hanna thame fisioterapia animal
coronavirus 155 livros do thame

pets

Pesquisadores da Uesc desenvolvem protótipo que avalia condições neuropsicológicas

Por meio de um projeto de pesquisa que surgiu nos laboratórios da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), um grupo de pesquisadores baianos está desenvolvendo uma bateria neuropsicológica, capaz de fazer análises de condições cerebrais e psiquiátricas, que pode ser utilizada por instituições de ensino e pesquisa, escolas e universidades, empresas, além de clínicas e hospitais para melhor entender funções como memória, atenção e inteligência. De acordo com Paulo Barbosa, que é professor da Uesc, e está à frente do trabalho, esses atributos são fundamentais para uma boa performance profissional e acadêmica do ser humano e podem fazer a diferença em diagnósticos, prognósticos, tratamentos de condições neurológicas e até problemas de aprendizagem.

uesc mente

Paulo afirma que há uma grande relevância em ter adaptado um processo que é comumente feito por um profissional, através de um papel e uma caneta, para ser feito digitalmente. “Uma bateria computadorizada e online de avaliação neuropsicológica representaria uma inovação com potencial disruptivo, devido ao menor custo de administração dos testes, permitindo a avaliação de mais de um indivíduo ao mesmo tempo, além de reduzir erros humanos no registro das respostas”, explicou ao ressaltar que no Brasil há pouca agregação de tecnologia neste procedimento, o que resulta em custos elevados e erros humanos no registro das respostas dos testandos.


O projeto nasceu na Universidade, através do Grupo de Pesquisa em Neuropsicologia Computacional, que possui foco em disponibilizar avaliações neuropsicológicas computadorizadas sensíveis a aspectos positivos e negativos do funcionamento cognitivo e às diferenças culturais das diversas regiões do país. O produto, que possui suporte de uma equipe multidisciplinar, com profissionais de TI, Psicologia e Antropologia, atenderá o mercado nas áreas de Saúde, Educação e RH. Segundo Paulo, a automação e a informatização de testes neuropsicológicos representam uma série de vantagens sobre os tradicionais, como redução do tempo de aplicação, maior precisão na marcação de erros e acertos e do tempo de resposta.

 

 

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031