hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Archive for março 16th, 2019

Vitória da Conquista ganha Centro de Especialidades Veterinárias

cev conquista 1

Médicos Veterinários, empresários, profissionais de vendas e pessoas da comunidade, com seus pets, prestigiaram  a inauguração do Centro de Especialidades Veterinárias, em Vitória da Conquista. Eles foram recepcionados pelos diretores Dr. Alex Gonçalves e Dra. Hannah Thame, que fizeram uma apresentação do CEV e dos serviços que serão oferecidos.

cev conquista 2Entre esses atendimentos estão tratamento de felinos,  fisioterapia e reabilitação animal, acupuntura, dermatologia, ultrassonografia e oftalmologia, além de atendimento clínico geral, consultas, vacinas e exames laboratoriais.   “A expectativa é que a gente consiga atrair um grande número de clientes, em função de alguns serviços ainda não disponíveis em Conquista, além de unir diversas especialidades num único espaço. Nossa meta é ampliar o atendimento, através de parcerias com outros profissionais de Veterinária“, afirma a Dra. Hannah.

O Dr. Alex ressalta que “é com muita alegria que estamos realizando esse sonho, de criar um espaço que vai oferecer um atendimento em várias áreas. Estamos prontos para cuidar dos pets com muita dedicação, muito empenho e principalmente com muito amor aos animais e respeito pela vida”.

cev conquista 6 (2)

“Trata-se de uma clínica onde os pets serão tratados com muito carinho e profissionalismo pela  Dra. Hannah e pelo Dr. Alex. Estamos muito felizes em fazer parte dessa história que começa agora e que será bem sucedida”, afirma o empresário Paulo Gonçalves Junior, diretor da Concord Distribuidora. Para Fred Viana, representante da  Distribuidora Grupo Animais no sudoeste baiano, “a estrutura da clínica é excelente, com equipamentos  de ponta e profissionais qualificados, com serviços diferenciados para atender os pets de toda a região”.

cev conquista 3

A médica veterinária   Dra. Pamela Almeida destacou que “Vitória da Conquista recebe uma clínica  com atendimentos específicos para felinos  com o Dr. Alex e a área de fisioterapia com a Dra. Hannah que é muito importante na recuperação de cães e gatos. A cidade, que é um polo regional, só tem a ganhar com esse novo espaço”.

O Centro de Especialidades Veterinárias fica localizado na Avenida Expedicionários, 668, bairro Recreio, próximo à Pracinha do Gil.

 

Quando as máscaras caem

Eulina Lavigne

 

eulina lavigneTomemos a vida como um grande teatro, onde encontramos diversos personagens conforme a trama vivida.

E eis que convidados a assumirmos o nosso papel na vida, escolhemos a melhor máscara que nos cabe, pois afinal de contas, na grande maioria dos casos, assumirmos quem somos nos gera uma série de crenças distorcidas como: “serei abandonado”, “não serei aceito”, “não serei amado”, “não serei quem sou, pois, o preço a pagar é muito alto e não estou disposto a abrir mão disso ou daquilo”. Tudo isto de forma bem inconsciente.

Uns acreditam que o amor é a melhor máscara, outros o poder, outros a serenidade, e a diversidade é imensa.

O amor é, muitas vezes, a melhor forma de resolvermos os problemas que nos afligem e a submissão também. Nos tornamos meigos, obedientes, bonzinhos para sermos amados e cedemos aos desejos dos outros para termos os nossos desejos atendidos. Um jogo bastante interessante e quando descoberto é preenchido pela vitimização tipo: eu faço tudo por você! eu abro mão das minhas coisas para fazer as suas. Eu não mereço isto.

mascarasPor traz da máscara do amor, está o orgulho, a vergonha, a agressividade e a raiva também é encontrada.

Quando a máscara do amor não nos convém, usamos a do poder. Pois com ela acreditamos que somos respeitados pela posição que ocupamos, nos sentimos independentes (balela), autosuficientes, “donos do nosso nariz”.

Com ela nos despreocupamos se fulano é bom ou é ruim, mas se nos sentimos queridos e idolatrados já é o suficiente.

Se nem a máscara do amor e nem a do poder nos cabe, resta a da serenidade, que alguns podem chamá-la de espiritualidade. Com ela acreditamos que encontramos a paz, que devemos a todos amar e que nada neste mundo nos afetará. Até que…..

 

Vem a óbito o neto de um ex-presidente e é o suficiente para as redes sociais derrubarem todas as máscaras. Ofensas e desrespeitos, desqualificações de todos os tipos vem à tona, revelando o quanto esta máscara pesa sobre o nosso ser. Quanto orgulho e hipocrisia ela encobre.

Read the rest of this entry »

Foto: José Nazal

Barra Nova, Distrito de Aritaguá, Ilhéus. Dois ditados populares podem ser aplicados a esse lugar, uma das dádivas que o Senhor concedeu a Ilhéus. “Quem te viu quem te vê!”  e “Quem foi Naninha”. De caudal pujante e perigoso, onde foram sugados diversos veículos (até de grande porte), onde só experientes e corajosos atravessavam quando havia correnteza, onde hoje mingua com apenas filetes d´agua. Quem conheceu vai entender o que estou dizendo. Quem não conheceu pode não entender e nem crer.

Barra Nova, Distrito de Aritaguá, Ilhéus. Dois ditados populares podem ser aplicados a esse lugar, uma das dádivas que o Senhor concedeu a Ilhéus.
“Quem te viu quem te vê!” e “Quem foi Naninha”. De caudal pujante e perigoso, onde foram sugados diversos veículos (até de grande porte), onde só experientes e corajosos atravessavam quando havia correnteza, onde hoje mingua com apenas filetes d´agua.
Quem conheceu vai entender o que estou dizendo. Quem não conheceu pode não entender e nem crer.

Quem não sabe se comunicar, se trumbica

 

Luciano  Veiga

luciano veiga (2)O velho guerreiro Chacrinha já dizia “quem não se comunica, se trumbica”. No mundo midiático em que vivemos, o nosso querido Guerreiro, se aqui estivesse, talvez acrescentaria ao seu jargão a frase “Quem não sabe comunicar, se trumbica”.

A comunicação no universo político viveu nos últimos tempos forte influência do marketing. Quem não se lembra que as últimas eleições foram marcadas com um modelo, que podemos denominar candidato produto. Os marqueteiros acostumados a trabalhar com produtos, tornando-os conhecidos e desejados pelos consumidores, fizeram o mesmo com os candidatos. Pesquisas qualitativas davam o contorno das propostas, do vestir, do falar, do agir, construindo um slogan “eu faço, eu quero, eu posso”.

No período Donald Trump, a mídia social ganha espaço, que seja pela universalização destes veículos de comunicação, do linguajar do pessoal às redes sociais, criando seguidores e devotos em um sistema que chega a todos, quebrando barreiras. Denominada como comunicação direta, foi também protagonizada no Brasil nas últimas eleições.

O que virou cartão de visita, tem-se transformado no cartão de saída.

No Brasil, dizemos quando o candidato é eleito, o mesmo precisa descer do palanque. Hoje, nos tempos modernos, podemos dizer que o mesmo precisa deixar de twittar e dar espaço à comunicação institucional, afinal, a sua comunicação passa a ser inerente ao cargo que ocupa e à instituição que representa.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
março 2019
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31