hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘Atlético MG’

Cheirinho de porco

 

Daniel Thame

daniel-charge-cuba-zapReta final do Campeonato Brasileiro e aquele cheirinho de título alardeado pelos torcedores do Flamengo, que no auge da empolgação chegaram a transformar os aeroportos do Galeão e Cumbica numa espécie de Maracanã, vai ficando cada vez mais com cara de cheirinho de porco.

Mesmo sem jogar bem (na verdade nos últimos jogos atuando mal) o Palmeiras acumula uma série de vitórias que lhe dão uma folga sobre o Flamengo e uma folga ainda maior sobre Atlético Mineiro e Santos, os times que em tese estão disputando o título pra valer.

E mesmo o Flamengo deu uma travada no embalo em que vinha, perdendo pontos importantes e se descolando cada vez mais do Palmeiras. O empate em 2×2 contra o Corinthians, em pleno Maracanã, com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo, custou dois pontos que podem ser fatais.

No mesmo dia, com sorte e a providencial ajuda do juiz, o Palmeiras ganhou do Sport por 2×1, num jogo em que a bola deveria acionar a Lei Maria da Penha. Mas valeram os três pontos, fundamentais para a folga do Verdão.

Enquanto isso, Atlético Mineiro e Santos patinam na própria instabilidade, embora o Galo até demonstre que pode tirar o segundo lugar do Flamengo.

pigMas, daí a tirar o primeiro lugar do Palmeiras vai uma distância muito grande. E bota muito grande nisso.

Vendo o título de binóculos (melhor seria dizer, de telescópio), Botafogo, Corinthians, Fluminense e Atlético Paranaense brigam duas vagas (ou três a depender de quem ganha a Copa do Brasil) na inchada Libertadores 2017.

Briga feia também na luta pelo rebaixamento. América MG e Santa Cruz parecem irremediavelmente condenados á degola. Restam duas vagas na guilhotina, com Figueirense, Vitória, Internacional, Coritiba e Sport lutando para salvar o pescoço. Cruzeiro, Chapecoense e São Paulo correm riscos mínimos de cair.

Emoção, alegria e decepção, esses coisas que tornam o futebol tão fascinante, não vão faltar próximas de decisivas rodadas.

-0-0-0-

É gol- Carlos Alberto Torres não foi apenas um dos maiores laterais de todos os tempos. Foi também o capitão que soube como ninguém amar a Taça Jules Rimet.

Assim como o gol na final contra a Itália, obra prima que Da Vinci ou Michelangelo assinariam, o Capita é eterno.

 

 

0-0-0-

É pênalti- Triste, para os baianos, será ver o Vitória cair e ainda com o risco do Bahia, que namora a zona de classificação da Série B,  mas casar que é bom, nada, não subir para a Série A, deixando  o estado fora da elite do futebol.

Ganso/Cisne comanda o baile/balé

Daniel Thame

dt 5 Encerrada a fase de grupos da Libertadores, o Palmeiras ficou pelo meio do caminho, Corinthians, Atlético Mineiro e Grêmio se classificaram sem sustos e o São Paulo garantiu a vaga na bacia das almas, com um empate dramático contra o The Strongest, na altitude de La Paz.

Não foram poucos os críticos a perpetrarem que o tricolor paulista já estava “fazendo hora extra”  na competição, ainda mais que o adversário seguinte era o mexicano Toluca, uma das sensações da primeira fase.

Pois vieram os jogos de ida das oitavas de final e, nessas coisas que tornam o futebol um esporte fascinante pelo, o patinho veio viveu sua noite de cisne de balé.

Ou de um Ganso comandando um balé no gramado de um Morumbi ensandecido.

gansoEnquanto o Corinthians e o Galo empataram burocraticamente com Nacional do Uruguai e Racing da Argentina em 0x0 fora da casa e o Grêmio perdeu  por 1×0 do Rosário Central em casa, coube ao desacreditado São Paulo salvar  uma rodada pobre de gols e de futebol.

Contra um Toluca atordoado e diante de mais de 53 mil torcedores, o São Paulo não deu a menor chance aos mexicanos.

Marcou sob pressão na saída de bola, envolveu o adversário com toques rápidos, tabelas precisas e finalizações letais e só ficou no 4×0 porque as traves impediram que fosse 6 e o goleiro do Toluca que fosse 7 ou 8, tamanha a superioridade tricolor.

Ganso foi um maestro, revivendo seus melhores tempos de Santos e Centurion, que só jogou porque Calleri estava suspenso e Alan Kardec sem condições físicas, foi a Fênix da noite, de renegado a aclamado.

Classificação definitivamente encaminhada. Chance de título?

Esse tricolor do baile/massacre nos mexicanos, sim.

Mas o São Paulo é um time tão bipolar que ainda é temerário fazer qualquer previsão.

Por ora, que se fique com a noite já inesquecível em que o São Paulo foi o São Paulo, como a muito tempo não era o São Paulo.

Corinthians e Galo também devem avançar sem sustos e o Grêmio vai ter que ser mais imortal do que nunca no caldeirão de Rosário.

-o-o-o-

É gol- Bahia e Vitória iniciam a decisão do Baianão 2016. Dois times ainda em busca de afirmação, mas com certeza de casa cheia no Barradão e, depois, na Arena Fonte Nova. Que seja uma festa do futebol.

É pênalti- Se serve como consolo, o Flamengo não vai perder do Vasco no Brasleirão 2016…

Três passeios, um drama e um adeus precoce

Daniel Thame

DT tabocas  13Dos cinco times que iniciaram a disputa da Libertadores 2016 apenas um, o Palmeiras, ficou pelo meio do caminho e caiu logo na primeira fase.

O Palmeiras, com o dinheiro da Crefisa e contratando jogadores `de baciada`, como se dizia nos tempos de antanho, era o time que parecia ir mais longe, mas trombou com seus próprios erros. Empatar com o medíocre River Plate (o genérico) e perder para o Nacional em casa e em Montevideo, foi fatal. E o Verdão, que parece ter renascido com Cuca, junta os cacos e só tem o Paulistinha como consolo e depois o Brasileirão e a Copa do Brasil como meta.

Dos quatro que sobreviveram, três passearam (embora o Grêmio com alguns escorregões) e um viveu um drama que é a cara da Libertadores.

O Atlético não teve nenhuma dificuldade em passar por um grupo que tinha Independente del Vale, Colo Colo e Melgar. Perdeu quando poderia perder, goleou quando deveria golear e terminou seu grupo em 1º. lugar e agora pega o Racing da Argentina nas oitavas de final. Jogo duro, mas o Galo é favorito.

O Corinthians também passeou no grupo que tinha o Santa Fé, o Cerro Portenho e o Cobresal. Parecia que iria sofrer após o desmonte chinês, mas nas mãos de Tite, o Corinthians manteve-se letal e fechou a chave na liderança. Nas oitavas, pega o Nacional do Uruguai, que tem a seu favor apenas a tradição. O Corinthians avança, até porque decide em casa, onde a torcida faz a diferença.

O Grêmio passou sem muito susto pelo chamado Grupo da Morte que tinha Tolima, San Lorenzo e LDU. Ficou atrás dos mexicanos e enfrenta o Rosário Central. Sem craques, mas bem treinado por Roger, time copeiro, os gaúchos farão um duelo interessante contra os argentinos. Sem favoritos.

Já o São Paulo, esse vive um drama que só terminou aos 50 minutos do segundo tempo do último jogo, contra o The Strongest, na desumana atitude de La Paz. 1×1 e vaga garantida, de um time que alterna grandes exibições com partidas medíocres. Nas oitavas, pega o Toluca, sem Calleri, o Salvador da Pátria, expulso contra os bolivianos. Resumo: se passar de fase -e dificilmente passará- é lucro.

-o-o-o-

É gol- Viva a torcida do Corinthians. Ainda existe luz nas trevas paulistas.

É pênalti- Com Messi intocável e Luis Suarez blindado pelos gols, Neymar paga o pato pela fase ruim do Barcelona.

Não é esse gênio quase-Pelé que a mídia tupiniquim pinta, mas é um fora de série. Vive seu momento mané, mas passa.

Caixa investe R$ 83 milhões em clubes brasileiros

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (19), em Brasília, a estratégia de patrocínio ao futebol para 2016. O banco divulgou investimento de R$ 83 milhões em 10 clubes brasileiros. Para este ano, a CAIXA mantém os times já patrocinados, desde que tenham permanecido nas séries A e B do Campeonato Brasileiro. A novidade é a inclusão dos maiores times de Minas Gerais – Cruzeiro e Atlético Mineiro.

Segundo a presidenta da CAIXA, Miriam Belchior, os patrocínios ao futebol integram a estratégia mercadológica do banco, fortalecendo sua marca e colaborando com a profissionalização dos processos de gestão dos clubes. “O apoio ao futebol, assim como a outras modalidades esportivas, aumenta a visibilidade da nossa marca e contribui com o desenvolvimento do esporte. Os patrocínios da CAIXA ao futebol já obedecem aos critérios estabelecidos no PROFUT, além de outras exigências legais que definem a comprovação de regularidade fiscal dos clubes”, comentou a presidenta.

A lista de clubes com patrocínio máster da CAIXA inclui: Flamengo (RJ), Cruzeiro (MG), Atlético Mineiro (MG), Atlético Paranaense (PR), Coritiba (PR), Chapecoense (SC), Figueirense (SC), Sport (PE), Vitória (BA) e CRB (AL). Os contratos assinados têm vigência até 31 de dezembro de 2016. O banco mantém ainda, negociações com o Corinthians, que tem contrato vigente até fevereiro de 2016.

caixa bola

Chocolate poderá acabar, Flamengo comemora

choco

(do Blog Sensacionalista)- Foi anunciado que o chocolate poderá acabar até 2020. A torcida do Flamengo comemorou, cansada de perder de 4 para o Atlético Mineiro.

Alguns flamenguistas acham que 2020 ainda está muito longe. Já os rivais preferem dizer que não acabará o chocolate enquanto houver um Flamengo no mundo: “Para São Judas Tadeu nada é impossível”.

Após gol em clássico mineiro, Neto Berola chama comentarista da Globo de “Bob Merda”

Neto Berola vai na canela de Bob

Neto Berola vai na canela de Bob

Autor do  quarto gol na vitória do  Atlético Mineiro sobre o América MG por 4×1, o atacante  Neto Berola, revelado pelo Itabuna, soltou os cachorros em cima do comentarista Bob Faria, da Globo Minas e do Sportv, em sua conta no twitter:

“Chupaaaaaaa Bob merda Faria! So sabe cornetar,so pq não pago pra falar bem de mim,agora vc vai ter motivos pra poder falar mal de mim seu Ma…… do caralho! Aqui é Galo e pode torcer contra!”.

Bob Faria é um dos principais críticos do futebol do atacante atleticano, que alterna boas e más jogadas e tem fama de cai-cai no futebol mineiro. No intervalo do jogo, Neto Berola já havia mandado um recado para Bob, embora sem citar seu nome.

“Estou ali para ajudar, não estou fazendo gols, mas consegui dar passe para o Jô e sofrer pênalti e ajudar. Algumas merdas que escutei no jogo de quarta-feira, sobre um comentarista que não vale falar o nome, ele sempre me critica. Mas estou fazendo o meu trabalho, a confiança que o Paulo [Autuori] e meus companheiros têm em mim, estou procurando ajudar”.

 

Canção tricolor do adeus

na Libertadores, entre os grandes serás o último,,,

O The Strongest não pode vencer o Arsenal de Sarandi

O Arsenal de Sarandi tem que empatar ou nao golear o The Strongst

E, o mais dificil, o São Paulo tem que ganhar do invicito Atlético Mineiro e mais, golear no caso do Arsenal meter uma chuva de gols no The Strongest.

Resumo da ópera: o São Paulo já era no Libertadores.

E esse blogueiro, tricolor doente mas incréu no quesito milagre, vai dedicar seu precioso tempo à reprise de Hawai 5-0 no canal pago ID.

BAHIA PÕE O VASCO DE QUATRO

O futebol  é mesmo uma caixinha de fósforos de surpresa,  como diziam  os comentaristas pedobolísticos de antanho.  Depois de namorar a zona de rebaixamento do  Brasileirão, o   Bahia sapecou 3×1  no  Santos e  1×0 no São Paulo,  empatou com  o  então líder Atlético  MG  e ontem  enfiou  4×0 no   Vasco  lá  no  Rio  de Janeiro.

Olha a Libertadores aí,  Baêa!

E olhem  os gols  do chocolate baiano  no bacalhau  carioca:

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930