livros do thame

Archive for the ‘Notícias’ Category

Socialite de Itabuna é presa com procuração falsa para vender terreno de R$ 1 milhão em Porto Seguro

Ana Marta era habitué das colunas sociais (foto Facebook)

A polícia de Porto Seguro prendeu, na última sexta-feira (2), Ana Marta Pinto e Carlos Alberto Araujo, suspeitos de tentar vender um terreno em Arraial D´Ajuda , pertencente a outra pessoa, usando uma procuração falsa ao comprador.

O terreno seria vendido por R$ 1 milhão, segundo a polícia. Os suspeitos apresentavam muitas facilidades para o pagamento.

O comprador conseguiu entrar em contato com o proprietário do terreno, que disse desconhecer a procuração, informou o blog Políticos do Sul da Bahia.

Ana Marta Pinto é natural de Itabuna e bastante conhecida na cidade, frequentava a “sociedade” local.

Os suspeitos devem responder por estelionato e uso de documentos falsos. Se forem condenados, eles podem pegar até quatro anos de prisão.

Dilma sanciona Estatuto da Juventude

( da Agência Brasil) – A presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou hoje (5) o Estatuto da Juventude. O texto é uma declaração de direitos da população jovem, que atualmente alcança cerca de 51 milhões de brasileiros com idade entre 15 e 29 anos, o maior número de jovens registrado na história do Brasil. Alguns trechos do texto foram vetados, no entanto, a Presidência da República ainda não divulgou os pontos retirados.

O Estatuto da Juventude foi aprovado pelo Congresso Nacional em 9 de julho, após mais de nove anos de tramitação. O texto define os princípios e diretrizes para o fortalecimento e a organização das políticas de juventude, em âmbito federal, estadual e municipal. Isso significa que estas políticas se tornam prerrogativas do Estado e não só de governos. A partir de agora serão obrigatórios a criação de espaços para ouvir a juventude, estimulando sua participação nos processos decisórios, com a criação dos conselhos estaduais e municipais de Juventude.

O texto do Estatuto da Juventude faz com que novos direitos sejam assegurados pela legislação, como os direitos à participação social, ao território, à livre orientação sexual e à sustentabilidade. Durante a cerimônia de sanção, a presidenta também assinou o decreto de criação do Comitê Interministerial da Política de Juventude.

Para a presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Vic Barros, o Estatuto da Juventude representa o “aprofundamento da democracia por integrar de forma protagonista a juventude na sociedade que queremos”. A sanção, segundo Vic Barros, dialoga com as “vozes que foram para as ruas” nos meses de junho e julho.

Segundo o presidente do Conselho Nacional de Juventude, Alessandro Belchior, os jovens têm feito da rua um “espaço privilegiado de vivência”, mas criticou a violência na repressão policial das manifestações pelo país. “Agora as ruas pedem mais, mais direitos, mais liberdade e mais democracia. Não conseguiremos materializar os direitos dos jovens sem falar nas recentes e violentas repressões”, disse Belchior.

Adolescente flagrado com um quilo de maconha, em Feira de Santana

Um adolescente de 16 anos foi flagrado em Feira de Santana, com um quilo de maconha por investigadores da Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI/Feira). Informações encaminhadas ao Disque Denúncia, que atende nos números 3235 0000, na capital, e 181, no interior, indicavam que a casa onde reside, na Rua Fildelfia, era um ponto de venda de drogas.

Conduzido à DAI, o adolescente confessou à delegada titular Patrícia Brito que a droga lhe havia sido entregue por Michael Marcone de Jesus, 20, em um estabelecimento comercial, para ser revendida. O fornecedor foi localizado horas depois na companhia do ajudante de pedreiro Wellington Silva Gonçalves, 18.

Ouvidos também na delegacia, os dois confirmaram a versão do adolescente, mas, como não houve flagrante, assinaram um termo circunstanciado e responderão por tráfico em liberdade à Justiça. O garoto foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo Juiz de Melo Matos.

Lançada licitação para compra de trilhos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste

obras da Fio em andamento (foto Daniel Senna/Secom)

A empresa estatal Valec lançou nesta segunda-feira (5) a nova licitação para aquisição de trilhos que serão usados na construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) na Bahia. A data de abertura do pregão está marcada para 18 de setembro, quando acontece também a abertura dos envelopes na sede da empresa, em Brasília. O tipo de licitação será por menor preço global por lote.

São 147 mil toneladas de trilhos para os trechos entre Ilhéus, no litoral, e Barreiras, no extremo oeste baiano. A licitação, dividida em cinco lotes que compreendem 1.100 quilômetros de todo o traçado da ferrovia (1.527 quilômetros), tem valor total de R$ 559 milhões.

Em julho, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste teve dois lotes liberados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A concessão de licença de instalação contemplou a construção de uma ponte sobre o Rio São Francisco e o trecho entre Caetité a Bom Jesus da Lapa.

O secretário da Casa Civil do Governo da Bahia, Rui Costa, explica que a licitação é essencial para que a Fiol avance. “Com este edital, a ferrovia afasta mais um ponto crítico e garante avanço das obras, de acordo com o cronograma, desta, que é a maior intervenção logística no estado. Atraindo, assim, o potencial de desenvolvimento em várias cadeias da produção baiana”, disse Rui Costa, secretário responsável pelo monitoramento da Fiol por parte do Governo da Bahia.

Preço da cesta básica cai em Ilhéus e Itabuna

O custo da cesta básica em Ilhéus diminuiu 7,79%, de R$264,05 em junho passou para R$243,49 em julho.  A  redução de (-24,61%) no preço do tomate foi o que mais influenciou na queda do custo. Os outros produtos que apresentaram comportamento semelhante foram: banana (-19,93%), feijão (-12,38%), arroz (-11,20%), óleo de soja (-3,04%), leite (-1,44%) e carne (-0,46%).

Já o preço da farinha diminuiu (-10,11%), passou de R$5,34 em maio para R$4,80 em junho. Comportamento de baixa foi observado também na manteiga (-7,44%), pão (-6,97%) e óleo de soja (-3,24%), café (-2,25%), açúcar (-1,57%).

Em Itabuna o custo da cesta básica diminuiu (-3,56%) em relação a junho, de R$253,37 passou para R$244,35 em julho. A redução no preço do tomate de (-16,39%) foi o que mais influenciou nesse comportamento de baixa. Os demais produtos que apresentaram comportamento semelhante foram: banana (-13,92%), feijão (-7,52%) e farinha (-0,86%).

Já o preço do leite aumentou 19,09%, passando de R$2,20 em junho para R$2,62 em julho. Comportamento de alta foi observado também nos preços do açúcar (9,50%), óleo de soja (3,53%), manteiga (3,22%), arroz (1,26%), pão (1,01%), café (0,57%) e carne (0,07%)

Fonte: Projeto de extensão Acompanhamento do Custo da Cesta Básica – ACCB/UESC

Unidade no PT: DS decide apoio a Everaldo Anunciação

A  tendência Democracia Socialista (DS) decidiu pela unidade partidária e vai apoiar o candidato Everaldo Anunciação para presidência do PT na Bahia no processo de eleição interna do partido.  Para o senador Walter Pinheiro, o mais salutar nesse momento é reafirmar a maturidade através da unidade partidária no PED (Processo de Eleição Direta). “Reunir em torno do nome de Everaldo a unidade é importante para inclusive tocar essas tarefas, para além das questões eleitorais, de continuar mantendo um partido que se relacione e dialogue com a base, com a sociedade e com os movimentos sociais”, afirmou Pinheiro.

O senador participou da mesa do encontro ao lado de outros integrantes da DS, como o secretário estadual de Comunicação, Robinson Almeida, os deputados federais Afonso Florence e Amauri Teixeira, os deputados estaduais Yulo Oiticica, Bira Coroa e Neusa Cadore, além do vereador de Salvador, Gilmar Santiago.

O acordo para compor com o nome de Everaldo, da tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), foi uma posição majoritária da plenária, conforme ressaltou Afonso Florence, cujo nome chegou a ser ventilado para a disputa no partido. O próprio Everaldo apareceu ao final do encontro e – ao lado do atual presidente do PT baiano, Jonas Paulo – pode agradecer a confiança e o apoio da Democracia Socialista.

Elogios na Chapada

O  I Encontro dos Prefeitos da Chapada Diamantina, realizado na Vila de Igatu, em Andaraí, neste fim de semana, foi marcado pela presença dos 33 prefeitos da região e dos secretários da Saúde, da Educação e da Agricultura, respectivamente Jorge Solla, Osvaldo Barreto e Eduardo Salles, aplaudidos depois que apresentaram as ações em suas pastas, bem como as políticas públicas para cada setor.

O presidente da União da União dos Municípios da Chapada, Alberto Muniz, coordenador do evento, agradeceu a Jorge Solla, afirmando que ele tem sido o melhor secretário da Saúde para a Chapada Diamantina. Aplaudido de pé, o vice-governador e secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, também participou do evento e, ao falar sobre o trabalho realizado pelos secretários destacou a atuação de Salles na pasta da Agricultura, afirmando que “o governador Jaques Wagner foi muito feliz ao colocar o homem certo do lugar certo”.

Os prefeitos da Chapada foram unânimes com relação ao secretário da Educação, afirmando que graças à atuação de Osvaldo Barreto, este setor tem avançado muito na região.

 

As telas vivas de Nadja Alves, uma artista a ser descoberta

Se é verdade que todo artista deve ir onde o povo está, existem casos em que artista e arte ainda estão por ser descobertos. É o caso da itabunense Nadja Alves, uma artista de raro talento, em busca do merecido reconhecimento.

A expressão artística de Nadja Alves salta das telas e ganha vida nos olhos de quem observa quadros que exprimem a alma baiana em todas as suas cores e nuances. E a Bahia é o universo da artista, embora sua arte tenha todo o potencial para romper fronteiras.

A exposição Coisas da Bahia, que fica  aberta até o dia 19 de agosto no Centro Cultural Adonias Filho (segunda a domingo, das 8 às 20 horas) traz 18 obras de Nadja Alves, em que ela revela habilidade de lidar com cores e temas, dando vida a personagens do dia a dia, como  baianas do aracajé, pescadores, capoeiristas, trabalhadores rurais, etc. Grapiuna que é, as telas de Nadja também trazem a Gabriela e o cacau, da inesgotável fonte de Jorge Amado.

Nadja Alves pinta desde menina, mas só há quatro anos passou a se dedicar exclusivamente às artes plásticas. Embora tenha trabalhos adquiridos por colecionadores de Salvador, Itacaré, Minas Gerais, São Paulo e Estados Unidos, esta é sua segunda exposição. A primeira também foi no Centro Cultural Adonias Filho.

“Gostaria de apresentar meu trabalho no Shopping Jequitibá,  e  em Ilhéus, mas o artista regional ainda enfrenta barreiras”, lamenta Nadja Alves, para quem “pintar é uma terapia, a coisa que mais gosto de fazer, porque através dos quadros, posso exprimir meus sentimentos”.

Além das telas, Nadja também faz trabalhos em madeira, com as mesmas cores fortes e marcantes.

A exposição “Coisas da Bahia”  é para ver e admirar. Se tiver apoio para expandir sua arte, com o talento que tem, o limite de Nadja Alves é o mundo.

Gaga de Ilhéus é presa após golpe de falso produtor do SBT

a ga ga ga ga ga ga gaga ca ca ca caiu num gol gol gol golpe do 171

Solange Damascena, a Gaga de Ilhéus, acabou presa junto com estelionatários que se passavam por produtores do Domingo Leal, do SBT. A prisão ocorreu no município de Rio Real (BA). Solange disse que foi enganada pelos estelionatários e chorou diante das câmeras da equipe do Rio Real TV.

Os estelionatários se passavam por funcionários do Domingo Leal e tentavam aplicar golpes no Nordeste. “Gaga” diz ter participado de eventos da quadrilha em Itapetinga e Aracaju. “Sou pessoa honesta”, disse ao negar que soubesse do esquema. O estelionatário teria dito a Solange que era “irmão de Sílvio Santos”. O nome do “esperto” é Gerson dos Santos, que deu golpes em empresas e prefeituras e foi preso com carro roubado de locadora, segundo a polícia.

A “Gaga de Ilhéus” tornou-se famosa após uma montagem de voz e imagens ser vista por mais de 1 milhão de pessoas no Youtube. De celebridade da internet, Solange passou a humorista, com participações em programas na Record e Rede TV.

De acordo com o blog Pimenta na Muqueca, as últimas aparições da “Gaga” ocorreram na campanha política de Ilhéus, ano passado. Confira o vídeo com a prisão do bando e como Solange Damascena caiu no golpe.

Isso é que é ecumenismo…

Católico e evangélica “trocam afagos” durante pregação em ônibus. Jesus, tape os ouvidos.

Não foge à luta!

Caroline Chaves

Não se trata de nenhum país do Oriente Médio, Turquia ou Egito, é o Brasil!  Desde o movimento dos Caras Pintadas não se via no país qualquer mobilização social no sentido de revelar o inconformismo das pessoas perante as situações impostas pelo governo. Ouve-se falar de vandalismo, de movimento pacífico – relutam em dizer que o último é o valido. Mas quem se propõe em pensar a Constituição Federal, cuja ideologia é impecável e se propõe em falar em igualdade e erradicação da pobreza, não vem sendo posta em prática. E quem sabe que é nela que se fala em Estado Democrático de Direito?

Chamam de vândalos os que por sua vez resolvem dizer  basta! Não se trata de vinte centavos, trinta centavos ou um real. A verdade é que a onda de movimentos que se instaurou no país tem uma voz, um tom, um objetivo que vai além. Não são os centavos ou o real em questão, mas uma vida de sofrimento, de negligências, injustiças praticadas pelos governantes de uma pátria que pelo hino adotado deve-se chamar de amada.

Não há amor nas filas intermináveis do SUS, não há como colocar a mão no peito e sentir orgulho de um sistema judiciário que tarda, não tem como sentir orgulho da educação que engessa, dos políticos oportunistas e de uma democracia falha.

Democracia tem sentido destorcido na “pátria amada Brasil”, onde um come todos os dias e outro bebe água suja e pútrida de açudes. O povo mendiga por saúde, educação, dignidade e efetividade da constituição, tida como das mais modernas do mundo.

Pena que tudo está escrito no papel em um documento que deveria nortear e não ser posto de lado. Vandalismo e depredação estão sendo evidenciados neste momento, no entanto, esquece-se que existe um vandalismo maior e premeditado, que vem sendo praticado pelo governo. Que é impõe e enfia goela abaixo da sociedade condições de vida desumanas, impostos de cair os olhos, salário mínimo que não atende às necessidades básicas.

Não se tem dignidade ganhando o mínimo para realizar o proposto na Carta Magna, não existe dignidade em favorecer nações enquanto o país peleja para respirar. Falam de vandalismo, mas será que existe maior que o decretado nas vidas dos “cidadãos” brasileiros?

A passividade de Gandhi caminha lado a lado com a miséria vivida pelos brasileiros, logo, em um momento desse caso não seja mostrada a indignação, a “paz de Gandhi” reinará, o mal continuará, e o Brasil perpetuará a maltratar seus filhos que sempre ficam na passividade. Se faltava ideologia, agora sobrou.

De tudo que está acontecendo, pode-se ver e sentir com verdade e realidade a parte do hino que engrandece a nação: “Verá que o filho seu não foge a luta”.

 

(*) Caroline Chaves é advogada, doutoranda em Direito pela Universidade Nacional de Buenos Aires (Lomas de Zamora), com ênfase em Direitos Humanos; pós graduada em Direito Processual Civil pelo Instituto de Direito Romeu Felipe Bacellar

 

 

PMs são condenados a pena de 624 anos de prisão por 52 mortes no Massacre do Carandiru

 Os sete jurados que compõem o conselho de sentença decidiram, na madrugada de hoje (3) condenar os 25 policiais militares pela ação policial que resultou na morte de 52 detentos no terceiro pavimento do Pavilhão 9 da extinta Casa de Detenção do Carandiru.

Eles foram condenados a 624 anos de prisão, cada um, por homicídio qualificado (com pena de 12 anos para cada crime, ou seja, para cada uma das mortes) a ser cumprida inicialmente em regime fechado. O juiz RodrigoTellini de Aguirre Camargo também determinou a perda do cargo público para os policiais que continuam na ativa. Os réus poderão recorrer em liberdade.

Os jurados demoraram cinco horas para responder as 7,3 mil questões que decidiram a sentença. Eles tiveram que responder a quatro perguntas para cada uma das 73 vítimas do massacre, multiplicado pelo número de réus. As perguntas se referiam à materialidade, ou seja, questionou se houve crime; autoria (se o réu foi o autor do crime); absolvição e qualificadora (ações que podem ter agravado o crime). Apesar de os promotores do caso terem pedido a absolvição dos réus para 21 das 73 mortes, os jurados precisaram responder às perguntas referentes também a essas vítimas.

Esta foi a segunda etapa do julgamento. Na primeira delas, ocorrida em abril, 23 policiais militares, também todos da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), foram condenados pela morte de 13 detentos, ocorrida no segundo pavimento. Ainda estão previstos outros dois julgamentos referentes às mortes de detentos ocorridas nos outros dois pavimentos do Pavilhão 9, mas as datas ainda não foram definidas.

O julgamento trata da ação policial destinada a reprimir uma rebelião de presos no dia 2 de outubro de 1992, ocorrida na Casa de Detenção do Carandiru. Nesse dia, 111 detentos foram mortos. O caso ficou conhecido como o maior massacre de presídiários no país.

Antes de anunciar a sentença, O juiz RodrigoTellini de Aguirre Camargo disse que “este é certamente o processo mais complexo da Justiça brasileira”. Ele elogiou os jurados, destacando “a conduta e o empenho” que demonstraram durante toda a semana de julgamento.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30