hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 bom petiscos livros do thame

Investimentos do governo baiano somam R$ 2,65 bilhões em 2017

Hospital Regional da Costa do Cacau

Hospital Regional da Costa do Cacau

O governo baiano investiu em 2017 um total de R$ 2,65 bilhões em obras e ações que beneficiam diretamente a população em todo o Estado, em áreas como infraestrutura rodoviária, hídrica e urbana, mobilidade, saúde, educação e segurança. O investimento teria sido ainda maior se o empréstimo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil, cujo contrato foi assinado em agosto, tivesse sido liberado a tempo, lembra o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório. Transferidos para o Estado apenas no dia 28 de dezembro, os recursos do empréstimo serão investidos em 2018.

Vitório ressalta que, mesmo com o cenário de estagnação da economia, todo o trabalho empreendido para manter o equilíbrio fiscal surtiu resultado: de acordo com a área financeira da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), recursos próprios (R$ 1,3 bilhão) e saldos de operações de crédito contraídas pelo Estado (R$ 505 milhões) predominaram amplamente entre as fontes de recursos para os investimentos realizados, somando R$ 1,8 bilhão.

O secretário lembra ainda que a Bahia permanece entre os poucos estados brasileiros que continuam pagando os servidores rigorosamente em dia, incluindo o décimo terceiro salário, quitado dentro do cronograma, no último dia 20. A Bahia também segue honrando os compromissos com os fornecedores, e mantém a máquina pública operando normalmente a despeito dos efeitos da crise econômica que ainda persistem.

Arrecadação e controle de gastos

“Fizemos um grande esforço de arrecadação que envolveu o empenho dos servidores da Fazenda estadual, a modernização do fisco e o combate à sonegação”, afirma o secretário, destacando a intensificação das ações do Cira – Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos, que reúne a Fazenda estadual, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça, a Procuradoria Geral do Estado e a Secretaria de Segurança Pública.

Em outra frente, o governo manteve o controle dos gastos, sob a coordenação da Sefaz-Ba. As iniciativas de qualificação do gasto público totalizaram uma economia real de R$ 1,2 bilhão desde 2015 por meio de ações como o monitoramento dos gastos com o custeio da máquina pública, incluindo contratação de prestadores de serviços e aquisição de material de consumo.

Entre os principais exemplos de investimentos do governo estadual em 2017 estão a expansão do metrô, que termina o ano realizando as primeiras viagens de teste à Estação Aeroporto, as vias estruturantes em Salvador, a construção e a recuperação de estradas em todo o Estado, a implantação de obras de segurança hídrica que minimizam os efeitos da seca, os hospitais regionais do Cacau e da Chapada e as policlínicas regionais, a renovação da frota da Segurança Pública e a implantação dos distritos integrados de segurança no interior, e, na educação, a reforma de escolas, a implantação de escolas culturais e quadras cobertas.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2018
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031