hanna thame fisioterapia animal
coronavirus 155 livros do thame

pets

Tica Simões destaca “Patrimônio ilheense e imaginário amadiano” em Simpósio internacional

Profa Tica Simões (1)A professora Maria de Lourdes Netto Simões (Tica Simões), do Departamento de Letras e Artes da Universidade Estadual de Santa Cruz (DLA/Uesc), participa nos dias 5 e 6 de novembro, do Simpósio internacional “A literatura no turismo, o turismo na literatura: Cruzamentos analíticos”. O evento, on-line, é organizado pelo Centro de Estudos Comparatistas (CEC) da Universidade de Lisboa (Portugal).

Diante da crescente importância do turismo literário nas suas diferentes vertentes o CEC da Universidade de Lisboa, (uma das mais importantes do mundo), vai refletir sobre as relações, fluxos e contaminações entre os âmbitos (tradicionalmente afastados) da literatura e do turismo.

Neste encontro está reunindo reconhecidos especialistas dos estudos literários, da geografia, da educação ou dos estudos em turismo para partilhar os seus conhecimentos e discutir sobre os cruzamentos que a literatura e o turismo estão a protagonizar. Bem como, identificar linhas de força, impactos e desafios para desenvolver percursos de investigação futuros na área em que se interseccionam a literatura e o turismo.

A professora Maria de Lourdes (Tica Simões) apresenta a conferencia sobre o tema: “Patrimônio ilheense e imaginário amadiano: Turismo virtual, em tempo de pandemia”, das 15 às 18 horas do dia 5 de novembro.

Ela lembra que “os livros de Jorge Amado têm atraído, a Ilhéus (Bahia – Brasil), leitores curiosos sobre essa cidade, cenário de um singular patrimônio natural e cultural grapiúna. Trata-se daquele turista que, depois de passear na obra literária, se desloca aos espaços ficcionalizados. No entanto, em tempos de pandemia, outras formas de “viajar” surgem.” –- “Agora, valendo-se dos recursos que a tecnologia oportuniza, o turismo virtual ganha espaço para a visitação ao patrimônio local. Assim, o turistaleitor passa a aliar o imaginário ficcionalizado às imagens preciosas que a fotogênica cidade oferece; faz um turismo virtual por caminhos de redes, blogs, sites e fotografias disponibilizadas na internet, ” avalia.

 

Segundo Tica Simões “tal turismo, no entanto, longe de excluir, potencializa a idéia para o deslocamento real, em tempos vindouros, pós-pandemia. É que esse processo virtual, não permitindo o insubstituível contato físico com o local (provar a sua culinária, manusear o seu artesanato, banhar-se em suas águas cálidas), funciona como estimulador de trânsito turístico,” explica a professora.

Além da professora Tica Simões participam do Simpósio professores/pesquisadores de vários países europeus. O evento organizado pelo Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa é coordenado pelas professoras Cristina Martínez Tejero (Universidade de Santiago de Compostela, CEC) e Sílvia Quinteiro (Universidade do Algarve – ESGHT, CEC)

A professora Maria de Lourdes Netto Simões (Tica Simões) é pesquisadora, ensaísta e doutora/pós-doutora em Literatura Comparada e Turismo Cultural (UNL, Portugal). Professora Titular, aposentada/DLA da Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus/ Bahia, Brasil). Comendadora da Ordem do Ensino Público (Portugal), Comendadora do Mérito de São Jorge dos Ilhéus (Bahia, Brasil). Atualmente é consultora para assuntos literários e cultura

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031