hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Rota do Chocolate fortalece turismo e negócios

Portal do Chocolate.(1)Além da produção de chocolate na região sul do estado, o turismo rural também se constitui numa alternativa para a economia regional. A preservação ambiental garantida pelo cultivo do cacau, que necessita de sombras, e a exuberância da natureza são atrativos para turistas do Brasil e do Exterior.

Para consolidar o turismo rural, o Governo do Estado está implantado a Rota do Chocolate, o primeiro roteiro turístico temático da Bahia, que  abrange os municípios de Ilhéus e Uruçuca e a Rodovia Jorge Amado (Ilheus-Itabuna).

No roteiro, os turistas conhecerão a cultura do cacau e a produção do chocolate, por meio de visitas a fazendas de cacau com acervo histórico-arquitetônico, rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental.

Estrada co Chocolate. Fazenda Provisão Foto-Ana Lee (2) A Fazenda Yrerê, localizada ás margens da rodovia Ilhéus-Itabuna, é um exemplo bem sucedido deste novo processo. A fazenda atrai cerca de 2.500 turistas por ano, que visitam áreas de produção de cacau, do cultivo à colheita, e também degustam o chocolate produzido na fazenda, além de outros produtos regionais, como doces e artesanatos. A Yrerê foi indicada pela Embratur como um dos melhores produtos do segmento turístico no país.

Chocolat Bahia

A valorização do cacau como um produto vital para a economia regional e a produção de chocolate, Estrada do Chocolate. Rio do Braço. Foto-Ana Lee (2)ganharam visibilidade e impulso com a criação do Festival Internacional do Cacau e do Chocolate, o Chocolat Bahia, que tem o apoio do Governo do Estado e  chega à 10ª edição. Em 2017, o evento  reuniu 80 expositores e 40 marcas de chocolate, com cerca de 60 mil visitantes e R$ 10 milhões  em negócios, números que devem ser superados este ano.

O festival tem desdobramentos durante todo o ano, nos negócios, no surgimento e crescimento de marcas, no estímulo ao empreendedorismo e na divulgação da região cacaueira no Brasil e no exterior. “Essa é uma plataforma de fomento, de geração de emprego e renda, de estímulo à produção, de esperança na retomada do desenvolvimento em bases sustentáveis”, destaca Marco Lessa, que aposta na consolidação de Ilhéus como a Capital Brasileira dos Chocolates Finos, ou Chocolate com Certificado de Origem do Sul da Bahia.

Safra baiana cresce 20% e bate recorde

soja

Números da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a Bahia está colhendo, em 2018, safra recorde de grãos. De acordo com boletim da Conab, são 9,7 milhões de toneladas, crescimento de quase 20% no comparativo com a safra de 2017.

A Bahia ocupa o 7º lugar no ranking nacional dos estados produtores do Brasil, com 4,2% da safra nacional e responde por 45,5% da produção do Nordeste. A soja tem contribuído significativamente para esses números, sendo carro-chefe do agronegócio baiano, aponta a Secretaria de Agricultura da Bahia.

Para essa temporada, a Bahia deve produzir 6 milhões de toneladas do grão, o que garante um crescimento de 16,3%, consagrando a região oeste como um dos principais polos produtivos de soja do país.

+| Leia a matéria completa »

brasil desigual

Chocolat Bahia reune 120 expositores e apresenta 40 marcas em Ilhéus

fchoc 1Grandes nomes nacionais e internacionais marcarão presença na 10ª edição do Chocolat Bahia – Festival Internacional do Chocolate e Cacau, o maior evento do segmento no Brasil, que acontece entre 18 e 22 de julho, no Centro de Convenções de Ilhéus, na Bahia.  Voltado para consumidores e profissionais da área, o Chocolat Bahia Festival atrai anualmente milhares de visitantes, marcando o calendário turístico do estado e firmando o Sul da Bahia como principal região produtora de chocolate de origem do Brasil. Durante cinco dias, o Festival reunirá mais de 40 marcas de chocolate e derivados de cacau e cerca de 120 expositores na Feira do Centro de Convenções de Ilhéus, além de promover cursos de capacitação, debates sobre temas do setor, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas internacionais.

fchoc 2Entre os destaques deste décimo ano estão o VI Fórum Brasileiro do Cacau, que conta com painéis de palestrantes nacionais e internacionais discutindo as tendências do mundo do chocolate. O fórum acontece no dia 20 de julho e o ChocoDay no dia 21, e as inscrições poderão ser feitas através do site www.chocolatfestival.com/bahia/2018. No mesmo segmento, marcas de chocolate de origem e derivados do Cacau poderão ser visitadas na Feira do Chocolate, que acontece durante todo o evento. No dia 18, das 19h às 22h; e de 19 a 22 de julho, das 15h às 22h.

Workshops e cursos de gastronomia com receitas à base de chocolate também estão na programação. Entre os cursos gratuitos, o público poderá aprender com Zilma Helena (atua na confeitaria artística desde 1997), Olívia Fernandes (especialista em gastronomia funcional), Alessandra Marino (sócia-fundadora do Restaurante Maróstica), dentre outros. Já os workshops, que custam R$ 20/R$ 10, serão ministrados por nomes como Abner Ivan (premiado chef confeiteiro especialista em chocolateria) e Lucas Corazza (jurado no programa Que Seja Doce (GNT), especialista em chocolate e formado na França. Um curso de como fazer chocolate bean to bar – da amêndoa à barra também será ministrado por algumas das maiores autoridades no mundo: a francesa Chloé Doutre – a ´madam chocolat´, a Venezuela Maria Fernanda Di Giacobbe e Luisa Abram, premiada chocolateira paulista.

fchoc 6

+| Leia a matéria completa »

Escola Cultural de Itabuna debate `feminicídio`

O projeto Escolas Culturais de Itabuna, coordenado por Tacila Sousa, em parceria com o Conselho Tutelar de Itabuna e Rotaract Itabuna Sul, dando seguimento ao ‘’Projeto 18 de maio é Todo Dia’’, promovem amanhã (18) a roda de conversa “Se liga… Feminicídio não é papo de mulherzinha” com a finalidade de esclarecer os diversos tipos de violência contra a mulher, sejam estes físico, emocional, moral e/ou psicológico; considerando que as taxas de feminicídio vem aumentando significativamente, sobretudo em Itabuna.

escult

O evento acontecerá no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhãesa partir das 9 hoiras  sendo destinado a população em geral, contando com as presenças de Aline Setenta, advogada, docente do curso de Direito da UESC e coordenadora do Ser Mulher – Centro de Referência dos direitos da mulher e Milena Araujo, Professora de Balé com suas alunas no Projeto Conexão Vidas que acontece na Creche Irmã Margarida no bairro Maria Pinheiro; que apresentaram a coreografia “Encontros”, a fim de que a arte seja vista e entendida como um caminho para a construção de novas trajetórias para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Estudantes do do Ensino Superior podem ser monitores do evento e receberam declaração virtual com carga horária. Interessados devem entrar em contato, através do e-mail: itabuna@escolasculturais.org.br

Happy Hour com especialista traz dicas para empreendedores da moda

O Sebrae em Itabuna promove nesta terça-feira, 17, das 19h às 21h, o Happy Hour com a Moda, com o especialista no segmento, Aldir Parisi, no hotel Tarik Fontes. As inscrições gratuitas podem ser feitas na agência do Sebrae no município, na Rua Paulino Vieira, nº 175, centro da cidade, ou pelos telefones (73) 3613-9734 ou 99981-1688.

O Happy Hour é destinado aos empresários do segmento de moda, e segundo a técnica do Sebrae, Karla Peixoto, será uma oportunidade para compreender as necessidades e os desejos dos clientes. “Os participantes poderão oferecer o que eles precisam de forma a deixá-los mais do que satisfeitos”, destacou. O encontro vai abordar temas como design de serviços, o consumidor e varejo de moda.

Sobre o palestrante

+| Leia a matéria completa »

Em Cuba, Gleisi denuncia lawfare contra Lula, o PT e lideranças de esquerda

gleisi(Brasil247)-A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, denunciou nesta segunda-feira (16), no Foro de São Paulo, que acontece em Cuba, a perseguição política e judicial, o chamado ‘lawfare’, da qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem sendo vítima e cuja prática vem se espalhando por outros países da América Latina.

“Estamos com outro modelo de intervenção política e econômica nos países latino-americanos. (…) Agora, se utilizam as instituições, que passam a tomar lado na disputa política. Se utiliza o Judiciário, o parlamento, para fazer essas intervenções”, disse Gleisi em coletiva no evento.

Segundo ela, em um primeiro momento o mecanismo judicial e policial é acionado para “construir o descrédito de figuras públicas populares e progressistas sempre com acusações ligadas à corrupção. Induzindo a opinião popular a desacreditar estes líderes”. “Aconteceu no Brasil, acontece no Equador, também na Argentina, em El Salvador, também no Paraguai… são vários os casos em que isso acontece”, emendou.

O passo seguinte, de acordo com a presidente do PT, é “através dos parlamentos, muitas vezes se dá o golpe para retirar estas lideranças”. “No caso do Brasil foi explícito o que aconteceu com a presidente Dilma Rousseff”, exemplificou. “E se usa este processo para desestabilizar governos progressistas. Seja para retirá-los do poder ou para impedir que eles voltem”, destacou.

“Isso é um atentado à democracia. E tentam naturalizar, normalizar este tipo de intervenção, já que se dá por questões judiciais e parlamentares. No caso do Brasil é evidente o uso do lawfare, ou seja, a lei como perseguição política do adversário, O presidente Lula é vítima disso, o Partido dos Trabalhadores é vítima disso, e outras lideranças de esquerda também”, denunciou.

 

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira parte do 13º salário junto com a remuneração de agosto. A primeira parcela do abono anual corresponderá a até 50% do valor do benefício.

O decreto autorizando a antecipação foi assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer, mas ainda não foi publicado no Diário Oficial da União. A medida deve injetar R$ 21 bilhões na economia do país e movimentar o comércio e outros setores.

Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela paga a aposentados e pensionistas do INSS. O imposto sobre o valor somente pode ser cobrado na segunda parcela da gratificação natalina, a ser paga junto com a remuneração de novembro. (Agencia Brasil)

Sul da Bahia se consolida como Capital dos Chocolates Finos

chocolate do sul da bahia

A verticalização da cadeia produtiva do cacau, com a valorização das amêndoas de qualidade, está provocando o surgimento de marcas regionais de chocolates finos, que variam de 50% a 100% de cacau na composição, um mercado que cresce 10% ao ano no Brasil, enquanto o mercado tradicional cresce apenas 2%. Atualmente são cerca de 40 marcas de chocolate do Sul da Bahia, que já estão conquistando mercado no Brasil e no Exterior.

A agricultura familiar também está presente na produção de chocolates. A Bahia Cacau, com uma unidade em Ibicaraí, implantada pelo Governo da Bahia,  a primeira fábrica de chocolate da agricultura familiar no Brasil. Gerenciada pela Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado (Coofesba), que reúne 60 produtores rurais, a Bahia Cacau tem uma produção de 600 quilos de chocolate/,mês e está ampliando as instalações, com capacidade para atender outras marcas regionais que produzem as próprias amêndoas. “Estamos passando por um processo de consolidação e expansão, capacitando os cooperados e  buscando novos mercados”, afirma Osaná Crisóstomo do Nascimento, diretor da Coofesba.

terravista chocolate

A Cooperativa de Agricultores Familiares do Sul da Bahia, com 420 associados, produz chocolates finos e achocolatados e está criando uma linha exclusiva para os supermercados. “Com assistência técnica e capacitação vamos melhorar cada vez mais a qualidade e criar novos canais de comercialização”, diz o diretor da Coopesulba, Gildeon Farias.

O presidente da  Associação dos Produtores de Chocolate do Sul da Bahia, Gerson Marques, destaca “o modelo antigo, de mero fornecedor de matéria prima, está superado. Hoje o caminho é a verticalização, valorizando principalmente a produção de chocolates fino, de cacau orgânico que tem alto valor agregado”.

Chocolat Bahia

jorge chocolate 2A valorização do cacau como um produto vital para a economia regional e a produção de chocolate, ganharam visibilidade e impulso com a criação do Festival Internacional do Cacau e do Chocolate, o Chocolat Bahia, que tem o apoio do Governo do Estado e  chega à 10ª edição. Em 2017, o evento  reuniu 80 expositores e 40 marcas de chocolate, com cerca de 60 mil visitantes e R$ 10 milhões  em negócios, números que devem ser superados este ano.

O festival tem desdobramentos durante todo o ano, nos negócios, no surgimento e crescimento de marcas, no estímulo ao empreendedorismo e na divulgação da região cacaueira no Brasil e no exterior. “Essa é uma plataforma de fomento, de geração de emprego e renda, de estímulo à produção, de esperança na retomada do desenvolvimento em bases sustentáveis”, destaca Marco Lessa, que aposta na consolidação de Ilhéus como a Capital Brasileira dos Chocolates Finos, ou Chocolate com Certificado de Origem do Sul da Bahia.

Cacau é incluído no Programa de Aquisição de Alimentos

cacau lindo

O Ministério do Meio Ambiente incluiu o  cacau entre os alimentos que podem ser comercializados através do Programa de Aquisição de Alimentos-PAA.

De acordo com a portaria, o cacau, incluído na lista de  espécies da sociobiodiversidade do PAA,   poderá ser comercializado in natura ou de seus produtos derivados  como amêndoa torrada (chocolate), casca do casca do fruto (chá); polpa, (doce, geleia, mousse, sorvete, suco); ou fruto verde (fatiado como carpaccio – salada).

Para o diretor geral da Ceplac, Juvenal Maynart,  “a medida é mais um passo no processo de retomada da da produção de cacau através de novas tecnologias e com foco na sustentabilidade, com impactos positivos na agricultura familiar no Sul da Bahia”.

O PAA compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

Renato Janine Ribeiro é convidado do ‘Entre Vistas’ na TVE

Entre vistas(1)O apresentador Juca Kfouri recebe o filósofo, escritor, professor, cientista político, colunista e ex-ministro da educação, Renato Janine Ribeiro, no programa ‘Entre Vistas’, desta terça-feira (17), às 22h15, na TVE Bahia.

No bate papo, Janine aborda temas como ética, corrupção, desigualdade social e educação. Também participam desta edição do programa, Ana Tercia Sanches, doutora em sociologia e dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, e Adriana Moreira, mestre em literatura e integrante da UNIAFRO.

O programa ‘Entre Vistas’ vai ao ar todas às terças, sempre às 22h15 e também pode ser acompanhado pelo Portal (www.tve.ba.gov.br/tveonline).

Hospital São Lucas reabrirá na próxima semana

HSL - FACHADA ENTRADA VISITANTESReorganizar a escala do corpo clínico e de enfermeiros, checar as instalações físicas e reabastecer os materiais e suprimentos, essa é a rotina de atividades das equipes técnicas e administrativas do Hospital São Lucas na semana que antecede a sua reabertura. O Hospital retomará suas atividades na próxima segunda-feira, 23 de julho, após a secretaria de saúde do município retomar contrato com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna que garante a manutenção do funcionamento dos 50 leitos de retaguarda do São Lucas.

O Diretor Administrativo da Santa Casa, André Wermann ressaltou a importância da reabertura do Hospital para a região. “Atendemos as demandas da assistência através da Secretaria de Saúde de Itabuna e os cinquenta leitos do São Lucas são de fundamental importância para todos. Estamos aqui para cuidar de pessoas, com qualidade, segurança e humanização no tratamento. Ficamos felizes com a resolução do impasse. Quem ganha com isso é a comunidade e a Santa Casa, que além de voltar a atender centenas de pacientes, conseguirá manter os contratos firmados com os colaboradores daquele hospital. O momento agora é de arrumar a casa para receber os nossos pacientes”, disse André.

Para o Coordenador Administrativo do São Lucas, Flávio Santos Souza, a notícia não poderia ser melhor. “Estamos agora organizando o hospital e as equipes de trabalho, cerca de 161 funcionários aguardavam ansiosos por um desfecho positivo. Agora voltaremos a fazer aquilo que sabemos fazer com excelência, cuidar de pessoas”, concluiu Flávio

+| Leia a matéria completa »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2018
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031