hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for junho 8th, 2019

O futuro dos videogames

z gisa (5)
Bagnoregio

Estudos internacionais divulgados pelo Financial Times, demonstram que o futuro do videogame vai passar por fluxos dinâmicos, através da transferência de dados. A palavra utilizada é Streaming, em inglês, stream significa córrego ou riacho, e por isso a palavra streaming remete para o fluxo, sendo que no âmbito da tecnologia, indica um fluxo de dados ou conteúdos multimídia. Muitas pessoas assistem filmes, seriados ou jogos de futebol em streaming.
Streaming é uma tecnologia que envia informações multimídia, através da transferência de dados, utilizando redes de computadores, especialmente a Internet, e foi criada para tornar as conexões mais rápidas. Um grande exemplo de streaming é o site Youtube, que utiliza essa tecnologia para transmitir vídeos em tempo real.

Em relação com aos consoles de videogames, escreve o Financial Times, tudo isso pode mudar – ou matar – o mercado de consoles.

Nos últimos anos, como é sabido, o mercado de filmes e séries de TV mudou radicalmente: acontece com mais frequência que grandes produções preferem trazer seus produtos em serviços de streaming, em vez de no cinema ou em alguma rede de televisão tradicional. .

z gisa (4)Foi uma mudança impulsionada principalmente pelo aprimoramento tecnológico, que permitiu que milhões de pessoas desfrutassem de streaming fluido e de alta definição, comparável às reproduções de um DVD ou Blu-ray. Muitos especialistas e especialistas estão se perguntando se a indústria de videogames está prestes a acontecer. Por exemplo, o Financial Times perguntou, tentando imaginar qual seria o futuro dos consoles. Os dois consoles mais importantes do mercado – PlayStation 4 e Xbox One, produzidos pela Sony e pela Microsoft, respectivamente – foram lançados cinco anos atrás, um período bastante longo para o ciclo de vida dos dispositivos tecnológicos de hoje, e as próximas versões podem ser muito diferentes do que sabemos hoje. Em outubro de 2018, por exemplo, a Microsoft anunciou que está trabalhando em um novo projeto chamado xCloud, que permitirá aos jogadores jogar títulos de Xbox em smartphones e tablets, sem a necessidade de possuir um console.
Com a chegada dos jogos de streaming – também conhecidos como “cloud games” – os videogames estão prestes a sofrer “a maior transformação desde os jogos para smartphones”, segundo Candice Mudrick, analista da Newzoo, grupo de pesquisa sobre a indústria de videogames. e os fabricantes de consoles tradicionais correm o risco de acabar com a Blockbuster após a chegada da Netflix. A premissa para os jogos na nuvem tomarem o lugar dos jogos físicos ou baixados é que as conexões de internet se tornam cada vez mais rápidas, mas agora algo está começando a aparecer.
Read the rest of this entry »

A idade que chega para todos…

Hannah Thame

htVocês certamente já ouviram falar em Alzheimer, problema que acomete grande parte da população idosa no mundo. Mas já ouviram falar sobre a disfunção cognitiva em cães? Pois é, é uma doença semelhante ao Alzheimer, que pode acometer animais idosos. Vamos entender um pouco sobre essa enfermidade e quais as alterações que ela pode causar na vida do seu companheiro, caso ele venha a desenvolvê-la.

A cognição pode ser definida como a capacidade de percepção, consciência, memória e tomada de decisão frente aos estímulos do meio ambiente, sendo que a capacidade cognitiva pode ser modificada ao longo da vida. A síndrome da disfunção cognitiva canina  é causada por uma perda do funcionamento ou da estrutura dos neurônios, o que pode causar mudança de comportamento repentina, como dificuldades de percepção e de exercer funções rotineiras simples.

A causa da síndrome da disfunção cognitiva em cães ainda é de origem desconhecida, porém, acredita-se que mudanças ocorram no cérebro conforme o animal vai envelhecendo. Alguns animais desenvolvem quadros mais graves, se tornando totalmente dependentes dos seus proprietários para exercerem suas atividades, enquanto outros podem apresentar a doença de forma mais branda, com sintomatologias leves.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs sinais clínicos mais comuns em cães que apresentam a síndrome são: alteração no padrão do sono, desorientação, olhar vago, dificuldade em reconhecer pessoas conhecidas, urinar e defecar em locais inapropriados, falta de apetite e agressividade. É importante que os proprietários estejam atentos às alterações de comportamentos dos seus animais, pois dessa forma, um diagnóstico precoce da doença pode ajudar na sua recuperação.

Infelizmente, não existe cura para a síndrome da disfunção cognitiva, no entanto, o uso de algumas medicações pode auxiliar no alívio dos sinais clínicos que os animais apresentam. É preciso procurar ajuda de um profissional capacitado para fornecer todas as informações necessárias sobre o tratamento. Vale ressaltar que o proprietário deve ter paciência para lidar com um animal que apresenta a síndrome, tendo em vista que ele precisa de cuidados especiais nessa condição.

 

(*) A Dra. Hannah Thame é Médica Veterinária e Mestre em Ciência Animal com ênfase em Sanidade Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz

O mar não está para LIXO

TAZiTANDO – VLOG

Implicações criminais no espaço virtual

Débora Spagnol

 

Debora SpagnolAs relações interpessoais foram, ao longo do tempo, sofrendo as influências da tecnologia. Do inicial contato exclusivamente físico, evoluiu-se para as cartas, telegramas, telefonemas, fax, vídeos, redes sociais, teleconferências, entre outros.

Ao mesmo tempo em que aproxima virtualmente quem está fisicamente distante, possibilitando o conhecimento de pessoas, culturas e nações diferentes, a tecnologia pode afastar quem está próximo, ao alcance da palavra.

As redes sociais podem favorecer as relações interpessoais, uma vez que criam todo um universo de possibilidades ao permitir que mais pessoas se comuniquem com mais velocidade, favorecendo relações profissionais e mesmo afetivas. Além disso, pela natureza quase gratuita da maioria dos conteúdos, a internet proporciona uma inclusão digital e social sem precedentes.

Porém, ao mesmo tempo em que abre um leque de possibilidades de aquisição de conhecimento, aumento da rede de contatos pessoais e profissionais de forma barata, simples e rápida, as redes sociais podem levar a excessos – não são raros os casos de viciados em celulares e computadores, que abrem mão dos relacionamentos pessoais em favor dos virtuais.

Além disso, a vaidade e a necessidade de autoafirmação fazem com que as pessoas renunciem à própria privacidade em troca de ´likes´ e da ilusão de aceitação. A vida pessoal muitas vezes é exposta por desejo do protagonista, mas em muitos momentos pode também ser objeto de vários tipos de violação, que resultam nos chamados “crimes cibernéticos”.

Em 1981, o filósofo Jean Baudrillard já dizia que o mundo no espaço virtual é uma simulação de realidade, chegando, às vezes, a um simulacro. A reflexão do filósofo deu-se exatamente sobre a mudança do comportamento ético e moral na modernidade,que, sendo indispensáveis em qualquer forma de interação, foram reconstruídos por intermédio das relações pessoais. (1)

Mais recentemente, Zigmund Bauman fala da liquidez nos relacionamentos, discorrendo sobre o quanto a forma rasa e nada profunda de interação é o que permeia as interações pessoais, aí incluídas as virtuais (2).

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2019
D S T Q Q S S
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30