WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


:: 15/fev/2021 . 18:00

Carlos Santal, Dizendo Oi

Artista graoiuba radicado em Portugal, Carlos Santal celebra o amor em novo clip.

Bahia registra mais 63 mortes por Covid

Nesta segunda-feira, (15), o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre a Covid-19 registrou 63 óbitos. Apesar das mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje. Na semana passada, os números demonstraram uma tendência de crescimento dos óbitos e de quadros clínicos mais graves, o que tem ampliado a taxa de ocupação nas UTIs.

Neste cenário, o Governo da Bahia abriu novos leitos de terapia intensiva nos municípios de Camaçari, Seabra e Barra nos últimos dias e estão previstas ampliações nas cidades de Ilhéus e Porto Seguro, em um esforço para reduzir a pressão na rede assistencial.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

:: LEIA MAIS »

TJBA suspende liminar que determinava retorno das aulas no Estado da Bahia

 

Em decisão publicada na tarde desta segunda-feira (15), o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Lourival Trindade, suspendeu a decisão da 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador que determinou o retorno das aulas presenciais *nas escolas públicas e privadas do Estado da Bahia até o dia 1 de março de 2021. A decisão não se aplica às escolas particulares da capital baiana, pois estas são beneficiárias de uma liminar cujo pedido de suspensão ainda não foi apreciado pelo Tribunal*.

Em sua decisão o magistrado destacou que a manutenção da decisão, nos moldes em que redigido, “além de vergastar, desapiedadamente, o princípio da separação dos Poderes, vem ocasionando incontraditável risco de lesão à ordem e à saúde públicas estaduais”.

“Na hipótese dos autos, depreende-se que, neste momento, ante à impossibilidade de viabilizar-se a retomada das atividades presenciais das instituições de ensino, das redes pública e particular, de todo o território do Estado da Bahia, sem que sejam, diretamente, afetados os direitos à saúde e, corolariamente, à vida, é incontendível que estes últimos devam prevalecer, em detrimento do direito à educação”, pontou o desembargador.

Sessões na Câmara de Ilhéus voltam a ser remotas por conta do crescimento da Covid-19 no município essões na Câmara de Ilhéus voltam a ser remotas por conta do crescimento da Covid-19 no município

Jerbson Moraes - Presidente da Câmara de Ilhéus - AscomA partir desta terça-feira (16), as sessões da Câmara Municipal de Ilhéus voltarão a ser remotas, mas com transmissão ao vivo, pela TV Câmara, através das redes sociais do Poder Legislativo. A medida foi adotada hoje (15) à tarde pelo presidente Jerbson Moraes, considerando o aumento do número de novos casos e de óbitos por conta da Covid-19 em Ilhéus e a proximidade preocupante de um colapso no sistema hospitalar do município. As sessões com público só retornarão à normalidade quando houver redução dos índices.

Esta semana, mesmo com o feriado do Carnaval no calendário nacional de eventos populares, a Câmara vai manter expediente e realizar as duas sessões ordinárias previstas para terça e quarta-feiras. A Câmara cumprirá o decreto assinado no último dia 5 pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, determinando a suspensão do ponto facultativo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro em Ilhéus, período de carnaval. Medidas semelhantes estão sendo tomadas em outras regiões do Brasil.

:: LEIA MAIS »

Professor baiano desenvolve nova tecnologia assistiva para deficientes visuais

acess“Ainda que de maneira lenta, a sociedade tem se sensibilizado para a necessidade de tornar os ambientes mais acessíveis”. É desta forma que o professor João Neto, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), enxerga o atual cenário social para pessoas com deficiência visual (PcDV). Ele é responsável por liderar a criação de um projeto que tem muito a contribuir com a qualidade de vida dessas pessoas. “Trata-se de uma tecnologia assistiva, composta por etiqueta de radiofrequência (RDFI) espalhadas pelo piso tátil e um dispositivo acoplado no sapato do usuário, conectado a um aplicativo, através do smartphone”. Essas etiquetas armazenam informações sobre o ambiente ao redor, como a localização em que o usuário se encontra, dados sobre objetos que estão presentes no entorno, alertas de perigo, informações mais precisas e detalhadas sobre prédios, dentre outras.

O professor João, que realiza diversas pesquisas na área de interação homem-computador, explica como funciona o serviço tecnicamente. “Na busca por tornar os sistemas e dispositivos interativos mais fáceis de usar e operar, o protótipo funciona da seguinte forma: enquanto o usuário se desloca sobre o piso tátil e aproxima o pé das etiquetas RDFI, o dispositivo que está no sapato, que é dotado de sensores, é capaz de ler as informações gravadas nas etiquetas espalhadas pelo chão e retransmite estas informações ao aplicativo do smartphone, que transforma os dados em áudio e as repassa ao usuário”, explicou, ressaltando que grande parte de produtos e serviços considerados banais para pessoas sem deficiência ainda permanecem inacessíveis para PcDs, como objetos inteligentes, redes sociais, Inteligência Artificial, Computação em Nuvem, aplicativos para smartphones, Cidades Inteligentes, entre outros.

:: LEIA MAIS »

Prefeitura de Itacaré instala letreiro para fotos na turísticas

portal 3

Conhecida em todo o mundo por suas belezas naturais e por receber todos os anos turistas de diversos países, Itacaré ganha agora um novo atrativo turístico e que servirá para divulgar ainda mais o destino completo. A Prefeitura instalou na avenida Castro Alves, na orla da cidade, um letreiro com o nome de Itacaré, para que os turistas possam levar lembranças de suas viagens e férias na cidade e ao mesmo tempo divulgar nas redes sociais o potencial turístico do município.

 

O letreiro #Itacaré, moderno e colorido, traz em cada uma das letras um pouco da história e também os pontos turísticos da cidade. O objetivo é que novos letreiros possam ser colocados em breve em diferentes pontos turísticos de Itacaré, para que mais registros fotográficos sejam feitos e mais fotos sejam postadas nas redes sociais, atraindo os visitantes e movimentando ainda mais a economia da cidade.

:: LEIA MAIS »

Praias lotadas, bares lotados. E hospitais lotados…

Bahia só deve receber novas doses de vacinas contra o coronavírus na próxima semana

Dr Fabio VBO lote de vacinas que chegaria à Bahia na quarta-feira (17) só deve chegar ao estado no próximo dia 23. De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, o Ministério da Saúde reagendou a distribuição dos imunizantes. A Bahia deve receber em torno de 300 mil doses, quantidade que o secretário afirma ser insuficiente e que “não permite sequer completar a primeira fase toda da imunização”.

O secretário afirma que se não houver um aporte de vacinas de outros laboratórios “nós vamos continuar em um processo arrastado e lento, dando a impressão de que estamos fazendo alguma coisa de relevante para a população, dando a impressão à população de que está sendo vacinada, quando na verdade a fração de vacinados é muito pequena”.

Treinamento reforça protocolo de identificação do paciente no Hospital Regional Costa do Cacau

A primeira etapa fundamental para o atendimento de saúde é a identificação do paciente, esse procedimento realizado de forma correta, evita erros e riscos para a pessoa atendida. Para reforçar os cuidados nessa prática, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, está treinando todas suas equipes para essa atividade.

hospital costa do cacauO protocolo de identificação do paciente foi implantado no HRCC, em 2019, está instituído e atende ao protocolo de uma das seis metas de segurança do paciente estabelecido pelo Ministério da Saúde. Todo usuário que entra na unidade hospitalar deve ser identificado, com a colocação de uma pulseira, em sua chegada, que só deve ser retirada em sua saída.

A enfermeira Adriana Santos, coordenadora do NSP do HRCC, informou que a meta é treinar todos os colaboradores do hospital, também orientar acompanhantes e pacientes, porque também fazem parte do processo. “Todos os nossos pacientes recebem a pulseira de identificação na recepção da emergência ou do ambulatório, mesmo que ele não fique internado ele é identificado. A pulseira só é retirada do braço do paciente quando ele sai da unidade hospitalar. Estamos reforçando esse protocolo com todos da nossa equipe”, explicou.

:: LEIA MAIS »

Audiência Pública debate planejamento de retomada das aulas presenciais na Bahia

alba educ“Educação em Debate – Planejamento de retomada das aulas presenciais em tempos de COVID-19 e seus indicadores”  é o tema de importante Audiência Pública virtual, realizada na próxima terça-feira (16), 11h, pela Comissão de Cultura, Ciência, Tecnologia e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

Reconduzida à presidência do colegiado, a deputada estadual Fabíola Mansur exalta a importância do evento em um momento de pandemia da Covid-19. “Tenho participado ativamente das discussões entre governo estadual e municipal, visando consensuar os protocolos, indicadores e rotinas já existentes para uma volta presencial às aulas, o mais breve possível. A pandemia nos trouxe impactos devastadores à vida, à saúde, à educação e aos empregos. E para garantir o retorno seguro precisamos de um debate entre as instituições e a sociedade civil, claro e democrático. O papel da Comissão de Educação é exatamente esse: articular o encontro, promover consensos e garantir o direito à educação de qualidade. Só assim vamos reduzir as desigualdades históricas do nosso país!”, destaca Fabíola.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia