hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

shopping jequitiba

UESC realiza IX Workshop interno de Avaliação e Planejamento em Genética e Biologia Molecular

uescProfessores e alunos do Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular (PPGGBM), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), realizaram uma avaliação e debates sobre a evolução do programa na formação de profissionais qualificados para atuar na área de Genética e Biologia Molecular durante a sua história. Na abertura da reunião o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, professor George Rego Albuquerque, destacou a importância do programa na formação de mestres e doutores na área e a evolução do número de PPG’s da UESC com nota 5 na CAPES.

Uma análise sobre os indicadores do PPGGBM/UESC, junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), durante o quadriênio 2013-2016 foi realizada comparativamente aos PPGs avaliados com nota 6 e 7 na Câmara de Pesquisa 2 da Área de Ciências Agrárias I.

De acordo com o coordenador do programa, na UESC, professor Carlos Priminho Pirovani, ‘Os indicadores apontam que o PPGGBM/UESC está no mesmo patamá desses programas. A análise da ficha de avaliação do programa da UESC aponta equívocos sobre os indicadores do PPG em Genética e Biologia Molecular da UESC que levaram à manutenção da nota 5. Em itens de avaliação que o programa de Genética apresenta índices superiores ao dos demais programas da área foi atribuído o conceito bom ou regular, enquanto a outros programas em outras instituições, foi atribuído Muito Bom.”

 

Os representantes discentes junto ao Colegiado apresentaram a visão dos alunos e sugestões para melhorias do Programa. As métricas relativas ao corpo docente, corpo discente e a produção científica do programa nos anos de 2017 e 2018 foram comparadas com as métricas do quadriênio 2013-2016. O principal destaque foi a redução do tempo médio de titulação de doutores de 56 meses no quadirênio anterior para 48 meses no quadriênio em curso.

O percentual de discentes de doutorado titulados em relação aos discentes matriculados, também subiu de 17% para 22,4 %, ficando acima do índice considerado MUITO BOM (20%) pela Capes. A metade do corpo docente apresentou produção de artigos nos extratos elevados da Capes (A1+A2+B1) superior ao quadriênio anterior.

O número de projetos coordenados por docentes, que variou de um a 10 no quadriênio anterior está mais equilibrado nesse quadriênio variando de 1 a 4, com a maioria dos docentes coordenando um total de dois ou três projetos. O evento foi encerrado com a elaboração de um planejamento com levantamento de metas e ações para o quadriênio 2017-2020 com a contribuição de docentes e discentes, no sentido de adotar medidas mitigadoras para manter os bons índices já alcançados e melhorar aqueles em que ainda há possibilidade nesse sentido.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2018
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930