hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for outubro 18th, 2017

Rui autoriza recuperação de rodovia

O governador Rui Costa assina, nesta quinta-feira (19), às 9h, no município de Castro Alves, ordem de serviço para restauração e pavimentação da BA-120, no trecho entre Sapeaçu e Castro Alves.

Durante o evento, que será realizado no entroncamento da BA-120 com a BR-242, Rui também entrega 661 certificados de inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR), para produtores da regiao

NECA-UESC promove capacitação para produtores artesanais de cervejas

birraCom o objetivo de desenvolver ações empreendedoras e formação qualificada no setor de microcervejarias no Sul da Bahia,  Núcleo de Estudos sobre Cervejas Artesanais – NECA da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC,  promoverá capacitação gratuita sobre criação, desenvolvimento e registro de marcas para cervejas artesanais. O curso ocorrerá sábado (21), a partir das 8 horas na sala 1211, do Departamento de Administração (Pavilhão Pedro Calmon). Inscrições antecipadas e gratuitas pelo email:  neca@uesc.br

Direcionado aos  envolvidos com a produção de cervejas artesanais, o curso possui metodologia 100% prática, na qual abordará estratégias de posicionamento e design para construção de marcas para cervejas artesanais, será apresentado também os principais casos de sucesso e as etapas de registro no INPI.

Com duração de quatro horas, o curso será ministrado por Gustavo da Cruz, professor de marketing e transferência de tecnologia do Departamento de Administração da UESC em conjunto com Laís Viana, advogada e ex-integrante do Núcleo de Inovação e Tecnologia – NIT da universidade.

Segundo o professor Gustavo, o curso tem como objetivo gerar reflexões e estímulos nos produtores de cervejas artesanais para a construção de marcas fortes e protegidas por meio da geração de vantagens competitivas para as microcervejarias da região.

Rui Costa inaugura Base da CIPE Cacaueira em Ibicaraí

Nesta sexta-feira (20), às 9hs, o governador Rui Costa visita a cidade de Ibicaraí, na Região Sul do Estado, onde inaugura a Base Avançada da CIPE Cacaueira, Companhia Especializada da Polícia Militar que reforça a segurança na região.

Na oportunidade o governador também autoriza convênio do Programa Bahia Produtiva com agricultores familiares.

Advogado “desafia” o câncer de próstata

Foto Humberto Cavalcante.2O livro “Desafiando o câncer de próstata”, do advogado Humberto Cavalcante, será lançado nesta quinta-feira (19), às 19h30, no Hotel Royal (Rua Quintino Bocaiuva, 62), em Itabuna. A edição é da Via Litterarum.

A obra, de acordo com o editor Agenor Gasparetto, que assina o prefácio, revela o drama do pai de Humberto, vitimado por esse tipo de câncer, numa época em que o toque retal (ainda hoje indispensável ao diagnóstico da doença) era algo impensável para o homem latino. “Os homens são os principais interessados neste livro”, afirma Gasparetto, em particular os que já estejam acometidos desse mal, que Humberto define como “traiçoeiro, silencioso, sorrateiro e que não apresenta sintomas no início”.
Também acometido pelo “caranguejo”, o autor mostra formas de enfrentamento da doença, valorizando as ações de controle da moléstiacapazes de prolongar a vida. “Prefiro viver menos, mas com qualidade de vida, do que viver um pouco mais como um trapo humano, atirado a um leito, caquético, inválido, sem controle de nenhuma das necessidades fisiológicas básicas, dando uma trabalheira infernal aos que estão à minha volta.” Ele acrescenta, como evidência da eficácia dos cuidados que o doente deve ter: “É muito comum o sujeito idoso morrer com câncer de próstata, porém nem sempre por causa deste.”
Autor de dois outros livros publicados pela Via Litterarum (Reminiscências/2015 e Dá licença, Doutor/2016), Humberto Cavalcante destaca em Desafiando o câncer de próstata que, pela sua condição de agnóstico, descrê da figura folclórica da “velha esquelética envolta num manto preto, com a sua foice ou cutelo afiado no ombro”, mas que, mesmo assim, o trabalho dela não deve ser facilitado”. Seu livro é uma tentativa nesse sentido.

Temporada de cruzeiros traz 220 mil turistas à Bahia

Temporada de Cruzeiro (6)A temporada de cruzeiros marítimos aquece a atividade turística na Bahia entre os meses de novembro de 2017 e abril de 2018. Os portos de Salvador e Ilhéus irão recepcionar 70 transatlânticos que dividirão a paisagem litorânea com as tradicionais embarcações de pesca e de passeios turísticos. Mais de 220 mil turistas desembarcarão na Bahia, total 8% maior se comparado com o movimento alcançado na temporada anterior, de acordo com a projeção da Companhia das Docas da Bahia (Codeba).

Em águas territoriais brasileiras estarão navegando o MSC Preziosa, MSC Poesia, MSC Música, Costa Fascinosa, MSC Magnifica, Costa Favolosa, Sovereign, The World, Prinsendam e Balmoral, dentre outros. São navios que aliam o luxo e o conforto dos resorts e hotéis cinco estrelas com a possibilidade de acesso à diversidade cultural e histórica de cidades turísticas, como Salvador e Ilhéus.

Temporada de Cruzeiro2 O primeiro navio da temporada 2017-2018 será o MSC Preziosa, no dia 15 de novembro, às 9 horas. Vindo de Santa Cruz de Tenerife, na costa espanhola, o transatlântico tem capacidade para 4.360 passageiros. Da capital baiana, seguirá com destino a Búzios (RJ). Até abril, 50 navios irão ancorar no Porto de Salvador, trazendo 151 mil passageiros. Em Ilhéus, serão mais 21 navios, com 72 mil visitantes.

A temporada brasileira coincide com o inverno no hemisfério norte, quando as companhias marítimas passaram a deslocar seus navios para esse novo mercado. “Brasileiros e sul-americanos gostaram da novidade e incorporam em suas férias as viagens de navio”, afirma o secretário do Turismo da Bahia, José Alves. “O mercado brasileiro de cruzeiros marítimos se consolidou e apresenta excelentes resultados”.

A Secretaria do Turismo da Bahia / Bahiatursa prepara receptivo especial para os visitantes. Em outra vertente, a equipe técnica da Setur atua na qualificação de serviços turísticos, a fim de assegurar atendimento de qualidade em toda a cadeia produtiva do setor. O comércio (bares, restaurantes e lojas) e o transporte turístico são alguns dos segmentos que registram uma maior demanda.

O presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Abremar), Marco Ferraz, está entusiasmado com o interesse dos passageiros e se mantém atento à necessidade de lhes oferecer novidades a cada nova temporada. Por isso, realiza estudos sobre a viabilidade de novas paradas ao longo da costa brasileira. Um dos destinos em análise é Itaparica (BA).

NIT Uesc promove palestra sobre uso da internet no controle de incêndios

O Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Santa Cruz, promove no próximo dia 20, a palestra “O uso da Internet das Coisas (IoT) no sistema de monitoramento, detecção de fumaça, alarme e supressão de incêndio nas salas de tecnologia dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

O evento acontece das 9 ás 11 horas, no  2º andar do Pavilhão. Adonias Filho e terá como palestrante  Péricles Mattos,  diretor executivo da Bonpet Brasil, empresa de origem japonesa que atualmente fabrica seus produtos na Eslovênia, no ramo de extinção de incêndio.

TJ prepara Semana de Conciliação e acelera julgamento de processos

Os contribuintes do ICMS com débitos tributários – cobrados tanto na esfera administrativa quanto na judicial – devem ficar atentos à chance de regularizar a situação fiscal com base nas condições propostas para a Semana de Conciliação, a ser realizada pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJBA), de 20 de novembro a 1º de dezembro. Em paralelo, o Tribunal está acelerando o julgamento dos processos relativos a débitos tributários, como parte de uma série de iniciativas do poder público com o objetivo de potencializar as ações de recuperação de créditos tributários.

Conforme projeto de lei encaminhado pelo governo à Assembleia Legislativa, para viabilizar condições favoráveis às negociações na Semana de Conciliação, quem buscar o acordo com o Estado terá 70% de desconto em multas e acréscimos moratórios, para pagamento à vista, e 50% para parcelamento em até 12 meses. O projeto prevê que o prazo se estenderá até 22 de dezembro.

Uma oportunidade igual a essa apenas poderá se repetir em 2021, de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA). Ao aprovar as condições especiais de negociação com os contribuintes, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) estabeleceu que os estados deverão cumprir um intervalo de quatro anos para voltar a oferecer descontos na quitação de débitos tributários.

Read the rest of this entry »

Exposição Humanatureza

A arte a serviço da conservação ambiental

Recôncavo da Bahia recebe 1º Festival Origens

charutos baianos 2(Por: Gabriela Nascimento)-Com o objetivo de valorizar a história e produção de produtos tipicamente baianos, o 1º Festival Origens será realizado em Cachoeira, a 116 quilômetros da capital baiana. O evento acontecerá entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro e é voltado aos apreciadores da harmonização entre os 4 C da Bahia: café, cachaça, charuto e chocolate. Para mais detalhes sobre a programação e inscrições, os interessados podem acessar o site do festival.

Banhado pelo Rio Paraguaçu, o município de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, é palco de uma história centenária no plantio de tabaco no Brasil. Esse solo rico em cultura, alia-se à características de solo, clima e história, que tornam o protagonista do festival, o charuto baiano, diferente dos demais em qualidade. A união desses elementos, combinada à expertise da forma artesanal e criteriosa de produção, são ingredientes para a receita do sucesso.

O diretor do Sindicato da Indústria do Tabaco do Estado da Bahia (Sinditabaco) e um dos organizadores do evento, Marcos Augusto Souza, explica que a Bahia nunca realizou um festival como esse, apesar de ser o local mais antigo do mundo em produção industrial de charuto. “Muito antes de Cuba e República Dominicana, nós já atuávamos nessa produção. Pensando nisso, resolvemos apresentar aos nossos maiores consumidores brasileiros, que estão no eixo Rio-São Paulo, a qualidade da nossa produção, que muitas vezes é desconhecida”, ressalta.

Read the rest of this entry »

Maria Lúcia Fattorelli ministra aula na pós-graduação em Controle Externo

maria_lucia

A professora Maria Lúcia Fattorelli profere hoje ( 18), das 14h30 às 16h30, no auditório do TCE Bahia, Aula Aberta na Pós-Graduação (lato sensu) em Controle Externo com o tema “Auditoria Cidadã da Dívida Pública”.

Maria Lúcia Fattorelli é graduada em Ciências Contábeis e em Administração, especialista (MBA) em Administração Tributária pela FGV-EAESP, e coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida.

Ceplac busca novas fontes para fomentar cacau

Juvenal Maynart

Juvenal Maynart

(do Valor Econômico)- Em meio à restrição orçamentária, a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), que atualmente responde à secretaria-executiva do Ministério da Agricultura, está dando os primeiros passos para recuperar sua autonomia de gestão e de financiamento. O objetivo da Ceplac é acessar recursos externos ao orçamento federal, como de fundos internacionais de fomento.

Em pouco mais de um mês, uma consultoria será contratada por licitação para definir o novo modelo jurídico da Ceplac para permitir que ela receba esse tipo de recursos. A expectativa dentro do órgão é que a consultoria elabore esse modelo até fevereiro ou março.

Ainda não estão definidas quais fontes de financiamento a comissão poderá acessar, mas já foi sinalizada a possibilidade de buscar doações internacionais através dos projetos Fundo Verde para o Clima – submetido às Nações Unidas – e World Cocoa Foundation (WCF) – financiado pelas maiores companhias que atuam na produção de chocolate, tais como a suíça Nestlé e a americana Mars. Os detalhes constam de um relatório produzido por um grupo de trabalho do Ministério da Agricultura e que foi obtido pelo Valor.

cacau A autonomia administrativa e financeira já foi uma realidade para a Ceplac, mas em setembro de 2016 ela foi subordinada ao Ministério da Agricultura, e desde então passou a ser financiada diretamente pelo orçamento da Pasta.

A restrição orçamentária da Ceplac, porém, data de mais tempo. Há quase 30 anos, o órgão não realiza concurso público para contratar novos funcionários. Nesse meio tempo, a comissão enfrentou a pior crise do setor cacauicultor, provocada pela vassoura-de-bruxa no sul da Bahia.

A Ceplac já chegou a ter 4,2 mil funcionários, mas hoje o quadro tem 1,7 mil, sendo que 1,2 mil já têm idade e tempo de serviço suficientes para se aposentar. A falta de novos concursos também impediu a entrada das novas gerações, mais familiarizadas com ferramentas digitais.

O enxugamento do orçamento aprofundou-se nos últimos anos. Em 2012, foi fixado um orçamento de R$ 25,2 milhões para a comissão, mas a execução ficou em R$ 22,2 milhões. No ano passado, o valor orçado foi de R$ 22,7 milhões, mas somente R$ 17,3 milhões foi empenhado. Para este ano, o orçamento caiu para R$ 17,1 milhões.

Uma fonte externa de financiamento é vista dentro do órgão como uma saída para garantir o apoio da Ceplac para o fomento do cultivo de cacau pelo sistema agroflorestal. Nesse sistema, os cacaueiros são plantados junto à floresta nativa, um modelo que já é adotado no Pará.

Nos últimos anos, a Ceplac especializou-se nesse sistema, fornecendo sementes para os produtores, o que ajudou o Pará a se equiparar à Bahia em importância para a oferta nacional de cacau.

O crescimento da produção da amêndoa no bioma amazônico alterou a geografia da cadeia do cacau no país e impôs um novo desafio para o setor. Com um parque processador todo concentrado no sul da Bahia, a preocupação da Ceplac agora é estimular uma indústria do cacau no Pará, para evitar preocupações fitossanitárias derivadas do transporte do cacau de um bioma para outro, disse Juvenal Cunha, diretor geral da Ceplac.

A comissão também atua em cadeias complementares à cacauicultura, como a heveicultura, a piscicultura e cultivo de palma, mas a reavaliação do modelo da Ceplac pode reduzir o escopo de atuação.

Eles só querem Justiça para Ze Dirceu

 

Nas últimas semanas as redes sociais foram invadidas por uma Campanha de Solidariedade ao Ex-ministro Zé Dirceu. Militantes petistas de todos os cantos do Brasil pararam, no dia do último jogo da seleção brasileira nas eliminatórias da Copa 2018, e colocaram nos Trends Topics o termo #ConfioEmZeDirceu a frente do de “Neymar”, no Twitter.

Este movimento vem conquistando adesões semana a semana. Incluindo partidários de outras legendas e simpatizantes que se solidarizam contra a perseguição que Zé Dirceu vem sofrendo. Acusam: o que vem acontecendo é justiçamento e não justiça.

O movimento denominado #ResistênciaZéDirceu criou perfis no Twitter, página no youtube e fanpage no facebook, constroem narrativas que estão agregando muito mais pessoas e prometem sair do mundo virtual.

O ex-ministro, mesmo perseguido e injustiçado, não se cala. É fácil encontrar Zé Dirceu apontando as incoerências atuais do processo, discutindo a conjuntura política e organizando o caminho para o embate político e para a defesa do trabalhador na luta de classes, de onde nunca se afastou e hoje traz à tona a ruptura do pacto social, os crimes cometidos contra a democracia, os direitos dos trabalhadores e o ataque à nossa Soberania Nacional.

O grupo, resistência Zé Dirceu, vem chamando a atenção da militância para as contradições existentes nas narrativas da grande mídia, ferramenta de mobilização social da Lava Jato e mão de ferro para constranger e ameaçar o poder político e judiciário. #ResistênciaZeDirceu convoca: denunciem os abusos, as injustiças, qse juntem a campanha para cobrar a liberdade de José Dirceu e João Vaccari, absolvido pela segunda vez em instância superior e ainda mantido sob cárcere privado em Curitiba, que sobre Lula se julgue a partir do rigor da Constituição Federal de 1988 e não à partir dos conceitos provincianos de certo juiz acusador.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2017
D S T Q Q S S
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031