WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


:: 24/set/2022 . 10:09

Cristiano Silvestre: criatividade e talento na arte das esculturas

A arte nos apresenta um enorme leque de manifestações. A arte está na música, pintura, interpretação poesia e teatro, fotografia, porcelana, esculturas e muito mais. Cada uma de suas manifestações com suas técnicas, cores e luz,  trazendo brilho, intensidade, despertando suspiros e admiração.

Hoje quero falar um pouco de ESCULTURA, e apresentar um artista iniciante que já trabalha como profissional, esbanjando criatividade e perfeição em suas peças.

Escultura é a arte de transformar  matéria bruta ( pedra, metal, gesso, madeira, barro etc) em peças com formas em 3a dimensão, isto é, com volume, altura e profundidade. A origem da escultura remete à Idade Paleolítica.

Temos grandes nomes da escultura como: Michelangelo, Picasso, Auguste Rodin e tantos outros que deixaram uma enorme contribuição para a arte.

Toda escultura tem um significado que a torna especial. e também apresenta diversos estilos artísticos: Renascentista, Barroca, Neoclássica, e Modernista.

O artista que apresento aqui, está enquadrado dentro do estilo modernista, trabalhando com muita criatividade suas peças.

CRISTIANO SILVESTRE, morador de Telêmaco Borba – PR –  criador da marca “CRIARTS”. Ainda se diz um aprendiz na arte da Escultura Moderna.

“ÁGUIA FEITA COM TALHERES”

Cristiano para criar sua arte faz uso de materiais recicláveis, sucatas de ferro, engrenagens, rolamentos entre outros. Tudo que sua mente de artista sinalizar como obra prima de sua incrível arte.

“LOCOMOTIVA FEITA COM SUCATA”

Perguntado de onde vem suas inspirações, Cristiano diz que se inspira em outros artistas que vê pela internet e a partir daí tenta fazer a sua criação.

“CAVALO MARINHO CRIADO COM ENGRENAGENS”

É impressionante como simples material pode ser transformado nas mãos de um artista, uma tela em branco ganha traços e cores, uma letra se transforma em uma linda melodia, a interpretação explode em  risos ou emoções, o reciclável ou lixo ganha forma e beleza. Isso é ARTE!

“CAMINHÃO CONSTRUÍDO COM SUCATAS”

Os maiores vilões na promissora carreira artística de Cristiano são: O TEMPO, pois a arte é um trabalho secular e faz suas

criações nas “sobras” de tempo. E a VALORIZAÇÃO de seu trabalho. Valendo em conta que todo artista almeja o reconhecimento e valorização de seu trabalho através da venda de sua arte, Cristiano encontra muita dificuldade para vender.

E aqui vai uma observação para todo artista em inicio de carreira, seja persistente, exponha seu trabalho, divulgue sua arte, faça parcerias,

entre numa galeria que trabalhe na divulgação de seu trabalho. Lembre-se: QUEM NÃO É VISTO, NÃO É LEMBRANDO”.

“ESCORPIÃO PRODUZIDO COM ENGRENAGENS E METAL RECICLÁVEL”

“MINIATURA DE MÁQUINA FLORESTAIS FEITA DE AÇO”

Se você gostou do trabalho de Cristiano, e quiser adquirir alguma peça ou mesmo conhecer seus outros trabalhos,

segue abaixo a informação de contato:

Facebook : https://www.facebook.com/cristiano.silvestre.1000

Instagram : www.instagram.com/criart_metal

Email:   Cri_tb@hotmail.com

Você que viu essa matéria e gostou, deixe um comentário, divulgue o link para que mais pessoas conheçam esse talentoso

artista.

 A Arte Agradece!

Dormir com o pet faz mal?

Hannah Thame

 

É uma delicinha abraçar nossos pets, não é verdade? Dormir com juntinho então, nem se fala!

 

Que os bichinhos fazem muito bem pra gente não é novidade, certo?

 

Ao interagir com o pet nosso cérebro libera ocitocina, hormônio que promove o bem-estar e por consequência nos ajuda a dormir bem!

 

Entretanto, precisamos ter alguns cuidados se criamos (ou queremos criar) o hábito de compartilhar nossa cama com o pet.

 

O primeiro deles é estar com as vacinas em dia;

 

Em segundo lugar, é preciso ter certeza de que o seu pet está livre de parasitas;

O terceiro passo é um maior cuidado com a higiene!

 

Seu pet, passeia por diversos lugares fora e dentro de casa, a higiene das patinhas e banhos regulares asseguram a tranquilidade tanto do tutor quanto do pet.

Você é do time cama compartilhada com o pet ou cada um no seu quadrado?

 

#camacompartilhada #dormircompet

#aiquemoraoperigo #perigo #dicadavet #cachorro #gato #gatinhosfofos #gateiros #gateirosdobrasil #doguinho #serhumaninho

Pela Via do Destino: do setor público ao empreendedorismo

Anna Lívia Ribeiro

Algumas situações na vida nos impulsionam ou paralisam e cada indivíduo responde de uma maneira diferente e bem peculiar.

Ao aceitarmos o que não se pode mudar, criamos inúmeras possibilidades de enxergarmos os problemas e situações difíceis sob outras perspectivas.

Em 2017 meu marido desencarnou quando foi atropelado por uma moto. A partir daí, fui acolher o que não poderia ser modificado, lidar com essa partida e focar naquilo de bom que vivemos juntos dando lugar às boas lembranças.

Então, decidi que após 28 anos de serviços prestados à educação pública de Ilhéus era chegado o momento de fechar esse ciclo. Solicitei a minha aposentadoria que saiu em janeiro de 2019. Este seria o meu ano sabático.

Planejei ir para Portugal. No entanto, em novembro de 2018 meu pai foi atropelado por uma bicicleta e veio a óbito. A ida para Portugal foi adiada por não me sentir confortável em deixar minha mãe.

:: LEIA MAIS »

Bar das Putas

dt

Ano de 1981. O Diário de Osasco finalmente trocava as velhas impressoras e linotipos e passava a ser impresso em off-set. Era como pular da Idade da Pedra para o futuro, sem escalas.

O Diário também  deixava de ser temporariamente diário para se tornar semanal, embora continuasse ostentando o título Diário.

Para o Vrejhi Sanazar, dono do jornal, era um salto de qualidade e a oportunidade de atrair anunciantes. Fazer dinheiro, enfim.

Para mim e para o Giovanni Palma, que tocávamos a redação, era o passaporte para a modernidade, poder ousar nos textos, nas fotos, no formato da primeira página.

bar putasMais do que isso: como o jornal seria diagramado e impresso no prédio do Estadão (O Estado de São Paulo) na marginal Pinheiros, era a chance de viver o clima de grande imprensa, cruzar com o pessoal que fazia aquele que na época era o mais influente jornal brasileiro, até ser ultrapassado pela Folha de São Paulo.

Era também uma oportunidade para manter contato com grandes jornalistas, não apenas do Estadão, mas também de outros veículos, já que após o fechamento das edições (naquele tempo os jornais fechavam de madrugada e não eram essa coisa pasteurizada e insossa de hoje, decadentes e superados pela agilidades da internet), o pessoal se dirigia a um ´pé sujo´ na avenida da Consolação, centro velho da capital paulista, onde um churrasquinho ou uma batata frita honestos eram oferecidos a preço justo. Obviamente acompanhados de uma cervejinha, uma batidinha, uma cachacinha.

Ou tudo junto!

O local era chamado de Bar das Putas, porque além dos companheiros jornalistas, as companheiras operárias do amor também batiam ponto lá, fechando a noite de trabalho duro (ops!). Uma convivência harmoniosa, num local que marcou época numa São Paulo ainda sem crack e sem tanta violência.

Foi no Bar das Putas, enquanto entornava uma dose tamanho família de batida de limão e comemorava com o Palma mais uma bela edição do nosso “Diário semanal”, que ouvi a seguinte frase de uma das distintas freqüentadoras:

-O cara quando quer uma puta só pra ele, tem que pagar bem. Se não pagar, vai ter que dividir com os outros e se contentar com as sobras.

Num país onde, diz a lenda, cafetão se apaixona, puta goza, traficante cheira e político honesto é mais raro do que trevo de cinco folhas, a moçoila perpetrou um comentário de antologia.

Erivaldo de Souza o gentleman da Ceplac

Walmir Rosário

Costumo dizer – constantemente – que as instituições somente sobreviverão se forem maiores do que os homens que a servem – ou dela se servem –, do contrário estão fadadas ao descrédito e ao fechamento. Por outro lado, tenho plena consciência da importância dos homens no desempenho das instituições, desde atue como motores ao impulsionar as ações. Ou sejam as instituições são as próprias pessoas.

Parece muito confuso e por demais burocrático esse pensamento, mas se torna simples desde que partamos do princípio que a instituição deve transcender aos indivíduos pela função social que exerce na sociedade. Como dizia Platão, a virtude de um objeto está no seu bom desempenho, portanto, os homens que fazem parte da instituição devem trabalhar pela razão direta da instituição, sua missão e objetivos.

Uma das instituições que tenho dedicado muita tinta e espaço é a Ceplac, que como tudo na vida tem o seu tempo de utilidade, principalmente as governamentais, sujeitas à ideologia e boa vontade dos governantes da época. Apesar das dificuldades inerentes à administração, dirigentes e funcionários de carreira podem – e até devem – fazer a diferença, como se criassem um ilha às avessas.

Na Ceplac chega a ser difícil nominar esses funcionários abnegados, que se destacam pela dedicação no ambiente de trabalho, mesmo com todas as dificuldades inerentes aos desempenho das atividades. E esse comportamento é próprio da índole de cada um. Existem os que se fingem de “mortos”, ignorando tudo que se passa ao redor; já outros conseguem superar todas as dificuldades para oferecer um trabalho de qualidade.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia