hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame



Coro Sinfônico da PM usa música para promover combate ao câncer de mama

Foto_Fernando Vivas_GOVBA (3)A música foi a ferramenta utilizada para levar uma mensagem de sensibilização e combate ao câncer de mama na noite desta quarta-feira (17). O público que esteve na praça de alimentação do Shopping Center Lapa, em Salvador, teve a oportunidade de assistir à apresentação do Coro Sinfônico da Polícia Militar da Bahia.

Formado por 18 policiais militares, o Coro já completou 10 anos. A apresentação  foi a forma encontrada pelo grupo para marcar a campanha do Outubro Rosa.

O regente do grupo, cabo Getúlio, comenta a contribuição da música nesta ação. “Nós entendemos que a música é transformadora, já que traz mensagens diversas. A nossa proposta de vir até um shopping fazer esta apresentação é para levar a mulher a mensagem de que ela é especial e que deve reservar tempo para cuidar de si”, afirma.

Na apresentação de cerca de uma hora, grandes sucessos como ‘Maria Maria’, de Milton Nascimento, e canções de Dorival Caymmi. “Escolhemos canções que exaltam a mulher e falam da força feminina. Queremos despertar muitas mulheres que, às vezes, não têm noção do quanto são fortes” acrescenta Getúlio.

A cabo Nazaré está no coral há oito anos e revela que já teve muitas amigas na corporação que enfrentaram o câncer. “Muitas colegas de farda passaram por este momento triste, que é a confirmação de um câncer, e que hoje venceram a doença. Eu me sinto lisonjeada em participar desse momento, porque a mulher ainda precisa ser olhada de forma diferenciada. Levar essa mensagem às outras mulheres é uma oportunidade de promover a reflexão sobre essa doença e a prevenção também”, explica.

A aposentada Ana Paula Soares acompanhou a apresentação do coral e ficou empolgada com a inciativa. “É um projeto maravilhoso porque está mostrando que nós, mulheres, precisamos nos prevenir, nos tocar. Hoje em dia tem muitas mulheres que não se cuidam e têm vergonha do seu corpo. A gente tem que se tocar sim”, revela.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031