hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for janeiro 22nd, 2018

Sem justiça justa, não há Democracia

Rui Costa defende candidatura de Lula e condena politização do judiciário

Rui e Lula

O governador da Bahia,  Rui Costa, disse hoje que o PT deverá sacramentar a candidatura de Lula a presidência da República em reunião da Executiva Nacional do partido marcada para o dia 25, independente do resultado do julgamento pelo TRF4 no dia 24. “Não tenho autorização para falar em nome da direção do PT, mas entendo que é correto reafirmar que Lula será candidato, até porque a sociedade brasileira não vai entender  que aqueles que foram pegos com malas de dinheiro, gastos elevados com cartões de crédito e dinheiro no exterior, todos serão candidatos esse ano e contra aquele que até agora ninguém apresentou nenhuma prova concreta, querem barrar a candidatura, por conta de uma decisão judicial. Isso não é justo”, afirmou.

Rui disse ainda que “a expectativa é de que Lula seja absolvido, já que a opinião de vários juízes e integrantes do Ministério Público é de que não há segurança jurídica para a condenação”. Segundo ele, “o Brasil está muito politizado judicialmente, onde juízes decidiram fazer política partidária. O país deveria copiar o que deu certo em países como Alemanha, França, Suiça, Holanda, onde os juízes são discretos, não fazem questão de aparecer na televisão, nas rádios. Eles devem se manifestar nos processos, serem imparciais e julgar conforme as provas. Na hora de absolver ou condenar alguém, não podem pensar qual vai ser a reação popular durante um passeio no shopping. Eles nem deveriam se preocupar com isso, mas  se aterem apenas aos autos processo”.

O governador lembra que “a Constituição Federal proíbe que juízes e promotores tenham filiação partidária, mas aqui apesar de não serem filiados alguns juízes emitem opiniões políticas nas redes sociais, criticando pessoas e partidos. O Brasil está vivendo um momento delicado e isso não estou falando porque é o Lula, mas vale para qualquer cidadão”.

Itabuna adere a consórcio de saúde e terá Policlínica Regional

Itabuna adere a consórcio de saúde e terá policlínica Regional Foto Waldir Gomes (5)O governador da Bahia, Rui Costa e o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes,   assinaram  o protocolo de intenções dos Consórcios Públicos de Saúde do Sul da Bahia, que tem a adesão de outros 20 municípios e abre perspectiva para implantação de uma Policlínica Regional com investimentos de R$ 24 milhões. A solenidade que reuniu o vice-governador João Leão, parlamentares e prefeitos da região foi realizada no auditório do Cetep Litoral Sul II, em Itabuna.

Fernando Gomes considerou a data importante para um avanço na área da saúde na região e que consolida Itabuna como um polo de atendimento e referência na prestação de serviços de saúde no Sul da Bahia. Ele agradeceu ao apoio do governador Rui Costa que vem realizando obras na região e está concluindo a barragem do rio Colônia, que vai garantir o abastecimento de água para a população itabunense e acaba de autorizar a conclusão do Teatro Municipal. Em março o prefeito prometeu iniciar o asfaltamento dos diversos bairros da cidade em parceria com o Estado.

No modelo proposto para o consórcio e na implantação da policlínica, o Estado fica responsável pela construção e aquisição dos equipamentos das unidades, além de cofinanciar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear o restante na proporção das suas respectivas populações.

O governador Rui Costa destacou que os consórcios propõem um novo modelo de financiamento e gestão dos serviços de saúde com o objetivo de ampliar e descentralizar a assistência, ajudando a reequilibrar as finanças municipais. Ele complementou salientando que os consórcios vão ficar responsáveis pela gestão das 28 policlínicas que serão construídas pelo Governo do Estado, sendo uma delas em Itabuna, com até 13 especialidades, 32 serviços e equipamentos, como tomógrafos e aparelho de ressonância magnética, para rastreamento de câncer de mama e outros exames.

Atos em Salvador marcam apoio a Lula

veveuTrês atividades foram programadas em Salvador pelo PT e por lideranças de movimentos sociais entre esta terça (23) e a quarta-feira (24), por ocasião do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo informações do presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, o primeiro ato será o “Júri Popular”, que será realizado na terça-feira (23), às 15h, no Campo da Pólvora (saiba mais). O protesto reunirá advogados e juristas que argumentarão, com direito a contraponto, para demonstrar porque Lula está sendo julgado e do que está sendo acusado. Na quarta, dia do julgamento no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, acontece uma vigília também no Campo da Pólvora, do início da manhã até o final da sessão.

Nessa mesma data, entidades de movimentos sociais fazem caminhada em Cajazeiras – a concentração será às 9h na primeira rótula de Cajazeiras XI e percurso até a Rótula da Feirinha, em Cajazeiras V – de acordo com o coordenador do Comitê em Defesa da Democracia e pelo Direito Lula ser Candidato, Idelmário Proença, participam entidades locais, como a Frente de Luta, Frente Ampla, Frente Popular de Cajazeiras, Cajazeiras Forte, além de organizações como Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Salvador (MSTS) e Levante Popular do Juventude. Paralelamente, lideranças do partido se reúnem em São Paulo com a Executiva Nacional no dia 24 – o mais provável é que Lula acompanhe o julgamento da capital paulista. “Amanhã estamos indo para Porto Alegre, deputados, eu estou indo, e lideranças do partido.

No dia 25, vai ter reunião com a Executiva nacional, com a bancada federal, senadores. Provavelmente vamos lançar a pré-candidatura do presidente Lula”, explica Everaldo. O comitê nacional planeja que o ex-presidente vá a Porto Alegre para o ato desta terça. “Como a lei não proíbe a candidatura de Lula, vamos fazer valer a lei e insistir na nossa caminhada”.

Hospital da Costa do Cacau reduz espera e agiliza exames de imagem

hospcacau 2

Um problema crônico no sistema de saúde na região sul, o acesso e a demora para a entrega dos resultados de exames de imagem, como tomografia e ressonância magnética, está tendo o seu impacto reduzido significativamente. Em pouco mais de 30 dias de funcionamento, o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, realizou 1600 exames de diagnóstico por imagem, dos quais, 485 foram tomografias. Nos casos de emergência, os resultados são entregues no máximo, em uma hora.

hospcacau 3“Muitas vezes a precisão e o resultado desses exames podem fazer a diferença para a sobrevivência do paciente”, explica o diretor técnico, Cláudio Moura Costa, acrescentando que o além dos casos de urgência e emergência que chegam à unidade de saúde, o HRCC atende a uma “demanda reprimida” na região, inclusive de outros municípios e hospitais.

Além da alta precisão dos equipamentos, com a inauguração do HRCC, a população dos 67 municípios da área de abrangência do hospital, passaram a ter acesso a exames que antes não existiam em nenhuma unidade da rede pública, a exemplo de ressonância magnética, angiorressonância ( exame dos vasos sanguíneos, principalmente artérias, excelente para o rastreamento e o diagnóstico da doença vascular) e angiotomografia (exame de diagnóstico rápido que permite a perfeita visualização das veias e artérias do corpo, utilizando modernos equipamentos em 3D).

hospcacau 1A unidade de bioimagem instalada no hospital, um investimento de R$ 11 milhões, é gerenciada pela Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD), através de Parceria Público Privada (PPP) pioneira no país, firmada com o Governo do Estado. Tomógrafo computadorizado de 16 canais, ressonância magnética e raio-X estão entre os equipamentos instalados, todos com tecnologia de primeira geração.

Integrado ao sistema da RBD, as imagens dos usuários, coletadas no HRCC são repassadas automaticamente online à Central 24 horas, instalada em Salvador, para análise da equipe médica. Os laudos dos usuários atendidos pelo ambulatório do hospital são disponibilizados no prazo máximo de dois dias, dos que estão internados em 12 horas e, nos casos de emergência, em uma hora.

Como se nasce e como se morre de fascismo, segundo Umberto Eco

Publicado no Unisinos

fascio

 

POR DE FURIO COLOMBO

O fascismo é como a tuberculose. A pessoa tem uma aparência saudável e, de repente, começa a expelir sangue. Isso é o que sabe e o que conta Umberto Eco em Il Fascismo eterno – La nave di Teseo, (O Fascismo Eterno, O Navio de Teseu), utilizando materiais de um evento que organizamos juntos na Columbia University.

 Naquela época (1995) eu estava ensinando na universidade e era o diretor do Instituto Italiano de Cultura. A intenção era celebrar pela primeira vez, publicamente, a data de 25 de abril nos Estados Unidos (Festa da Libertação, ndt).

Os protagonistas eram, além de Eco, Giorgio Strehler, o lendário diretor de Brecht no Piccolo Teatro de Milão e Lucianio Rebay, comandante da resistência na juventude e professor de poesia na Universidade de Columbia pelo resto de sua vida. Strehler e Rebayfalaram sobre resistência e prisões, traidores e heróis na Milão do último fascismo.

Eco escolheu um extraordinário fragmento de autobiografia que, no final, você percebe, torna-se toda a sua autobiografia, claro que do ponto de vista moral e intelectual: o que entende uma criança de fascismo? Que legado fica para um adulto depois de um encontro tão assustador? E como você pode se comprometer para sempre em defender a liberdade, quando percebe que o pesadelo não acaba?

Umberto Eco não viu os fascistas de Como, que entraram em uma casa particular, que circundaram um grupo de voluntários pró-migrantes para ler sua mensagem. Mas era escritor e filósofo, e sabia que aquele perigo estava por vir. “Na Itália, algumas pessoas se questionam se a resistência teve um impacto militar.

“Para a minha geração a questão era irrelevante: logo percebemos o significado moral e psicológico da Resistência”, Eco escreve em seu livro, que é imprescindível ter e difundir.

Essas poucas páginas são um dos livros mais belos e mais importantes de Eco. Ele termina com uma maravilhosa poesia de Fortini (“No parapeito da ponte / as cabeças dos enforcados ….”) e com sua advertência: “Que este seja o nosso lema: jamais esquecer”.

Em São Paulo, Rui Costa compartilha experiência de obras de mobilidade na Bahia

Foto Eudes Benício_GOVBA

 

Os principais projetos de transporte e deslocamentos em vias urbanas na Bahia foram apresentados pelo governador Rui Costa nesta segunda-feira (22), durante o 2º Seminário de Mobilidade Urbana, realizado pelo jornal Folha de São Paulo, na capital paulista. Rui foi o único governador da região Nordeste a participar do evento que reuniu urbanistas, consultores, secretários estaduais e municipais de transportes, além de representantes de institutos ligados ao setor.

Ao lado do secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Clodoaldo Pelissioni; do urbanista e consultor de trânsito e transporte, Flamínio Fichmann; e do presidente da divisão de mobilidade urbana da CCR, Leonardo Vianna, o governador explicou o modelo adotado na Bahia. “É preciso acertar na modelagem, o atual não atende ao interesse dos brasileiros. Acreditamos que adotamos o mais eficaz, mas que ainda enfrenta resistência, que é a PPP – Parceria Público Privada, com riscos compartilhados para quem vai executar as obras, inclusive pelo não cumprimento dos cronogramas. Desta forma, a empresa vencedora busca o melhor resultado através da eficiência”, reforça.

rc fspRui também defendeu um pacto de Estado para atrair investidores nacionais e internacionais e criticou a realidade existente no país atualmente. “O que se faz hoje é pacto de Governo e não de Estado. Isso não avança. O mercado reage mal e o país não avança”, disse. Para ele, um dos grandes males do Brasil é a insegurança jurídica.

Rui Costa encerrou sua participação reforçando que o conceito de mobilidade urbana é mais amplo que apenas oferecer transporte público. “Temos que enxergar que nos grandes centros a mobilidade urbana promove não apenas a melhoria da qualidade de vida, mas também um novo vetor de desenvolvimento e geração de emprego e renda para as pessoas”. O posicionamento do governador baiano foi elogiado pelo presidente do metrô de São Paulo, Paulo Menezes, que também destacou que “a Bahia é um exemplo de projeto metroviário bem sucedido no Brasil”.

Durante o evento, Rui anunciou que até o dia 30 de janeiro será publicado o edital de licitação do trecho do VLT, que liga o Comércio até Paripe, com aproximadamente 19 quilômetros de extensão.
Entre as principais obras de mobilidade urbana na Bahia está o metrô Salvador-Lauro de Freitas. Além disso, em breve será entregue a Via Barradão e, ainda no primeiro trimestre do ano, a entrega de mais um trecho da Linha Azul, na capital.

(Foto: Eudes Benício/GOVBA)

Unime Itabuna oferece mais de 300 vagas em cursos gratuitos

A Unime Itabuna abriu as inscrições para o preenchimento de mais de 300 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos, que serão realizados durante o evento Unime Conecta, no dia 25 de janeiro. Para participar, é preciso acessar o site evento.canalconecta.com.br

Dentre os cursos oferecidos pela instituição, estão: Mercado de Trabalho x Empregabilidade, Sucesso em uma entrevista de emprego e Dinâmica de seleção. As capacitações ocorrem das 9h às 11h, na sede da instituição, localizada na Av. J. S. Pinheiro, 1191, Lomanto. Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (73) 2102-3031.

Governo entrega restauração da Fortaleza de Morro de São Paulo

cairu 2

Belíssimo e concorrido destino turístico do estado, Morro de São Paulo, na Ilha de Tinharé, em Cairu, faz parte da história do país. Descoberto em 1531, foi palco da Segunda Guerra Mundial, onde nazistas naufragaram navios. Neste sábado (20), o governador Rui Costa participou da solenidade de entrega da restauração da Fortaleza de Morro de São Paulo, construída em 1630 para proteger o povoado das invasões na barra falsa da Baía de Todos os Santos. Importante atrativo local, o monumento é procurado, inclusive, por quem quer apreciar o pôr-do-sol. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1938, a obra teve investimento total de R$ 14,4 milhões.

cairu 3

“Esse patrimônio soma-se a toda uma história e está vinculado, assim como outros equipamentos na Bahia, à independência do país. É importante que a gente destaque esses equipamentos, que, ao longo da existência e da consolidação do Brasil como nação, serviram como nossa defesa. E foi isso que fizemos aqui na Fortaleza de Morro de São Paulo. E ainda vamos elaborar um plano de uso e gestão, para que ele seja auto-sustentável, como acontece em outros lugares do mundo”, revelou Rui.

A restauração começou com a recuperação estrutural da muralha. Na etapa seguinte, abrangeu o Portaló, o Corpo da Guarda, o Forte da Ponta e o caminho ao longo da muralha. O conjunto de baterias e fortes possui 2.335 m2. O local abriga agora uma exposição permanente, anfiteatro e área para eventos.

Cidadão cairuense

cairu 1

Na ocasião, o governador recebeu também o título de Cidadão de Cairu. “Os vereadores da cidade decidiram, por unanimidade, conceder esse título ao governador, pela excelente gestão que vem fazendo à frente do Governo do Estado, por ter revolucionado a saúde na Bahia, e por todas as ações que contribuem para o desenvolvimento econômico e social da população baiana, além das entregas de obras importantes aqui no município e região”, afirmou o presidente da Câmara de Vereadores de Cairu, Abdon Ché.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2018
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031