e insumos utilizados no processo produtivo por prestadoras de serviços e indústrias e gastos gerais para o funcionamento dos empreendimentos. Também está disponível para agroindústrias e empresas turísticas. A garantia da operação pode ser aval, fiança ou hipoteca.

Read the rest of this entry »

Nelson Leal participa de sessão especial na ALBA em defesa do Banco do Nordeste

BN 02O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, fez hoje (29.04) uma defesa enfática da preservação do Banco do Nordeste, em sessão especial proposta pelo deputado estadual Eduardo Salles (PP).  “Precisamos fazer uma defesa vigorosa do Banco do Nordeste, que é o principal agente financeiro para o desenvolvimento do Nordeste e, especificamente, da Bahia. Em 2018, o BNB injetou R$ 43,3 bilhões no Nordeste e norte dos estados de MG e do ES, enquanto, no mesmo período, o BNDES desembolsou cerca de R$ 70 bilhões para o país inteiro”, explicou o chefe do Parlamento estadual, acompanhado dos deputados federais Cláudio Cajado e João Roma.

Para Nelson Leal, a proposta de fundir o BNB com o BNDES – se realmente efetivada – será desastrosa para a economia da Bahia. “No ano passado, o Banco do Nordeste aplicou no Estado R$ 8,1 bilhões, o que equivale a 20% de todo o nosso Orçamento anual. São investimentos que representam um aumento de 231% em comparação com 2017, sendo que cerca de R$ 4,3 bilhões foram aplicados em infraestrutura, setor vital para o desenvolvimento baiano na indústria e na agricultura”, disse o presidente da ALBA.

Read the rest of this entry »

Produtores de cacau devem voltar a acessar crédito rural

PHOTO-2019-02-12-12-44-00Agricultores familiares produtores de cacau da Bahia devem voltar a fazer financiamento de crédito para implantação, ampliação ou modernização da estrutura de produção, beneficiamento, agroindustrialização do cacau, entre outras ações. A medida foi discutida, nesta terça-feira (12), por dirigentes e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR) e do Banco do Nordeste, no município de Ilhéus.

O secretário em exercício da SDR, Jeandro Ribeiro, apresentou as diversas ações que estão sendo realizadas pela secretaria para fortalecer a cacauicultura baiana, como assistência técnica e extensão rural (Ater), apoio à reforma agrária, regularização fundiária, mecanização rural, além dos investimentos realizados por meio de projetos como o Pró-Semiárido e o Bahia Produtiva.

PHOTO-2019-02-12-12-45-35Ribeiro enfatizou que é preciso somar esforços para a região cacaueira: “É um desafio que trazemos, mas essa é uma estratégia de juntar todos os investimentos e potencializá-los como esse acesso ao crédito”.

Estiveram presentes técnicos da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), além de agentes das prestadoras de assistência técnica e extensão rural (Ater) dos Territórios de Identidade Litoral Sul, Baixo Sul, Médio Rio das Contas e Costa do Descobrimento.
Segundo o superintendente do Banco do Nordeste, José Gomes, com a SDR surgiu a possibilidade de voltar a atender os produtores de cacau: “Estamos aprofundando a discussão para atender os produtores que se encaixarem no perfil para o crédito para que possam retornar as atividades preponderantes na região”.

Read the rest of this entry »

SDR e Banco do Nordeste promovem encontro em Ilhéus para discutir abertura de linha de crédito

Cacau (3)Dirigentes e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR) e do Banco do Nordeste se reunirão, nesta terça-feira (12), às  9 horas, na sede do Banco do Nordeste, no município de Ilhéus, Território de Identidade Litoral Sul, com o objetivo de discutir a abertura de uma linha de crédito para agricultores familiares produtores de cacau. Os recursos são destinados ao fortalecimento da base de produção da lavoura cacaueira.

A reunião integra a estratégia do Plano Operacional para o Cacau e Chocolate da Bahia 2018-2022, lançado pelo Governo do Estado, em novembro de 2018, que atenderá 20 mil agricultores,  e prevê o desenvolvimento de ações que permitirão elevar, em cinco anos, a produção de cacau na Bahia para 240 mil toneladas/ano, até 2022, e, consolidar a fabricação de chocolates finos com certificado de origem no Sul da Bahia.

Participam ainda do encontro técnicos da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), além de agentes das prestadoras de assistência técnica e extensão rural (Ater) dos Territórios de Identidade Litoral Sul, Baixo Sul, Médio Rio das Contas e Costa do Descobrimento.

Crediamigo amplia limite para investimento até R$ 15 mil

O programa de microcrédito do Banco do Nordeste, Crediamigo, aumentou para R$ 15 mil o limite de empréstimos voltados a investimentos, como compra de máquinas e equipamentos, construções e reformas. Até então, os clientes podiam obter até R$ 8 mil para essa finalidade.

De acordo com o superintendente de Microfinança e Agricultura Familiar do BNB, Alex Araújo, a ampliação visa dar maior poder de compra aos microempreendedores, de forma que possam realizar mais investimentos, em virtude da proximidade das vendas de final de ano.

Read the rest of this entry »

Produtores de cacau querem renegociar dívidas de R$ 2 bi

do Valor Econômico

cacau-ouroCom dívidas que já superam os R$ 2 bilhões acumuladas há cerca de 20 anos, os produtores de cacau da Bahia se articulam para conseguir os mesmos benefícios que os pequenos produtores do semiárido do Nordeste devem usufruir se as modificações na MP 842 não forem vetadas pelo governo. O objetivo é tirar muitos dos cacauicultores locais da inadimplência, para que consigam voltar a ter financiamento e invistam nas lavouras, cuja produtividade está praticamente estagnada há anos.

O relatório da MP, aprovado na última semana em comissão mista, excluiu uma proposta de emenda da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) que estendia os descontos prometidos a agricultores do semiárido aos cacauicultores baianos que se endividaram na década de 1990 para combater a vassoura-de-bruxa.

Com isso, o setor está se movimentando para que, quando a MP com as modificações chegar ao plenário da Câmara e do Senado – já como projeto de lei de conversão (PLV 25/2018) -, as bancadas ruralista e do Nordeste aliem-se para reapresentar a proposta.

Read the rest of this entry »

Bahiater e Banco do Nordeste discutem liberação de recursos do AgroAmigo

bnb

A  Setaf/Bahiater-Litoral Sul, Cooperast e  Banco do Nordeste, realizaram uma reunião na Amurc em Itabuna, com o objetivo de definir ações conjuntas visando fortalecer ainda mais o desenvolvimento da agricultura familiar.

Foram discutidas as dificuldades enfrentadas pelos agricultores familiares e traçadas metas para minimizar os gargalo desde os enquadramentos de Declarações de Aptidão ao Pronaf às liberações de novos contratos, além do  Pronaf Agroecologia.

A Bahiater solicitou do BNB, para o mês de julho, a realização de uma oficina de capacitação para elaboração de projetos Pronaf Agroecologia, e uma relação da inadimplência dos agricultores familiares na região, visando a obtenção de novos recursos do programa AgroAmigo.

 

Banco do Nordeste renegocia R$ 1,3 bilhão em dívidas rurais com até 95% de desconto

O Banco do Nordeste registrou R$ 1,3 bilhão em regularização de dívidas rurais em toda a sua área de atuação (Região Nordeste e norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo), distribuídos em mais de 36 mil operações. Os números dizem respeito às renegociações realizadas com base na Lei 13.340, regulamentada em dezembro de 2016.

A lei de regularização contempla operações de crédito contratadas até 2011, com descontos para liquidação de até 95%.

A Bahia conta com 10.457 operações regularizadas, o maior número em toda a área de atuação do Banco do Nordeste. Ao todo, o total liquidado ou renegociado no Estado chega a R$ 449,2 milhões.

Vantagens

As vantagens incluem a concessão de descontos para liquidação ou a concessão de novo prazo para amortização com vencimento da primeira parcela em 2021 e da última parcela em 30 de novembro de 2030, com processo simplificado de análise da dívida.

Os encargos financeiros na renegociação variam de 0,5% ao ano, para agricultores familiares, a 3,5% ao ano, para grandes produtores.

Os produtores rurais interessados em liquidar ou repactuar suas dívidas devem procurar suas agências de relacionamento do Banco do Nordeste.

Setaf articula parcerias para renegociação de dívidas no Sul da Bahia

itajuipe
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Itajuipe promoveu, através de uma parceria com o Setaf e o Banco do Nordeste, uma reunião na Loja Maconica de Itajuipe, com agricultores familiares do município, para tratar da renegociação de dívidas agrícolas e novos financiamentos. O evento, articulado pelo Setaf/Bahiater foi, segundo o coordenador Marcos Vinícius, a primeira de uma série de reuniões realizadas nos municípios de abrangência.

“Queremos alavancar o desenvolvimento da agricultura familiar promovendo o pagamento ou a renegociação dos débitos, aproveitando os recentes benefícios estabelecidos na Lei 13. 340 do Governo Federal ” disse Marcos. Para ele, tão importante quanto a adimplência é a abertura de novas oportunidades de ljnhas de crédito.

O representante do Colegiado Territorial Carlos Alberto “Garotinho ” ressaltou a importância dessas ações para o pequeno agricultor destacando o apoio da instituição na consolidação dessa parceria.  Para a Gerente do Pronaf do BNB Leilane Benevides os agricultores terão descontos variáveis até 85 por cento dos débitos contraídos. Segundo ela é uma oportunidade única de resolver todos os problemas, pois para quem renegociar as taxas de juros serão de 0, 5 a 5 por cento e o primeiro pagamento só em 2021.

O Setaf/ Bahiater vai trabalhar com as agências do Banco em Itabuna, Ilhéus e Camacan atendendo, assim, os 26 municípios do Território Litoral Sul da Bahia.  O Diretor de Agricultura de Itajuipe Tarcísio Costa ficou muito satisfeito com os resultados do evento e colocou a Diretoria à disposição para novas ações.  Participaram do evento o vice-prefeito Leandro Junquilho, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Vinicius Guimarães, o representante do Consórcio Josivaldo Dias, o agente do Agroamigo Orlando do BNB e Fausto Barreto, Agente de Desenvolvimento do município de Itajuipe.

Governo entrega motocicletas para facilitar acesso de agricultores ao crédito rural

motos 1Os pequenos produtores rurais baianos terão acesso ainda mais fácil ao crédito com as 158 motocicletas que foram entregues pelo Governo do Estado para o Banco do Nordeste (BNB), nesta segunda-feira (18). A entrega da frota foi realizada pelo governador Rui Costa, durante a inauguração da nova agência da instituição bancária em Lauro de Freitas. “Somos o estado com maior número de agricultores familiares do país, e o acesso ao crédito, aliado à assistência técnica rural, é um dos fatores que estão ajudando a transformar a realidade no campo através de desenvolvimento e oportunidades para os trabalhadores. Vejo isso a cada viagem ao interior do estado”, disse Rui.

Os veículos adquiridos através da Secretaria de Agricultura (Seagri), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), serão utilizados pelos assessores de crédito do banco no atendimento a agricultores familiares em todo o estado, evitando o deslocamento até a agência. Com isso, os financiamentos através dos programas Agroamigo e Agroamigo Mais chegam mais rapidamente aos produtores rurais. “As motos aproximam o pequeno agricultor e o pequeno produtor rural do banco e do crédito, porque uma das maiores dificuldades é se deslocar até a agência”, afirmou o chefe de gabinete da Seagri, José Pirajá.

motos 2Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, as motos devem ajudar a alcançar as metas de ampliar de 80 mil para 120 mil o número de produtores beneficiados no estado, e o volume de recursos financiados anualmente de R$ 300 milhões para R$ 450 milhões. “Somado às nossas ações de assistência técnica rural e de apoio com outros bancos e cooperativas conseguimos ampliar o volume de crédito, o que significa dinamizar a economia da Bahia”. Em dez anos as linhas de crédito do BNB já beneficiaram mais de 500 mil produtores baianos com R$ 3 bilhões em financiamentos. (fotos: Manu Dias/GOVBA)

Banco do Nordeste realiza concurso público

O Banco do Nordeste realizará, neste semestre, concurso público para candidatos de nível médio, visando o provimento de vagas de Analista Bancário, em toda sua área de atuação – região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo. O edital será divulgado até o dia 7 de abril. A Fundação Getúlio Vargas será a organizadora.

Serão ofertadas, inicialmente, 12 vagas, sendo duas para o Ceará e uma para cada um dos demais Estados, ficando os demais classificados como cadastro de reserva.

A remuneração inicial é de R$ 2.043,36. Os benefícios adicionais são: auxílio-refeição (R$ 509,89), Auxílio Cesta de Alimentação (R$ 397,33) e Auxílio-Creche (R$ 330,71). A jornada de trabalho é de 30 horas semanais. O aprovado terá também possibilidade de ingressar nos planos de saúde e previdenciário da empresa.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2019
D S T Q Q S S
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30