camara vereadores itabuna
livros do thame

Posts Tagged ‘bahia’

Comício de Rui e Otto com Lula e Wagner reune 10 mil pessoas em Salvador

trio em ssa 1

O ex-presidente Lula foi a principal estrela do comício do candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, e ao Senado, Otto Alencar (PSD), hoje à noite em Salvador. O evento atraiu cerca de dez mil pessoas à Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário.

Lula defendeu a eleição de Rui Costa e Otto Alencar, além da reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff, em evento em que foi ovacionado. Além dos candidatos Rui Costa e Otto Alencar e do vice na chapa petista, João Leão (PP), também participaram o governador Jaques Wagner e candidatos a deputado, além de lideranças estaduais.

Ao lado do ex-presidente, Rui Costa disse que o estado avançou com Wagner e o novo projeto é para avançar ainda mais: – Um projeto que, com Lula e Dilma, já fez a maior transformação social e econômica nesse país. E que, na Bahia, com Wagner, tirou milhões da miséria, deu acesso à água e à luz a mais de 6 milhões de baianos – disse, lembrando que visitou mais de 120 municípios desde o início da campanha e o que viu lhe dá a certeza da vitória.

trio de dois

Ainda no palanque, Rui informou que a transformação no país também chega ao subúrbio da capital baiana. A região do Subúrbio Ferroviário, segundo ele,  receberá R$ 600 milhões em obras, que incluem a revitalização da orla marítima. A autorização de liberação da verba já foi assinada pela presidente Dilma Rousseff, segundo ele.

O candidato ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, criticou “pesquisas encomendas” (alfinetada no Ibope) em que tanto ele como Rui Costa aparecem em segundo lugar, mas opositores ligados à Família Magalhães (dona da Rede Bahia) lideram com boa margem ao Senado e ao governo baiano. (do Pimenta)

Planserv adota medidas contra cobranças indevidas de obstetras a gestantes

O Planserv – Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado da Bahia – já começou a adotar medidas contra as cobranças indevidas feitas por obstetras para a realização de partos em suas beneficiárias gestantes. O plano segue apurando as denúncias recebidas nos últimos meses, e pede que todas as mulheres que forem alvo da prática abusiva relatem o fato imediatamente à sua Ouvidoria.

O setor vem recebendo denúncias contra obstetras que só realizam o procedimento mediante o pagamento de uma taxa. Eles cobram normalmente valores que variam de R$ 1,5 mil a R$ 3 mil, sob a alegação, segundo os denunciantes, de que o Planserv paga pouco pelos honorários médicos. “Depositamos a quantia de R$ 1,5 mil na conta corrente do médico. E ele se comprometeu em enviar o recibo, porém estamos aguardando até a presente data”, declarou o marido de uma das beneficiárias, cujo nome é mantido em sigilo absoluto pela assistência.

Esta prática abusiva, como sinaliza a coordenadora-geral do Planserv, Sônia Carvalho, fere também o Código de Ética Médico, que determina, em seu artigo 66, que “é vedado ao médico praticar dupla cobrança por ato médico realizado”.

No início de 2007, o honorário médico para parto cesárea era de R$ 228,80. Desde o dia 1º de agosto deste ano, quando ocorreu o último reajuste, o valor passou a ser de R$ 1.294,56 – o equivalente a um aumento de 565% no período. Já o honorário médico para parto natural, que era de R$ 220, atualmente é de R$ 1.163,52 – incremento de 528% no período.

Para fazer a denúncia de cobranças indevidas, as gestantes devem entrar em contato com a Ouvidoria, seja pelo sitewww.planserv.ba.gov.br, pelo e-mail ouvidoria.planserv1@planserv.ba.gov.br ou pelo call center (0800 56 6066). Se optar por este último canal, ao ter a ligação atendida, é preciso informar que deseja fazer um registro para a Ouvidoria.

Lula e Wagner participam de comício de Rui Costa em Salvador

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai participar nesta quarta-feira, 3, à noite, do primeiro grande comício promovido pela coligação “Pra Bahia Mudar Mais” (PT / PP / PSD / PDT / PR / PCdoB / PTB / PMN) em Salvador nesta campanha.

O evento, que contará também com a presença do governador Jaques Wagner, do candidato ao senado Otto Alencar (PSD) e vice-governador João Leão (PP), está marcado para começar às 19 horas na Praça da Revolução em Periperi, bairro do subúrbio ferroviário.

Conforme o presidente do Diretório Estadual do PT, Everaldo Anunciação, antes do comício, os partidos coligados vão promover no final da tarde uma caminhada na região. Foram convocados, além dos militantes, os candidatos às eleições proporcionais (Assembleia Legislativa e Câmara Federal) dos partidos que integram a coligação

Lideranças acreditam que Rui é o melhor para a região de Feira de Santana avançar

feira 2Vereadores, dirigentes sindicais, estudantes e donas de casa, acreditam que Rui Costa PT, candidato a governador da Bahia pela coligação Para a Bahia Mudar Mais, é o nome certo para Feira de Santana avançar em todos os setores, desde as questões sociais à economia do município. Para o vereador Pablo Roberto (PT), Rui sempre esteve engajado em todos os projetos sociais que a Bahia experimentou nos últimos anos, “o que o credenciou para ser o sucessor de Jaques Wagner”, disse.

Pablo acredita na vitória de Rui Costa no dia 05 de outubro. Segundo ele, as pesquisas anunciadas pela oposição, “parece que foram feitas em outro planeta. Por aqui, quando a gente pergunta, é Rui na cabeça. Ninguém quer o retrocesso”, comenta. Já o vereador, Alberto Nery, também do PT, afirma que nenhum governo investiu tanto em Feira de Santana quanto o governo Jaques Wagner e “Rui vai continuar avançando. Nunca se investiu tanto em saneamento nesta cidade, na educação e na mobilidade urbano como agora. O feirense não vai andar para trás, não vai mesmo”, diz.

feira 1A diretora estadual da CUT, Conceição Borges, trabalhadora rural de Feira de Santana, lembra que, com o governo Wagner, a Bahia avançou muito, “especialmente para o homem do campo. Foi nesse governo que construímos habitação rural, que ampliamos o abastecimento de água e melhoramos a assistência técnica. A vida no campo mudou para melhor nos últimos oito anos”, comenta Conceição.

A estudante de engenharia, Marcelina Góes, acha que Rui Costa “tem nome limpo, é jovem e vai fazer ainda mais que Wagner fez pela Bahia. Estou confiante que o 13 vai vencer . Dilma presidente, Rui governador será o melhor para todos, especialmente para nós que estamos iniciando uma carreira. Teremos mais oportunidades profissionais, sem dúvida”. Já a dona de casa, Joventina de Araujo diz que vota em Rui por um simples motivos: “ele está do lado de Lula e Dilma, isso é o bastantes para mim e toda minha família”, afirma.

 

“Só Dilma e Rui são a garantia da construção da Fiol e do Porto Sul”, diz Geraldo Simões

ilustração porto sul

“A reeleição da presidente Dilma e a eleição de Rui Costa para o Governo da Bahia são a única garantia da conclusão das obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste e a implantação do Porto Sul”. A afirmação é do deputado federal Geraldo Simões (PT), que vê sérios riscos para a continuidade desses empreendimentos em caso da eleição de Marina Silva e Paulo Souto.

Simões alerta que “Marina tem entre seus principais colaboradores o empresários Guilherme Leal, dono de empreendimentos imobiliários no Sul da Bahia e que sempre se  manifestou contrário ao Porto Sul”. Ele diz ainda que “durante seus mandatos como governador Paulo Souto não fez nenhuma obra de infraestrutura na região  e permitiu o sucateamento do Porto do Malhado, em Ilhéus”.

“Dilma e Rui estão comprometidos com a implantação da Ferrovia Oeste Leste e do Porto Sul, que são fundamentais para a retomada do desenvolvimento regional”, afirma.

O Ferrovia Oeste Leste, em fase de construção, e o Porto Sul, em fase de licenciamento pelo Ibama, são uma parceria entre o Governo Federal e o Governo da Bahia e  fazem parte do Complexo Intermodal, com investimentos de cerca de R$ 10 bilhões.

Rui diz que Bahia precisa ser grande polo de produção

rui TVEAlém de considerar fundamental promover a inclusão de toda a região do semiárido no processo produtivo baiano, “até porque é uma região que ocupa dois terços do território estadual”, Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, reafirmou, em entrevista à TV Educadora, nesta segunda-feira (01), que seu plano de governo estabelece como principais prioridades fazer grandes investimentos em saúde, educação, segurança e na área de logística, “com obras estruturantes tanto na capital como no interior”. Na visão do candidato, a Bahia precisa se consolidar como grande polo de produção no País, continuando no caminho iniciado pelo atual governo, para tornar-se um Estado competitivo e capaz de atrair investimentos sem apelar para a guerra fiscal, “mecanismo usado anteriormente e que está ultrapassado”.

Na área da Saúde, Rui Costa destacou suas propostas de regionalizar o atendimento e dar mais agilidade à regulação, trabalhando para ampliar a oferta dos serviços médicos da rede pública, “construindo sete novos hospitais e fazendo parcerias com a rede privada e filantrópica, criando o programa Saúde Para Todos”. Na Educação, o candidato do PT reiterou seu propósito de investir no ensino em tempo integral e no aumento de vagas no ensino profissional: “Nós vamos implantar o ensino em tempo integral em pelo menos 300 escolas e aumentar para 150 mil o número de vagas nas escolas técnicas, além de fazer parcerias com empresas públicas e privadas para garantir estágio a todos os estudantes do ensino profissional, aumentando as oportunidades de emprego”.

Como parte de seus planos para a área da segurança pública, Rui Costa informou que, além de aumentar o número de policiais para 40 mil, irá implementar um programa de instalação de câmeras também nas pequenas cidades do interior e criar pelotões especiais, para dar mais eficiência à investigação e perseguição aos marginais. Quando perguntado sobre sua proposta para a área cultural, o candidato petista relacionou alguns dos itens constantes do seu programa de governo, revelando que, na sua opinião, esta é uma atividade estruturante da vida humana, “pois as pessoas se identificam entre si justamente a partir da sua cultura”. Ele disse que irá aumentar os investimentos na área cultural, criar o Circuito Cultural do Interior e ampliar e melhorar os espaços culturais, dando o exemplo do Teatro Castro Alves, em Salvador, “que nós vamos transformar num dos três maiores do País”.

Bahia não quer passado do analfabetismo de volta, diz Rui Costa

rui puebloA Bahia não quer o passado, “aquele que tinha com dois milhões de analfabetos de volta”, disse Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, ao conversar com eleitores das cidades de Alagoinhas, Valente, Retirolândia, São Domingos e Conceição do Coité. “Com Jaques Wagner batemos o recorde no número de alfabetizados no país, através do Programa Todos pela Alfabetização (TOPA), com mais de 1 milhão e 280 mil pessoas que aprenderam a ler e escrever”, registrou, para acrescentar: “Na nossa próxima gestão vamos avançar na escolarização de jovens e adultos, ampliando os Centros Noturnos de Educação em parceria com prefeituras e sociedade”.

A Caravana 13, na tarde do domingo (1º), com as presenças de Rui, Otto Alencar (senador), João Leão (vice-governador) foi uma das maiores realizadas desde o início da campanha no interior do estado. Pela manhã, a carreata em Alagoinhas, da mesma forma, atraiu centenas de automóveis. Em Valente  foi formada por uma fila de mais de 800 carros e 200 motos. Na concentração popular, na praça do município da Região do Sisal, os candidatos falaram para cerca de três mil pessoas. “A nossa campanha está cada dia mais forte!”, comemorou Rui.

À noite, no comício em Conceição do Coité, o governador Jaques Wagner  se uniu ao grupo e, falando para as seis mil pessoas que se aglomeravam na praça, pediu o  empenho de todos para eleger Rui, Otto e Leão. “Com a força de trabalho deles tenho certeza que o semiárido continuará no caminho do desenvolvimento”. Animado com a grande receptividade demonstrada pela população, Rui observou que o destino de Coité e toda a Região Sisaleira não está em nenhum instituto de  pesquisa. “O destino está com cada um dos homens e mulheres que acreditam em nossas propostas e capacidade para governar”

Nessa segunda-feira, às 15 horas, a chapa majoritária da coligação Pra Bahia Mudar Mais fará caminhada em Feira de Santana, com concentração na Praça da Matriz.

Estudantes de universidades públicas terão bolsa, garante Rui Costa

rui baixo sulO que era para ser uma carreata se transformou em uma grande caminhada pelas ruas de Baixa Grande, culminando em mais de 10 mil pessoas na praça de Ipirá, na noite do sábado (30). A Caravana 13 com os candidatos da coligação Pra Bahia Mudar Mais Rui Costa (governador), Otto Alencar (senador) e João Leão (vice-governador), acompanhados do governador Jaques Wagner, foi recepcionada pelo prefeito Ademilton Sampaio com a afirmação de que participavam daquele comício “gente não só de Ipirá, mas também da Baixa Grande e Pintadas. Esse aqui é um palanque forte”, afirmou.

Falando pelos gestores da região, Sampaio frisou a crença da população no avanço do trabalho, que segundo ele, vem mudando a realidade do estado. “O candidato da oposição, ex-governador, em dois mandatos não conseguiu investir R$5 mi. Só a estrada para Pintadas, que Wagner fez, foi R$16 mi”, comparou.

Rui reiterou o compromisso de investir em infraestrutura, saúde e educação e garantiu que a Chapada terá sua Universidade Federal. A proposta dele é criar cinco novas universidades federais no estado,  oferecer 150 mil vagas de ensino profissionalizante, com garantia do primeiro estágio para os jovens que estiverem nos cursos técnicos, além de  e bolsa para os universitários das instituições públicas. “Educação é o único patrimônio que pais pobres podem dar aos seus filhos e não vou deixar que os estudantes parem de estudar por falta de dinheiro”.

Jaques Wagner disse que Rui sabe bem do que fala. “Estudou em escola pública, fez curso técnico e se formou na Ufba – na época, a única Federal da Bahia”, disse o governador, atestando que o candidato petista tem responsabilidade com os avanços necessários . “Tenho certeza que Rui vai ser um governador melhor do que eu fui. Ele errou e acertou ao meu lado, sempre pensando no melhor para a Bahia”.

Rui, Otto e Wagner fazem caminhada com Dilma no Pelourinho

dilma e rui

Na visita de Dilma Roussef, na tarde desta terça-feira (29), a Salvador, o candidato ao governo do estado, Rui Costa, e ao Senado, Otto Alencar, da Coligação Pra Bahia Mudar Mais, fizeram ao lado da candidata e do governador Jaques Wagner uma caminhada no Pelourinho. Da Casa de Jorge Amado até a Igreja Rosário dos Pretos – onde foram recebidos pela Congregação da Nossa Senhora Rosário dos Pretos – foram acompanhados por uma multidão. Depois, seguiram para a Casa do Olodum, onde Dilma participou de  homenagem à memória dos heróis da Revolta dos Búzios. “Dilma é a presidente que mais investiu na Bahia e o povo baiano retribuirá, dando a ela mais de três milhões  de votos nessas eleições”, disse Rui.

No trajeto foram muitas paradas para fotos e cumprimentos e a oportunidade para conferir a receptividade dos eleitores às propostas apresentadas durante o debate da Band Bahia, na noite da quinta-feira (28). Antes de se juntar à presidente e ao governador, Rui e Otto conversaram com dezenas de pessoas, que elogiaram o desempenho do candidato no debate.

Rui aproveitou para falar sobre o Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador, que consta como uma das prioridades do seu Programa de Governo Participativo e que tem como objetivo oferecer  solução de moradia para famílias de baixa renda que vivem em áreas históricas da Bahia. Rui também está propondo a  criação de um Centro de Referência  da Cultura Baiana, para apresentar e conectar todos os equipamentos culturais, atendendo as escolas e os visitantes de forma física e virtual. “A visão de futuro é transformar o Centro Antigo de Salvador  em um local bom para morar, trabalhar, frequentar e visitar”, explicou.

Rui frisa que o Governo Wagner, ao apostar na Recuperação do Centro Histórico de Salvador, investiu na entrega de 170 unidades habitacionais do Projeto Pilar I e na implantação do Ponto de Encontro, que já realizou mais de 4,5 mil atendimentos a usuários de drogas na região. Além da restauração das fachadas das igrejas do Boqueirão, de Nossa Senhora do Carmo e do Santo Antônio Além do Carmo, da Faculdade de Medicina, da Catedral Basílica, a Igreja de São Pedro dos Clérigos, São Domingos e a Igreja da Ordem Primeira de São Francisco também receberam iluminação especial, que se destacam no conjunto durante a noite.

Depois do encontro com Dilma, Rui e Otto seguiram para a o Baixo Sul, onde se juntaram à Caravana 13,  que percorreu na tarde dessa sexta-feira (29) as cidades de Camamu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha e Taperoá. À noite, em Valença, um grande comício da chapa majoritária encerra a programação do dia. No final de semana, a coligação também visitará as cidades de Vitória da Conquista, Ipirá, Alagoinhas, Valente, Retirolândia e Conceição do Coité.

 

Rui vai ampliar Caps para reduzir danos das drogas

Rui CostaAlém de intensificar as ações de combate e repressão ao tráfico de drogas, aprofundando o trabalho do atual governo de reaparelhamento e modernização das polícias civil e militar, Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, pretende dar uma prioridade especial à ampliação da base de atendimento médico e psicológico, com novos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) nas suas diversas modalidades. “Isto significará colocar à disposição dos pacientes mais leitos em hospitais públicos, implantar novas unidades de acolhimento e desenvolver ações transversais, conjuntas e integradas entre os órgãos governamentais (municipais, estaduais e federais) e com a participação da sociedade civil, pois somente assim poderemos ser eficientes na redução dos sociais, psíquicos e físicos consequentes do uso de drogas, sobretudo o crack”, afirma o candidato.

“Com a base estruturada pelo governador Jaques Wagner pretendo dotar a Bahia de condições necessárias para assimilar a demanda não só de pacientes com transtornos mentais, mas também a originada pelo aumento do uso de drogas”, afirma.  Em oito anos, o governo conseguiu posicionar a Bahia 43% acima da média nacional, em relação ao número de CAPS por habitante. “De 88 unidades em 2006, saltamos para 200 em 2013, instaladas em 162 municípios”, registrou o candidato, observando que o crescimento do consumo da droga exige que a rede de atendimento em Saúde seja capaz de tratar os dependentes, dando-lhes perspectivas para resgate da dignidade, reinserção à família e a sociedade, com condições de autonomia e qualidade de vida.

O Caps é um serviço do SUS, que oferece atendimento à população, realizando o acompanhamento clínico e a reinserção social dos pacientes pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. A criação do serviço foi um avanço na proposta antimanicomial do país, capaz de oferecer atendimento e cuidados intermediários, entre o regime ambulatorial e a internação hospitalar, com ênfase numa abordagem compreensiva e com suporte educacional, social, de reabilitação psicossocial e reinserção profissional. “Este é um serviço imprescindível, pois dá dignidade de vida às pessoas que necessitam de atenção especial e de seus familiares, daí nossa preocupação em ampliar ao máximo sua base de atendimento”, afirmou Rui.

Vitória da Conquista é a melhor cidade baiana no ranking de saneamento básico no Brasil

conquista

O Instituto Tara Brasil divulgou nesta quarta-feira (27) o ranking de saneamento básico das 100 maiores cidades do país, com base nos dados do Sistema Nacional de Informações de 2012. Apenas três cidades baianas aparecem na lista: Vitória da Conquista, melhor cidade baiana na lista, no 32° lugar, Salvador (34°) e Feira de Santana (67°).  A liderança do ranking é da cidade de Franca, em São Paulo. Segundo a pesquisa, os municípios brasileiros fazem pouco para reduzir as perdas de água por faturamento. Apenas 10% dos municípios analisados na pesquisa registraram melhoria de mais de 10% na redução de perdas de água. Em média, de acordo com o levantamento, a melhoria nas perdas dos municípios ficou em 0,05% na comparação entre 2011 e 2012.

Neste período, mais da metade das cidades pesquisadas (51) não reduziu em nada as perdas ou até piorou os resultados no período. Segundo o Trata Brasil, os números sugerem que “diminuir perdas de água não vem sendo uma prioridade entre os municípios brasileiros”. Em cidades com índices de perda muito elevados, por exemplo, a instalação de equipamentos como controladores de vazão e pressão tem reflexos rápidos na perda por vazamentos. Clique aqui e confira o ranking completo.

Wagner abre maior evento de energia eólica da América Latina

eolica“A mais nova indústria, a indústria do vento, tem a cara da Bahia, para onde estão sendo destinados hoje os maiores investimentos do setor no país”, disse o governador Jaques Wagner ao abrir, na noite desta terça-feira (26), o Brazil Windpower, a 5ª Conferência e Feira de Negócios de Energia Eólica no Brasil e América Latina. O evento, considerado o mais importante e a melhor oportunidade do mercado eólico brasileiro, acontece de 26 a 28 de agosto, no Centro de Convenções Sulamerica, no Rio de Janeiro.

A Energia Eólica é hoje a fonte de geração de energia elétrica que mais cresce no Brasil. A Bahia representa 10,1% do potencial eólico do país e 19,3% do Nordeste, com destaque para as regiões Centro-sul e Vale do São Francisco. A Bahia conta atualmente com 132 projetos de usinas eólicas, perfazendo um total de 3,2 MW de capacidade instalada. O estado é o único a ter comercializado energia em todos os leilões com contratações realizadas para a fonte eólica, com investimentos de R$ 12 bilhões.

Com esse desempenho, a Bahia alcançou, em 2013, o segundo lugar em investimentos eólicos no país, a apenas pouco mais de 50 MW da capacidade instalada do primeiro colocado, o Rio Grande do Norte, e com quase o dobro do Rio Grande do Sul, terceiro colocado em projetos no Brasil.

Torres Eólicas do Nordeste - O município de Jacobina, localizado a 340 quilômetros de Salvador, foi o endereço escolhido para sediar a Torres Eólicas do Nordeste (TEN), fábrica da torres de aço para aerogeradores. Joint venture criada pela brasileira Andrade Gutierrez e pela francesa Alstom, a TEN vai gerar 250 empregos diretos e mais 600 indiretos – a maioria ocupados por moradores da região – e terá capacidade para produzir 200 torres por ano.

Fruto de um investimento de 30 milhões de euros, a chegada da empresa vai contribuir para o desenvolvimento da cadeia de suprimento de nacelles, torres, hubs e pás, consolidando a Bahia como um dos principais pólos geradores de energia eólica do país. Já estão instaladas em solo baiano as espanholas Gamesa, Acciona e Torrebras, a francesa Alstom, e a brasileira Tecsis.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031