hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame

Prefeitura de Itabuna presta assistência aos desabrigados das chuvas e da cheia do Rio Cachoeira

7479DA7D-9A40-4E32-ABAA-E5284A3F8BB0
A Prefeitura de Itabuna presta toda assistência e acolhimento às famílias vítimas das chuvas que tem causado estragos em vários pontos da cidade e da cheia do Rio Cachoeira. Uma base de apoio operacional para o recebimento de alimentos e donativos foi montada estrategicamente na sede da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, na Rua Casemiro Rego, 40, Góes Calmon, tendo como ponto de referência fundos do restaurante Daniel Sam.4514B285-7B0D-492F-8B51-B7A66ABF4DB0

Também há ponto de coleta no Lactário Isolina Guimarães, próximo ao Centro de Cultura Adonias Filho, centro da cidade. Após a coleta e separação, os donativos estão sendo encaminhados para as sete bases improvisadas para o acolhimento das cerca de 300 famílias desabrigadas em escolas da Rede Municipal de Ensino.

São elas: Escola Municipal Leonor Pacheco (Ferradas), Escola Municipal Maria Creuza (Urbis IV), Escola Municipal Raimundo Jerônimo (Nova Itabuna), Colégio Estadual Modelo Luís Eduardo Magalhães (Lomanto), Escola Municipal João Mangabinha Filho (Mangabinha), Colégio CAIC (Jardim Primavera) e Escola Firmino Alves (Bairro de Fátima).

O secretário municipal de Governo, Josué Brandão Júnior, lembrou que roupas, calçados, lençóis, cobertores e alimentos são os principais itens recebidos na base operacional para distribuição entre os desabrigados. “Estamos numa força-tarefa organizando e encaminhando os donativos para as famílias que estão passando por esse momento difícil”, afirmou.

VOLUNTÁRIOS

O secretário Júnior Brandão aproveitou para convocar voluntários para ajudar, principalmente no preparo da alimentação para essas famílias acolhidas pela Prefeitura. “Os interessados em cooperar podem se dirigir a uma das sete bases de acolhimento dos desabrigados e se identificar como voluntário”, informou.

Todo trabalho está sendo realizado por meio de uma ação conjunta das secretarias municipais de Promoção Social e Combate à Pobreza, Segurança e Ordem Pública, Transporte e Trânsito, Relações Institucionais e Comunicação, Infraestrutura e Urbanismo, Saúde, Educação, Transportes e Trânsito e Governo. Também estão mobilizadas a Diretoria de Defesa Civil, Superintendência de Serviços Públicos, Guarda Civil Municipal, além do 4.º Grupamento de Bombeiros Militares, Polícia Militar e Câmara de Vereadores.

O presidente do Legislativo Municipal, vereador Erasmo Ávila, lembra que inicialmente o Comitê de Crise foi montado no térreo do Espaço Cultural Josué Brandão, na Câmara de Vereadores. Mas diante da necessidade operacional e para maior segurança e agilidade dos trabalhos foi transferido para a sede da Secretaria de Esportes e Lazer, que fica bem próxima.

INTERDIÇÃO DE PONTES

Diante da repentina cheia do Rio Cachoeira e do acúmulo de baronesas, a Superintendência de Serviços Públicos interditou o tráfego de veículos e de pessoas na Ponte Miguel Calmon (Marabá) e de transeuntes na Passarela da Ilha do Jegue. A Ponte Lacerda de acesso ao São Caetano também teve remoção, mas com interdição parcial. A medida visou a segurança da população e facilitar a utilização de uma escavadeira hidráulica para a remoção das plantas aquáticas.
______________________________

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
dezembro 2021
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031