hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

shopping jequitiba

Castração: Mitos e Verdades

Dra. Hannah Thame

 htAo adquirir um animal de estimação é comum surgirem dúvidas por parte de seus tutores. Entre os principais questionamentos está o dilema da castração. Bem, castração é a uma das respostas que dou para várias perguntas que me fazem sobre cães e gatos.

– O que fazer para que o meu cão/gato não tenha crias indiscriminadamente?
– Como posso diminuir o risco do meu bichano contrair doenças?
– O que fazer para meu cão/gato deixar de ser territorialista?

– Como deixa-los mais tranquilos dentro de casa?

A castração não é a única resposta, mas é uma solução bastante eficaz. O procedimento consiste na remoção dos testículos, em machos, e do útero e ovários, em fêmeas. Pode ser realizado em animais ainda filhotes, a partir de quatro meses de idade, sem que haja interferência em seu desenvolvimento. Para definir qual o melhor momento é necessário que seja feito um acompanhamento por um profissional capacitado, sendo imprescindível a avaliação do Médico Veterinário.

ernesto geladeiraCom relação aos mitos, será que a castração engorda? De fato, após a castração ocorrem alterações hormonais que levam a mudanças no organismo. Pode ocorrer uma diminuição do gasto de energia e uma menor capacidade de controle da saciedade. Caso o animal tenha um estilo de vida sedentário (falta de caminhadas e brincadeiras) e haja predisposição genética para ganho de peso, facilmente podem se tornar obesos. Sendo assim, são necessários cuidados especiais com a alimentação para que efeitos indesejáveis não se sobreponham aos ganhos à saúde.

A castração deixa o animal apático? Voltamos então à questão da obesidade. Caso o animal venha a adquirir muito peso, poderá cansar-se facilmente e não terá a mesma disposição. Logo, vale reforçar a questão dos cuidados com alimentação de um animal castrado.

A castração é um ato de crueldade? Não! É uma cirurgia simples e com pós-operatório tranquilo, especialmente em animais jovens e sem histórico de doenças.

Só se deve castrar a fêmea após o primeiro cio? Ao contrário do que imaginam a cadela não fica “triste” por não ter tido filhotes. Essa é uma característica humana que não se aplica aos animais. Estudos afirmam que a incidência de câncer de mama diminui em 95% em fêmeas castradas antes do primeiro cio.

A castração resolve todos os problemas de temperamento canino? Não! A castração não substitui a socialização ou o adestramento, apenas os complementa.

Enfim, se você adotou, resgatou, ou até mesmo comprou um animal de estimação, e tem receio de castrá-lo, saiba que a castração é um ato de amor e cuidado com ele e de comprometimento com a causa animal.

 

(*) A Dra. Hannah Thame é Médica Veterinária e Mestre em Ciência Animal com ênfase em Sanidade Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

One Response to “Castração: Mitos e Verdades”

  • Dra Hannah!Tudo bem?Tenho uma cachorrinha Shih Tzu, ela está com 15 anos e ficou cega, sofro com isso, mas não tem mais solução, porque não foi visto logo no início… Para que isso não aconteça, quais são os cuidados que deve-se tomar?

    Se não puder responder, não tem problema…

    Atenciosamente

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2018
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930