hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘agricultura familiar’

Municípios do Sul da Bahia participam da Oficina de Credenciamento no Siater

japu 1A Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo da Bahia, realizou através da Setaf/Bahiater, com o apoio da Amurc e da Cooperast, uma oficina de credenciamento no Sistema Informatizado de Assistência Técnica Rural, o Siater. O encontro contou com a participação das equipes de secretariais muncipais de agricultura de municípios sulbaianos, acompanhadas pelos secretários Telma Elizia, Lucas Costa e Beto Matos.

De acordo com o coordenador da Bahiater,  Marcos Souza, os representantes municipais foram orientados a se credenciarem no Siater, sendo um pré requisito importante para ter acesso a vários  convênios. A oficina foi ministrada pelo engenheiro agrônomo Jorge Buera, da Cooperast. O vice prefeito Baratão, representante do município de Floresta Azul esteve na atividade e destacou que “fortalecer a agricultura é de suma importância, para aquecer a  economia e a gerar de emprego e renda. Estão de parabéns o Secretário Jerônimo Rodrigues e o governador Rui Costa pelo compromisso com a agricultura familiar da Bahia”.

O presidente da Associação de Prefeitos, Amurc,  Antônio de Anízio, prefeito de Itacaré, disse que a instituição está sempre de portas abertas e disponível às atividades em parceria com o Governo do Estado da Bahia, “com o objetivo de facilitar o acesso da agricultura familiar às políticas públicas”.

 

Rui entrega estrada recuperada e autoriza ações de infraestrutura e agricultura familiar em Senhor do Bonfim

O governador Rui Costa viaja, nesta terça-feira (20), para o município de Senhor do Bonfim, onde realiza, a partir das 11h, uma série de ações nas áreas de infraestrutura e agricultura familiar. O primeiro compromisso de Rui é a entrega da rodovia que liga o entroncamento da BR-407 até o distrito de Quicé totalmente recuperada. Em seguida, Rui autoriza a construção de sistemas de dessendentação animal e a aquisição de equipamentos para a unidade de resfriamento de leite, no distrito de Quicé.

Durante o evento, que ocorre após o descerramento da placa, no marco do Derba no distrito de Quicé, também serão assinados convênios do Bahia Produtiva, para a construção de unidades sanitárias rurais e ordem de serviço para início das obras de iluminação pública na Avenida João Durval Carneiro, da UNEB até a Rodoviária. Rui ainda autoriza a Seinfra a contratar empresa para elaboração de estudos preliminares e projetos executivo e básico para implantação do aeródromo no município.

Moradores de Banzaê recebem estrada recuperada

banzae 3

Inauguração de rodovia, autorização de novas obras de estrada, entrega de sistema de abastecimento de água, urbanização de vias, nova escola, ambulância e investimentos para agricultura familiar. Estas foram as entregas feitas pelo governador Rui Costa, neste sábado (17), durante evento realizado no município de Banzaê, no nordeste do estado. “Estamos cumprindo mais um compromisso aqui na cidade de Banzaê e região, com a inauguração dessa estrada e as outras ações realizadas hoje. São investimentos importantes para melhorar a vida da população”, afirmou o Rui.

A restauração de cerca de 28,4 quilômetros de extensão da rodovia BR-110, que liga Banzaê à cidade de Campos de Brito, contou com investimento de R$ 11 milhões, e beneficia cerca de 150 mil habitantes das cidades de Banzaê, Ribeira do Pombal, Cícero Dantas e Euclides da Cunha. Na via, trafegam, aproximadamente, 250 veículos, por dia.

banzae 1Para os moradores que têm imóveis ao longo da estrada, como o motorista de ônibus Ismael Santos, a obra de restauração valoriza o patrimônio das famílias. “Desde que reformaram aqui, minha casa já valorizou uns 80%, ficou muito melhor agora. Antes, era muito buraco, a gente levava duas horas daqui até Ribeira do Pombal, até de animal era ruim de andar. Quando a gente entrava em casa, era uma lama só. Agora, em meia hora a gente chega em Ribeira do Pombal, com segurança e nem a casa suja mais também”, contou o motorista.

Também neste sábado, foi autorizada pelo governador a pavimentação em pista dupla da BR-410 até o povoado de Vila Operária, no município de Ribeira do Pombal. A assinatura da ordem de serviço vai beneficiar 114 mil habitantes da cidade e de Tucano e Cícero Dantas, com um investimento de R$ 2 milhões, para recuperar pouco menos de dois quilômetros, por onde trafegam 410 veículos todos os dias. Essas são algumas das inaugurações deste ano, no total de 196,21 quilômetros concluídos em 11 trechos.

Educação e saúde

banzae 2Com investimentos de cerca de R$ 80 mil, chegou a Banzaê uma das 178 ambulâncias entregues pelo Governo do Estado para o interior, em 2017, além de outras 106 já encomendadas para outros municípios. Os moradores da cidade ainda receberam a Escola Espaço Educativo João Bitencourt Paiva, inaugurada no povoado de de Tamboril, a 12 quilômetros da sede. Pronta para atender 360 alunos nos turnos matutino e vespertino, a unidade foi construída com investimentos da ordem de R$ 900 mil, do Ministério da Educação.

Mais melhorias

No povoado de Queimada Grande, foram inaugurados um sistema de abastecimento de água e urbanização de vias, com calçamento de ruas. Em parceria com a prefeitura, responsável pela execução das obras, o sistema vai levar água de qualidade a 60 famílias da região. Mais saúde chegando nas torneiras dos baianos.

Agricultura familiar

banzae 4O governador Rui Costa também assinou uma autorização para o convênio do projeto Reniva, uma rede de multiplicação de tecnologia para a produção da mandioca, com qualidade genética e condições sanitárias adequadas. A iniciativa permite que o agricultor familiar tenha acesso a variedades de mandioca melhoradas, livres de vírus, melhoramento genético feito pela Embrapa Mandioca e Fruticultura. Somente em Banzaê, são 80 famílias de agricultores beneficiadas da União das Associações de Banzaê, e que têm como opção de investimento a implantação de dois hectares de sementes de mandioca.

São famílias como a de Edivaldo Araújo de Santana, do povoado de Palmares, em Banzaê. Produzindo mandioca, milho e feijão, ele vai usar esses recursos para ampliar a produção. “Esse convênio vai nos ajudar muito e poderemos ampliar a produção de todas as famílias que vivem do campo que já sofrem com a seca. Esse tipo de convênio reduz muito o sofrimento do povo do semiárido”, contou o agricultor.

Oficina Territorial debate comercialização para agricultura familiar

bahiater 1

Direcionada aos secretários municipais de agricultura, educação e assistência social, associações, cooperativas, gestores do núcleo territorial de educação, nutricionistas e Técnicos de ATER, a oficina territorial tratou sobre comercialização de produtos da agricultura familiar. O evento promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia, Setaf Litoral Sul, Suaf, Car e Bahiater, aconteceu no auditório Jorge Amado da Universidade Estadual de Santa Cruz/Uesc.

A mesa foi formada por representantes da sociedade civil e do poder público, representando a UESC e o colegiado territorial litoral sul o pró-reitor de extensão Alessandro Fernandes, falou da importância do momento, parabenizando o secretário Jerônimo Rodrigues pela atuação na Secretaria de Desenvolvimento Rural, ” O Setaf Litoral Sul está de parabéns, a SDR na pessoa do secretário vem desenvolvendo um belo trabalho para a agricultura familiar da Bahia, isso nos orgulha muito” disse o pró-reitor.

bahiater 2 Na programação os palestrantes Sandra Léa dos Santos-Coordenadora de Mercados Institucionais/Suaf, Bernardino Rocha-Sub Coordenador do Setaf/Bahiater e os engenheiros agrônomos, Sândalo Barreto/Bahiater e Welington Leite/Bahiater, pontuaram sobre a Importância da Comercialização e Atuação da ATER na Agricultura Familiar –  SETAF e Entidades Prestadoras de ATER, O Cenário atual do PNAE Municipal na Bahia – Informações Sobre Chamadas Públicas Municipais,  Acesso ao Programa e Execução do PNAE Municipal, Elaboração de Chamada Pública e Projeto de Venda – PNAE, Apresentação do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA e Forma de Execução – SJDHDS.

A oficina contou com o apoio  da AMURC,  Consórcios Cima e Cds-Ls, do Freade- Fórum de Secretários de Agricultura e do NTE-Núcleo Territorial de Educação.

Governo viabiliza R$ 33 milhões para o Garantia Safra a agricultores familiares

agr1A economia de municípios baianos será aquecida, a partir desta quinta-feira (13), com a liberação de R$ 33 milhões, referentes ao pagamento das indenizações do Garantia Safra (2015/2016) para quase 200 mil agricultores familiares que tiveram perdas na produção. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa em suas redes sociais na tarde desta quinta-feira (13).

Deste valor, R$ 23 milhões são referentes ao pagamento das últimas parcelas da Safra Verão, que indenizou mais de 137 mil famílias de agricultores. Os outros R$ 10 milhões estão sendo destinados ao pagamento da primeira parcela da Safra Inverno, para cerca de 60 mil famílias de agricultores familiares baianos.

“O desejo do governo é que não houvesse perda de safra porque é um fator ruim para todos: agricultor familiar, municípios, Estado e União. E o Garantia Safra, aliado a outras ações estratégicas, desempenha um papel importante para enfrentar problemas relacionados à seca. O governo vai continuar apoiando os agricultores familiares, e, na medida em que houver frustação de safra, disponibilizará aporte financeiro, em parceria com a União e os municípios”, afirma o governador Rui Costa.

Read the rest of this entry »

Agricultura familiar fortalece cadeia produtiva do cacau

cac 1

A fabricação e o consumo do chocolate aumentam com a chegada da Páscoa, mas para que esse produto tenha qualidade e seja saboroso a amêndoa do cacau, matéria-prima responsável pelos chocolates, precisa ser bem selecionada. A Bahia é o estado que mais produz cacau e a agricultura familiar é responsável por 90% desta produção.

cac 3Atento a este potencial, o Governo da Bahia vem investindo na cadeia produtiva do cacau. Por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), estão sendo destinados R$10 milhões, com recursos do edital de fruticultura do projeto Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR). Os investimentos irão contemplar projetos voltados para o fortalecimento da cacauicultura nos Territórios de Identidade Médio Rio de Contas, Litoral Sul e Baixo Sul.
“É muito importante esse investimento do governo para que a gente que produz cacau consiga se desenvolver e ter mais acesso ao mercado”, afirma o agricultor do Assentamento Coroa Verde, comunidade rural de Ipiaú, Território Médio Rio de Contas, João Santos.
Na Bahia, a fabricação do chocolate tem origem nas plantações de mais de 40 mil agricultores familiares, que se dedicam à cultura do cacau. O Governo do Estado vem apoiando a produção de mais de 30 marcas de chocolates produzidos pela agricultura familiar. O segmento vem demonstrando todo seu potencial na fabricação de produtos de qualidade, a exemplo da fabricação dos chocolates finos produzidos pela Bahia Cacau, primeira fábrica da agricultura familiar do país, localizada no município de Ibicaraí, no território Litoral Sul. As formulações desses chocolates são de 56 a 90% de cacau.

cac 2O chocolate produzido pelo Assentamento Terra Vista, no município de Arataca, também no Litoral Sul, vem ganhando mercado. “O nosso chocolate gourmet Terra Vista, em embalagens com 60% e 70% de teor de cacau, já é comercializado em várias partes do Brasil”, comemora Joelson de Oliveira, integrante da coordenação da Teia dos Povos e um dos líderes do assentamento Terra Vista.

A produção de chocolates finos produzidos pela agricultura familiar avança para outros territórios. A Associação de Mulheres das Duas Barras do Fojo, do município de Mutuípe, no Território Vale do Jiquiriçá, está lançando a linha de chocolates Ouro do Vale. A agricultora Damiana Martins, associada e membro do Conselho Fiscal da instituição, ressalta a importância do apoio do governo estadual, principalmente, na oferta de assistência técnica. “Além da embalagem, que agrega valor ao produto, os cuidados com a seleção da amêndoa, a fermentação e a planta, fazem toda diferença no resultado final”.
Áudio:

Setaf Litoral Sul fortalece agricultura familiar em Arataca e São José da Vitória

arapuO secretário de Agricultura de Arataca, Lucas Costa, acompanhado de sua equipe, participou de uma reunião no Setaf Litoral Sul, em Itabuna. No encontro, foram tratados temas como o termo de adesão SEMAF-Serviço Municipal de Apoio à Agricultura familiar e PROMER-Programa de Mecanização Rural.

O coordenador regional da Setaf Litoral Sul,  Marcos Vinícios destacou a  necessidade de credenciamento do município ao SIATER – Sistema Informatizado de ATER, entregando à equipe instruções para facilitar o credenciamento e ressaltou ainda que a equipe do Setaf está à disposição para desenvolver ações no município.

Marcos Vinicios também  fez uma visita ao secretário municipal de Agricultura  de São José da Vitória, Joel Dantas para debater projetos de  desenvolvimento da agricultura familiar no município, tais como: Implantação do Semaf, Promer, Bahia Produtiva, etc. Para Joel Dantas é muito importante a relação entre Governo do Estado e os municípios: “o Setaf/Bahiater é parceiro do município e já agendamos ações para o mês de abril”, disse o secretário.

No próximo dia 20, a equipe do Setaf/Bahiater vai desenvolver um mutirão em São José da Vitória,  para emissões e renovações de Daps alinhada com a agência Itinerante do BNB que vai tratar de renegociação de dívidas baseado na Lei 13340.

Setaf articula parcerias para renegociação de dívidas no Sul da Bahia

itajuipe
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Itajuipe promoveu, através de uma parceria com o Setaf e o Banco do Nordeste, uma reunião na Loja Maconica de Itajuipe, com agricultores familiares do município, para tratar da renegociação de dívidas agrícolas e novos financiamentos. O evento, articulado pelo Setaf/Bahiater foi, segundo o coordenador Marcos Vinícius, a primeira de uma série de reuniões realizadas nos municípios de abrangência.

“Queremos alavancar o desenvolvimento da agricultura familiar promovendo o pagamento ou a renegociação dos débitos, aproveitando os recentes benefícios estabelecidos na Lei 13. 340 do Governo Federal ” disse Marcos. Para ele, tão importante quanto a adimplência é a abertura de novas oportunidades de ljnhas de crédito.

O representante do Colegiado Territorial Carlos Alberto “Garotinho ” ressaltou a importância dessas ações para o pequeno agricultor destacando o apoio da instituição na consolidação dessa parceria.  Para a Gerente do Pronaf do BNB Leilane Benevides os agricultores terão descontos variáveis até 85 por cento dos débitos contraídos. Segundo ela é uma oportunidade única de resolver todos os problemas, pois para quem renegociar as taxas de juros serão de 0, 5 a 5 por cento e o primeiro pagamento só em 2021.

O Setaf/ Bahiater vai trabalhar com as agências do Banco em Itabuna, Ilhéus e Camacan atendendo, assim, os 26 municípios do Território Litoral Sul da Bahia.  O Diretor de Agricultura de Itajuipe Tarcísio Costa ficou muito satisfeito com os resultados do evento e colocou a Diretoria à disposição para novas ações.  Participaram do evento o vice-prefeito Leandro Junquilho, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Vinicius Guimarães, o representante do Consórcio Josivaldo Dias, o agente do Agroamigo Orlando do BNB e Fausto Barreto, Agente de Desenvolvimento do município de Itajuipe.

Encontro em Ilhéus debate ações para agricultura familiar

agrilheus 2

A Setaf/Bahiater-SDR-Litoral Sul da Bahia, participou de uma reunião com presidentes de associações e agricultores familiares do município de Ilhéus com objetivo de buscar a viabilização do planejamento agrícola, articular emissões e renovações de Daps , Cefir , PAA, PNAE e discutir outras políticas públicas voltadas para o homem e a mulher do campo.

agrilheus 1O encontro contou com as presenças  do prefeito Mário Alexandre, o vice prefeito esecretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal, a deputada estadual Ângela Souza, Abiel Santos/Chefe Regional da Car, Anderson Afonso/Car, e Welton Clarindo da Bahiater. Na oportunidade, o representante da Bahiater se disponibilizou a construir propostas junto à equipe municipal, Abiel Santos e Anderson Afonso/Car, apresentaram o edital da cadeia produtiva da fruticultura/CACAU, que beneficia diretamente a agricultura familiar.

Esses projetos obtêm apoio técnico e financeiro, não reembolsável, para investimentos em subprojetos socioambientais, os quais serão selecionados a partir da manifestação de interesse de organizações sociais e produtivas da agricultura familiar e de empreendimentos de economia solidária da Bahia.

Secretaria Agricultura de Canavieiras fortalece agricultura familiar

canes 1Com objetivo de fortalecer a agricultura familiar do município, a Secretário de Agricultura de Canavieiras, através do secretário  Renato Almeida, promoveu um encontro envolvendo sociedade civil, poderes públicos, associações, cooperativas e agricultores familiares. O evento, que contou com a presença do Prefeito Clóvis Almeida, visa estabelecer parcerias que possam garantir a melhoria de vida do homem e da mulher do campo.

“Nossa missão é elevar com qualidade a produtividade, injetar recursos por meio das instituições de crédito e buscar fortalecer a comercialização por meio de programas e políticas públicas relacionadas aos agricultores e agricultoras familiares de Canavieiras”, disse o secretário. Eduardo Silva, do BNB, destacou “que as linhas de crédito são fundamentais para investir na agricultura familiar, existe um agente de desenvolvimento do banco atendendo semanalmente na secretaria de agricultura, ele pode orientar quem necessita”.

canes 2Nelson Fernandes, da Bahiater fez uma explanação sobre o Documento de Aptidão ao Pronaf – DAP, informando que é a carteira de identidade do agricultor, mostrando que é necessário para que sejam acessadas as políticas públicas. Bernardino Rocha/Sub Coordenador do Setaf/Bahiater, destacousobre a missão da SDR/BAHIATER/SETAF, mostrou a estrutura e as possibilidades para desenvolver Assistência Técnica e Extensão Rural, no final da atividade foram entregues por Francisco Augusto/Bahiater, as DAPs emitidas no mutirão que foi realizado na zona rural.

Ficou agendado para o mês de março outro mutirão na zona urbana, envolvendo todos os Agricultores Familiares do município e associações, momento onde serão emitidas Daps Físicas e Jurídicas.

Uruçuca define ações de incentivo a agricultura familiar

uruçuca 2A Prefeitura Municipal de Uruçuca, através da secretaria de Desenvolvimento Econômico, realizou o primeiro Encontro da Agricultura Familiar, com uma apresentação do plano de ações, feita pelo prefeito Moacyr Leite, honrando um dos compromissos de campanha, que é o fortalecimento da economia local através do incentivo a projetos de geração de emprego e renda.

O secretário municipal de Agricultura, Águido Muniz apresentou propostas para a melhoria do setor agropecuário, com foco na agricultura familiar. O encontro contou com a participação Antônio Araújo, do Ibrafoco, Tatiana Botelho, da Rede Agroecologia Povo da Mata, Marcos Nery, do Incra, Mauricio Policarpo, gerente técnico da ADAB em Ilhéus, Thiago Guedes da Cooperasta, Ricardo Gomes do Instituto Arapyaú, além dos secretários Edilson Silva (Infraestrutura), Célia Calmon (Educação), o assessor do gabinete do prefeito, José Pedro Castro  e o vereadores Wiliam Alves, Reinado Alves , Ariston Brito, Nilton Ribeiro  e a Presidente da Câmara, Magnólia Barreto.

Vamos investir e apoiar projetos da agricultura familiar, através de parcerias que permitam a captação de recursos, a ampliação da produção e a garantia de comercialização”, afirmou o prefeito Moacyr Leite, citando também que “o município deve ser inserido na produção de cacau com amêndoas de qualidade e de chocolates de origem, um mercado promissor e que está em plena expansão no Sul da Bahia”.

Secretaria da Educação do Estado destina R$ 16 milhões para a agricultura familiar


aliment-1A Secretaria da Educação do Estado lançou, nesta segunda-feira (19), no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Áureo de Oliveira Filho, em Feira de Santana, a primeira chamada pública para a aquisição de produtos oriundos da Agricultura Familiar para a alimentação escolar. Estão sendo destinados R$ 16.353.354,05 correspondentes a 100 dias letivos. Mas, no total, serão R$ 32 milhões dedicadas à compra de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar, referentes a repasses do FNDE/PNAE e do Tesouro Estadual, em 2017. O lançamento foi feito pelo governador do Estado, Rui Costa e pelo secretário da Educação, Walter Pinheiro. O secretário de Desenvolvimento Rural do Estado, Jerônimo Rodrigues, também participou do evento.

O governador Rui Costa disse que, com este edital, o Estado cumpre a Lei nº 11.947/2009, que determina que pelo menos 30% dos recursos para a alimentação escolar sejam da Agricultura Familiar. “Conseguimos avançar em 2015, 2016, fechando com quase 23% da alimentação escolar fornecida pela Agricultura Familiar. Com o novo edital, vamos chegar a 30% de fornecimento e, com isso, melhorando a vida dos agricultores e melhorando a economia do Estado. Porque quando você compra dentro do Estado, da Agricultura Familiar, você está desenvolvendo a nossa economia. Ao comprar aqui, garantimos que o dinheiro fique no nosso território, no nosso Estado, o dinheiro circula aqui dentro e a economia se fortalece” afirma Rui.

alim-2O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou que este edital irá contribuir, significativamente, para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos 27 Territórios de Identidade da Bahia e para a otimização dos recursos utilizados para a alimentação escolar. “A questão fundamental nisso aqui tem a ver com o que nós estamos injetando na Economia de cada cidade como renda e diminuindo custos na Educação. Nós vamos ter uma redução brutal, por exemplo, de custos no armazenamento e de deslocamento de mercadoria. Vamos ter uma entrega cada vez mais com qualidade”, afirmou, ao destacar outras vantagens do edital.

“A merenda escolar é um elemento que dialoga diretamente com o que se produz no campo. Inclusive, do ponto de vista nutricional, esse convênio terá a proeza de a gente fazer chegar na escola aquilo que sai da terra. Por exemplo, as frutas para os sucos, as raízes, a possibilidade do uso desses produtos para o mingau e os alimentos centrais, que são o arroz e feijão, portanto com mais qualidade”, destacou Pinheiro.

A ação, que tem o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado, beneficia fornecedores individuais, grupos formais (cooperativas) e grupos informais (associações), está sendo bastante festejada pelos agricultores familiares e pelas cooperativas, como explica Regina Dantas de Carvalho, vice-presidente da Rede de Cooperativas Vale do Rio Gavião, no Sudoeste Baiano.

“Vejo este edital com muita esperança e como um sonho realizado. Este edital representa levar o alimento saudável para as mesas das escolas e também fortalece a agricultura familiar e o cooperativismo no Estado da Bahia. Com ações assim, nos temos condições, nas bases, com nossos cooperados, de garantir que eles produzam com qualidade, porque temos mercado para os produtos e o melhor mercado, que é o institucional”, comemora Regina.

 

Os interessados em participar da chamada pública devem acessar o edital ou pegar uma cópia na sede da Secretaria da Educação do Estado (Centro Administrativo da Bahia), das 8h30 às 12 e das 14h às 18h. Todas as informações estão disponíveis no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2017
D S T Q Q S S
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930