hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for setembro 15th, 2018

Caravana de Rui com Haddad e Manuela reúne dez mil pessoas em Jequié

Jequié (2)

“O povo quer ver novamente a parceria Bahia e Brasil pra gente fazer ainda mais e colocar o interesse dos baianos em primeiro lugar.” Com essa afirmativa, o governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, encerrou a caminhada na cidade de Jequié, com discurso no Largo do Cedil. Mais de dez mil pessoas participaram da atividade que contou com a presença de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila, candidatos a presidente e vice na chapa de aliança PT-PC do B. “Nestas três semanas que faltam pra terminar a campanha, todos os nossos dias serão dias de ‘correria’”, brincou Manuela, numa referência ao apelido do governador baiano, Rui Correria.

Jequié (4)

A comitiva da caravana Correria pela Bahia também teve a primeira-dama Aline Peixoto, nascida na Cidade do Sol, como é conhecida Jequié, os candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e a senador, Jaques Wagner (PT), a esposa de Haddad, Ana Estela, além de candidatos a deputado federal e estadual dos partidos coligados e líderes petistas como José Eduardo Cardozo, Benedita da Silva e Lindemberg Cardoso. À tarde, ainda no território Médio Rio de Contas, a caravana vai visitar a cidade de Manoel Vitorino.

Jequié (7)

Uma síntese das ações realizadas por Rui no município de Jequié inclui investimentos na saúde, como a ampliação do Hospital Geral Prado Valadares, que dobrou o atendimento médico à população da região, com 600 mil habitantes. A construção do novo prédio de 6 mil m² recebeu investimento de R$ 38 milhões, com 276 leitos, 6 consultórios, 4 enfermarias e 6 salas de cirurgias. Em dezembro passado, a cidade também recebeu a quarta policlínica regional, que hoje atende 28 municípios, em 14 especialidades. Foram investidos R$ 22 milhões, entre obras e equipamentos.

 

Ilhéus inaugura primeira UPA 24 Horas

PHOTO-2018-09-15-11-38-18 (1)

A rede de atendimento à Urgência e emergência de Ilhéus foi reforçada neste sábado com a entrega da Unidade de Pronto Atendimento Municipal (UPA 24h) no bairro da Conquista. A unidade está instalada onde antes funcionava a Policlínica Halil Medauar.

upa 2

A unidade funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana e poderá resolver grande parte das urgências e emergências, incluindo traumas, infarto e derrame. Com isso, ajuda a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais. A unidade oferecerá serviços de urgência e emergência, eletrocardiograma, ultrassonografia e Raios-X, com capacidade de atendimento para cerca de 150 pacientes por dia.

upa 1

Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o usuário chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, pontuou que a UPA 24h vai suprir a demanda da região central do município. “Dentro de 90 dias iremos lançar licitação para a construção de uma UPA 24h no bairro do Malhado, o que permitirá uma reconfiguração completa da rede de emergência de Ilhéus”, afirmou Vilas-Boas que esteve presente no ato ao lado do Prefeito Mário Alexandre.

“O dia da resposta está chegando”, diz Haddad ao lado de Rui em Conquista

Rui em Conquista (6)

“Eles prenderam o Lula mas esqueceram que o povo está livre pra votar no dia 7 de outubro.” A frase do governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, levantou a multidão reunida em Vitória da Conquista, hoje pela manhã (15), durante a caminhada com Fernando Haddad e Manuela D’Ávila, candidatos a presidente e vice na chapa de aliança PT-PC do B. “A essa altura, eles já devem ter percebido que prenderam o cara errado. Prenderam o Lula mas não as ideias dele, o projeto, a militância dele. O dia da resposta está chegando, e 7 de outubro a Bahia vai dizer: o golpe acabou, o Brasil é nosso”, reforçou Haddad, em discurso alinhado com Rui.

Rui em Conquista (2)

Vitória da Conquista foi a primeira parada da caravana Correria pela Bahia, que também vai incluir Jequié e Manoel Vitorino na jornada. Rui recebeu a dupla majoritária no aeroporto, seguindo para a Praça Guadalajara, onde os esperavam um mar de camisas vermelhas. “Vamos consolidar Vitória da Conquista como um polo de desenvolvimento, não apenas na área da saúde, onde já estamos implantando um grande complexo para a população de toda a região. Também vamos continuar investindo em obras de infraestrutura, a exemplo do novo aeroporto da cidade, que devemos inaugurar e colocar em funcionamento ainda neste segundo semestre”, garantiu Rui em entrevista antes de iniciar a caminhada.

Rui em Conquista (7)

O candidato à reeleição fez referência ao novo Aeroporto Glauber Rocha, que terá licitação para a concessão pública lançada na próxima terça-feira, quando será definida a empresa responsável pela gestão e administração pelo período de 30 anos. O investimento na obra é de cerca de R$ 145 milhões. E o município também é alvo de ações na saúde, com propostas constantes no Programa de Governo Participativo (PGP 2018) para o próximo quadriênio. Em Conquista, Rui vai implantar novos serviços de radioterapia, um centro de traumatologia e uma nova policlínica regional.

Ainda, entre as propostas de Rui para a cidade, vai implantar unidade fabril da Bahiafarma, construir a Barragem do Catolé (Barra do Choça – volume total de 23,8 hm³), reforçar o sistema integrado de abastecimento de água e ampliar sistemas de esgotamento sanitário, beneficiando cerca de 340 mil habitantes, nos municípios de Vitória da Conquista e também em Belo Campo e Tremedal. Também acompanharam a comitiva, a esposa de Haddad, Ana Estela, os candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e a senador, Jaques Wagner (PT), além de candidatos a deputado federal e estadual dos partidos coligados e líderes petistas como José Eduardo Cardozo, Benedita da Silva e Lindemberg Cardoso.

Artes & Artistas

Da limpeza à fama

arte gari 4

Juraci Masiero Pozzobon

 

Homem simples de pouca conversa José Antônio dos Santos Pereira, conhecido também por Tonho, do CUCA – Centro Universitário de Cultura e Arte- Feira de Santana, Bahia.

Ele apresentou um trabalho autêntico de linguagem peculiar, onde retrata a vida em que vive com criação mista, mostrando a importância da política pública de cultura, desenvolvida pelo CUCA.

arte gari 3

Já que ser prestador de limpeza não desponta, para uma sociedade, então aqui vamos ver que Tonho arrebentou com uma de suas obras, classificando-a para a primeira Bienal de Artes Plástica da cidade de Socorro, no interior de São Paulo, 29 de setembro de 2017.

Tonho é sim importante, pois faz crescer a arte de uma maneira ou outra, de um exímio trabalho público cultural em prol a sociedade.

SONY DSC

O artista já fez aulas de violão, teatro e teclado, também no CUCA, porém, é com tintas, pincéis e uma tela virgem que ele brilha.

É evidente que Tonho foi influenciado pelo ambiente, mas nada é por acaso esse destaque.

arte gari 1

Com características figurativas e técnicas Naif, não importa a idade, a formação e ele acabou de decolar.

“Tonho diz que é de grande satisfação ter apoio das pessoas e é feliz por isso”.

Um artista espontâneo e com vida promissora.

 

———————

 

juraci mazieroJuraci Masiero Pozzobon, Bacharel em Artes plásticas na UNIC – Cuiabá,

Graduada em Ensino da Arte pela FASIPE e Arte Terapia pela Cândido Mendes, RJ.

Doutoranda em Epistemologia e História da Ciência pela Instituição Iesla/UNTREF –

Buenos Aires, Argentina.

O que é Parvovirose Canina?

Dra. Hannah Thame

 hannah thameÉ muito comum ouvir alguém comentando sobre a “parvo”, uma doença famosa que pode acometer os cães. Mas o que é a parvovirose canina? Como é causada?

A parvovirose é causada pelo vírus Parvovirus e é uma doença altamente contagiosa e fatal, acometendo principalmente os filhotes de cães, que ainda estão na fase de vacinação ou sem vacina. Isso ocorre porque o sistema imunológico desses animais ainda não está completamente desenvolvido e eles se tornam mais vulneráveis às enfermidades.

Proprietários de cães que apresentam parvovirose conseguem reconhecer facilmente que seu animal está doente, tendo em vista que os sinais ocorrem de forma brusca e caracteriza-se por diarreia abundante, com alta frequência, na maioria das vezes com sangue. O animal também pode apresentar vômitos, febre alta, depressão e falta de apetite, levando a um quadro de anorexia.

caesA transmissão ocorre através das fezes pela via oro-fecal, ou seja, através do contato das fezes com a boca do animal, o que é bastante comum em filhotes. Como é uma doença de fácil transmissão, animais que vivem juntos em grande quantidade, correm um maior risco de contaminação, o que faz com que seja comum vários filhotes da mesma ninhada apresentarem a doença.

O Parvovírus Canino é altamente resistente e pode permanecer no ambiente por muitos meses, tornando-se fonte de infecção para outros cães. Por isso, na maioria das vezes, o Médico Veterinário recomenda que não se adquira outro cachorro por pelo menos seis meses após ter ocorrido um caso de parvovirose no ambiente. O ideal é queimar todos os comedouros, camas e panos que o cachorrinho doente teve contato, pois estes utensílios são as principais fontes de infecção para outros cães.

Por se tratar de uma doença viral, não existe tratamento específico, sendo feito então o tratamento de suporte, com antibióticos, fluidoterapia endovenosa e remédios para controle do vômito. Para combater esta doença é importante vacinar o seu cão, após 45 dias de vida, lembrando que ele estará protegido apenas após a terceira dose de vacina e que o reforço deve ser feito anualmente.

Os cuidados preventivos são de grande importância para evitar que a doença ocorra, no entanto, caso seu animalzinho seja acometido, leve-o imediatamente ao Médico Veterinário, pois somente esse profissional está apto para atendê-lo de forma correta.

 

(*) A Dra. Hannah Thame é Médica Veterinária e Mestre em Ciência Animal com ênfase em Sanidade Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz

Nossas Memórias

 

Eulina Lavigne

 

eulina lavigneA semana passada vimos as nossas memórias serem completamente apagadas. Uma lástima perceber a nossa desonra ao nosso passado, a todos aqueles que pertenceram a nossa história como se nada fossem e significassem. Foi deveras um descaso com a nossa cultura.

A queima dos acervos localizados no Museu Nacional do Rio de Janeiro é a simbolização concreta da nossa incapacidade de preservar o nosso patrimônio cultural. Um verdadeiro convite para refletirmos o quanto preservamos, também, as nossas relações, tudo o que construímos e conquistamos.

Fiquei deveras triste olhando aquela cena em uma tela de televisão. E fiquei a me questionar como eu fui incapaz de conhecer aquele espaço aos 57 anos? E porque eu não me empenhei em ir e levar os meus filhos para que conhecessem a nossa história?

memorias2E quantos além de mim também não foram e não levaram os filhos. E a resposta está posta às nossas vistas, para que a lástima e a indignação não sirvam apenas para nos vitimarmos de um fato onde todos somos algozes e responsáveis. Precisamos perceber a parte que nos toca neste latifúndio.

O quanto olho para a minha história e a reverencio do jeito que ela foi? E este fato também fará parte da nossa história. Eu um dia estarei visitando, revendo e pensando que foi o que restou do pouco da história que um dia os meus filhos e netos saberão. Ou não.

Read the rest of this entry »

Foto: José Nazal

Uma das maiores riquezas de Ilhéus e também do Sul da Bahia, o Parque Natural Municipal da Boa Esperança, área de Mata Atlântica no perímetro urbano da cidade. Conta  com 437 hectares, mas  está sendo ampliada para 456 hectares.  A área foi adquirida pelo município para instalação da represa da Esperança, que abasteceu a cidade entre os anos de 1942 a 1972.  Nessa mata, os pesquisadores Carl Friedrich Philipp Von Martius e o Príncipe Maximiliano de Wied encontraram uma espécie endêmica de flor e a batizaram de 'Goethea', numa homenagem ao grande literato alemão Goethe.

Uma das maiores riquezas de Ilhéus e também do Sul da Bahia, o Parque Natural Municipal da Boa Esperança, área de Mata Atlântica no perímetro urbano da cidade. Conta com 437 hectares, mas está sendo ampliada para 456 hectares. A área foi adquirida pelo município para instalação da represa da Esperança, que abasteceu a cidade entre os anos de 1942 a 1972.
Nessa mata, os pesquisadores Carl Friedrich Philipp Von Martius e o Príncipe Maximiliano de Wied encontraram uma espécie endêmica de flor e a batizaram de ‘Goethea’, numa homenagem ao grande literato alemão Goethe.

Memórias de um Dinossauro

dt

Potiraguá, 2010- Conheci “seu” Gentil lá pelos idos do começo dos anos 80 do século passado. Era o período da mobilização pelas Diretas Já e eu passava férias em Potiraguá, cidade nos limites da Região Cacaueira da Bahia. Na época “seu” Gentil era presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, o que não era pouca coisa em tempos semi-coronelistas. É não é que cismamos de fazer ali em Potiraguá um comício pelas Diretas Já. Cismamos e fomos à luta.

Arrumamos um carro de som e saímos convocando o povo de Potiraguá e da vizinha Itarantim. A idéia ganhou corpo, atraiu outras pessoas e fizemos um grande comício, que contou com as presenças de lideranças da época, como Raul Ferraz e Pedral Sampaio, então um ícone de esquerda, que depois se bandeou para os braços de ACM e sumiu melancolicamente da vida pública.

Durante o comício, aconteceu algo inusitado: o prefeito mandou cortar a energia da praça, que estava lotada. Não tive dúvidas: pedi que o pessoal acendesse os isqueiros e dessa maneira levamos o comício até o fim, num clima emocionante. O espírito da democracia que a gente ia respirando após tantos anos de ditadura contagiou a praça.

gentilLogo depois, “Seu” Gentil fundou o PT de Potiraguá e até hoje continua na luta, desafiando a idade com aquela gana dos que acham que é possível fazer um mundo melhor, que o sonho é, sim, possível.

No último domingo, durante a visita de Jaques Wagner a Potiraguá, reencontrei e abracei “seu” Gentil, agora presidente de honra do PT local, mas acima de tudo um militante do partido que se confunde com sua própria vida.

Foi como um passeio no tempo, pra reforçar a convicção de que é compensador seguir o caminho que as vezes é mais longo e mais cheio de obstáculos, mas é o caminho que faz a gente acreditar que vale, valeu e valerá a pena caminhar.

—-

Em 2016, seu Gentil partiu para um lugar chamado eternidade. Como bom petista, foi ser estrela lá no céu.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30