hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Mutirão do Diabetes de Itabuna reúne 20 mil pessoas e é exemplo para o Brasil

mutirão do diabetes aérea

Uma cidade azul de solidariedade. O 14º Mutirão do Diabetes de Itabuna, que aconteceu no final de semana, dia 10, reuniu cerca de mil voluntários entre profissionais de saúde, estudantes e pessoal de apoio, chegando ao número recorde de quase 20 mil participantes, com a realização de múltiplas ações de prevenção e exames médicos e laboratoriais, com acompanhamento dos casos mais graves para tratamento.

Promovido pela ONG Unidos pelo Diabetes, Hospital de Olhos Beira Rio e Associação dos Diabéticos de Itabuna, contou com a presença de representantes de cidades brasileiras, que vieram conhecer e replicar o modelo itabunense. “Esse mutirão tem uma característica multidisciplinar, que atuam nas várias formas de prevenção e tratamento, como olho, rim e pé.  É um projeto fantástico, que pretendemos implantar inicialmente em São Gonçalo, na Baixa Fluminense, e levar para outras regiões do Estado”, disse o médico Eduardo Novais, do Rio de Janeiro.

MUTIRÕES EM 20 CIDADES

mutirão diabetes 2018O presidente do  Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Dr. José Augusto Alves Ottaiano, um dos grandes parceiros do mutirão, ressaltou que “o que se realiza em Itabuna é um exemplo para o país e cerca de 20 cidades já estão promovendo mutirões a partir desse projeto de saúde pública desenvolvido pelo Dr. Rafael Andrade”.  Neste mesmo sábado os mutirões estão ocorrendo simultaneamente em São Paulo, Petrolina, Ribeirão Preto, Feira de Santana, Campo Grande e São Paulo.

Para o  presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV), Dr. Magno Ferreira “esse é um trabalho que orgulha a classe médica e todos os profissionais e voluntários envolvidos, porque beneficia milhares de pessoas, que deve ser expandido para todo o Brasil”. No dia 15, o Dr. Magno  coordena o primeiro mutirão do Diabetes em Uberlândia (MG), seguindo o modelo Itabunense.

mutirão do diabetes 5Solange Travassos, da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), apoiadora do Mutirão de Itabuna, destacou   que “essa é uma doença que afeta milhões de pessoas e o mutirão, com seu foco na prevenção orientação, possam levar uma vida saudável”. “Hoje é um dia especial para  Itabuna, porque estamos valorizando a saúde, a vida dos nossos cidadãos, um trabalho que devemos manter durante todo ano”, ressaltou o prefeito Fernando Gomes.

O presidente da ONG Unidos pelo Diabetes e coordenador do mutirão, Dr. Rafael Andrade, afirmou que “é gratificante ver toda a cidade mobilizada por uma causa. O Mutirão do Diabetes demonstra que, através do envolvimento da sociedade organizada, é possível melhorar as condições de vida das pessoas, não apenas na saúde, mas também em outras áreas”.

mut 2018 (2)

Durante o mutirão, foram realizados exames de pé, fundo de olho, e rim diabéticos, cardiologia e testes de glicemia, além de orientações sobre prevenção, direitos, nutrição saudável, atividades físicas, etc.,  em estandes montados na Cidade do Diabetes.  O Mutirão foi encerrado com um show com artistas regionais, intercalado e mensagens sobre prevenção, no programa Balanço Geral na Praça, transmitido pela Record TV Cabrália, com Tom Ribeiro, com alcance potencial de cerca de 2 milhões de telespectadores.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2018
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930