hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for agosto 6th, 2017

Em Bom Jesus da Lapa, Rui assina decreto que torna festa como bem cultural imaterial

lapa 3

Os homens e mulheres de fé, que todos os anos enchem as ruas da cidade de Bom Jesus da Lapa, para participar dos festejos religiosos, agora têm mais motivos para comemorar. A Festa do Divino Espírito Santo, celebração centenária da igreja católica, se tornou, neste domingo (6), um Bem Cultural Imaterial do Estado da Bahia. Além disso, a Romaria do Senhor Bom Jesus recebeu o Registro Especial Provisório como Patrimônio Imaterial do Estado. A determinação foi aprovada pelo Conselho Estadual de Cultura da Bahia, e autorizada pelo governador Rui Costa, que, acompanhado da primeira-dama, Aline Peixoto, participou dos festejos com os fiéis.

Após chegar, logo cedo, à Casa Paroquial, Rui seguiu em procissão com o bispo D. João Santos Cardoso e padres até o altar da igreja, onde assistiu à missa de Ação de Graças. “Estou muito emocionado por poder professar a minha fé junto com tantas pessoas, e reafirmar a nossa caminhada e nossa fé em Deus. Esses registros abrem caminhos para que possamos utilizar fontes de recursos para valorizar esse importante evento da fé do povo, não só da Bahia, mas do Brasil inteiro. São dois atos de reconhecimento importantes que consagram essa festa, que já está na alma e no coração do povo brasileiro”, destacou o governador.

lapa 2

A festa, que já contava com proteção provisória do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural (Ipac), tem, agora, o compromisso do Governo do Estado em trabalhar pela permanência da tradição secular que todos os anos leva milhares de pessoas em romaria pela cidade de , e é parte integrante da memória cultural do estado, preservando a devoção que faz parte da identidade do povo dessa região.  De acordo com o secretário estadual da Cultura, Jorge Portugal, as celebrações religiosas em Bom Jesus da Lapa “representam a cultura popular da Bahia e revelam a alma mais profunda do estado, que é a fé desse povo”.

lapa 1

Comemorada 50 dias após a Páscoa, a Festa do Divino Espírito Santo é marcada por missas, procissões, além de manifestações folclóricas e banquetes coletivos de doações religiosas, que todos os anos atraem fiéis do país inteiro. Somente durante a romaria, o Ipac estima que circulam pela cidade cerca de 500 mil fiéis, sendo que durante o ano inteiro, esse número chega a 2,5 milhões de pessoas. (fotos Mateus Pereira/SecomBA)

Governador visita quatro novas estações do metrô entre Pituaçu e Mussurunga

O governador Rui Costa visita nesta segunda-feira (7), às 8h, em viagem teste, as novas estações do metrô de Salvador. O trem partirá da estação Pituaçu e passará pelas estações Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz e Mussurunga, onde Rui concederá entrevista à imprensa.

Até setembro, as quatro novas estações do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas serão entregues para operação comercial.

Universitários beneficiados pelo Partiu Estágio ingressam nas escolas e no NTE de Itabuna

 

Os estudantes universitários beneficiários pelo Programa Partiu Estágio, do Governo do Estado, já começaram a estagiar nas escolas estaduais e nos Núcleos Territoriais de Educação (NTE). Desde o lançamento do projeto, em abril deste ano, já foram convocados mais de 4 mil jovens para estagiar no serviço público em toda a Bahia. O Núcleo de Itabuna (NTE 05) recebeu seis universitários, que já foram designados para os seus locais de estágio.

Diego (1)Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, “o Programa Partiu Estágio se integra a uma política de governo que gera oportunidades para os jovens baianos, assim como os programas Primeiro Emprego e o Mais Futuro. Portanto, são políticas públicas que comprovam a prioridade que o Governo do Estado vem dando para apoiar a formação profissional e a inserção destes jovens no mundo do trabalho”, afirmou.

Diego Ferreira, 27, que cursa Ciências Contábeis na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), já está atuando no NTE de Itabuna, no setor de prestação de contas. “O aprendizado prático na área pública servirá de complemento para o suporte teórico que a universidade oferece”, afirma, entusiasmado.

Mirrailly (1)Mirrailly Jordan Costa, 25, que cursa Direito na Unime, também está estagiando no NTE 05, no setor de sindicância. “Iniciei o estágio segunda-feira e estou muito empolgado porque vou ter experiência com análises de processos e a bagagem adquirida já vai ser útil no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para o qual estou me preparando”, explica.

Na  quinta-feira foi o primeiro dia de estágio de Kaliane Santos Araújo, 25, que cursa Administração na Unime, em Itabuna. Ela vai aturar por um ano no setor administrativo do Complexo Integrado de Educação (CIE), antigo Colégio Amélia Amado. “Estou muito feliz por conseguir esta vaga porque vou saber como funciona a administração de uma unidade escolar”, afirma, contente com a oportunidade.

Estado realiza maior concurso da história da segurança pública na Bahia

O maior concurso da história da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, com 141.917 inscritos, foi realizado neste domingo (6), em Salvador e em mais 12 municípios do estado. A abstenção foi de 15,30%, abaixo do percentual de candidatos ausentes em concursos públicos, que normalmente varia entre 20 e 30%.

As provas foram aplicadas em 293 locais, dos quais 68 na capital e 225 no interior. Os portões abriram às 8h (horário de Brasília) e fecharam às 9h. Organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação , o certame começou pontualmente às 9h15 e encerrou às 13h, com duração de quatro horas e trinta minutos para realização das provas. Em números absolutos, 121.100 candidatos comparecerem para realizar as provas, enquanto os ausentes foram 21.816.

De acordo com o edital de abertura de inscrições, os candidatos que concorrem a uma das duas mil vagas para a Polícia Militar realizaram provas em Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba. Já aqueles que se inscreveram com interesse em uma das 750 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar realizaram provas em Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Porto Seguro, Vitória da Conquista, Jequié, Juazeiro, Itaberaba, Paulo Afonso, Santo Antônio de Jesus, Barreiras e Teixeira de Freitas.

Read the rest of this entry »

Jackson Costa abraça “Escolas Culturais” como caminho contra violência em Itabuna

 

Por Celina Santos, no Diário Bahia

 Jackson_CostaO ator Jackson Costa não abre mão de manter os vínculos com Itabuna, ainda que esteja fazendo trabalhos no eixo Rio-São Paulo. Escolhido padrinho do programa Escolas Culturais, lançado semana passada no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, ele toma o papel como missão e acredita que a iniciativa seja um caminho para tirar a cidade do cenário de violência que a insere entre as principais da Bahia.

Como você recebeu a atribuição de ser padrinho do programa Escolas Culturais em Itabuna?

Como uma mãe que recebe uma criança e precisa cuidar dela. Porque é um projeto muito bonito, que pode tirar a gente dessa condição que nós estamos aqui na região, de descaso, de violência. Por que Itabuna está sendo a primeira? Eu perguntei ao governador. Eu acredito que Deus sempre faz a coisa certa. Itabuna é quem tá precisando muito, porque a gente precisa abrir horizontes para as pessoas se desenvolverem. A gente só sai da condição que está se fizer valer esse projeto: unir cultura, educação e arte. E a gente consegue.

Qual sua primeira impressão sobre o que viu no Colégio Modelo, escolhido como Escola Cultural?

Pelo que eu vi aqui hoje, estamos com tudo na mão. Às vezes a gente quer e não tem suporte pra realizar; mas aqui a gente está tendo o suporte dado pelo governador e não é uma coisa utópica, paternalista. Não é de cima pra baixo; é aproveitando o que já existe de estrutura física aqui nessa escola, mas também o que já existe de ações culturais aqui, integrando a sociedade. Então, eu recebo como uma responsabilidade muito grande, uma alegria de estar presenciando esse momento, a possibilidade de a gente sair das trevas e encontrar a luz através da educação e da cultura.

De que forma se dará a sua ação como padrinho do programa?

É uma responsabilidade, mas eu não vou fazer nada sozinho. A proposta dele [do governador Rui Costa] é que muitos – se possível, todos – se unam nesse propósito. Eu já vi que aqui tem muitos e a gente precisa é ter cada vez mais gente.

Está disposto a vir aqui constantemente para colocar ideias em prática?

Eu quero estar aqui o máximo de tempo que eu puder, conversando com a direção da escola, com os movimentos de arte que são da escola e da comunidade, que entrem nessa ‘Arca de Noé’ para a gente se salvar. Se eu puder estar aqui todo mês, eu estou; se for preciso, toda semana ou passar um tempo aqui, eu quero vir. Porque eu sou daqui, eu nasci aqui e eu vou fazer por mim. Eu fazendo pelos outros, vou estar fazendo pra mim; e fazendo pra mim, vou estar fazendo para os outros.

Você recebe, então, como uma missão para sua vida …

Como uma missão! Todos nós temos uma missão aqui. Acho que a grande missão não é a gente pensar em nós, é pensar no outro. Então, é um trabalho que proporciona o desenvolvimento criativo, espiritual, o desenvolvimento da sociedade, das pessoas. Estou aqui para fazer o que eu puder fazer.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031