hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Como cuidar do seu pet no verão

Dra. Hannah Thame

htÉ certo que os pets merecem nossa atenção em todas as estações do ano, porém, no verão, devido à alta temperatura a qual os animais são submetidos, nossa atenção com eles deve ser redobrada. Alguns cuidados são essenciais para garantir a sanidade dos nossos bichinhos, então prestem atenção nas dicas a seguir.

Ao sair para passear com seu animal, não se esqueça de levar uma garrafa de água para ajudar na sua hidratação durante o percurso, pois, devido ao calor e ao esforço físico sob temperaturas elevadas, há grandes chances de o animal desidratar, por isso, esteja sempre atento quando seu animal começar a ficar com a língua de fora de forma insistente. Mesmo dentro de casa é necessário sempre fornecer água fresca e de preferência gelada, alguns animais adoram quando são colocadas pedrinhas de gelo no seu bebedouro.

Nada de levar seu pet para passear nas horas mais quentes do dia, pois isso pode ocasionar queimaduras graves nos coxins, aquelas “almofadinhas” embaixo das patas. Por isso, antes de sair, é sempre bom verificar a temperatura do asfalto ou areia para se certificar de que nada de ruim irá acontecer com seu amigo.

cheJamais deixe seu cão ou gato preso dentro de um carro, mesmo com as janelas abertas, pois a temperatura pode subir rapidamente, levando o animal a um quadro de insolação, que pode evoluir para a morte. Atenção especial deve ser dada aos animais braquicefálicos, ou seja, aqueles que apresentam focinho curto, como os pugs, bulldogs e gatos persas, que devido a essa característica apresentam certa dificuldade respiratória.

Apesar de não parecer, animais também precisam de protetor solar, principalmente aqueles de pelagem clara, tendo em vista a alta incidência de câncer de pele. Nesses casos, é necessário conversar com um Médico Veterinário para que esse profissional possa indicar o tipo de protetor necessário para proteger seu pet dos raios solares.

Por fim, deve-se ter controle de pulgas e carrapatos, tendo em vista que a incidência desses parasitas aumenta nessa época do ano. Portanto, fique sempre atento para evitar a contaminação do seu animal, evitando danos posteriores.

(*) A Dra. Hannah Thame é Médica Veterinária e Mestre em Ciência Animal com ênfase em Sanidade Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031