WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

novembro 2022
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


:: 19/nov/2022 . 11:13

OSHIBANA-E: a arte com flores e folhas desidratadas

Luciane Yahweh

Oshibana é um termo japonês que se refere a técnica artística de desidratar flores e folhas. O método consiste em prensar o material e criar diversos arranjos que são utilizados, principalmente em decorações de ambientes, mas também utilizado para fazer diversas peças artesanais como marca textos, chaveiros, cartões  e aquilo que a imaginação criar.

Emi Imai, nascida em Tokyo/Japão, porém, registrada no consulado brasileiro, referência da arte aqui no Brasil, promovendo cursos e palestras e criando em seu ateliê OSHIBANA-E

EMY IMAI
Artista plástica e professora da
técnica japonesa Oshibana-e

 

  1. Emy, nos fale um pouco de sua arte.

OSHI significa prensar e prender. BANA significa flor e E significa desenho e arte. Essa técnica consegue manter as cores naturais das flores e folhas. Aprecio a natureza e Oshibana-e, a arte de prensar flores e folhas, matéria prima que a natureza nos oferece.

Um belo exemplo:

‘LÁGRIMAS DE CRISTO”

  1. Fale-nos sobre você.

Sou coordenadora de eventos da cultura japonesa de longa data. tive a oportunidade de atuar na coordenadoria de grandes eventos  da  Cultura Japonesa do Bunkyo em 2018 no pavilhão Japonês do Parque do Ibirapuera  em São Paulo. Fui responsável por toda programação no salão nobre do bunkyo no bairro da Liberdade em São Paulo, com shows e workshops de artes com 120 voluntários. Sou instrutora de marmitas bonitinhas, origami, alfabeto japonês e outras. Coordeno atualmente o projeto “Descobrindo o Japão”  nas escolas públicas.

Atuo como profissional do mercado financeiro há 40 anos, AAI (AGENTE AUTÔNOMO DE INVESTIMENTOS), sou registrada na CVM e tenho certificação na área comercial na B3 como execução das operações e palestrante em japonês  e português, especialista no mercado de capitais e vantagens fiscais. Fui VP por 8 anos na Comissão de Consultoria e Assessoria da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil para colaborar na elaboração dos simpósios setoriais semestrais aos associados em Japonês.

Em meio a toda essa carga pesada de responsabilidades, Emy encontra tempo no universo artístico para um trabalho de tanta sensibilidade e beleza. Veja mais um exemplo de sua arte Oshibana-E:

“CARTÃO CASCA DE MILHO”

As folhas se transformaram em árvores e casca de milho em terra!

Uma florzinha que nasce em qualquer lugar deu um destaque. Como é  linda a natureza!

  1. Como conciliar profissão ofício e Arte prazer?

No ano passado me aposentei da Câmara por causa das demandas dos projetos. Escolhi dedicar ao

projeto que poderá melhorar o futuro dos alunos e o futuro do Brasil e fazer bem a sociedade Brasileira.

“FLOR DE AZALEIA”

Meu primeiro quadro de Oshibana-e em 2017

  1. Como conciliar profissão ofício e Arte prazer?

No ano passado me aposentei da Câmara por causa das demandas dos projetos. Escolhi dedicar ao

projeto que poderá melhorar o futuro dos alunos e o futuro do Brasil e fazer bem a sociedade Brasileira.

“FLOR DE AZALEIA”

Meu primeiro quadro de Oshibana-e em 2017

“GRATIDÃO”

 

Agradecendo aos agricultores que enfrentam condições  ambientais, pragas para produzir os legumes e temperos que

que são as obras dos agricultores.

Matéria Prima: Mini berinjelas, gobo (bardana), pimenta dedo de  moça, arroz, feijão, cebola roxa e sálvia com as folhas, flores e caules.

(Essa obra participou da 14a Exposição de Arte Bunkyo)

No momento atual estou definindo o meu destino final para retomar as aulas e ensinar minha arte.

“CYCLAMEN”

Vale lembrar que todo evento, projeto artístico, todo trabalho para  uma realização com excelência, é necessário um time de excelência de colaboradores, parceiros e patrocinadores. E durante a entrevista a Emy citou cada um que tem apoiado o projeto “Descobrindo o Japão” realizado a cada semestre. Seu coração grato é a razão de toda sua simpatia e amor pelo que faz.

“ASTROMÉLIA”

–instagram  @emy.imai

fone- wathsapp (11) 99986-6735

Irmão Sol, Irmã Lua

Daniel Thame

 

dt chapeuEle era trabalhador rural numa fazenda em Canavieiras, cidade que era o limite de seu mundo e para onde ia, todos os finais de semana, fazer a feira, composta de arroz, feijão, farinha, óleo, açúcar, sal e, de vez em quando, jabá, fato e chupa-molho.

Além, é claro, da garrafa de cachaça.

Ela era mulher de um trabalhador rural em Ipiaú, cidade que era o limite de seu mundo e para onde ia, todos os finais de semana, orar no culto na igreja evangélica que lhe oferecia o céu como compensação para a vida dura na terra.

 

Orava pela saúde do marido, cujo trabalho garantia o sustento da família, e por um futuro melhor para os três filhos.

Se essa fosse a vontade de Deus…

Quando vieram os sinais de que a crise provocada pela vassoura-de-bruxa era pior do que se imaginava, ele foi despedido da fazenda e mudou-se para Camacan, onde conseguiu um emprego de gari na prefeitura.

Como a bruxa não tinha limites e se alastrava por toda a região, o marido dela também perdeu o emprego. Tão logo chegaram a Ubaitaba, para onde se mudaram, ela conseguiu um emprego de doméstica. Meses depois, o marido a abandonou e sumiu no mundo, deixando-a sozinha com três crianças para cuidar.

Quando a prefeitura de Camacan, abalada pela decadência da cidade e com a arrecadação despencando, teve que demitir funcionários, os apadrinhados foram mantidos, ele, pobre gari, perdeu o emprego.

Foi tentar a vida em Itabuna, onde passou a viver de pequenos bicos e morar num barraco no Maria Pinheiro, bairro paupérrimo nas fraldas da periferia da cidade.

Em Ubaitaba, a patroa, empobrecida pela crise, não teve como manter a empregada. Penalizada, ainda deu o dinheiro para a viagem até Itabuna, o máximo aonde aquela pobre mulher poderia ir.

No mesmo bairro Maria Pinheiro, montou um barraco, misto de papelão e restos de madeira, e passou a trabalhar como lavadeira, ganhando o pão com o suor do seu rosto banhando as águas do Rio Cachoeira.

Os dois se cruzaram quando ele voltava do centro da cidade, onde acabara de ganhar 15 reais para limpar um terreno, e ela levava na cabeça uma imensa trouxa de roupas.

Ele se ofereceu para ajudar, ela aceitou.

No barraco, ele aceitou o café ralo que ela ofereceu.

Sorriram, escancarando os poucos dentes daquelas bocas que, na sequência, trocaram o primeiro beijo.

Dias depois, estavam morando juntos, dividindo a mesma cama sob um teto cheio de buracos em que, nas lindas noites de verão, podiam contemplar estrelas, distraídos.

A bruxa, que tantas vidas havia tragado, tantas tragédias pessoais e coletivas havia causado, abençoou aquele encontro mais do que improvável.

Virou, ainda que por linhas tortas, uma fada.

E eles, que nunca tiveram nada, juntaram o pouco que agora tinham e foram felizes para sempre!

——
Conto extraído  do livro  “Vassoura”- a história que Jorge Amado não viveu pra contar- Editora Via Litterarum

Hidroterapia: conheça a queridinha dos fisiovets!

ht hidro terHannah Thame

 

A Hidroterapia nada mais é que a prática de exercícios guiados em água. Os mais utilizados pelos pets são a hidroesteira e a natação.

 

Como funciona a Hidroterapia?

 

Você já percebeu que dentro da água o seu corpo é mais leve e que você realiza movimentos que provavelmente não conseguiria realizar fora dela?

 

Assim é com os animais!

 

Como assim Tia Hannah?

 

Por exemplo, um animal com paralisia nas patinhas pode ganhar mobilidade fazendo movimentos que seriam praticamente impossíveis em solo.

 

Quais os benefícios da Hidroterapia?

->Aumento da circulação sanguínea;

 

->Diminuição da dor;

 

->Aumento da flexibilidade e mobilidade;

 

->Fortalecimento dos músculos;

 

->Auxilia no equilíbrio, coordenação e manutenção da postura do pet

 

->Relaxamento do animal

 

->Estímulo sensorial

 

A terapia na água tem contraindicações?

 

Sim, não indicamos a hidroterapia para pets que tenham:

 

->Lesões na pele;

 

->Otites (inflamações no ouvido);

 

->Dermatopatias (doenças de pele);

 

->Doenças sistêmicas severas como cardiopatias, hepatopatias, doenças renais, hiper ou hipotensão.

 

Se a água relaxa a gente imagine os pequenos que já são relaxados por vida!

Lidando com a Ansiedade

cleide ansiedadeCleide Léria Rodrigues

 

CleideVocê se acha uma pessoa lenta ?

“As pessoas não são lentas as vezes nos somos rápido de mais e ansiosos”.

A ansiedade impactou muito minha vida , e hoje venho falar para vocês como driblar essa ansiedade do dia a dia , de como a essa ansiedade pode trazer prejuízos para nossa saúde emocional  social, familiar, no trabalho, estudo e as vezes nos prejudicando por ser tão ansiosos diante de situações que poderia ser resolvidas ou praticadas no seu tempo. Pois todos nós temos nosso tempo para resolver situações do cotidiano.

Mas a ansiedade muitas vezes nós leva a  correr contra esse tempo. “ como se diz tudo no seu devido tempo “. Mas saber  lidar com a ansiedade pode te ajudar a chegar da melhor forma possível no lugar que você deseja  com  saúde, saúde emocional , física e  com qualidade de  vida . Mas para isso é necessário    que seja sábio, paciente, saber que tudo acontece no seu tempo.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia