ced96128-445e-46f5-bf99-23be9f23453b

Seguindo o exemplo da mãe e com a autorização da mesma, o estudante Alifer Dos Santos Menezes, de 16 anos aproveitou a caravana do município de Ibicaraí nesta quarta-feira, 17, para realizar a sua primeira doação de sangue. “Já tinha pensado em doar, mas a oportunidade só apareceu mesmo com a campanha. Acabei vindo com a caravana e está sendo bastante positivo. Estava ansioso e com medo, mas só agora tive a certeza de que doar sangue não dói e é super-rápido”, declarou entusiasmado o rapaz.

dee1c4de-93a1-41a5-95b3-e6fb8444032a

O gesto , segundo a mãe Márcia Menezes, é uma atitude que além de levar as pessoas a refletirem o quanto se pode auxiliar o próximo, se faz pelo exemplo da ação. “Quando conhecemos a causa, podemos ajudar o nosso semelhante. Mas ela é mais eficaz quando servimos como exemplo. Esta é a quarta vez que venho com a caravana, nessa  a doação foi mais que especial, pois através do meu gesto consegui incentivar ao meu filho a também ser  um doador”, falou.

Além de Alifer e Dona Márcia mais 52 pessoas participaram da Caravana. Coordenada há três anos nos municípios de Ibicaraí e Floresta Azul pelas assistentes sociais Márcia da Silva Ceo, Aline Andrade  dos Santos e pela psicóloga Maria Gonçalves, a caravana conta ainda com ajuda de parceiros. “A Águia Branca nos cedeu o transporte e o departamento da assistência social da igreja Batista Teosópolis nos  cedeu o lanche para os nossos doadores. No mês de novembro trouxemos mais de 70 doadores. A  nossa meta é sempre mobilizar mais e mais pessoas, pois já sabemos da demanda do Banco de Sangue”, contou Márcia da Silva.

Para Jerônimo Polon coordenador administrativo do Banco de Sangue à participação destas caravanas é de extrema relevância, já que é através das comunidades locais, igrejas e grupos sociais que surgem as ajudas e um resultado positivo diante das ações da unidade.  “O compromisso dessas pessoas além de ser um ato de amor, reforçam os nossos estoques. Esperamos que assim como Ibicaraí, Floresta, Buerarema, Barro Preto e Jussary municípios que já trazem as suas caravanas outros municípios também possam integrar  essa corrente de captação”,

Para agendar a vinda do seu município, o captador Rosildo Ribeiro informa que é preciso ligar e marcar  no 3214-9126. “É preciso que os municípios agendem a vinda da caravana, pois precisamos nos organizar para recebê-los. Já que atenderemos além da demanda habitual de captação”, concluiu.