WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

maio 2022
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: 14/maio/2022 . 10:13

A Arte como profissão de fé

lu 1  E aí,  tudo se fez novo… uma decisão que transformou completamente a rota   de  minha vida, me aproximando de Deus e da Arte. Por isso não tenho como desvincular minha profissão de minha fé.

 A arte trouxe cor numa atmosfera preto e branco que 

 estava minha vida. Deus trouxe

 e me deu direção, ativou o dom conferido a mim, e me deu capacitação para ir além.

lu 2

Iniciei minha arte em meados de 1990. Hoje com um estilo próprio caracterizado por uma mistura de “Cloisonismo” e “Geometrismo” combino cores fortes e alegres trazendo uma harmonia como resultado final. Estou catalogada no Centro Campineiro de Arte e Folclore. Participei de várias exposições e minhas obras estão representadas em vários estados brasileiros e no exterior. Atribuo meu dom a Deus a quem refiro como meu Senhor e Salvador. Tinha como assinatura L.lima mas, entendi que a vida é feita de ciclos e nesses ciclos, novos desafios, expectativas e experiências tomam espaço do velho. São novas estações que chegam e mudam por completo a atmosfera da nossa existência. E posso dizer que “as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo”.

lu 3

“Muitas vezes abandonar o passado é difícil demais, agarramos a todo pequeno fio, por mais fino que seja que nos liga ao passado . Mas de repente passamos a olhar para frente, buscando aquilo que preencha nossa vida com plenitude e nos desperte para um novo tempo. Quando isso se estabelece dentro de nós, não importa aquilo que já foi construído até agora, o mais importante é romper com todos os pequenos “fios” que nos ligam ao passado e viver a primavera que se aproxima com força total, abertos para essa nova estação com toda novidade que ela nos traz.”

OBRA: “BELEZA DA NATUREZA”

Rosa e Cinza Votos Renovação Fotos Montagem

Rosa e Cinza Votos Renovação Fotos Montagem

Entendendo o novo ciclo em minha vida, no final de 2021 mudei meu antigo nome artístico L.Lima  para LUCIANE YAHWEH, que chega com   muitos projetos  e desafios que trarão novas  experiências, crescimento na área, contentamento, e desejo de fazer meu trabalho com mais excelência.

https://www.instagram.com/tv/CGOhA8yg65u/?utm_source=ig_web_copy_link

lu 5

 

 

lu 500

“Caminho de mãos dadas com todos artistas que tem na arte não apenas cifras, como também uma ferramenta de comunicação, manifestação e desperte emoção e reflexão. Isso é arte, é dizer sem nada falar.” Nessa visão comecei a atuar como curadora e produtora cultural criando projetos culturais e artísticos. Meu primeiro projeto foi “BRINCADEIRA DE CRIANÇA I , II e III” foram mais de 70 artistas envolvidos nas três fases. Brincadeira de Criança despertou a necessidade de frear as crianças das redes e jogos online e apresentar as brincadeiras que ficaram no passado,  também divulgamos o trabalho da ONG ALDEIAS INFANTIS com a presença de representantes na fase I como também  contribuímos com parte das vendas das obras. Reunimos acadêmicos da ALARP com o apoio do Presidente na época Miguel Ângelo que atuou também na curadoria. E na terceira fase contamos com a participação de artistas mirins  de forma online devido a pandemia.

Além desse projeto destaco a Mostra de Arte “Mulher”, “Amor Manifestado”, “Arte é…” e “Impactados pela Arte” como projetos de minha autoria.

Um dos projetos mais audacioso foi o lançamento de uma revista 100 % artes em que artistas pudessem

ter seu trabalho divulgado, com artistas em destaque e de outros países falando sobre a Arte em seu país de origem. Nascia então a

ARTEXPO MAGAZINE.

Arte é a capacidade do artista de mexer com as emoções, fazer um manifesto sem nada dizer, trazer brilho e cor ao ambiente. A arte tem o poder de curar, expressar a alma do artista. A arte está em tudo que observamos, na natureza vemos a arte do artista supremo, o mais perfeito. Na vida cotidiana, vemos a arte impregnada na maioria de tudo que nossos olhos veem.

Tenho muito a falar de arte, muitos outros projetos que participei, mas não posso deixar de mencionar a Lotus Gallery – a galeria virtual que participo como uma das  coordenadoras. Nosso trabalho é lançar e divulgar grandes artistas.Acessem http://www.lotusgallery.com.br
E o projeto BLOG DO THAME, essa coluna a mim entregue como uma grande oportunidade de divulgação não apenas do meu trabalho, como de outros talentosos artistas e matérias várias relacionadas a arte. Espero que apreciem e prestigiem a nós artistas com seus comentários e curtidas.

É um imenso prazer poder divulgar um pouquinho de meu trabalho neste blog. Meu maior desejo é que o povo de nossa nação prestigie seus artistas que trabalha para dar cor e vida. O verdadeiro artista não produz apenas para adquirir recursos financeiros, ele produz para que a arte seja valorizada e contemplada!

 Luciane Yahweh

Quer adotar um gato?

gato

Hannah Thame

htO gatinho está vacinado, com a saúde em dia e pronto para ganhar um novo lar. E agora? Está na hora de você preparar a casa para a sua chegada! Não é segredo para ninguém que a maioria dos gatos amam as voltinhas noturnas pela vizinhança. Ainda assim, essa prática não é recomendada, já que ele pode se machucar, se envolver em brigas e até contrair doenças. Sendo assim, o primeiro passo antes de levar o gatinho para casa é telar todas as janelas para evitar fugas e acidentes.

Além disso, você deve garantir uma alimentação de qualidade e sempre deixar água fresca à disposição do bigodudo. Nesse caso, investir em uma fonte de água para gatos pode ser uma boa saída para incentivá-lo a se hidratar e, assim, evitar problemas renais. Apostar no enriquecimento ambiental para gatos também é importante para que o pet consiga expressar seus comportamentos naturais. Prateleiras, nichos, arranhadores e brinquedos são itens que proporcionam mais qualidade de vida e diversão para o seu gatinho.

——

A Dra. Hannah Thame é Médica Veterinária e Mestre em Ciência Animal com ênfase em Sanidade Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz  e diretora do Centro de Especialidades Veterinários-CEV Vitória da Conquista.

 

Memórias de um Dinossauro

dt

 

‘ Diálogos’  com ACM

 

Porto Seguro, 22 de abril de 2000. 500 anos do Descobrimento do Brasil. Enquanto autoridades e convidados vips participam de uma celebração no Hotel Vela Branca, o povaréu é isolado por barreiras e um forte contingente policial nas ruas.

Festa correndo solta no hotel e ao mesmo tempo a polícia militar baixando o cacete em índios, sem-terras, negros e quem mais se atrevesse a protestar contra o que consideravam uma invasão/exploração e não um descobrimento.

Uma violência policial tão desmedida que no dia seguinte ganharia as manchetes da imprensa mundial.

Gravador em punho, aproximo-me de Antônio Carlos Magalhães, então o Rei da Bahia e fiador daquela festança toda e, per supuesto, também daquela pancadaria toda.

Certo de que vai receber uma pergunta elogiosa, ACM exibe o melhor dos sorrisos,  exala simpatia.

-Como o senhor avalia o fato de que enquanto as autoridades festejam aqui no hotel, pessoas simples estão sendo agredidas pela polícia e impedidas de protestar pacificamente?

 

O sorriso some, mas ACM permanece impassível, olha para o crachá para ver em qual veículo de comunicação eu trabalhava (na época, a TV Cabrália), uma atitude típica dele, e quando providencialmente começa a tocar o Hino Nacional, responde entre os dentes:

-Você não vê que estou ouvindo o Hino Nacional?

E completou baixinho, antes de me dar as costas com o desprezo de quem se achava acima do bem e do mal:

-Seu moleque, filho da puta…

A resposta que ACM não me deu, o povo baiano, força indomável da liberdade, lhe daria seis anos depois e continua dando até hoje…

Projetos de Lei Paulo Gustavo e Aldir Blanc – as ações do Congresso Nacional em favor da cultura

Efson Lima

ef liO Congresso Nacional aprovou os projetos de lei Paulo Gustavo e Aldir Blanc, ambos com objetivo de socorrer o setor cultural no Brasil. Sem dúvida, a pandemia de COVID impôs à área da cultura a maior crise de sua história ao promover o cancelamento de espetáculos, festas, gravações, ensaios, formações presenciais entre tantas outras ações de um setor importantíssimo para o desenvolvimento nacional. Em que pese os projetos de lei terem sido aprovados por ampla votação nas duas casas congressuais, o presidente da República vetou as duas medidas.

 

 

 

 

O veto presidencial não foi novidade, afinal, a área da cultura para além do impacto da pandemia já vinha sofrendo ataques em série promovidos pelo governo federal sob o pretexto de proteger os anseios de seus eleitores em face de uma proposta cultural que respeite à família. É um descalabro esse argumento, pois, aparentemente, legitima-se um discurso de que as demais atividades culturais não são escopos culturais de uma sociedade. O presidente promove ideologicamente controle da ideologia, que outrora combateu e, agora, estimula a sua com um viés destrutivo. As artes não merecem controles e não devem estar a serviço de governos, mas da sociedade e da reflexão crítica. Cada pessoa, no uso de sua capacidade critica, intelectual e produtiva, faz seu juízo de qualidade artística e o público é o júri implacável.

 

 

 

 

Em relação ao Projeto de Lei Paulo Gustavo, o seu objeto é socorrer o setor com o aporte de recurso de R$ 3.88 bilhões de reais para estados e municípios visando minimizar os impactos persistentes da pandemia, que desmantelou significativamente a área da cultura. É importante lembrar que o recurso previsto é oriundo do Fundo Nacional de Cultura e do Fundo Setorial do Audiovisual; já o Projeto de Lei Aldir Blanc, na sua segunda versão, cria uma política permanente para o setor da cultura e previa o repasse anual de R$ 3 bilhões de reais a também estados e municípios durante 5 anos. Mesmo assim, o presidente vetou esse último projeto de lei , segundo ele “por contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”.

 

:: LEIA MAIS »

Tyrone inventa o turismo da cerveja barata

cerveja barataWalmir Rosário

Walmir RosárioO Procon – ou seja lá que órgão o represente – precisa vir a Canavieiras com uma certa urgência, não para um período de férias e veraneio dos seus representantes, mas para fiscalizar o preço alto da cerveja, mercadoria muito cara por essas bandas. Nada tenho contra o veraneio desses ilustres “fiscais do povo”, que em épocas recuadas foram do Sarney, mas nessa condição poderiam se acostumar com os preços praticados pelos bares e restaurantes e nos prejudicar mais, ainda.

E nesse assunto falo de cátedra, por ser um consumidor quase que diário dessa mercadoria, tão admirada e consumida pelos brasileiros, embora os índices não sejam lá, essas coisas em relação a outros países. Confesso que atualmente não estou colaborando tanto para o aumento dos índices de consumo, e por isso já fui acusado de aposentado do Paraguai e, pior, como um enfermo de saúde combalida por pessoas malfazejas, fuxiqueiras perniciosas, o que cabe uma reparação judicial. Deixa estar, jacarés!

Mas minha aparente debilidade física pouco interessa e muito menos se me encontro em tratamento. O certo é que dentro de pouquíssimo tempo, estarei de volta às lides etílicas de alta frequência nos bares de Canavieiras e cidades circunvizinhas, com a constância requerida para tanto. E nesse meu festejado retorno gostaria que as autoridades constituídas, para tanto, já tivessem tomado uma providência (não a excelente cachaça mineira) para reduzir a conta, por conta das cervejas mais baratas.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia