hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame



SEC promove live da esperança com a comunidade escolar e artistas baianos

sec liveCom muita música, poesia e manifestações culturais, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) promoveu, nesta terça-feira (22), no canal Educação Bahia, no YouTube, a live “Um ato de esperança”. A confraternização virtual reuniu artistas, educadores, estudantes, servidores e toda a comunidade escolar. O vídeo pode ser acessado através do link: https://bityli.com/oWxOk e contou com as participações dos músicos Mateus Aleluia, Lazzo Matumbi e Jonga Lima.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre o momento. “Este é um encontro cheio de carinho e amor para a gente fazer o encerramento do ano civil de 2020. Uma live leve, com muita cultura, abraços virtuais e energia irradiante. Este foi um ano em que nós aprendemos, ainda mais, sobre o cuidado e o zelo com as pessoas que nós amamos e com aqueles que a gente não conhece. Por isso, eu agradeço, fechando 2020, não como um ano perdido, e, sim, como o ano da resistência e da celebração da vida”, afirmou.

O músico Lazzo Matumbi, além de cantar e alegrar, destacou a importância do papel da escola pública. “Neste ano, eu tive a oportunidade de participar exatamente desse fortalecimento da escola pública. E isso me dá uma alegria tão grande, porque existem professores e estudantes guerreiros que lutam pela educação no primeiríssimo grau”.

Os estudantes também foram protagonistas no encontro. Os estudantes Yanoã de Carvalho e Evelin Carneiro, do Colégio Estadual Indígena Dom Jackson, da aldeia Massaracá, localizada no município de Euclides da Cunha, fizeram um ritual indígena para celebrar. A estudante Gisele Martins, do curso técnico em Nutrição e Dietética, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) de Alagoinhas, declamou uma poesia com um violão. Já o estudante Davi Souza, 2º ano, do Colégio Estadual Bolivar Santana, localizado em Salvador, cantou a música “Sol” do cantor Vitor Kley.

O músico Lazzo Matumbi, além de cantar e alegrar, destacou a importância do papel da escola pública. “Neste ano, eu tive a oportunidade de participar exatamente desse fortalecimento da escola pública. E isso me dá uma alegria tão grande, porque existem professores e estudantes guerreiros que lutam pela educação no primeiríssimo grau”.

Os estudantes também foram protagonistas no encontro. Os estudantes Yanoã de Carvalho e Evelin Carneiro, do Colégio Estadual Indígena Dom Jackson, da aldeia Massaracá, localizada no município de Euclides da Cunha, fizeram um ritual indígena para celebrar. A estudante Gisele Martins, do curso técnico em Nutrição e Dietética, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) de Alagoinhas, declamou uma poesia com um violão. Já o estudante Davi Souza, 2º ano, do Colégio Estadual Bolivar Santana, localizado em Salvador, cantou a música “Sol” do cantor Vitor Kley.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031