hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame

Archive for agosto 28th, 2021

Semana Nacional de Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla

foto coluna aline alineAline Barros

aline (2)A deficiência intelectual e múltipla é caracterizada pela dificuldade que o individuo apresenta, isso vai ocorrer no comportamento, esse comprometimento interfere nas atividades de vida diária do sujeito, seu QI (Quociente de Inteligência) será de 70.

Na Deficiência Múltipla é a junção de duas ou mais deficiência que um pessoas possui, podendo ser física, sensorial, mental e também intelectual, vai haver atraso no desenvolvimento e também na capacidade de adaptação.

 

Dificuldades significativas apresentadas pelas crianças, adolescentes e adultos com:

 

Deficiência Intelectual:

 

– Dificuldades para cuidar de si mesmo, para assumi responsabilidades tanto pessoas e profissionais, controle, dificuldades escolares

– Dificuldades na comunicação e na linguagem, como leitura, escrita, matemática, raciocínio, conhecimento e memória

– Dificuldades nas habilidades sociais, para lidar com o outro, habilidades de autorregulação e autocontrole

 

Deficiência Múltipla:

– Rotinas diárias

– Comunicação interpessoal

– O não reconhecimento de pessoas do seu convívio

– Movimentos corporais involuntários

Para lidar com as pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla é preciso em primeiro lugar ter empatia e respeito, entendendo que ali tem um ser humano, é importante dá oportunidade, estimulo, ajudar na interação com o ambiente tanto familiar, social e escola.

Nenhum desses comportamentos pode servir de empecilho para que pais, familiares e professores desistam de ensinar habilidades que podem modificar à vida de crianças, adolescentes e adultos.

—-

Aline Barros  é Psicóloga CRP: 03/20650

Morador em Situação de Rua 2, de Guilherme Ramos

 

oscar dOscar D’Ambrosio

 

A arte é um universo de percepções que pode emocionar o observador das mais variadas maneiras. Não há fórmulas mágicas nesse processo, mas uma busca constante por procedimentos estéticos que permitam desenvolver uma interpretação do mundo progressivamente expressiva.
Guilherme Ramos, de Barueri, SP, em “Morador em Situação de Rua 2”, traz a sua contribuição para essa discussão por meio de uma imagem que revela justamente a importância dos detalhes na construção de uma visão poética da chamada realidade que não abandona o realismo e que consegue transportar o público para uma outra dimensão.
Temos uma imagem composta de dois pés calçando chinelos. Eles podem ser vistos descobertos logo abaixo de um cobertor que cobre possivelmente o resto do corpo. O piso sobre o qual eles se apoiam também auxilia a erguer uma metáfora dos caminhos que esse indivíduo percorreu antes de estar em situação de rua.

A obra aponta para a potência de uma imagem de trazer uma mensagem. Geralmente a sutileza e a delicadeza no mostrar um caminho estético funcionam melhor do que uma criação que aposta apenas na intensidade. Nesse sentido, Guilherme Ramos apresenta uma realização artística que se vale de recursos técnicos aprimorados para atingir nossa sensibilidade.

 

oscar 2

Oscar D’Ambrosio é Pós-Doutor e Doutor em Educação, Arte e História da Cultura, Mestre em Artes Visuais, jornalista e crítico de arte.

Psicoterapia: saiba como funciona e quando buscar ajuda

Cleide Léria Rodrigues

cleide l 2Que tal conhecer um pouco do universo da psicoterapia? Você já parou para pensar que uma grande maioria de pessoas só buscam o processo quando estão no limite das suas emoções?

Estamos na semana da psicologia e como psicóloga tenho percebido como são frequentes os casos que envolvem a busca do processo de psicoterapia quando estão no limite das suas emoções. E eu tenho como objetivo orientar sobre quanta diferença pode fazer na vida de alguém o processo de cuidado da saúde emocional.

E se você nunca fez ou não percebeu até o momento o quanto a psicoterapia é importante, é porque você ainda não sabe que o psicólogo ajuda a cuidar dos problemas emocionais, e comportamentais.

Quem sofre ou já sofreu de problemas emocionais como a ansiedade e a depressão sabe as dores e consequências que uma doença emocional traz na vida de uma pessoa e, de todas as outras que a cercam.  Além disso, alguns sintomas surgem e ninguém percebe achando que pode ser uma fase, que vai passar.   Sendo assim, podem até pensar que é um período de tristeza, ou de grande excitação e assim passa despercebido por quem vive a doença e por quem convide com a pessoa em adoecimento.

Mas, é essencial identificar se esses sintomas que iniciam com tristeza, euforia, ou medo em grande intensidade é realmente uma mudança comportamental ou um transtorno psicológico que precisa de atenção. Não podemos esquecer que algumas doenças são invisíveis aos olhos de quem sente ou convive com a pessoa que sofre desses transtornos.

O desenvolvimento da doença de ordem emocional, pode gerar perdas de produtividade nas tarefas cotidianas, e fazer a pessoa ter um sentimento de vazio, falta de propósito de vida, levar a paralisação e em alguns casos até pensamentos de morte.

Mas, é natural a pessoa não reconhecer o quão importante buscar ajuda, faz parte do senso comum que uma parcela da população ainda tenha preconceito em buscar ajuda emocional, utilizando até rótulos como “A psicoterapia é para louco”, “Se eu quiser falar sobre os meus problemas com alguém, eu vou buscar na mesa de bar”, ou “Basta somente eu procurar uma religião que eu vou ficar bem”. E esses são só alguns mitos que nos deparamos quando não conhecemos o processo psicoterapêutico. No entanto, é preciso pensar na psicologia preventiva com mais seriedade ainda mais diante da situação atual. Saiba que, indivíduos saudáveis ou em risco podem apresentar comportamentos saudáveis como uma forma de prevenção, mas, a negação em procurar ajuda não para por aí e isso não é nada bom.

Felizmente a população tem tido maior abertura para a saúde emocional e recorrendo ao tratamento psicológico. Esse quadro vem crescendo de forma significativa e, as pessoas buscam apoio para tratar questões do cotidiano, crises pessoais, problemas afetivos, familiares, profissionais, entre outros… E existem pessoas que buscam a psicoterapia para esconder sua dor mesmo que por um tempo apenas.

Mas é necessário que a pessoa entenda que, para que o processo evolua é preciso uma cooperação mútua, e o sujeito precisa estar disposto a fazer psicoterapia, e não algo imposto por um familiar, é preciso que seja por iniciativa própria. Lembrando que, todas as informações tratadas dentro do “setting” terapêutico com o psicólogo são sigilosas, obedecendo os parâmetros estabelecidos pelo código de ética do psicólogo. Conforme :

Art. 9º – É dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim

de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas,

grupos ou organizações, a que tenha acesso no exercício profissional.

E, o consultório de psicologia é o local em que o paciente se sente acolhido, seguro, respeitado e compreendido. O processo de psicoterapia tem início, meio e fim e a sua durabilidade não há como determinar, depende de cada pessoa pois, cada um tem o seu processo e cada caso é singular.

O cliente tem direito a liberdade de escolha inclusive para resolver interromper o processo psicoterapêutico a qualquer momento, porém, antes de desistir é de grande valia refletir sobre o motivo e os impactos dessa quebra do processo e comunicar com o psicólogo a respeito do motivo da sua desistência.

Antes de concluir então, minha dica como psicóloga é que você não deixe a sua saúde emocional de lado, se cuide e faça psicoterapia, os benefícios são inúmeros e frequentemente as intervenções feitas por psicólogos atuantes na área da saúde mental, concentra em aliviar os impactos do estresse, com o intuito de promover mecanismos de enfrentamento e funciona como a maior rede de apoio social.

Saia dessa de achar que existe “cura” imediata, se o assunto é adoecimento emocional o processo de cura ou estabilização é um processo, e cada indivíduo tem o seu tempo… Nada acontece do dia para a noite, é preciso três atitudes. PACIÊNCIA, FOCO E COMPROMETIMENTO.

Cleide Léria Rodrigues

Psicóloga Clínica  – CRP03/18383.

Especialização  – Saúde Mental e Atenção Psicossocial  .

 

 

 

Nestor Amazonas, o cinegrafista e o pitú

 

Daniel Thame

dt chapeuComeço da TV Cabrália. 1988. Tempo em que as equipes de reportagem corriam atrás da notícia sem preocupação em economizar na gasolina ou na diária do repórter, do cinegrafista, do auxiliar e do motorista.

Hoje, a equipe se limita ao repórter e ao cara que acumula as funções de motorista/cinegrafista. Em alguns casos é a  “equipe de um só”.

Voltando à Cabrália. A equipe saiu para fazer uma matéria em Ubaitaba e aproveitou para fazer outra reportagem sobre a situação precária da rodovia Ubatã-Ipiaú. Duas boas reportagens, veiculadas nos telejornais da emissora.

Até aí, nada demais. Boas reportagens eram marca da Cabrália, uma espécie de pré-faculdade de comunicação no Sul da Bahia, tamanho o número de profissionais que formou. O problema foi a conta do almoço, que incluiu até pitú.

nestorNestor Amazonas, o mentor da TV Cabrália,  um dos mais completos profissionais de tevê do país, era um cara legal, mas não era dado a exageros, porque a emissora tinha dono e dono não costuma rasgar dinheiro.

Quando foi questionar a despesa, o cinegrafista esperneou:

-Ô Nestor, qualé? Eu to acostumado a comer bem na minha casa!

Nestor encerrou o assunto:

-Vou almoçar hoje na sua casa. Se tiver pitú, a tevê paga essa conta. Se não tiver, você paga.

Desnecessário dizer quem teve o salário desfalcado no final do mês.

Essa semana, num telefonema emocionado via watshapp, que permitiu a conversa a três, a pretexto de saudar o decano Ramiro Aquino por mais um aniversário, Nestor Amazonas perpetrou: “vivi com vocês na Cabrália os melhores anos de minha vida”. E como continua sendo Nestor Amazonas, arrematou “em pé, obviamente…”

Eu também Nestor, eu também…

 

 

Seu cachorro é dessa raça? Cuidado!

Dra. Hannah Thame, médica veterinária que atua em Vitória da Conquista

Dra. Hannah Thame, médica veterinária que atua em Vitória da Conquista

Hannah Thame

 

Se você tem um doguinho de uma dessas raças o cuidado deve ser redobrado.

 

Sim, eles tem uma predisposição para desenvolver Hérnia de Disco.

 

Como já sabemos, essa doença causa muitas dores e em casos mais graves paralisia dos membros.

 

dog 1dog 2dog 3dog 4dog 5

 

 

#cockerspaniel #pequines #cachorrosalsicha #poodle #buldoguefrances #herniadedisco #dicadavet #cuidadoscompet

 

Gerenciamento de Resíduos e o ESG

Fernanda Henriques Pinto

Fernanda Alves PintoUm dos principais problemas ambientais encontrados nas cidades é o lixo sólido, resultado de uma sociedade que consome de forma crescente produtos industrializados. A consequência é a acumulação dos resíduos que nem sempre possuem um lugar e um tratamento adequado.

A questão do lixo está diretamente ligada ao modelo de desenvolvimento que vivemos, vinculada ao incentivo do consumo, gerando impactos ambientais. Com o crescimento populacional, inovações tecnológicas e o desenvolvimento dos meios de comunicação, facilitou-se a compra e a circulação de mercadorias em nível mundial.

Inúmeras cidades no Brasil contam com os lixões e deixam os rejeitos expostos à céu aberto. Além de proibido, é uma prática que traz prejuízos ambientais e doenças à população. Em contrapartida, os aterros sanitários enterram os rejeitos e compactam, com toda proteção para não impactar o meio ambiente.

Gerenciar resíduos gera a oportunidade de reduzir os impactos da contaminação da água, do solo, do ar e melhora a qualidade de vida da população.

Empresas de todo o mundo vem mudando seu comportamento perante às transformações e comportamentos sociais. Sendo assim, estão adotando novas práticas, como o ESG (do inglês, Environmental, Social and Governance). Constituindo ferramentas para a verificação e correção de ações relacionadas ao seu desenvolvimento sustentável.

Essas empresas, ao desenvolverem suas atividades econômicas, devem buscar discutir e aprimorar seus papéis com uma postura mais ativa enquanto agentes de transformação social. O objetivo é quebrar o paradigma de que as empresas buscam apenas o lucro, mostrando que estão comprometidas com a ética, com a diversidade e com o meio ambiente.  Mostrar aos investidores, colaboradores e consumidores que as preocupações transpassam a questão do lucro e que o seu negócio está preocupado em contribuir para um mundo mais justo, saudável e sustentável.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2021
D S T Q Q S S
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031