hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for outubro 11th, 2018

Previsão do Tempo

previsão do tempo

Pedalada Azul e Aulão Azul incentivam atividades físicas e vida saudável

pedalada-azul-3A prática de atividades físicas é fundamental para que as pessoas com diabetes possam levar uma vida saudável. Para incentivar essa ação importante, a ONG Unidos pelo Diabetes, que coordena e promove o Mutirão do Diabetes de Itabuna, realiza o Aulão Azul e a Pedalada Azul.

w6 Pedalada Azul ItabunaO Aulão Azul acontece na Praça Rio Cachoeira, coordenada por professores de Educação Física, com exercícios, dança e uma alimentação saudável, preparada por nutricionistas.

Já a Pedalada Azul, que movimenta toda a cidade, percorre as principais ruas e avenidas do centro de Itabuna, num percurso de cerca de  10 quilômetros, saindo da Praça Rio Cachoeira e, ao final, retornando ao ponto de origem, onde acontece uma confraternização entre os participantes. O evento conta a participação de mini-trio, com mensagens educativas sobre a prevenção da doença.

“A Pedalada Azul  e o Aulão Azul  são duas das atividades mais importantes da Campanha Novembro Azul e vem recebendo a adesão de toda a comunidade”, afirma o Dr. Rafael Andrade, coordenador do Mutirão do Diabetes. Segundo ele, “ao incentivas as atividades físicas, que devem ser praticadas durante todo o ano, estamos contribuindo para melhorar a qualidade de vida dos pacientes com diabetes”.

Ocupação hoteleira alcança média de 90% em zonas turísticas da Bahia no feriadão

Ilhéus Foto_Tatiana Azeviche

O feriado de 12 de outubro promete render bons frutos para o turismo baiano. É o que indicam as projeções feitas por lideranças e profissionais do setor, com base em reservas nas pousadas e hotéis situados em alguns dos principais destinos turísticos do Estado, entre os quais Porto Seguro, Morro de São Paulo, Praia do Forte e Lençóis.

 

A Bahia foi um dos destaques no ranking dos destinos mais vendidos no Hiper Feirão Flytour de Santos e Campinas (SP), realizado entre os meses de agosto e setembro, observa o secretário estadual do Turismo, José Alves: “O público que adquiriu pacotes começa a chegar, proporcionando impacto positivo no movimento de hotéis, flats, pousadas, restaurantes, empreendimentos de lazer e serviços, dentre outros segmentos”.

Morro de São Paulo Foto_Tatiana Azeviche

Porto Seguro foi uma das cidades mais procuradas no outlet de viagens, fator que contribuiu para que a rede hoteleira do município obtenha plena ocupação. “Para o feriado, as reservas variam de 90% a 100% dos 50 mil leitos disponíveis. As operadoras vendem muito bem o destino que oferece atrativos para turistas de todas as idades”, declara o secretário municipal de Cultura e Turismo, Richard Alves.

Read the rest of this entry »

Secretários de saúde do Litoral Sul conheceram a Policlínica Regional de Jequié

poljeq 2

A região Sul da Bahia está prestes a receber a Policlínica de Saúde, que será instalada em Itabuna e vai atender 32 municípios integrados ao Consórcio Público Interfederativo de Saúde. Pensando nisso, o Fórum de Secretários de Saúde – FORSEMS, com o apoio da Associação dos Municípios da Região Cacaueira – Amurc e a Pró-Reitoria de Extensão da Uesc, realizou uma visita a Policlínica de Jequié nesta quarta-feira, 10, com o objetivo de conhecer a estrutura física e administrativa, a fim de definir ações específicas que serão trabalhadas no equipamento sulbaiano.

Ignês Lopes Oliveira apresentou ações da policlínica de JequiéA unidade foi inaugurada no ano passado, e hoje oferece atendimento a uma população de 500 mil habitantes, de 28 municípios consorciados em 14 especialidades médicas, empregando mais de 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros e apoio administrativo. Segundo a diretora da Policlínica, Ignês Lopes Oliveira, a policlínica foi pensada a partir do modelo do estado do Ceará, mas foram feitas adaptações para atender a realidade local, com o envolvimento dos secretários municipais de saúde na regulação dos serviços.

Nessa perspectiva, os secretários possuem um papel fundamental no planejamento, nas escolhas dos procedimentos (consultas especializadas, serviços de apoio e opcionais), na regulação e consequentemente na gestão do equipamento. Por isso, o secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, considerou a visita importante, pois “contribuiu para ampliar o conhecimento sobre os aspectos práticos do funcionamento da estrutura, e envolveu o conjunto de secretários para que eles possam construir, definir e apontar conjuntamente os procedimentos que serão trabalhados na Policlínica em Itabuna”.

Read the rest of this entry »

É hora de escolher a democracia

Manifesto FENAJ sobre a eleição presidencial

jornalistasA Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), representante máxima da categoria no Brasil, novamente se dirige aos/às jornalistas e à sociedade para defender a democracia e opor-se ao fascismo emergente. Em breve, o povo brasileiro vai voltar às urnas para eleger o novo presidente do país e não restam dúvidas de que a disputa não se dá entre dois projetos democráticos, mas entre uma candidatura que respeita a institucionalidade e o jogo democrático e outra que representa uma regressão política e até mesmo civilizatória.

O Código de Ética do Jornalista Brasileiro estabelece, em seu artigo 6º, como dever do profissional: “I – opor-se ao arbítrio, ao autoritarismo e à opressão, bem como defender os princípios expressos na Declaração Universal dos Direitos Humanos;(…) X – defender os princípios constitucionais e legais, base do estado democrático de direito; XI – defender os direitos do cidadão, contribuindo para a promoção das garantias individuais e coletivas, em especial as das crianças, adolescentes, mulheres, idosos, negros e minorias;(…) XIV – combater a prática de perseguição ou discriminação por motivos sociais, econômicos, políticos, religiosos, de gênero, raciais, de orientação sexual, condição física ou mental, ou de qualquer outra natureza.”

Portanto, além de um dever cívico, é também uma obrigação ética dos jornalistas posicionarem-se contra um candidato a presidente da República que faz apologia da violência, não reconhece a história do país, elogia torturadores, derrama ódio sobre negros, mulheres, LGBTIs, índios e pobres e ainda promete combater o ativismo da sociedade civil organizada. Esse candidato é Jair Bolsonaro, do PSL.

Propositadamente, ele faz uma campanha despolitizada, assentada em valores morais, família e religião; na disseminação de ideias como anticomunismo, racismo e intolerância à diversidade. Na verdade, representa os que, ainda hoje, não se conformaram com a redemocratização e com os avanços sociais ocorridos na última década. Bolsonaro representa os que temem a democracia e a organização do povo; fala em nome daqueles que não se incomodam com privilégios nem com a corrupção e que não se constrangem com o uso da força onde e quando julgarem necessário.

Como entidade representativa dos trabalhadores e trabalhadoras jornalistas, a FENAJ também chama atenção para o perigo da agenda de retrocessos nos direitos trabalhistas anunciada pelo candidato do PSL, que certamente aprofundaria ainda mais os retrocessos da contrarreforma trabalhista imposta à classe trabalhadora pelo governo Temer.

Do outro lado, temos a candidatura de Fernando Haddad. Sem cair na tentação de avaliar os governos do PT, podemos afirmar seguramente que o partido respeitou – e respeita – as instituições democráticas; apresenta-se para o debate público e submete-se à vontade soberana do povo, expressa nas urnas. Haddad não é, portanto, um extremista autoritário que apenas está no polo oposto, como querem fazer crer seus adversários políticos.

Assim, a Federação Nacional dos Jornalistas sente-se na obrigação de alertar a categoria e a sociedade em geral para a verdadeira disputa atual: ou democracia, com todas as suas imperfeições, ou o autoritarismo de base militar, com todos os seus males. A decisão, portanto, tem de ser no campo da política, com o debate público sobre o país e seu povo.

Em defesa da democracia!

Em defesa do Estado Democrático de Direito!

Em defesa dos direitos humanos!

Em defesa da soberania nacional e popular!

Engenharia Civil e Geografia da Uesc atingem nota máxima no Enade

uesc (2)

Os cursos de Engenharia Civil (bacharelado) e Geografia (licenciatura) da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) atingiram o conceito 5, nota máxima na escala de avaliação do Enade, que vai de 1 a 5, e se destacaram entre similares na Região Nordeste.

Adélia Pinheiro, reitora da Uesc

Adélia Pinheiro, reitora da Uesc

Os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017 foram apresentados pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), juntamente com um perfil dos participantes da edição.

Na Uesc, além dos destaques de Engenharia Civil e Geografia, outros cursos também alcançaram boa avaliação: Letras, Física, Ciência da Computação, Engenharia Elétrica e Engenharia Química (bacharelados); e Química, Pedagogia, Educação Física, Ciências Sociais (licenciaturas) ficaram com o conceito 4.

Ciências Biológicas (bacharelado e licenciatura), juntamente com História (licenciatura), Geografia, Engenharia Mecânica e Engenharia da Produção (bacharelados) obtiveram conceito 3. Com o conceito 2 estão os cursos de Filosofia, Física, (licenciatura) e Química (bacharelado). Matemática (bacharelado) obteve conceito 1.

Read the rest of this entry »

Primeiro Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil acontece na Bahia

Cacau. Foto CNA BrasilCacauicultores de todo o Brasil têm até o dia 1º de novembro para se inscrever no I Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil – Sustentabilidade e Qualidade. O objetivo do concurso é incentivar a melhoria da qualidade e da sustentabilidade na produção de cacau especial no Brasil, divulgando a cultura a partir dos chocolates especiais e promovendo este segmento junto aos consumidores.

Poderão se inscrever e concorrer os produtores de cacau todo o Brasil, com lotes produzidos obrigatoriamente no País, no ano de 2018. O participante que possuir mais de uma propriedade somente poderá inscrever uma delas. Produtores meeiros, arrendatários e/ou agregados poderão se inscrever, desde que apresentem cópia de documento que comprove tal condição.

Para participar, o cacauicultor deverá pagar uma taxa de inscrição no valor de R$100 e entregar uma amostra representativa do lote com o volume de 2 kg de cacau, condicionada em saco de plástico transparente identificado com o nome completo do produtor, número de CPF, o município e nome/número do lote de referência. A amostra deverá ser entregue no Centro de Inovação do Cacau (CIC), em Ilhéus, Bahia.

No ato da inscrição o produtor deverá entregar cópia do RG, CPF, documentos que comprovem a posse da propriedade, ficha de inscrição integralmente preenchida e assinada, além do questionário de sustentabilidade também preenchido e assinado. A ficha de inscrição e o questionário estão disponíveis no site www.forumdocacau.com.br e também podem ser solicitados nos escritórios locais da Ceplac e parceiros ou diretamente no CIC.

  Read the rest of this entry »

Zibia Gasparetto morre aos 92 anos

 Zibia Gasparetto || Foto Biblioteca Santos Dumont/SC

Zibia Gasparetto || Foto Biblioteca Santos Dumont/SC

Morreu, aos 92 anos, em São Paulo, a escritora Zibia Gasparetto. Ela lutava contra um câncer no pâncreas. O enterro será às 15h no Cemitério de Congonhas. O velório começa de manhã. Há cinco meses, ela perdeu um dos filhos, o apresentador Luiz Gasparetto, de 68 anos, que morreu de câncer no pulmão.

Em 68 anos dedicados ao espiritismo, Zibia Gasparetto publicou 58 obras e teve mais de 18 milhões de livros vendidos. Os livros dela fazem uma espécie de ponte entre os vivos e os que já morreram. Nas redes sociais, a equipe da escritora confirmou a morte.

“O astral recebe com amor uma de suas representantes na Terra.”, diz o texto. “Zibia Gasparetto, 92 anos, completou hoje sua missão entre nós e parte para uma nova etapa ao lado de seus guias espirituais, deixando uma legião de fãs, amigos e familiares, que foram tocadas por sua graça, delicadeza e por suas palavras sábias.”

Em várias entrevistas, Zibia Gasparetto dizia ser médium consciente, quando recebia mensagens como se fosse alguém a sussurrar no ouvido dela sobre o que deveria ser escrito. Ela costumava escrever quatro vezes por semana, utilizando o computador.

“Esse legado será eterno e os conhecimentos de Zibia sobre as relações humanas e espirituais serão transmitidos por muitas e muitas gerações. Ela segue em paz ao plano espiritual, olhando por todos nós”, diz a equipe da escritora.

Polícia Militar forma 300 novos sargentos na Bahia

Foto_Alberto Coutinho_GOVBA

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) formou 300 alunos do Curso Especial de Formação de Sargentos, nesta quarta-feira (10), em solenidades simultâneas em Salvador, Feira de Santana e Ilhéus, locais onde eles irão atuar. Na capital baiana, a formatura de 204 militares ocorreu na Vila Policial Militar, na Avenida Dendezeiros.

Outros 85 formados são de Feira de Santana e 11 de Ilhéus. O curso, que envolveu instruções teóricas e práticas, foi destinado aos integrantes das corporações que estavam na condição de cabos. Com a nova turma, a PMBA chega a 556 sargentos formados em 2018.

“Nós temos uma ampla promoção para cabo e para sargento nesses últimos anos. Isso faz parte de uma programação de capacitação dos nossos servidores. É a lógica de que nós temos que investir no ser humano qualificado para melhorar a prestação de serviço à sociedade. É uma merecida promoção depois de um longo aperfeiçoamento para que isso retorne para a corporação e para a população”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa.

Foto_Alberto Coutinho_GOVBA (2)

Com duração de três meses, o curso incluiu instruções sobre policiamento ostensivo geral, direitos humanos, direito militar aplicado, legislação, polícia comunitária, tiro policial e policiamento de trânsito. “Com essa capacitação, temos novos policias militares aptos a comandar tropas e exercer chefia e liderança em efetivos”, explicou o diretor do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, coronel Paulo Coutinho

Rede SAC é inaugurada em Itamaraju

 

Foto_Saeb (2) (1)Itamaraju, no extremo sul da Bahia, ganhou uma unidade de atendimento da Rede SAC nesta quarta-feira (10). Com capacidade para quase 7,5 mil atendimentos mensais, o Ponto SAC de Itamaraju beneficia 160 mil cidadãos do município e localidades vizinhas, como Guaratinga, Itabela, Prado, Vereda e Jucuruçu. A unidade fica localizada na Praça Castelo Branco, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

A população pode realizar a emissão da carteira de identidade, carteira de trabalho, CPF e certidão de antecedentes criminais, buscar vagas de emprego no SineBahia, além de dar entrada no seguro-desemprego. O secretário da Administração do Estado, Edelvino Góes, e o superintendente de Atendimento ao Cidadão, Carlos Henrique Martins, participaram da solenidade de inauguração.

O Ponto SAC oferece ainda serviços do Ceprev, relacionados à previdência; do Planserv, para assistência à saúde dos servidores estaduais; do Credibahia, o programa de microcrédito da Bahia; e da Sefaz Estadual.

Com um investimento estadual de R$ 850 mil, o Ponto SAC de Itamaraju possui uma equipe de 19 colaboradores. A unidade, com uma área útil de 238 metros quadrados, tem dois pontos de triagem para documentos, área de espera e treze guichês de atendimento, além de uma sala de treinamento para o SineBahia.

Read the rest of this entry »

Carta aos pais e mães da besta fascista

Fernando Brito, no Tijolaço

bestas

Senhores ministros, desembargadores, juízes.

Senhores editores, comentaristas, jornalistas políticos.

Senhores donos e programadores de TV que encheram telas e alto-falantes do “mundo-cão” e dos brados de “senta o dedo”.

Apresento-lhes o seu filho, o fascismo.

Não é mais apenas o “bebê de Rosemary” que os ajudou a depor um governo eleito.

Ele já está andando sozinho na rua, pela mão de Jair Bolsonaro.

Leva porretes para bater nos “indesejáveis”.

Carrega capim em carroças para “dar” a eleitores nordestinos.

Já fala “direitinho” palavras como “esquerdopata” (porque ser de esquerda é doença), que as mulheres “não são higiênicas” se forem feministas, já diz que vai prender, bater, torturar, matar, metralhar.

Bate palmas para quem vilipendia uma morte, quebrando em público uma singela placa com o nome de uma mulher assassinada.

Sobretudo, já fez as pessoas   se tornarem adoradoras de um novo deus, pagão e mau, o “Mito”, que trocou a cruz do sacrifício pela pistola do exterminador.

Não neguem que este horror disforme que assola a sociedade seja seu filho. Em seu DNA está a intolerância, a ideia de que a sociedade se divide em homens e mulheres bons e homens e mulheres maus, e que a estes cabem, pela ordem, porrada, bala, lei e cadeia.

Os senhores transformaram a cela, a cadeia, a prisão nos ícones da realização da felicidade, em lugar da escola, do trabalho e fizeram do monstro o mito adorado.

Agora, o menino está a ponto de pegar a chave da casa.

E, lamento informar, virá cheio de apetite sobre os senhores.

Seu amiguinho fardado, a muito custo, está sendo contido.

– Espera, espera, depois a gente…

Pois é, esperem.

Porque não será outro o destino de vocês, diante da fome infinita de inimigos, o alimento envenenado que produzem em sua mente obcecada.

Se querem escapar, não usem o mimimi de que “todos são iguais”.

Os que vocês chamam de “iguais” a ele nunca fizeram apologia da morte, da discriminação, nunca tomaram bens de ninguém e nunca os impediram, infelizmente, de usarem o poder que têm, ainda que fosse para amalgamar o mal.

Ou é preciso alguém de fora, como o alemão (que aqui vive há seis anos), Philipp Lichterbeck , na Deutsche Welle?

Agora me pergunto por que 49 milhões de brasileiros se sentem representados por um homem que, em toda a sua vida, não fez muito mais do que passar 27 anos sentado no Parlamento, embolsando um tremendo salário. Nesse período, ele nunca se importou em ofender pessoas e falar grosso. Aí ele colocou os próprios filhos nesse negócio lucrativo que é ser político no Brasil. Também eles não se importam em ofender pessoas e espalhar o ódio. E essa família é ovacionada pelas massas. Como explicar isso para alguém de fora? O Brasil não queria ser um país sério?

Nós resistiremos, se preciso, a outra noite e contra ela vamos nos imolar em luz.

Vocês, porém, vão mergulhar no medo e na treva, rastejando diante do senhor que geraram e pariram.

Torçam por nós, mesmo nos odiando. Somos a última defesa que vocês possuem.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031